Tags:
Atlas: Buenos Aires, Argentina

Como viajar para a Argentina

Nossa vizinha, a Argentina, é um excelente destino turístico – com ou sem crise. Seja para passear um final de semana pelas ruas de Buenos Aires, ir às vinícolas em Mendoza ou ver as belezas naturais na Patagônia, uma coisa é certa: vale a pena conhecer a terra dos hermanos. Nesse post você confere um passo a passo com dicas para planejar sua viagem ao país

Como chegar na Argentina

A Argentina é provavelmente o destino internacional mais fácil de ser alcançado pelos brasileiros. Várias cias aéreas fazem o percurso Brasil – Buenos Aires. Além disso, também temos voos diretos para Córdoba. Os demais destinos têm escala. As empresas aéreas que fazem os principais trechos são: Lan/Tam, Gol, Aerolíneas Argentinas, Qatar, Taca/Avianca e Turkish. Também é possível encontrar voos da Emirates, British e Luftansa, mas em geral são bem mais raros e caros. Sobre a Turkish, ela começou a operar o trecho São Paulo- Buenos Aires recentemente e, por isso, está oferecendo preços ótimos, além de ter um alto padrão de qualidade.

Veja também: Por que contratar um seguro de viagem para a Argentina e como garantir um com boa cobertura (e com desconto)

Quem quiser também pode ir de ônibus. A Pluma e a Crucero do Norte fazem o trajeto. São umas 30 horas de viagem e custa entre 200 a 300 reais.  Também é possível chegar na Argentina de carro. Esse blog aqui dá dicas para quem quer se aventurar dirigindo para a terra dos hermanos.

Visto

Para quem fica até 90 dias, basta a carteira de identidade em bom estado de conservação e com foto recente para entrar na Argentina. Quando você entrar no país, eles irão te entregar um papelzinho que você tem que devolver na saída. Porém, uma amiga que estava comigo usou a identidade e a moça da imigração simplesmente não deu nenhum papel para ela. Resultado: na saída, essa amiga teve que pagar multa, sem contar o trabalho e o estresse, por conta da falta do papel. Então, caso você tenha passaporte, use-o para entrar na Argentina, evitando problemas (não que seja comum, mas vai que acontece, né?). Caso você entre usando só a carteira de identidade, não se esqueça do tal papel.

Idioma

O espanhol da Argentina, apesar do sotaque característico que troca várias letras por um som de “ch”, é bem fácil de ser compreendido pelos falantes de portunhol. Por causa da proximidade e do grande fluxo de turistas, a comunicação não é um problema para brasileiros.

Fuso Horário

A Argentina tem o mesmo fuso horário que o Brasil, ou seja, GTM -3.

Eletricidade

A voltagem por lá é 200V. Se for levar equipamentos eletrônicos, tenha certeza de que eles são bivolts, ou você corre o risco de danificar seus produtos. A tomada deles também é diferente da nossa, então um adaptador universal é necessário. Precisei comprar lá em Buenos Aires e custei para achar uma loja na Rua Florida, no centro, que vendia. Paguei 30 pesos (15 reais) num adaptador bem vagabundinho.

Telefonia e internet

O código de telefone é o +54.  Internet e telefone podem ser encontrados por todos os lados, nos chamados locutórios. Com cara de lojinha de conveniência, esses locais têm cabines que fazem chamadas internacionais baratinhas. Alguns locutórios também funcionam como LAN house. Além disso, se você estiver em Buenos Aires, é facílimo achar restaurantes, bares e cafés com wi-fi liberado.

Intercâmbio na Argentina - Buenos Aires 2

Moeda

O Peso Argentino (ARS) está bastante desvalorizado, por causa da crise que o país enfrenta. A taxa de conversão está em torno de 0,38 centavos (pesquisado em abril/2013). Ou seja, 1 real vale cerca de 2,60 pesos argentinos. E 1 dólar vale 5,40 pesos.

Você pode trocar o dinheiro aqui no Brasil mesmo ou deixar para trocar numa casa de câmbio (confiável, por favor hein! Nada de entrar em qualquer buraco para trocar seu dinheiro) lá em Buenos Aires.

Não são todos os lugares que aceitam cartão de crédito em Buenos Aires. Pode acontecer de restaurantes ou lojas recusarem cartões, então recomendo fortemente que você carregue algum dinheiro e evite problemas.

