Como tirar a carteira de motorista internacional (a PID)

A carteira de motorista internacional é quase tão útil para você dirigir no exterior quanto o título de eleitor é necessário para você votar. Ou seja, na maioria das vezes precisar não precisa – muitos países fazem vista grossa e aceitam que turistas habilitados dirijam com suas respectivas carteiras nacionais.

Segundo o Denatran, a PID só é obrigatória para quem vai dirigir por mais de 180 dias num dos países signatários do Convenção de Viena, mas o órgão recomenda que você tenha o documento mesmo assim. Vai que a locadora de veículos encrenca e pede a tal da Permissão Internacional para Dirigir? Ou imagina se um guarda de trânsito te para no meio de uma estrada, pede seus documentos, mas não entende nada do que está escrito na sua CNH brasileira e não faz ideia do que diz a Convenção de Viena?

Já dirigi no exterior sem a PID e não tive problemas, assim como minhas colegas aqui no 360meridianos. Mas também já recebi relatos de viajantes que passaram pelo descrito no parágrafo anterior.

estrada do douro para porto

Estrada em Portugal

Dicas de como tirar a  carteira de motorista internacional

Em agosto de 2017 o Denatran mudou o formato e a validade da PID, sigla para Permissão Internacional para Dirigir. É um livreto, com seus dados e a tradução para sete idiomas. Se antes o documento tinha a mesma validade que sua CNH, agora vale por apenas três anos ou até o vencimento da habilitação nacional. Ou seja, para quem está com a CNH perto de vencer, é interessante renovar primeiro o documento nacional para só depois pedir a PID.

Mas e aí? Como é a burocracia para tirar a tal da PID? É nesse ponto que a coisa se complica: depende. Como o documento é emitido por cada Detran, o procedimento varia de acordo com o estado em que sua CNH foi tirada. Os preços também variam – e muito.

Outra coisa que a reforma de 2017 alterou foi que mais órgãos passaram a emitir a PID, como o Automóvel Clube. Então, se a burocracia no Detran do seu estado for muito grande ou o preço muito alto, pode valer a pena tentar esse caminho.

Em 2019, a PID mais cara é a emitida no Detran da Bahia (R$ 329,27), seguida de perto pela de Sergipe (R$ 328,01). Já a mais barata é a do Rio Grande do Sul, que custa R$ 61,58. A diferença é absurda – confira os preços de todos os estados abaixo.

Como se apaixonar pela estrada em uma road trip

Eu tirei a PID duas vezes, em ambas logo após renovar minha CNH, em 2014 e em 2019. E o procedimento é muito simples: bastou entrar no site do Detran de Minas Gerais, estado onde moro e tirei a CNH, e procurar pela página da Permissão Internacional para Dirigir. Preenchi alguns dados básicos (CPF, nome, nome da mãe e data da primeira habilitação) e pedi para que o documento fosse gerado. Paguei o boleto, que em 2019 custou R$ 176, e pronto: o documento foi enviado em alguns dias para minha casa, pelos correios. Em Minas, quem preferir retirar num posto determinado pelo Detran consegue pegar a PID em até 24 horas.

A má notícia é que esse procedimento nem sempre é simples assim. O Detran do Rio, por exemplo, exige que o motorista agende pela internet um dia para entregar uma série de documentos, inclusive passaporte. Só depois dessa solicitação presencial é que a PID é feita.

A Permissão Internacional para Dirigir (PID) em cada estado

Sudeste

  • São Paulo

Site do Detran-SP

Preço: R$ 291,83 + R$ 11 pela entrega via Correios

Procedimento: Todo online. Fornecer dados, pagar a taxa e receber automaticamente sua PID em casa.

  • Minas Gerais

Site do Detran-MG

Preço: R$ 176,07

Procedimento: Todo online. Fornecer dados, pagar a taxa e receber automaticamente sua PID em casa.

  • Rio de Janeiro

Site do Detran-RJ

Preço: R$ 144,68

Procedimento: Agendar entrega de documentos e pagar a taxa. Ir na data marcada, levando a Carteira de Identidade, CNH, comprovante de pagamento da taxa e Passaporte (se você vai viajar para países que não exigem passaporte de brasileiros, tipo Argentina e Uruguai, não é necessário levar o documento).

  • Espírito Santo

Site do Detran-ES

Preço: R$ 290,84

Procedimento: Todo online. Fornecer dados, pagar a taxa e receber automaticamente sua PID em casa.

Sul

  • Rio Grande do Sul

Site do Detran-RS

Preço: R$ 61,58

Procedimento: Fazer o pedido num Centro de Formação de Condutores na sua cidade. Levar Documento de Identificação, CNH e comprovante de endereço (originais e cópias). Pagar a taxa – o documento é entregue em casa ou no CFC.

  • Paraná

Site do Detran-PR

Preço: R$ 100,29

Procedimento: Todo online. Basta fornecer os dados no site do Detran, pagar a taxa e aguardar o envio da PID pelos Correios.

