Tags:
Atlas: Serra da Estrela, Portugal

Belmonte, Portugal: o que fazer na terra de Cabral

Belmonte, em Portugal, é a vila onde nasceu Pedro Álvares Cabral. Além disso, lá também é um dos poucos lugares no país que tem uma grande comunidade judaica, com uma história que remonta o período da Inquisição. Essa também é uma bela vila medieval, feita em pedras de xisto, uma das Aldeias Históricas de Portugal. Eu já falei um pouco delas aqui nesse post, explicando que se trata de um conjunto de 12 vilas, que ficam perto da fronteira da Espanha, na região em torno da Serra da Estrela, muito antigas e feitas de pedra.

Leia mais: Roteiros pela Serra da Estrela: o que fazer, como chegar, onde ficar O que fazer na Serra da Estrela na primavera e verão

belmonte portugal serra da estrela vistabelmonte portugal serra da estrela estrela

Serra da Estrela no outono

Belmonte e a família Cabral: o que visitar na vila medieval

A terra natal de Cabral e sua família já era habitada desde a pré-história e também há indícios da presença romana na região. Desde 1398, o Castelo de Belmonte era administrado pela família Cabral, que era claramente muito poderosa. Mas foi no século 15 que Fernão Cabral, tornou-se alcaide-mor (ou seja, o principal administrador nomeado pela coroa) e transformou a antiga fortificação em residência. Esse era o pai de Pedro, que em 1500 liderou a expedição que chegou o Brasil.

Ao percorrer as ruas da cidadezinha é possível observar parte dessa história. O castelo está lá, com suas muralhas e uma janela em estilo manuelino ainda visível. Também há outras atrações muito interessantes da época, como a Igreja de Santiago e o Panteão dos Cabrais, uma construção bem antiga, que era usada pela família e um mausoléu anexo, mais modernos, onde estão as cinzas de Pedro Álvares Cabral e seus pais.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em Portugal e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e desconto.

belmonte serra da estrela castelo

O Castelo de Belmonte

belmonte serra da estrela igreja santiago

Igreja de Santiago

belmonte serra da estrela tumulo cabral

Panteão dos Cabrais

Na pequena Capela de Santo Antônio, é possível ver o brasão da família Cabral, e também das famílias Queiroz e Gouveia. O antigo Solar da Família Cabral hoje abriga a Biblioteca e Arquivo Municipal. O Largo do Pelourinho e os Antigos Paços de Concelho também são construções de uma praça típica do século 15.

belmonte serra da estrela solar dos cabrais

Antigo Solar dos Cabrais

belmonte serra da estrela pelourinho

Pelourinho e Paços de Concelho

Das construções mais modernas, há uma estátua de Pedro Álvares Cabral, que foi inaugurada em 1963 por ninguém mais, ninguém menos do que Juscelino Kubitschek, na época, presidente do Brasil.

belmonte serra da estrela pedro alvares cabral

Outras coisas para fazer em Belmonte:

É possível ver e participar do processo de fabricação de azeite em Belmonte, com as mesmas técnicas usadas desde o início do século 20. Essa visita é feita com marcação prévia ([email protected] / 275 088 698) e custa apenas 2 euros. O horário é 11h e tem duração de 40 minutos. Da cidade também dá para fazer trilhas pela Serra da Estrela.

Museu dos Descobrimentos em Belmonte

Uma das atrações mais interessante para mim foi o moderno Museu dos Descobrimentos (apesar do nome para lá de problemático). A exposição interativa conta todo o processo das navegações portuguesas, assim como a chegada ao Brasil e o cruzamento das duas culturas, europeia e indígena. Além de ser muito bem montado e divertido, eu achei muito interessante ver a perspectiva portuguesa sobre o que todos nós estudamos nas aulas de história.

belmonte portugal museu dos descobrimentosbelmonte serra da estrela luiza descobrimentos

Belmonte e os Judeus Portugueses

A outra parte importante da história de Belmonte tem relação com os judeus. Eles habitavam o território português desde o período da reconquista, tendo um papel importante no comércio e enriquecimento das cidades. Só que a Europa cristã nunca gostou muito dos judeus. Por alguns séculos, eles foram obrigados a morar em bairros próprios, as Judiarias. Em 1492, a coroa espanhola ordenou a expulsão dos judeus de seu território. Ao mesmo tempo, o tribunal da Inquisição perseguia todos aqueles que se recusavam a converter a fé cristã. Com isso, muitos deles fugiram para Portugal.

