fbpx

Castelo de Edimburgo por Dentro: História e Dicas para Visitar

Nesse texto você descobre tudo sobre a visita ao Castelo de Edimburgo: a história, como é o castelo por dentro, quanto custa o ingresso e como comprar, além de dicas para aproveitar melhor seu passeio.

O Castelo de Edimburgo, na Escócia é uma fortaleza foi construída a mais de mil anos no alto de um vulcão extinto, que hoje se chama Colina do Castelo. Foram tantas batalhas no local, que esse é considerado o castelo mais sitiado do Reino Unido.

Viajando para Edimburgo? Leia também:
O que fazer em Edimburgo: Roteiro de 2 ou 3 dias
Onde ficar em Edimburgo, na Escócia: Melhores Hotéis e Bairros

castelo de edimburgo por dentro

Como é Dentro do Castelo de Edimburgo, na Escócia

Dentro do Castelo de Edimburgo, além de vistas panorâmicas da cidade, você encontra várias exposições relacionadas ao passado militar da fortaleza, desde uma exposição interativa sobre as batalhas, um tour pelas antigas prisões e um museu militar.

Também tem toda a parte relacionada à realeza, como acesso a alguns dos salões reais, capelas, joias da coroa e a pedra do destino: que até hoje é usada durante as coroações, incluindo a do Rei Charles III, que ocorreu recentemente.

entrada do palacio real no castelo de edimburgo
Entrada do Palácio Real e Memorial

Reza a lenda que quem for o dono da pedra vai governar a Escócia. Por séculos, a Inglaterra tomou a pedra para si, só devolvendo no início dos anos 90.

Abaixo, listamos todas as principais atrações de dentro do Castelo:

  • O Grande Salão: Um belo salão medieval com uma exposição de armaduras e espadas.
  • Capela de St. Margarete: o prédio mais antigo de Edimburgo, capela dedicada a rainha que virou santa
  • Palácio Real: Dá para visitar alguns dos quartos e salões dos palácios onde os reis e rainhas viviam
  • Sala das Jóias da Coroa: exposição com as jóias da coroa escocesa e a pedra do destino, antigo símbolo da monarquia.
  • Exposição Fight for the Castle: A exposição imersiva que narra a história das Guerras de Independência, quando o castelo mais mudou de donos entre a Escócia e Inglaterra.
  • One O’Clock Gun: O tiro das 13 horas, um costume desde 1861, uma vez permitiu que navios ajustassem seus relógios marítimos.
  • Half Moon Battery e Mons Meg: canhões históricos nas muralhas. Deles, se tem uma vista incrível da cidade.
  • Museu Nacional da Guerra: uma coleção de artefatos usados pelas forças escocesas ao longo dos séculos.
  • Memorial Nacional de Guerra Escocês: homenagem aos soldados que lutaram a Primeira e Segunda Guerras Mundiais.
  • Prisões de Guerra: exposição que recria as masmorras onde piratas e prisioneiros de guerra eram mantidos.
great hall salao medieval do castelo de edimburgo
Great Hall: o Salão Medieval do Castelo de Edimburgo

Horário de Funcionamento do Castelo de Edimburgo

O Castelo de Edimburgo abre diariamente às 9h30. Entre abril e setembro, fica aberto até as 18h. E de outubro a março, fecha às 17h.

O Castelo fecha nos dias 25 e 26 de Dezembro.

ingresso para o castelo de edimburgo
Fila para entrada com hora marcada no Castelo de Edimburgo

Qual o melhor horário para visitar o Castelo de Edimburgo?

Na minha opinião, o melhor horário para agendar sua visita ao castelo é por volta de 10h ou 11h. O primeiro motivo é que antes das 10h a cidade ainda está mais quieta no movimento turístico, então não terá fila e os arredores estarão mais vazios para fotos.

Além disso, considerando que a visita leva em média de 2 a 3 horas, você já termina o passeio no horário do almoço.