Essa é sua primeira viagem ao exterior? Veja nosso e-book primeira viagem

Gasto Médio

Com a crise, gastos com alimentação e hospedagem na Argentina caíram um pouco. Estou baseando essa conta em Buenos Aires. Ao mesmo tempo, fazer compras lá já não é mais um negócio vantajoso como era antigamente. Até o preço dos famosos alfajores está sofrendo altas por conta da inflação.

Um viajante econômico, do tipo que fica em hostel (pode ser de quarto privativo), come em restaurantes legais, toma vinho e pega alguns taxis gasta uma média de 50 dólares por dia. Passei um final de semana lá nesse esquema, em março de 2013,  e meu gasto total foi de 250 reais, sem passar aperto e nem ficar economizando (ou esbanjando). Porém, se você estiver indo para Bariloche em alta temporada, por exemplo, espere gastar mais.

Golpes e segurança na Argentina

Muita gente já ouviu falar sobre os famosos golpes dos taxistas e das notas falsas. Trata-se de um golpe muito comum: o taxista devolve o troco em notas falsas, ou te conta sobre o golpe e pede para ver seu dinheiro e, sem que você perceba, troca seu dinheiro por notas falsas. Enfim, ao pegar taxis, confira se eles têm uma identificação de certificado pelo governo. Ainda assim, tenha sempre dinheiro trocado para evitar confusões com o troco que podem te levar a ser enganado. E principalmente, não mostre seu dinheiro para ninguém e tome muito cuidado com casas de câmbio e até mesmo caixas eletrônicos. Qualquer problema, chame a polícia e faça escândalo. Esse site enumerou 5 golpes comuns em Buenos Aires. Leia antes de sair de casa.

Também é bom tomar cuidado com batedores de carteira. Em aglomerações, como o metrô, eles conseguem tirar celulares de bolsas sem que ninguém perceba. Então é preciso ficar o tempo todo  atento não só aos seus pertences, mas também às pessoas que estiverem perto de você.

Circulando pelo país

As opções para circular pela Argentina são avião, ônibus, trem ou carro. Avião é a opção mais rápida e fácil, mas também, claro, a mais cara. Existem alguns relatos interessantes de outros blogueiros para quem quer tentar ônibus, trem ou carro numa viagem pela Argentina.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

79 comentários sobre o texto “Como viajar para a Argentina

  1. ola luiza então, eu quero muito viajar para a argentina para o programa de estudo de medicina, e queria saber se você teria umas dicas para passar mais tempo (o curso dura 6 anos) e se é possivel esse tempo todo, e se puder me dar uma dica de como não gastar muito ja que vais ser minha primeira viajem

  2. Olá , Luiza
    Boa Tarde…
    Estou querendo passar 4 dias em Buenos Aires… me daria uma dica de melhor época (Mês) , ou seja.. Clima ameno, hotel: localização e preço bacana , irei com minha esposa e filha de 17 anos. Estou pensando em pegar um pacote Aereo + Hotel.e

    Desde Já Agradeço

    Abs

  3. Existe um golpe de quando alguém te joga um líquido, pode ser chocolate, ketchup, mostarda ou mesmo água de esgoto. Eles jogam isso para que se distraia e fique olhando para cima ou para o lado procurando por quem jogou. Nesse tempo uma outra pessoa aparece para ajudar a te limpar ou apontar para cima para te mostrar de onde veio a sujeira e rouba seus pertences do bolso.
    Quando li pela primeira vez esse golpe, achei muito estranho e impossível uma coisa bizarra como essa acontecer, mas tentaram me roubar com esse golpe duas vezes, uma vez no dia 24 de janeiro de 2015 em frente ao Ibis Buenos Aires e outra no dia anterior em frente ao Hotel La Perla. Nas duas vezes eu estava andando com minha mochila grande de viagem nas costas e tinha acabado de sair do metrô junto com minha esposa. Na primeira vez me jogaram um monte de calda de chocolate e na segunda água de esgoto. Nas duas vezes o cabelo e as roupas da minha mulher ficaram sujos, mas andamos rapidamente e nao paramos para falar com os bandidos que apareceram para “ajudar”. Logo em seguida, em um lugar seguro, chamamos a polícia para denunciar.

      1. Só para atualizar, anteontem à tarde presenciei duas bandidas aplicando o golpe em um casal europeu na praça do Congresso. Ao colocar a mochila no chão para limpar a camisa suja, uma delas tentou levar a mochila dele. Fica a dica, se te sujarem em Buenos Aires não pare para limpar e nunca coloque seus pertences no chão.

