10 bares e baladas em Buenos Aires para curtir a noite portenha

A noite portenha é famosa. E por noite, a gente quer dizer madrugada. Ao contrário do que estamos acostumados no Brasil, a vida nas baladas e bares em Buenos Aires começa tarde. Nem adianta procurar uma balada em Buenos Aires às 23h: você até vai encontrar lugares abertos, mas provavelmente será o único lá dentro. A festa começa a esquentar por volta das das 1h da manhã e acaba – bom, acaba quando acaba.

Na minha última temporada na cidade, não saía de casa antes de meia noite. No início isso era um grande problema, porque eu já ia pras baladas com vontade de voltar pra minha cama, mas depois a gente se acostuma e começa até a curtir o ritmo. Claro, antes disso dá para fazer os famosos esquenta em bares muito legais, esses sim, abrem em horário “de gente”. Veja agora alguns dos bares e baladas que eu mais gostei de conhecer nas minhas noites em Buenos Aires.

Leia também:
La Bomba de Tiempo: a magia da percussão em Buenos Aires
Onde tomar cerveja artesanal em Buenos Aires
Agenda cultural de Buenos Aires: como descobrir o que rola na cidade

Não é por ser perto de casa que dá para viajar sem seguro: saiba por que contratar um seguro de viagem para conhecer a Argentina e como garantir um com boa cobertura (e com desconto).

Bares em Buenos Aires: os melhores lugares para tomar uma ou várias

  • El Álamo – Recoleta

alamo buenos aires

Senhoras e senhores, conheçam o meu bar argentino. O Álamo me conquistou logo na primeira noite com aquele jeitinho meio trash. Porque eu sou assim – a pompa me repele. E nenhum lugar pode ser menos pretensioso que o Álamo. O bar tem duas unidades. Na minha primeira estadia em Buenos, frequentava a da Recoleta porque era mais perto de casa. Ali o estilo é mais boteco mesmo, para sentar, ver futebol e conversar ao som de música.

O Álamo tem aquele estilinho meio pub: até tem algumas mesas, mas também espaço suficiente para quem prefere se movimentar e beber em pé, o que o torna um ótimo lugar para conhecer gente. E está sempre cheio de turistas e argentinos. Na unidade da Recoleta, os primeiros pisos atraem mais gente em busca de balada. Já no último andar, a música é mais baixa e o espaço fica mais vazio, ideal para quem quer apenas bater um papo.

A entrada custa 200 pesos que são revertidos em consumação, mas esse valor sempre pode subir por causa da alta inflação no país. Se você juntar duas entradas, consegue trocar por oito latinhas de cerveja ou um jarro de quatro litros de Quilmes. Ou seja, bebida pra caramba, ainda mais se você vai em grupo. Há comida no cardápio e a balada dura até as 4 da manhã.

Nessa unidade, a playlist costuma dar voltas nos clássicos do rock dos anos 1980/90/00. Imagina minha euforia quando, depois de alguns copos, eu escutava os conhecidos acordes de TODOS os sucessos do Disk MTV. Nirvana, Red Hot, Oasis, Pearl Jam, Foo Fighters, Strokes… Enfim, minha única crítica ao lugar é que a lei antifumo não tem a menor moral lá dentro.

Veja aqui a página deles no Facebook.

Endereço: Uruguay 1177 (Recoleta)

  • Jobs

Quem prefere um programa mais light, para se divertir enquanto toma uma com os amigos, precisa conhecer o Jobs. É um bar enorme, com dois andares, muitas mesas e jogos de todos os tipos espalhados pelo saguão. Os mais tradicionais podem começar com a sinuca, mas também dá para jogar ping-pong, uma sinuca-futebol que você tem que chutar as bolas para encaçapar (alguém sabe o nome disso?) e muitos jogos de tabuleiro para escolher. Para a sinuca e ping-pong, é preciso pagar 60 pesos pela hora (ou 30 por meia hora), dividido pelo grupo. Os jogos de tabuleiro são de graça, basta deixar um documento de identificação no caixa.

Às sextas e sábados, é preciso pagar entrada, mas o valor é revertido em consumação. O bar fica aberto até as 4h da manhã. Já nos outros dias, a entrada é grátis, mas o bar fecha às 2h. Os preços das bebidas e comidas são razoáveis para Buenos Aires e no cardápio tem hambúrguer, empanadas e pizzas. Fica mais em conta se você fechar o combo da jarra de cerveja e algo para comer. Esse é sem dúvidas um dos mais encantadores bares em Buenos Aires.

Endereço: Arenales 2932

Saiba mais

  • Temple Bar

temple bar buenos aires palermo

Com decoração charmosinha e um ambiente legal, o Temple Bar é para quem procura um lugar mais descolado, drinks legais, comidinhas das boas e cervejas artesanais, mas sem pagar uma fortuna por isso. Quem deu a dica foi a Amanda, do Buenos Aires para Chicas. Possui filiais no Centro, Recoleta e Palermo, sendo a última a mais recente.

