Bike Rio: passeio de bicicleta no Rio de Janeiro

Eu nunca adotei a bicicleta como meio de transporte, mas, como veículo de passeio, gosto de usar a magrela. Quando estou no Rio de Janeiro então, essa vontade sobe. Além do cenário maravilhoso, os cariocas têm 320 km de ciclovias (150 km só à beira mar). Inaugurado em 2011, o sistema da Bike Rio é muito legal.

Quem nos acompanha no Instagram (segue a gente!) viu que em janeiro eu fiz um passeio usando essa bicicleta, que é fornecida pela prefeitura, em parceria com o Banco Itaú. É um sistema bem simples e barato, que permite que você pague 5 reais por 24h de uso ou 10 reais por mês. São 60 estações na cidade, concentradas na Zona Sul e no Centro.

bicicleta bike rio

Para alugar uma bicicleta você pode baixar o aplicativo Bike Rio, disponível para Android e Iphone, ou ligar para a central de atendimento. Usando o smartphone, você se cadastra e vê pelo app onde fica a estação mais próxima de onde você está e se as bicicletas estão disponíveis. Chegando lá, é só validar o passe que você quiser (mensal ou o de 24h), indicar o número da estação e da bicicleta e o sistema vai liberar o aluguel. 

Caso você não tenha um smartphone, entre antes de sair de casa no site da Bike Rio e verifique onde ficam as estações. Se você quiser o passe mensal, vai precisar se cadastrar no site. Se não, basta ir até a estação, ligar para o número  (21) 4003 6054 e passar os dados do seu cartão de crédito. Aí o atendimento pelo telefone libera o seu aluguel.

Você só pode usar a bicicleta por 60 minutos seguidos. Após esse tempo, é necessário devolver a bike por pelo menos 15 minutos antes de usar novamente. Caso você não devolva, 5 reais adicionais são cobrados.

Veja também: Onde ficar no Rio de Janeiro – os melhores bairros e hotéis 

Passeio no bondinho do Pão de Açúcar, no Rio

bike_rio_morro_da_viuva

O estado das bikes que você pode alugar varia muito. Elas têm marchas, ajuste de banco e certinha, mas como tem muita gente alugando – quase 3 milhões de viagens, segundo o site oficial – as reais condições podem não ser boas. A bicicleta que eu peguei, na estação próxima ao Aterro do Flamengo, estava meio capenga, fazendo um barulho estranho. Mas como eu só estava passeando e não queria andar rápido, achei ok. Se a que você pegar estiver muito ruim, devolva, espere 15 minutos e pegue outra.

3 lugares para passear de bicicleta no Rio de Janeiro

vista rio

Lagoa Rodrigo de Freitas

A Lagoa é uma das minhas vistas favoritas do Rio. A ciclovia ao redor tem 7 km de extensão e é fácil de circular, mesmo para pessoas sem condicionamento físico e prática. A faixa é compartilhada com pedestres.

Orla da Zona Sul

A ciclofaixa da orla da Zona Sul começa no Flamengo e termina no Leblon. Como pode ficar pesado fazer todo o trajeto, as melhores opções podem ser Copacabana/Leme, que tem 4 km, ou Ipanema/Leblon, com 3,5 km. Nessa região muita gente quer alugar as bicicletas, então pode ser que você tenha que esperar um pouco para achar uma estação com bikes disponíveis.

Aterro do Flamengo

A vista do Pão de Açúcar, do Museu de Arte Moderna, Marina da Glória, da praia… O Aterro do Flamengo é um parque arborizado, agradável e com uma ciclovia de pouco mais de 8 km de extensão, que vai do Aeroporto Santos Dumont até o fim da praia do Flamengo, no Morro da Viúva. Apesar da vista bonita, essa região está sofrendo muito com assaltos. O ideal é fazer o passeio durante o dia e evitar áreas desertas. Eu me limitei ao trecho próximo à praia, porque estava sozinha.

vista rio2

Confira o mapa com demarcação de todas as ciclofaixas no Rio de Janeiro.

Você é do Rio? Não deixe de dar dicas nos comentários, dizendo onde passear de bicicleta na cidade.

 


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Bike Rio: passeio de bicicleta no Rio de Janeiro

    1. Oi Pablo,

      No sistema da Bike Rio não encontrei bicicletas com cadeirinhas. Acho que para isso você vai precisar alugar alguma coisa específica.

  1. Se eu fizer o aluguel mensal e pegar a bicicleta em Copacabana, eu posso devolver ela no meus destino, na Lagoa Rodrigo de Freitas por exemplo, ou eu tenho que devolver a bike no mesmo lugar de onde retirei dentro desses 60 minutos?

  2. Gostaria que a Bike Rio tivesse alguns triciclos (bicicleta com 3 rodas e acento e encosto retangular)para atender os idosos, de ambos os sexos, que se interessam por pedalar em segurança. Moro em Botafogo na Rua Professor Álvaro Rodrigues, tenho 73 anos, mas nunca aprendi a pedalar bicicleta, andar em um triciclo é meu grande desejo e acredito, de um grande número de idosos na minha faixa etária. Aguardo resposta.Atenciosamente, Severino Domingos da Silva.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.