  • Santa Catarina

Site do Detran-SC

Preço: R$ 85,10

Procedimento: Todo online. Basta fornecer os dados no site do Detran, pagar a taxa e aguardar o envio da PID pelos Correios

Nordeste

  • Alagoas

Site do Detran-AL

Preço: R$ 285,56

Procedimento: Online. Emitir guia para emissão do PID, efetuar o pagamento e aguardar a entrega.

  • Bahia

Site do Detran-BA

Preço: R$ 329,27

Procedimento: Vá ao Detran/Ciretran/SAC levando a CNH e um comprovante de endereço (originais e cópias). Pague a taxa. Volte ao mesmo local para receber a PID.

  • Ceará

Site do Detran-CE

Preço: R$ 166,24

Procedimento: Todo online. Vá ao site do Detran-CE, clique na aba serviços, em seguida na aba habilitação e siga o passo a passo. Aí é só pagar a taxa e a PID chegará na sua casa.

  • Maranhão

Site do Detran-MA

Preço: R$ 182

Procedimento: Vá ao Detran, ao Cinetran ou aos postos do Viva Cidadão levando sua CNH e carteira de identidade.

  • Paraíba

Site do Detran-PB

Preço: R$ 296

Procedimento: Vá ao Detran, CINET com sua CNH e um comprovante de residência (originais e cópias). Pague a taxa e aguarde a data marcada para buscar a PID.

  • Piauí

Site do Detran-PI

Preço: R$ 177,84

Procedimento: Entre no site e emita o boleto. Pague a taxa. Depois vá ao Detran, levando Carteira de Identidade, CPF, CNH, comprovante de endereço e comprovante de pagamento da taxa (originais e cópias). A PID é emitida em 48 horas.

  • Pernambuco

Site do Detran-PE

Preço: R$ 228,88

Procedimento: Entrar no site, emitir o boleto e pagar a taxa. Comparecer ao Posto de Atendimento escolhido na hora do cadastro levando a CNH, CPF e um documento de identidade, além do comprovante de pagamento da taxa.

  • Rio Grande do Norte

Site do Detran-RN

Preço: R$ 132

Procedimento: Vá ao Detran. Leve sua CNH e um comprovante de endereço (originais e cópias). Pague a taxa.

  • Sergipe

Site do Detran-SE

Preço: R$ 328,01

Procedimento: Agendar o pedido pela internet, comparecer ao Detran levando CNH, Carteira de Identidade e comprovante de residência (originais e cópias). Nesse momento será fornecido o boleto. Fazer o pagamento. Voltar ao Detran na data marcada para receber a PID.

Centro-Oeste

  • Goiás

Site do Detran-GO

Preço: R$ 203,39

Procedimento: Preencha o formulário no site, imprima e pague o boleto. Na data marcada vá ao posto escolhido durante o processo para retirar sua PID.

  • Mato Grosso

Site do Detran-MT

Preço: R$ 313,88 + R$ 22,69 para receber pelos correios

Procedimento: Vá ao Detran. Leve sua Carteira de Identidade, CNH e CPF (originais e cópias). Não se esqueça de levar também um comprovante de residência. Pague o boleto.

  • Mato Grosso do Sul

Site do Detran-MS

Preço: R$ 313,09

Procedimento: Ir ao Detran. Levar a CNH (original e cópia) e o comprovante de endereço. Pagar o boleto e retornar na data marcada para buscar a PID.

  • Distrito Federal

Site do Detran-DF

Preço: R$ 265

Procedimento: Todo online. Só preencher, pagar a taxa e receber a PID em casa.

Norte

  • Acre

Site do Detran-AC

Preço: R$ 125,23

Procedimento: Comparecer à Central de Serviço Público OCA Rio Branco. Levar CNH (original e cópia). Pagar a taxa e voltar para buscar o documento.

  • Amapá

Site do Detran-AP

Preço: R$ 257,92

Procedimento: Comparecer ao Detran levando Carteira de Identidade, CPF, CNH e comprovante de endereço (originais e cópias). Também é necessário levar foto 3×4 com fundo branco ou azul. Pagar a taxa.

  • Amazonas

Site do Detran-AM

Preço: R$ 185,21

Procedimento: Preencher formulário online, agendar atendimento e a pagar taxa. Ir ao Detran. Levar Documento de Identidade, CPF e comprovante de residência (originais e cópias).

  • Pará

Site do Detran-PA

Preço: R$ 276,94

Procedimento: Tudo online. Preencher formulário, pagar a taxa e aguardar em casa.

  • Rondônia

Site do Detran-RO

Preço: R$ 113,09

Procedimento: Fazer o pedido presencialmente, no Ciretran. Levar CNH e comprovante de endereço (originais e cópias). Pagar a taxa e voltar no mesmo lugar, na data marcada, para retirar a PID.

  • Roraima

Site do Detran-RR

Preço: R$ 182,75

Procedimento: Todo online, basta preencher, pagar e receber a PID em casa.

