Tags:
Atlas: Nova York, Estados Unidos

Como andar de metrô em Nova York

Com 468 estações ativas, 24 linhas e 368 km de trilhos, o metrô de Nova York é um dos maiores do mundo. Com tantas opções, é tranquilo dispensar o carro, fugir dos engarrafamentos da metrópole e se enfiar no subsolo para se locomover pela cidade. No entanto, quem já está acostumado com outros sistemas de metrô, seja o de São Paulo, Londres ou Paris, vai perceber que o de NYC não é tão intuitivo e fácil. Por isso, ao contrário do que costumamos fazer, muitas vezes não basta apenas se enfiar na primeira estação que aparecer pela frente e tentar descobrir o caminho lá dentro. Você vai precisar de um pouco mais de planejamento se quiser se locomover com facilidade e eficiência de metrô em Nova York.

Entendendo o Mapa

O sistema de metrô de Nova York é formado principalmente por linhas retas que cortam a ilha de Manhattan de norte a sul. Por isso, possui poucas conexões e pontos de baldeação se comparado a outros metrôs por ai. As opções para se deslocar no sentido leste-oeste podem te obrigar a dar algumas voltas ou adotar trajetos pouco intuitivos.

Veja também: Onde ficar em Nova York: os melhores bairros

Atenção: Não é uma boa ideia viajar para os Estados Unidos sem um seguro de saúde internacional, já que os custos hospitalares lá são altíssimos. Leia aqui como achar um seguro com bom custo/benefício.

Metrô de Nova York

Para ver o mapa em tamanho maior, clique aqui e amplie a foto.

Analisando o mapa do metrô, o que a gente consegue aprender? Que as linhas numéricas (1 – 7), em geral, se deslocam em linha reta e são paralelas na maior parte do trajeto. Por isso, se você entrar na linha 1, vai conseguir se descolar de norte a sul de Manhattan, mas somente no lado oeste da ilha. Já a linha 6 faz o mesmo sentido, porém no lado leste, enquanto as linhas com nomes de letra (A – S) possuem mais pontos de baldeação, pois eventualmente acabam cruzando a ilha. A linha SIR atende Staten Island.

Escolhendo a estação

Metrô em Nova York

Lembra que eu disse que não dá para se enfiar na primeira estação que aparecer? Ao contrário de todos os outros sistemas de metrô que eu conheço, as estações nem sempre são interligadas no subsolo e pode acontecer de você entrar na estação correta, mas na entrada contrária ao sentido que você quer seguir. Duas vezes, por exemplo, eu entrei em uma estação no sentido errado e não havia conexão para o sentido certo da linha. Resultado: tive que sair, atravessar a rua, entrar, descer a outra entrada da estação, pagar outra passagem e pegar o sentido correto.

Por isso, antes de passar pela catraca, tenha certeza de que você está na entrada do sentido correto. Nos metrôs do resto do mundo, o sentido é indicado pelo nome da estação final. Em Nova York, o ponto é saber se os trens vão uptown ou downtown.  Os trens que vão uptown seguem em direção ao norte de Manhattan, Bronx e Queens. Já os trens que seguem downtown vão para o sul da ilha e Brooklyn.

Em geral, o sentido está assinalado nos painéis dispostos tanto nas entradas das estações quanto no interior delas. É comum também que você encontre cartazes pregados nas paredes informando sobre eventuais paralisações. Sempre procure por esse tipo de informação, pois nem sempre vai ter um funcionário do metrô para te ajudar.

Além disso, como lembrou o leitor Gustavo, nos comentários, pode existir mais de uma estação com o mesmo nome. Por exemplo, tem uma que chama 103 St na linha vermelha e uma na linha verde. Sempre confira se você está entrando na estação na linha certa!

Comprando os Tickets

Para andar no metrô de Nova York você precisa de um MetroCard. Ele pode ser adquirido nas estações, tanto nas cabines dos funcionários do metrô (nem sempre disponíveis), quanto nas maquinas de venda. A passagem única – opção “Pay per ride” custa $2,50. Você também pode colocar quantias maiores, como $10 dólares, e usar o cartão até esgotar.

Quem vai ficar uma semana ou mais na cidade pode fazer as contas e ver se compensa comprar a versão “Unlimited Rides”, na qual você paga $30 para andar quantas vezes quiser no prazo de sete dias.

Se você pretende comprar pela máquina, certifique-se de ter dinheiro trocado. O troco máximo que a máquina devolve é de $6. Se você precisa pegar o trem PATH, para Nova Jersey, tenha em mente que o ticket é diferente do MetroCard e que as máquinas só aceitam moedas e muitas vezes a função de pagar com cartão de crédito não funciona.

Esperando o trem

Então você entrou na estação, verificou se o trem que passa ali vai para o sentido correto (e está funcionando) e já passou pela catraca para aguardar o trem na plataforma. Agora é só pular dentro do primeiro que passar, certo? Errado! Algumas estações servem a mais de um trem, por isso você precisa ficar atento e verificar se o trem que está chegando é mesmo que você quer pegar. Você pode conferir isso no próprio trem ou em painéis luminosos pendurados na estação.