A programação musical é variada e frequentemente conta com a presença de DJs ao vivo e bandinhas locais. Um boa dica é aproveitar os Happy Hours no estilo “compre um, leve dois”. Para isso, chegue até as 22h durante a semana e até as 23h aos sábados.

Site oficial

  • Tecnobar

Tecnobar - Bares e Baladas em Buenos Aires

Foto: Divulgação

Balada nerd na área! O Tecnobar é um bar com vários playstations disponíveis para quem acredita que dá para ser nerd sem ficar trancado em casa no sábado a noite. Você pode jogar Fifa ou Mortal Kombat, mas a sensação para o lugar é o Just Dance, aquele joguinho no qual você passa vergonha tentando imitar os passos de dança na tela. Para jogar, é preciso alugar um dos videos games por um mínimo de uma hora, mas os preços são razoáveis. Também há uma lan house para quem preferir os RPGs em massa, como LoL e Diablo. Eventualmente, há shows de música ao vivo no local.

Endereço: Fitz Roy 2021 (Palermo)

Mais informações na página do Facebook

  • Chupitos Bar

chupitos-bar-buenos-aires

Mais de 150 opções de shots suaves, fortes, especiais e como mais a imaginação mandar, além de atividades e jogos como roleta, beer pong (se não sabe o que é isso clique aqui) e duelos. Cada shot custava 35 pesos quando eu fui, mas é provável que esse preço tenha subido um bocado. Fiquem ligados na programação porque costuma rolar promoções e happy hours durante a semana.

Endereço: Bonpland 1670

Mais aqui e aqui

Baladas em Buenos Aires: para bailar até o sol raiar

  • El Álamo – Palermo

Já quem gosta de dançar a noite inteira vai preferir a unidade do Álamo Palermo. O lugar conta com três ambientes. O primeiro é bem parecido com o da Recoleta: um pub com música legal para quem quer se sentar. O segundo é um salão enorme com pista de dança. Ali o som que comanda é o reggaeton e outros ritmos latinos. Ás vezes, toca também músicas pop internacionais.

Dica: se o lugar estiver muito cheio, vá se refugiar no fundo do salão, perto da gaiola, que ali costuma ser mais vazio.

O terceiro ambiente é um terraço aberto enooorme para quem quer fumar ou apenas tomar um ar fresco. Esse foi sem dúvida o lugar que eu mais frequentei na minha segunda estadia na Argentina

Mas atenção: esse não é um lugar para quem é cheio dos critérios para sair. É um bar meio podrão e que dá muita gente bem jovem. O Álamo é pra quem quer beber e dançar gastando pouco em Buenos Aires (coisa muito difícil por lá, acreditem). Acho que nunca gastei mais que o valor da entrada, que também são revertidos em consumação. O preço e o esquema da bebida é o mesmo da Recoleta. A festa vai até as 4 da manhã, em geral, e também há comida no cardápio.

Endereço: Cordoba 5267 (Palermo)

  • Gabbana bar

Boate com a opção regular ou open bar por 200 pesos. O cardápio de drinks do open bar é bem generoso, tem cerveja, fernet (bebida famosa entre os argentinos que tem gosto de Biotônico Fontoura), várias opções de drinks, água e refrigerante. O som fica por conta dos ritmos latinos (reggaeton, yeah!) e pop internacional.

Endereço: Godoy Cruz 1752

Mais informações na página do Facebook 

  • Makena Cantina Club

Para quem curte boa música, o Makena tem de sobre a oferecer. Cada dia da semana tem um tema que varia entre o rock, o soul, o funk americano, jazz e outros estilos. Os preços são bem razoáveis e os shows são incríveis. Um dos queridinhos da galera mais alternativa da cidade. Para comer, servem pizza. Em termos musicais, é um dos melhores bares em Buenos Aires.

Endereço: Fitz Roy 1519

Site oficial

  • Miloca

A noite portenha começa tarde e termina mais tarde ainda. Se você ainda está na pilha de dançar, mas sua balada acabou, corre para um after. Esse era o que eu mais frequentava na minha segunda estadia em Buenos Aires. A festa começa às 4 da manhã e vai até meio-dia, ao som de ritmos latinos e pop internacional. Mulheres entram de graça e homens pagam 50 pesos. Dica: a localização é perfeita para quem quer esticar depois do Álamo Palermo.

Endereço: Niceto Vega 5189

Site oficial

  • Kika

Localizado no Palermo, está mais pra balada que para bar, mas como muita gente vai pra Argentina procurando uma boate famosa em Buenos Aires, achei que valia citar na lista. É cara, meio metido a besta, do tipo que vai avaliar sua roupa para entrar, mas é uma queridinha entre argentinos. A música é variada e depende do dia, do evento e do humor de quem toca.

Site oficial


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.