Leia também: A alheira, os judeus e a Inquisição em Portugal

belmonte serra da estrela judiarias

Cinco anos depois, o novo rei de Portugal, D. Manuel, também impõe a expulsão da comunidade judaíca. Ao mesmo tempo, o rei não queria perder tantos habitantes do seu território e, com isso, decretou também a conversão forçada dos judeus. Foi assim que surgiu o conceito de cristão-novo. Em Belmonte, a comunidade judaica, mesmo sendo convertida, manteve suas tradições da religião original (ficando conhecidos como criptojudeus). Escondiam sob os olhos do público, mas conseguiram manter por quase 500 anos sua convicção religiosa através de casamentos e rituais passados de mãe para filhos.

belmonte serra da estrela sinagoga

Mesmo quando a Inquisição em Portugal apertou o cerco contra os cristãos-novos, eles mantiveram seus ritos e relações sociais. Foi somente em 1989 que essa comunidade regressou abertamente ao Judaísmo, fundando a Comunidade Judaica de Belmonte. Em 1996, foi inaugurada a sinagoga oficial da cidade e em 2005, o Museu Judaico de Belmonte. A visita é certamente mais interessante com as explicações de algum dos guias do museu, que explica a história.

belmonte portugal museu judaicobelmonte portugal museu

Onde comer em Belmonte: dica de restaurante

A Casa do Castelo, um antigo alambique que é um dos restaurantes mais tradicionais da região e um excelente lugar para comer em Belmonte. Como éramos um grupo bem faminto, provamos dois pratos: o Bacalhau Assado na Telha (também conhecido como o melhor bacalhau que eu já comi em Portugal) e Secretos de Porco (que é tipo a barriga do porco cortada em petiscos e servido com batata frita e purê de couve-flor).

belmonte serra da estrela restauranteBelmonte portugal bacalhau

O restaurante fica no Largo de Santiago, em frente ao Castelo de Belmonte. Os pratos custam em torno de 10 euros.

Como chegar em Belmonte, Portugal?

Infelizmente, como em toda a região da Serra da Estrela, é bastante difícil se locomover sem alugar um carro. Porém, uma boa notícia é que tem sim ônibus para Belmonte, pela empresa Citiexpress. Dá para ir diretamente indo de Lisboa, ou parando em Viseu, caso você venha de Coimbra ou Porto. Porém, para explorar o resto da região, é necessário alugar um carro. Nós recomendamos que faça a comparação na Rentcars, maior site do mercado, que compara os preços em dezenas de locadoras e está presente em mais de 60 países – assim você pode garantir valores abaixo dos oferecidos no balcão. A Rentcars é parceira do 360, então reservando por aqui você ainda ajuda o blog (e a gente agradece). Ainda, outra opção é contratar uma agência que faça tours pela região. O passeio que eu fiz, foi a convite do pessoal  da Simply b, uma agência que promove tours personalizados e temáticos por Portugal. Vocês podem conferir mais informações sobre os roteiros no site oficial.

Onde ficar em Belmonte?

Para quem busca a tranquilidade de se hospedar um final de semana numa vila medieval aos pés da Serra da Estrela, Belmonte é uma excelente opção. Dentre os poucos hotéis por ali, uma das melhores opções é a Pousada de Belmonte, um hotel histórico, situado num antigo mosteiro medieval, mas com quartos muito confortáveis e restaurante excelente. Fica a 1 km do centro. Tem com nota 9,2 e diária a partir de 90 euros para o quarto duplo. Outro lugar interessante é a Quinta da Ribeira, que tem nota 9,8 e fica fora da vila, há cerca de 3km do centro. É um hotel para quem quer tranquilidade e muito conforto, mas com diárias bem simpáticas, a partir de 50 euros o quarto duplo.