  4. Ola gostaria de tirar uma duvida, em novembro estou com um plano de viajar de carro para Argentina, mais tem uma coisa que esta me preocupando, pois o carro em que eu vou seguir viagem esta no nome da minha mãe, e tem um procedimento muito complicado para legalizar carros de terceiros, e eu que não moro em capital fica muito difícil de arrumar esses documentos, estou pensando em imprimir o modelo de autorização pedir pra assinar e registrar em cartório aqui mesmo, sera que eu corro grande risco? Obrigado

    1. OI Márcio,

      Não faço ideia de como vc deve proceder nesse caso. Dá uma olhada no link que eu indico no texto sobre viagem de carro.

      abraço

  5. Olá! Estou pensando em ir para buenos Aires em agosto, cotei em agências de viagem e achei muito caro! O q vc me indica? Ficar ou hostel é de boa p mim que vou sozinha? Quero comprar seu guia! Como faço? Bjo

    1. Oi Ana Michelli,

      A última vez que fui para Buenos Aires fiquei no hostel HI Suites Florida e gostei muito. Se você não quiser ficar em quarto coletivo, indico o quarto privativo do mesmo hostel, que sai baratinho. A gente fez um post só com dicas de hotel na cidade: https://www.360meridianos.com/2014/05/dicas-de-hotel-em-buenos-aires.html

      Também temos esse post sobre o que fazer em Buenos Aires
      https://www.360meridianos.com/2013/04/final-de-semana-em-buenos-aires.html

      Para comprar o guia é só clicar nesse botão comprar do post! Se tiver alguma dúvida, me avisa!

      bjs

    2. Hola Ana, eu vou para Bariloche tambem em mas estou pesquisando datas. Creio que vou no final de Julho e passar 2 semanas senso 1 em Buenos Aires e a outra semana esquiar em Bariloche. Vou com meu esposo e seria legal se nos encontramos. Qualquer coisa me avisa.
      E Luiza, parabéns otimo o seu blog e se poder me ajudar com os planejamentos agradeço.
      Hasta luego’!

    3. Ei Ana,
      Vou com meu marido para Buenos Aires, estou sem data certa por causa dos preços. Gostaria de saber se você já conseguiu marcar suas passagens..quem sabe não nos encontramos por lá heim? Beijo

  6. Olá Luiza

    Estou pensando em ir para Argentina em janeiro de 2015.
    Me de algumas dicas como hotéis,passeios,agência de viagem e quanto devo levar em real para passar 7 dias em buebo Aires?

    Estou pensando em levar dólares também! Vc acha vantajoso ?
    Quero ir para fazer compras de roupas! Me aconselha a fazer o que?

    1. Oi Jaqueline,

      Para começar, não está valendo a pena fazer compras na Argentina. Com a crise lá, a inflação está muito alta e os produtos que antes eram mais baratos, estão bem mais caros do que no Brasil.

      Você pode levar alguns dólares para trocar lá.

      Temos um post só com dicas do que fazer em Buenos Aires: https://www.360meridianos.com/2013/04/final-de-semana-em-buenos-aires.html

      E outros dois com dicas de hospedagem:https://www.360meridianos.com/2013/10/onde-ficar-em-buenos-aires.html e https://www.360meridianos.com/2014/05/dicas-de-hotel-em-buenos-aires.html

      Sobre quanto levar, depende muito do seu perfil de gastos…

  7. Boa tarde, retornamos de Bs. As. ontem à noite, ficamos 2 dias em Bs. As., fomos de carro de Londrina-Pr., não tivemos problemas com a Polícia Rodoviária em nenhum momento. A cotação do Real e do Dólar em Bs. As. é a melhor. Real = 4, Dólar = 10. Quem pensa em viajar de carro é muito tranquilo, rodovias em excelente estado de conservação. Ob.: Agradeço muito este Site. Obrigado Luíza.

  8. Luíza ,

    To pensando em viajar no mês de agosto para argentina e o uruguai gostaria quando dias necessito para conhecer os dois lugares?quanto devo levar em reais?Quais locais vc indicaria?

    Obrigado.

    1. Oi Carlos,

      Que eu saiba, sim. Mas eu nunca fiz o trajeto de carro, sinceramente. Sugiro que você procure em outros blogs que tenham feito o trajeto.

      abraço

  9. Olá, estou indo com minha esposa pra BSA e bariloche em agosto e temos algumas dúvidas. Mas minha maior preocupação é quanto ao dinheiro a ser levado. Já vi relatos de gente recomendando levar real, e sério?

    Então eis minha dúvida, devo levar real, peso ou dolar? ou levo 1 pouco de cada um?