  • Tocantins

Site do Detran-TO

Preço: R$ 106,07

Procedimento: Ir ao Detran com a CNH (original e cópia). Pagar a taxa e voltar no dia marcado.

Importante: Ao dirigir no exterior, a PID não tem valor sozinha. Você ainda assim precisa levar sua CNH e, claro, seu passaporte (ou RG, no caso dos países sul-americanos que dispensam o passaporte na imigração. 

Países onde a PID é aceita:

  • Os países abaixo são signatários da Convenção de Viena:

África do Sul, Albânia, Alemanha, Angola, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Belarus (Bielo-Rússia), Bélgica, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Marrocos, México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Namíbia, Nicarágua, Níger, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Centro – Africana, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Romênia, San Marino, São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia e Montenegro, Suécia, Suíça, Tadjiquistão, Tunísia, Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

  • Além deles, há ainda países que não assinaram o acordo de Viena, mas que aceitam a PID pelo princípio da reciprocidade:

Angola, Argélia, Austrália, Canadá, Cabo Verde, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa Rica, El Salvador, Equador, Estados Unidos, Gabão, Gana, Guatemala, Guiné-bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Indonésia, Líbia, México, Namíbia, Nicarágua, Nova Zelândia, Panamá, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Dominicana, São Tomé e Príncipe e Venezuela.

Vai alugar carro no exterior?

Não deixe de ler nosso texto com dicas para não só conseguir garantir o melhor custo/benefício nas diárias dos veículos, mas também para saber como escolher a locadora e descobrir as regras de trânsito de cada país.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

50 comentários sobre o texto “Como tirar a carteira de motorista internacional (a PID)

    1. Oi, Carlos. Desconhecia completamente esse site!

      Obrigado pela dica, vou pesquisar o assunto. Até porque to precisando renovar a minha.

      Abraço.

  1. A dica é:traduza sua carteira na língua do país que vc vai com tradutor juramentado… sairá em torno de 50,00…ande junto com a norma internacional que autoriza e tenha certeza se o país tem acordo reciprocidade com o seu….se tiver com o carro de alguém leve autorização do dono por escrito..tudo junto no carro.

  2. Bom dia.
    Informações muuuuito úteis. Obrigada.
    Só não achei no site do Denatran os países nos quais a PID é aceita. A propósito, o site do DENATRAN explica sobre o uso carteira estrangeira no Brasil na página que deveria falar sobre carteira internacional…. Mas isso não é culpa sua, Rafael, portanto muito obrigada!

  3. Rafael, moro em SP, mas minha carteira e de BH. Realmente verifiquei que eh muito fácil tirar a PID no Detran MG, porem viajo daqui a 5 dias. Será que arrisco pagar a taxa e nao receber a tempo? Fora que iria receber no endereço em BH e teria que solicitar minha mãe que enviasse para SP que precisaria de ainda mais tempo. Acha que realmente eh necessário arriscar? qual a chance de eu precisar dela sendo que vou alugar carro por apenas 3 dias?

    1. Acho difícil chegar nesse tempo, Michelle. Agora, é ainda mais difícil te dizer se vão pedir a PID ou não.

      Numa busca rápida pela internet, achei vários casos de quem alugou carro sem a PID na Itália. E muita gente que tinha a PID, mas a locadora nem olhou. Mas também achei vários casos de gente que não conseguiu alugar sem a PID.

      Ou seja, parece que a situação lá é bem confusa e que nem as locadoras sabem ao certo o que fazer.

  4. O valor da PID no Detran-BA foi reajustado e agora custa R$520,00 e não R$89,00 como informado no texto acima.
    Mais um absurdo que só se vê na Bahia.

    1. Você tem razão, Thales. E fiquei chocado com isso.

      Sinceramente, por R$ 520, melhor não tirar. O documento sequer é obrigatório na maioria dos países. Essa taxa é absurda e desproporcional. Vou verificar se outros estados aumentaram também. Vai ver não é só na Bahia.

      Abraço.

      1. Estive ontem no DETRAN de Salvador e me informaram que a taxa é de R$574,00.
        Um absurdo, somente para passar os dados da minha CNH para uma carteirinha tipo passaporte, porém em papel comum, com 12 páginas e uma capa dura.

      2. Gente,
        Agora em Salvador, a taxa custa R$574,00! Esse é um dos maiores absurdos que já vi! O preço completamente diferente do restante do país! Chocada.
        Eu tô indo morar na Austrália e ainda não sei como farei com relação a isto!

  5. Ai gzuis! Eu só ainda não tirei a PID, porque pensava que a validade dela era independente da CNH normal. Vou viajar só ano que vem, então tava esperando chegar mais próximo. Vou logo solicitar a minha antes que esses valores mudem!

    Será que é feito uma correção anual?

    Ótimo post. Parabéns.

  6. Meu pai do céu! No Distrito Federal custa R$ 210. Vacilo essa divergência de valores, enquanto em alguns estados custa 60 reais, em outros, tipo São Paulo, custa 270!!! Fazer o que, né!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.