Estação do Metrô de Nova York

Se você estiver em uma estação deserta (acontece de madrugada, por exemplo), aguarde seu trem debaixo de uma placa amarela escrito “Off-hour Waiting Area“. Ali você terá a certeza de que tem um funcionário do metrô vendo você.

Além disso, você deve ficar atento se o trem é local ou expresso. Os trens locais param em todas as estações, já os expressos pulam algumas. Se você entrar em um trem expresso sem querer, pode ser que ele passe direto pela estação que você queria descer (aconteceu comigo). No mapa, costuma ter uma legenda informando quais estações são paradas para trens expressos e quais recebem apenas trens locais e, ao lado do nome da estação, tem o número das linhas que param ali, então fica fácil de saber. Além disso, se você estiver esperando um trem das linhas 6 e 7 e perceber que o veículo está marcado com um losango na lateral, significa que a linha é expressa. Trens marcados com um círculo indicam trens locais.

Pra facilitar sua vida, as linhas somente expressas são: 2 – 3 – 4 – 5 – A – D – Q.

Os trens passam a cada cinco minutos em horário de pico e a cada 20 entre meia-noite e 6h30.

Placas do Metrô de Nova York

Metrô em Nova York: Planejando os trajetos

A gente comete erros em viagem só para escrever aqui no blog e impedir que vocês façam o mesmo. É sério! No meu primeiro dia em Nova York, eu me enfiei no metrô sem ter a menor ideia do que eu estava fazendo. Eu esperava conseguir um mapa do sistema na estação próxima ao hotel, mas não tinha nenhum funcionário ou mapa por lá. Como meu celular não funcionava no subsolo, eu me joguei dentro do trem e pensei “vou sair em qualquer estação em Manhattan e ai vejo o que dá pra fazer por perto”. Por sorte e seguindo meu sexto sentido, eu acabei saindo perto de onde eu queria mesmo, mas eu não aconselho você a adotar a mesma estratégia.

Para planejar os trajetos na Big Apple, meu melhor amigo foi o bom e velho Google Maps. Por isso, eu recomendo que você consiga um chip de celular com plano de dados assim que chegar aos Estados Unidos. Já falamos sobre isso aqui. Vai facilitar e muito a sua vida.

Peça um mapa do sistema na recepção ou a algum agente do metrô. Pode te salvar quando a internet falhar. O site oficial do metrô também possui um mapa útil e bem completo que pode te ajudar.

Estações próximas dos principais pontos turísticos

Essas são as estações que você precisa descer para visitar os principais pontos turísticos de Nova York: Central Park: Central Park North-110 St / Columbus Circle-59 St / 86 St / Cathedral Pkwy-110 St e várias outras. MET / Guggenheim Museum86 St American Museum of Natural History: 86 St / 72 St Public Library: 5 Av-42 St / Grand Central-42 St / Bryant Park-42 St Rockefeller Center / Catedral de Saint Patrick / Music Hall: 47-50 St / 5 Av-53 St Grand Central Terminal: Grand Central-42 St MoMa: 5 Av-53 St Times Square: Times Square-42 St Empire State:  34 St-Herald Square / Penn Station-34 St / 33 St Madison Square Garden: Penn Station-34 St Wall Street / Bolsa de Valores: Wall St Memorial do World Trade Center:  WTCenter Ponte do Brooklyn:  Brooklyn Bridge-City Hall / Fulton St.   


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

10 comentários sobre o texto “Como andar de metrô em Nova York

  1. Oi Natália, Adoreii suas dicas. Tenho uma curiosidade sobre o metrocard! Pretendo ficar dez dias em NYC, no caso comprando o metrocard eu posso usar ilimitado por uma semana, certo? O que eu faço com os outros três dias… Eu teria que pagar por cada viagem que fizer ou teria como recarregar o mesmo, somente por esses dias três dias? Muito obrigada.

    1. Ei Taízi, sim, para os 3 últimos dias você terá que comprar as passagens separadamente. Ou, se você for usar muito o metrô pode ver se vale a pena pagar outros 30 dólares para esses três dias.

      Abraços

  2. viajaremos em novembro 14, estamos meio inseguros. Compramos estadia em N.Jersey, mais ou menos no Park Lane 45. É tranquilo e perto da estação. Chegaremos no domingo de manhã, seria uma boa visitar logo o outlet de N.Jersey?

  3. Outra dica que eu acrescentaria é ficar ligado no que é falado dentro do trem. Aconteceu de eu pegar um trem local e durante o trajeto mudou para expresso #ficadica

  4. Na verdade depois que pega o jeito é bem fácil. Só precisa saber para qual estação você quer ir, saber qual linha usar, porque as vezes existem mais de uma estação com o mesmo nome, saber a entrada certa (uptown/downtown), ver se o trem para o seu destino é expresso ou local (use sempre o local, é mais certeza) e depois, é só se jogar e ser feliz em Manhattan.

    1. Haha o problema é que quando a gente começa a pegar o jeito normalmente já está indo embora. E bem lembrado sobre as estações. Vou acrescentar no post.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.