    Obrigado.

    1. Oi Diego,

      Eu levei pesos, trocados no aeroporto de Guarulhos antes da viagem. Também dá para você levar reais ou dólares para trocar lá (ou gastar no freeshop). Eu recomendo que você tenha mais de uma fonte de dinheiro, ou seja, tenha um cartão de crédito internacional liberado ou um desses cartões pré-pago.

      Não vejo necessidade de você levar pesos, dólares e reais.

      Abraço

  10. Oii Luíza,

    Estou de volta pra comentar um pouco da viagem: foi ótima! Valeu pelas suas dicas!Realmente dezembro é muito quente!Graças as suas dicas levei roupas bem fresquinhas. Fiquei no Obelisco Hotel.No centro perto de tudo e do lado do metrô,que usei bastante. Também andei muito,mas muito mesmo!É o melhor jeito pra se conhecer um lugar.Fui na feira de San Telmo, fiz o passeio no rio Tigre (não é lá essas coisas.Meu ponto de vista, mas cada um tem que experenciar pra ter o seu ponto de vista).Não consegui ir em alguns lugares como o cemitério de Recoleta e no Zoológico de Lujan. Fui no zoo que fica dentro da cidade mesmo. Não peguei no leão, mas lá tinha uma vaca acessível e muitas cutias.rsrsrs. Um passeio bom.A cidade é incrível!Muito bonita mesmo! Apanhei e ri até por causa da língua. Achei que seria fácil o portunhol… enfim conseguimos nos virar!Quem for em dezembro especificamente no dia 12, lembre-se que há uma festa na rua dos torcedores do boca. É um dia que eles criaram pra comemorar não sei o que.Esses torcedores viraram bichos,colocaram fogo nas lixeiras, quebraram a porta do hotel que ficamos,bebiam e brigavam.Ficamos com receio de sair do hotel pois a coisa tava feia!Eles são fanáticos mesmos! Mesmo com esse episódio, a viagem foi ótima!Ficou com gostinho de quero mais!

    Obrigada e continue dando dicas.
    Bjs

    1. Oi Elize, obrigada por voltar para comentar!

      Não sabia dessa festa, que chato… mas no mais, Buenos Aires é uma delicia, mesmo no calor infernal, hehehe

      bjs

  11. Lúiza, desejo ir a Buenos Aires – Bariloche, ou só Bariloche, juntamente com três amigas. Estou em uma dúvida cruel!
    Não sou de curtir à noite, nem ligo com hoteis luxuosos, nem alimentação top, mas quero fazer diversos passeios e conhecer tudo que possível.

    Viajarei em Agosto/2014, e terei uma média de R$ 2.000. Você aconselharia o que?! Ir apenas há um lugar?! E quantos dias dava para passar?! =)

    Obrigada desde já!
    Se possível, me indica o melhor bairro em custo beneficio. Um abraço!

    1. Oi Laiza,

      Olha, eu nunca fui a Bariloche, então realmente não sei te dar dicas sobre a cidade. O que posso te falar é que esquiar é um programa caro, porque inclui aluguel de equipamento e passe da montanha.

      Sobre Buenos Aires, a média de gastos para um viajante econômico é mais ou menos 80 a 100 reais por dia. De 4 a 5 dias é um tempo bom para ficar em Buenos Aires e ver tudo – mas com certeza dá para ficar mais e só curtir as coisas com mais calma.

      Dá uma olhada nesses dois posts. Um tem dicas do que fazer em Buenos Aires: https://www.360meridianos.com/2013/04/final-de-semana-buenos-aires.html

      E o outro dicas de onde se hospedar, bairro a bairro: https://www.360meridianos.com/2013/10/onde-ficar-buenos-aires.html

      Abraço

  12. Luiza, eu sempre sonhei em viajar tipo em paises engleses, mas achei muito arriscado viajar em paises longe demais, mas meu sonho agora Er ir a argentina eu gostaria de saber onde eu arrumo a permissao para viajar?

    1. Lenisson, se você só for visitar a Argentina, não precisa de permissão, só da sua carteira de identidade ou passaporte. Dá uma lida com calma no post, ele explica direitinho tudo o quê você precisa saber.

  13. Luiza, vou para Argentina final de Novembro… Que tipo de roupas é bom ter na mala? Você sabe se o preço para a compra de roupas é muito diferente do Brasil?

    1. Oi Maísa,

      Desculpe a demora para responder.

      Final de novembro na Argentina é verão, tal como no Brasil.

