Tags:
Atlas: Nepal

Dicas de viagem para o Nepal

O Nepal é um país muito pequeno localizado entre a Índia e a região da China que antes era o Tibet, no sul da Ásia. Provavelmente poucas pessoas o conheceriam, não fosse o fato de oito dos dez maiores picos do mundo estarem por lá. E, claro, não fosse também o fato de ser o único país que não tem uma bandeira em forma de retângulo (leia-se: a bandeira mais legal do mundo).

Sua capital, Katmandu, é também muito citada em um jogo que fez muito sucesso entre as crianças da década de 90: o famoso Carmen Sandiego. Mas se a Carmen  fugiu pra lá ou não, tanto faz. O que importa é que seja pelo turismo de aventura, pela cultura ou pela necessidade de relaxamento, o Nepal é um ótimo lugar para passar as férias, apesar da distância do Brasil.

Nos próximos posts iremos explorar melhor os lugares que visitamos por lá. Neste aqui, vamos dar algumas dicas importantes para quem tem o país que abriga o Everest como destino.

visto do Nepal

O que visitar no Nepal

O Vale de Katmandu, que inclui a charmosa capital que dá nome ao vale e também cidades históricas e antigas capitais reais, como Patan, Bhaktapur e Boudhanath, é um ótimo passeio pela cultura nepalesa, com praças, templos e monumentos históricos – além de inúmeras feiras, lojas de equipamento de aventura, bares e restaurantes para todos os gostos.

Uns três dias são suficientes para conhecer toda a região. Ainda nessa região está Nagarkot, localizada a uma hora de Katmandu, um ponto com uma das melhores vistas da cadeia de montanhas do Himalaia.

Comércio local em Baktapur - Nepal

Bhaktapur 

Pokhara é uma cidade entre as montanhas do Himalaia e um lago maravilhoso, localizada a cinco horas de Katmandu, na região de Pahar. De lá é possível ver o monte Annapurna, fazer atividades como paragliding, voos pela cadeia de montanhas e caminhadas. Para os mais tranquilos, vale também descansar à beira do lago, ver o sol nascer entre as montanhas e curtir os ótimos restaurantes.

Para quem quer ver a natureza, observer tigres, rinocerontes e outros animais – além da vegetação selvagem – vale visitar o Chitwan National Park ou o Bardia National Park. No sul do Nepal, próximo à fronteira com a Índia está Lumbini, local sagrado onde nasceu o Buda.

pokhara nepal

Pokhara

A região de Kumbu é para os aventureiros profissionais. Alí fica a maior montanha do mundo, o famoso Monte Everest. Além do Everest, as demais montanhas com mais de 8000 metros de altitude são: o Kanchenjunga, o Lhotse, o Makalu, o Cho Oyu, o Dhaulagiri I, o Manaslu e o Annapurna.

Informações gerais sobre o Nepal

Quando ir

O Nepal, assim como boa parte de seus vizinhos asiáticos, segue o regime de monções. De junho a setembro, as chuvas torrenciais fazem parte do cotidiano do país. De outubro a dezembro, o clima é frio e claro, bom para fazer caminhadas, já que de janeiro a março esfria bastante, com temperaturas abaixo de zero e frio extremo nas regiões de alta altitude. Para quem prefere calor, a melhor época é de abril a junho – dependendo do local, os termômetros podem chegar aos 40 graus.

entrada estupa de Boudhanath

Katmandu

Como chegar

Luftansa, Qatar Airways, British Airways e Emirates fazem voos saindo do Brasil. Nenhum destes, claro, faz o trajeto direto. É preciso fazer no mínimo uma parada, mas, em geral, duas escalas são necessárias em locais como Qatar, Dubai ou Délhi.

Visto

O visto de turista para brasileiros é obtido na chegada. Custa 25 dólares para 15 dias, 40 dólares para 30 dias e 100 dólares para 90 dias. É preciso pagar o valor em dólares mesmo – cartões de crédito e outras moedas não são aceitos. Além disso, é preciso fornecer uma foto de passaporte ou 3×4 ao departamento de imigração. O Nepal também exige o certificado internacional de vacina contra febre amarela.