Outros bons hotéis e alojamentos locais em Belmonte:


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

20 comentários sobre o texto “Belmonte, Portugal: o que fazer na terra de Cabral

  1. Oi Luiza
    Sou seguidora/fã do blog e também moradora (recente) do Porto. As dicas de Belmonte não poderiam ter sido melhores, um lugar que eu jamais pensei em visitar e tanto me encantei pela riqueza histórica. PORÉM… tive alguns probleminhas ao alugar o carro pela rental. A política do site inclui o redireccionamento para outras locadoras e assim vc opta pela que ofereça a melhor proposta. Pois bem, optei desta forma pela sixt, onde aluguei por 32 euros (inicialmente) um carro simples da volkswagen (não me lembro o nome) completinho, automático, air bag… Quando lá chegamos, além da espera gigantesca de quase 2h, nos foi oferecido um outro carro da Fiat, similar porém nano automático, mas automatizado, o que faz bastante diferença. Aceitamos, estávamos com pressa de pegar a estrada e fomos. Sem que o carro fosse previamente vistoriado e com a seguinte surpresa constatada na volta: O CARRO NÃO CONTINHA O STEP!! Sim, não precisamos, graças aos anjos, mas… isso é um erro primário, inquestionável. Aconselhada pelo funcionário elaborei uma contestação de cobrança que até agora sequer foi respondida. Veja bem, quero deixar claro que não espero que o 360 resolva o impasse!!! Definitivamente nano é da alçada e nem da responsabilidade de vcs. Apenas achei importante comunicar para de alguma forma ajudar vcs profissionais que tanto me ajudaram em minhas viagens. Luiza, um beijo pra vc, continuo sua fã e seguidora!

    1. Oi Bianca,

      Sinto muito que tenha passado por isso. Realmente não temos como resolver a questão, mas posso mandar um email para o nosso contato da parceria e questionar sobre o problema.

      A questão do STEP e a demora no atendimento são 100% responsabilidade da locadora, no caso a Sixt, que falhou feio. A RentCars é um buscador entre as locadoras. Agora, de fato, há um grande problema em relação ao fato de você ter alugado um carro e recebido outro. Aconteceu comigo na Itália, mas foi um aluguel direto com a locadora e eles simplesmente ignoraram. Ficamos com o prejuízo.

  2. Oi Luiza, estou com passagem já comprada para o final desse ano em Portugal. Família pequena, eu, marido e filho de 25 anos. Chego e volto por Lisboa, mas alugarei um carro, e faremos um super tour, partindo de Lisboa até Viena do Castelo. Pensei em passar o Natal em Serra da Estrela. Voce acha que vale a pena? ou seria melhor em Coimbra?
    Agradeço se puder me dar dicas tambem para o Reveillon em Lisboa. Embarco de volta para o Brasil dia 02.01.18

    1. Oi Zuleica,

      Sobre o Natal depende. Talvez na Serra da Estrela seja mais difícil encontrar algum restaurante que faça a ceia, mas também há a chance de viver um natal com neve. Em Coimbra muita coisa fecha, mas será possível encontrar algum lugar para jantar (normalmente é preciso reservar antes)

      Sobre o Reveillon em Lisboa eu não sei dizer, porque nunca passei a data lá

  3. Luiza, é interessante conhecer a região dos “LAFÕES”.
    Quero conhecer as cidades do norte e no interior de Portugal. Quais são as que vc sugere de maior interesse? Irei de Lisboa para a Serra, depois mais 7 dias até o Porto. O que tem legal no caminho? Irei em novembro/16 e estarei de carro.
    As grandes cidades estão muito iguais.
    Grato,
    Sérgio Ricardo.

  4. Luiza, parabéns pelo blog. Adorei!!!
    Tirei todas as minhas dúvidas. Irei em novembro/16, estarei de carro e ficarei 4 dias na Serra. Creio que seja tempo suficiente, não?
    Um grande abraço.
    Sérgio Ricardo.

  5. AAAAAAAH QUE ÓTIMO ESSE POST LUIZA.
    Só fiquei na dúvida se vou ou não no mês de Novembro, queria tanto pelo menos um branquinho pequeno de neve hehehehe
    mas adorei o post. Se eu for com ctz seguirei todas as dicas.
    A visita está programado para o dia 13/11/16.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.