      Olha, antes fazer compras em Buenos Aires costumava ser um ótimo negócio, bem mais barato do que no Brasil. Porém, com a crise por lá, as coisas estão bem mais caras e não tem compensado fazer muitas compras por lá… A não ser claro, de artigos típicos, como couro, por exemplo, que é produzido lá.

      bjs

  14. Oii tudo bem? Farei também minha primeira viagem internacional.A grande dúvida: é melhor comprar pesos no Brasil ou na Argentina? Como é o clima em dezembro? Vou nos dias 12 a 19. Li sobre os golpes, é mais seguro andar de ônibus? Dá pra fazer os passeios a pé?
    Quais os lugares bacanas para comer?

    Obrigada e parabéns pelas informações prestadas!
    Abraço
    Elize Silva

    1. Oi Elize,

      Não sei te dizer o que é melhor. Eu em geral, nas minhas viagens, já levo tudo o que preciso, mas tem gente que prefere comprar no local.

      O clima em dezembro costuma ser bem quente, pois é verão.

      Dá sim para fazer vários passeios a pé, porque a cidade é plana e as coisas são próximas. Dá para andar de táxi numa boa, só ficar atenta. Assim como no transporte público vc tem que ficar atenta para não ser furtada. E não andar com muito dinheiro na bolsa, usar uma doleira, por exemplo, é sempre uma boa opção.

      Sobre a comida, vou ficar te devendo. Eu muitas vezes entro no restaurante que combina preço bom com wifi hahahaha, aí acabo não anotando o nome.

      bjs

  15. Olá Luiza, em uma pesquisa sobre Argentina te encontrei.
    Vou passar o feriado de 15 de novembro por lá com meu marido, nossa primeira viagem ao país. Porém queria ter uma base de quanto um casal gasta em média em refeição e passeios sem muito luxo, mas aproveitando todas as oportunidades. Ficaremos hospedados no centro. A melhor forma de transitar é com o dólar ? Os estabelecimentos aceitam sem problemas os cartões de pré-pago ? Voltamos no domingo é possível ir até a feira de San Telmo, ou é distante do centro, devido ao check out do hotel.
    Neste período como está o clima por lá? Muito obrigada.

    1. Oi Juliana, tudo bom?

      O ideal é você ter pesos mesmo, em dinheiro. Você pode trocar antes de sair do Brasil, ou lá na Argentina mesmo.
      Com o dólar você corre o risco de receber o troco em pesos e também aumenta a chance de levar algum golpe com taxistas.
      Os cartões são aceitos em alguns lugares, mas não em todos.

      Buenos Aires é uma cidade bem andável. Dá para chegar a pé em San Telmo, tranquilamente. Eu te sugeriria fazer o check out, pedir para deixar as malas guardadas lá e ir aproveitar o dia na feira. Temos um post só sobre lá.

      Quanto ao gasto médio com refeições e passeios, fico um pouco receosa de falar, porque isso depende muito do perfil das pessoas. Acho que você pode calcular o que eu disse no post: “Um viajante econômico, do tipo que fica em hostel (pode ser de quarto privativo), come em restaurantes legais, toma vinho e pega alguns taxis gasta uma média de 50 dólares por dia.”

      bjs

  16. Ola. Acabei de chegar de ba. Troquei real por peso numa cotaçao de 4 para 1 na florida com alguns cambistas na rua mesmo. Nao houve problema. Outra dica, quando andar de taxi use a cia radiotaxi, praticamente a unica existente e tem um em qq esquina. Converse com eles sobre politica e futebol e tudo estara em casa. Andei de madrugada pelo centro sem problema algum. O ponto alto sao as mulheres. Elegantes e bem cuidadas. Nao deixem de almoçar no siga la vaca em puerto madero. Leve reais e troque tudo na florida com cotaçao entre 3.8 e 4. Eu adorei ba , recomendo e retornarei em breve. Valeu.