Para completar, às 13h em ponto, um canhão é disparado do castelo, uma tradição desde 1861. Se você fizer questão de ver esse momento, vale a pena comprar a entrada das 11h.

canhao das 13h no castelo de edimburgo
One O’Clock Gun

Preço dos Tickets para Castelo de Edimburgo

O bilhete para o Castelo de Edimburgo custa 19.5 libras online ou 22 libras na bilheteria. É vendido apenas no site oficial. Dá também para alugar um audio-guia com explicações em português por uma taxa extra.

É imprescindível comprar a entrada para o Castelo de Edimburgo com antecedência, principalmente se você for a Edimburgo em feriados ou alta temporada. Vi várias pessoas dando com a cara na porta quando estive lá!

Se você preferir entender melhor sobre a fantástica história do castelo, pode optar por fazer um tour guiado com, que já garante o ingresso e a entrada sem fila.

entrada do castelo de edimburgo
Muralhas e loja de suvenirs na entrada do Castelo

História do Castelo de Edimburgo

Considerada uma das fortalezas mais antigas da Europa, o castelo de Edimburgo já foi de residência real a galpão militar.

Se você quer descobrir mais sobre as históricas de Edimburgo sem gastar muito, vale a pena fazer um Free Walking Tour pelo centro velho da cidade.

Batalhas e cercos

Sua localização estratégica foi escolhida na Idade do Ferro. Desde o início de area medieval, vivenciou dezenas de batalhas e mudou de mãos entre Ingleses e Escoceses muitas vezes, especialmente durante as Guerras de Independência da Escócia no século 18.

canhoes e historia do castelo de edimburgo
Vista de Edimburgo dos canhões da Half Moon Battery

Para sobreviver tantos cercos e conflitos, o Castelo de Edimburgo foi armado com algumas das artilharias mais poderosas da era medieval, como o canhão Mons Meg, que foi dado ao rei James II em 1457. E a Half Moon Battery, um conjunto de sete canhões de bronze instalados em 1573 e que foram utilizados por 200 anos.

Residência Real

Por todo o período medieval, reis e rainhas moraram no Castelo de Edimburgo. A santa rainha Margarete morreu lá em 1093, e hoje a capela dedicada a ela (construída por seu filho) é o prédio mais antigo de Edimburgo.

capela de st margarete castelo de edimburgo
Vitral na Capela de St Margarete

Já o Great Hall foi concluído em 1511 para que o rei James IV fizesse banquetes.

A rainha Mary da Escócia e seu segundo marido também viveram ali. E foi no Palácio Real que ela deu a luz a James, futuro rei que uniria as coroas da Escócia e Inglaterra em 1603.

Guarnição Militar

Após a unificação das coroas, o castelo deixou de ser visitado pelos monarcas e tornou-se guarnição militar e prisão de guerra. Mais defesas foram adicionadas à fortaleza e tropas ficaram estacionadas ali durante as guerras napoleônicas.

museu nacional da guerra castelo de edimburgo escocia
Entrada do Museu Nacional da Guerra

Além disso, entre 1757 and 1814, as masmorras do castelo foram transformados em prisões, recebendo piratas, corsários, soldados franceses e estadunidenses (por causa da guerra de independência).

Durante a Primeira Guerra Mundial, o castelo foi transformado em hospital militar. A relação com as forças armadas ainda continuou por alguns anos.

Apenas em 1991 o Castelo passou para o domínio da agência Histórica da Escócia. Em 1995, foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade segundo a UNESCO.

Onde se hospedar perto do Castelo de Edimburgo?

Dá para se hospedar pertinho do Castelo de Edimburgo ou garantir um hotel com vista para o castelo. E olha, apesar dessa ser a região mais central e turística da cidade, não necessariamente essas acomodações serão caras.

5/5 - (2 votes)

Compartilhe!







Eu quero

Clique e saiba como.

 




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 34 anos e atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e já visitei 50 países pelo mundo afora. Além de escrever, sempre invento um hobbie novo: aquarela, costura, yoga... Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.