  17. Parabéns pela matéria! Me fez recordar a minha viagem a Mendoza. Lá a violência existe, mas não como em SP, mas todo o cuidado é pouco, como em qualquer parte do mundo. Eu estou tentando aprender sobre vinhos e fui pra Mendoza, lá tive uma experiência inesquecível. Quando fui eu já tinha algumas vinícolas em mente..Catena, Pulenta, enfim, as mais conhecidas, mas por indicação da agencia de turismo também conheci algumas vinícolas que ainda não exportam vinhos para Brasil e amei. Também fiz o passeio na Alta Montanha…entrei no Parque Aconcágua, incrível a paisagem! Como era a primeira vez que eu ia, eu não quis arriscar e fiz meus passeios com uma agencia de turismo. Eu não quis fazer os meus passeios num taxi, dizem que não são confiáveis e ainda por cima fumam dentro do carro…horrível! E se me permitem fazer uma sugestão para quem ainda não foi, eu recomendo a empresa de turismo Mendoza Holidays (www.mendozaholidays.com), planejei a minha viagem por Skype , me atenderam super bem e me acompanhou uma guia de turismo brasileira com motorista e um carro super confortável, me senti super segura. Quero voltar e conhecer mais lugares que por falta de tempo não pude ir. Boa viagem a todos! Carol

  18. Olá Luiza, assim como a maioria, estou perdida pela 1a. viagem. Vou com meu esposo, agora em Novembro… Dizem muito sobre a Feira de San Telmo… realmente é tudo isso??? Vale a pena ficar de domingo a domingo por conta desta feira?? Obrigada!

  19. Olá Luiza, meu marido e eu programamos nossa primeira viagem juntos para setembro/13 e o destino escolhido é a Argentina. Vc poderia nos dar algumas dicas quanto à hospedagem, está sendo o nosso maior pesadelo…rsrs.

    1. Oi Dayse,

      Porque pesadelo? Por conta de preço?
      Sobre qual bairro escolher, minha sugestão é a Recoleta, um bairro agradável, bem localizado e simpático. San Telmo também é uma outra boa opção, com essas características.O Centro, para quem gosta de estar a um passo de tudo, também é uma opção interessante e com muitas opções de hotéis.

      Dá uma olhada no Booking, dá para filtrar bastante por localização, preço, perfil, etc
      http://www.booking.com/flexiblesr.pt-br.html?aid=367502;sid=b8f2bc20615b0c15f4c16535a8a633a7;dcid=1;checkin_month=2013-09;dest_id=-979186;dest_type=city;interval=week;nflt=district%3D1737%3Bht_id%3D204;track_ajax_filters=1#map_opened

  20. Olá Luíza pretendo viajar em novembro com a minha sobrinha de 15 anos, e estou em duvida quanto ao roteiro,Argentina ou Chile. Primeiro gostaria de saber qual deles tem melhores lugares pra conhecer para uma adolescentes, gostariamos de ver coisa diferente, ouvi dizer q o chile é mais interessante. Vamos ficar 3 dias, quero saber no mês de novembro como estará o clima nos dois lugares. É a nossa primeira viagem internacional. se vc tiver mais dicas. bjs

    1. Oi Renata,

      Desculpe a demora para responder

      Começando a sua resposta pelo clima, em novembro é o final da primavera nas duas cidades, deve estar bem calor.

      Eu conheço só Buenos Aires e Santiago no inverno. Eu prefiro Buenos Aires, acho que a cidade tem mais opções do que fazer, ver e conhecer. Também acho Buenos Aires mais agradável e bonita (mas essa impressão pode mudar um pouco devido a época que eu fui – no verão, em Santiago, você tem a vista dos Andes). Enfim, minha opção seria Buenos Aires pelos motivos já cidade e também porque a passagem de avião seria mais barata e o tempo de viagem mais curto, já que vocês só tem 3 dias.

      ps. Fui a primeira vez em Buenos Aires com 17 anos e adorei, então acho que a sua sobrinha tem chances de gostar tb.

      Espero que tenha ajudado. Caso você tenha mais dúvidas, vamos conversando.
      bjs

    1. Oi Mário,

      Sinceramente, é aconselhável fazer seguro viagem em qualquer viagem. Mas fica muito a seu critério. Nunca se sabe o que pode acontecer. Tenha em mente que sem o seguro você pode ter que arcar com custos extras ou você pode pagar o seguro e depois não usar. Eu prefiro prevenir do que remediar, mas cada um pensa de uma fomra, né?
      bjs

  21. ola bom dia! vou fazer minha 1ª viajem internacional para Buenos aires, em outubro, queria algumas dicas vou passar 1 semana, e se possível quanto mais ou menos para 2 pessoas e necessário para passar 1 semana? e se você tem sugestões para hotel

    grato pela atenção

    1. Oi Ivan,

      É muito difícil te responder quanto custaria por pessoa porque eu não te conheço e não sei qual seu nível de gastos, se você prefere economia ou conforto. Vou te falar o que acho o mínimo necessário, para uma viagem econômica – (sem a hospedagem), comendo em restaurantes razoáveis e fazendo os passeios, mas sem compras ou nada muito caro, seria cerca de 80 reais por dia.

      Nesse valor, você teria que acrescentar a hospedagem. Eu fiquei num hostel no centro, que era muito bem localizado, barato e com opções de quarto privativo. Na nossa tag de hotéis tem outras sugest
      ões de hotéis mesmo, dá uma olhada lá: https://www.360meridianos.com/ache-seu-hotel (em Argentina)

      Espero que tenha ajudado, se tiver mais dúvidas, só dizer!

      bjs

      1. Aproveitando o gancho. Esse valor estimado de R$ 80/dia (sem hospedagem) é válido para um casal com perfil econômico? Ou por pessoa? Outra dúvida, para quem conhece Europa (Lisboa, Canárias ,Madrid, Barcelona, Roma e Paris) tem graça passar 7 dias fazendo o roteiro Buenos Aires/Colonia/Montevideo?

        1. Oi Ricky,

          Eu acho que sempre tem graça conhecer novos lugares, até porque nos subestimamos muito o potencial turísticos dos nossos vizinhos (e do Brasil tb). Conheço Buenos Aires e Montevideo e acho que são lugares encantadores e muito legais de serem visitados.

          Sobre o valor estimado, seria por pessoa. Se vocês forem mais econômicos, até dá para um pouco gastar menos do que isso, mas acho que essa é a média.

  22. Olá Luiza!
    Acabei de saber que irei para Argentina dia 27 de julho, corri e vim aqui pesquisar algo sobre a viagem e achei seu blog. Adorei as dicas!!!
    E gostaria de saber de você qual a estação agora (de 27 de julho a 7 de agosto), que tipo de roupa devo levar…
    Agradeço pela atenção!! beijos

    1. Oi Gabriela,

      Desculpe a demora para responder. Que delícia, Argentina é tudo de bom!

      A estação lá agora é a mesma do Brasil: inverno. Só que lá é bem mais rigoroso. Então pode caprichar nos casacos e levar algumas camadas de roupa para se esquentar!

      bjs

      1. Obrigada pela dica, Luiza!
        Mas a cada dia que passa minhas duvidas so aumentam, ai sempre que posso pesquiso algo… E o que nao encontrei por concreto foi sobre a forma de pagamento no cartão por lá. Algumas pessoas estão tendo problema com isso. É feito com cartão internacional ou pode ser esse de debito que usamos por aqui??
        E outra duvida é sobre o passeio em bariloche, vale a pena ir de onibus ou as passagens de aviao de buenos aires ate lá sao em conta??
        Bom ter alguem pra tirar duvidas, nao sao todos que tem essa boa vontade!
        Muito obrigada!!! Abraço

  23. Olá Luiza!
    Eu e meu marido estamos pensado em passar o réveillon de 2014 emBuenos Aires, o que você acha dessa data na cidade? Vale a pena ficarmos hospedados na Recoleta? Nós temos 2 filhas de 8 e 12 anos,
    Obrigada!
    Rosa

    1. Ei Rosa,

      Acho que Buenos Aires é legal em qualquer data. Na época do Reveillon faz bastante calor.

      Uma sugestão que um amigo me deu é passar a noite de reveillon em Puerto Madero. Lá, as pessoas de juntam e organizam picnics na grama para ver os fogos. É um programa legal e super família.

      Sobre a Recoleta, é meu bairro favorito na cidade. Não é tão próximo quanto o centro dos pontos turísticos, mas tampouco é longe. Uma corrida de táxi sai baratinha. Tem um post no Viaje na Viagem defendendo porque ficar na Recoleta: http://www.viajenaviagem.com/2011/05/9-razoes-pra-se-hospedar-na-recoleta-e-uma-pra-nao-se-hospedar/

      Qualquer outra dúvida, fique a vontade em perguntar =)

      bjs

  24. Gostei das dicas, pretendo conhecer a Argentina nas férias do ano que vem, no mês de junho… é sempre bom trocar informações com quem já foi, alguém tem mais alguma dica ou orientação?

    Obrigada!

  25. Primeiro quero parabenizar vocês pelo blog! Estou ♥. Sou de BH e vi a indicação do blog no melhores destinos. Estava pesquisando muitos blogs, mas finalmente acho que me encontrei por aqui. Sou filha única, sempre muito mimada e nunca fui nem de dormir em casa de amigas porque mamy já fazia drama. Passados 23 anos, estou eu formada e com uma vontade gigante de fazer a minha primeira viagem sozinha. Pra me auto conhecer, conhecer as pessoas, os lugares, a cultura. E quero um heeelp! Sempre viajei muito com os meus pais e sou muito grata a eles por isso. Conheço praticamente todo o Brasil, de Norte a Sul e nos lugares mais improváveis e inabitáveis. Papai sempre disse que o Brasil tem coisas lindas pra gente ficar indo pra fora. Ok! Sempre concordei e amei conhecer tudo, mas sempre foi rodeado de resorts ou hotéis confortáveis,coisa de familia em viagem mesmo.. mas eu me formei em Direito e ao inves de participar do baile resolvi fazer um almoço para mais pessoas e pedir uma grana pra viajar. Mas to totalmente perdida! Vou sozinha. Não sei quanto dinheiro vou arrecadar, meu ingles não tá muito fluente e to com medo. Pensei em Buenos Aires e Uruguai. Tenho um grande amigo que mora em B.A e eu ficaria na casa dele, economizaria casa e comida.. pensei em dar um pulo na ilha do tigre onde ele também tem uma casa e voltar pra B.A e ir para Colonia de Sacramento, mas queria me aventurar pelo Uruguai sozinha. Dicaaas, please!

    1. Oi Priscila!

      Primeiramente, obrigada pelos elogios.

      Acho que pelo que você me contou, acho que a Argentina e o Uruguai são um bom ponta pé inicial para você. São países relativamente baratos, que você não vai precisar falar inglês e que tem muitas coisas bonitas para ver. Sem contar que o povo é bastante amigável e é fácil você conhecer pessoas e fazer amizades. Principalmente se você se hospedar em hostels (tenha em mente, porém, que hostels são o oposto da lógica de um resort e talvez você não se dê bem com a ideia de dividir o quarto com estranhos). São países tranquilos para mulheres viajarem sozinhas.

      Você não falou sobre quanto tempo vai viajar. No Viaje na Viagem eles dão algumas dicas de roteiro que são um pouco semelhantes ao que você está pensando em fazer. Confere lá http://www.viajenaviagem.com/2011/11/5-roteiros-para-combinar-argentina-e-uruguai-na-mesma-viagem/

      Espero que tenha ajudado. Se quiser conversar mais sobre isso, como viajar sozinha e algumas dicas sobre isso, fique a vontade!

      bjs

  26. Em setembro estarei de férias do trabalho e iremos passar 5 dias no Chile e 5 dias na argentina. adorei as dicas. Só faltou saber uma coisa, como é a temperatura por lá em setembro? Devo levar bota, casaco, ou um tenis e um moletom darao conta?

    abs.

    1. Ei Gisela,

      Setembro é o início da primavera, então as temperaturas ainda estão um pouco baixas, acho que em torno de 10 a 20 graus. Tudo depende, claro, do seu nível de tolerância ao frio. Eu levaria pelo menos um casaco mais quente, por via das dúvidas.

      bjs

  27. Nossa! É meio tenso ter que ficar o tempo todo prestando a máxima atenção em quem está ao seu redor e não ter segurança pra sacar nem num caixa eletrônico. Mas, acho que a viagem ainda vale a pena. Creio que seja melhor ir acompanhado, né? Mochilar por lá sozinho pode ser meio assustador. :\

    1. Ei Deborha,

      Não é tão tenso assim. Sinceramente, é como vivemos no Brasil, sempre tomando cuidados para não ser assaltado, principalmente em grandes cidades. Mas em Buenos Aires, por exemplo, você não corre o risco de ser assaltado a mão armada, como no Brasil.

      A Argentina é um país seguro para se ir sozinho mochilar, não vejo problemas nisso. É só ficar atento mesmo, como ficamos aqui.

      bjs

    2. Não é assim tb não. Sinta-se como se estivesse na 25 de Março em SP. Todo cuidado é pouco, mas não precisa de neurose. Estive lá e fui muito bem tratado. Frequnte locais tipicos deles e verá como se comportam. São muito educados (ao contrario do que pensamos) e muito prestativos.

    3. Viajo para Argentina desde 1982, nunca tive problema algum,sempre fui tratado com muita educação e cortesia, talvez pelo fato de falar espanhol, coisa que brasileiro lamentavelmente não curte muito, apesar de toda América do sul falar espanhol, nossa mentalidade colonialista nos leva a falar inglês… Mas pode-se viajar sem medo para Argentina, vale a pena, come-se muito bem, e os preços são ótimos! em resposta ao comentário da srta. Debora.
      Rogerio Pereira

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.