Aeroporto de Katmandu - Nepal

Moeda

R$1 vale cerca de 40 Rúpias nepalesas. O custo de vida no país é muito baixo. Cerca de 30 dólares por dia, ou até um pouco menos, se você for econômico, são suficientes para sobreviver por lá.

Fuso Horário

O Nepal está a estranhas 8 horas e 45 minutos do horário oficial de Brasília.

Telefone

O código de telefonia internacional é o +977.

Transporte

As estradas no Nepal são ruins, o transporte público é fraco e os aviões caem com uma frequência assustadora por lá. Mas calma, nem tudo está perdido. Basta viajar durante o dia, em carros ou ônibus exclusivos para turistas. Já para se locomover dentro das cidades, táxis estão disponíveis aos montes (em carros quase sempre velhos). Só é preciso barganhar bastante o preço.

Pashupatinath, Nepal

Vai viajar? O seguro de viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável nas férias. Não fique desprotegido no Nepal. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício para o país – e com cupom de desconto.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

99 comentários sobre o texto “Dicas de viagem para o Nepal

  1. Oi Luiza,

    Estou pensando em ir ao Nepal em agosto, mas vi que é a época de chuvas. Você sabe se realmente atrapalha a viagem? Ou se a visibilidade é muito ruim? Em um principio, tenho a intenção de ir a Katmandú, Bhaktapur, Patan e talvez, Pokhara. Eu sei que é difícil fazer uma previsão, mas de uma maneira geral, pelo o que você conhece, o que você acha?

    Obriagada!

    Carolina.

  2. Olá, Luiza e demais aventureiros!

    Eu e minha esposa vamos ao Nepal em abril/2017 para fazer o trekking até o Campo Base do Everest. Esse é o nosso objetivo.
    Luiza, se você ou outro viajante puder nos informar;
    – agências de trekking em kathmandu (já fiz contato com algumas, mas não me pareceram confiáveis)
    – nome das empresas aéreas que fazem o trecho kathmandu/Lukla/Kathmandu (pesquisei em diversos sites de passagens e não encontrei voos).

    É isso. Apreciarei toda e qualquer informação.

    Muito obrigado!

    1. Estive em Katmandu tem 6 dias. Olha, o que me parece é que todas acabam sendo o mesmo perfil. Um Koreano que conheci fez um trekking até a base do Annapurna e me disse que a agência que ele contratou não fechou número suficiente e ele acabou sendo incorporado a um grupo de outra agência que por sua vez tb já tinham pessoas de uma terceira que também não tinha fechado grupo. A parte mais escrota é que eles pagaram preços diferente pelo mesmo serviço. O coreano tinha pago 100% mais que todos e estava puto. A boa notícia é que o serviço tinha sido excelente. Procure saber antes o valor oficial da permissão e não pague a mais

      1. Muito Obrigado pelo alerta, Leonardo.
        Realmente teremos que ficar atentos e tomar muito cuidado para não termos surpresas negativas em nossa viagem ao Nepal. Parece que tem muito agente de viagens desonestos por lá.
        Fizemos contato com a embaixada do Brasil em Kathmandu e ela me desaconselhou a contratar o trekking com duas agências que eu estava negociando. O pessoal da embaixada também me indicou uma agência, mas ela não responde meus e-mails.
        Por acaso, você sabe o nome de alguma agência de trekking que você possa recomendar em Kathmandu? Nosso objetivo é fazer o trekking que vai até o Campo Base do Everest.

      2. Leonardo,

        Últimas perguntas:
        – Quanto você pagou pelo trekking ao Campo Base do Everest?
        – Você sabe dizer quanto o coreano pagou?

        Uma agência de lá, que nos foi indicada pelo pessoal da Embaixada do Brasil, está me cobrando em torno de USD 2.000, tendo como ponto de partida e chegada Kathmandu.

        Me ajudaria muito se você pudesse me enviar essas informações.

        Muito obrigado,

        Ari

        1. Desculpa, Ari. Eu não fiz Everest e o Coreano pagou 600 dolares mas foi no Annapumna. Para o everest é este preço mais ou menos e deve incluir tudo.

          1. Muito obrigado.
            Estou quase fechando o trekking com uma agência da Espanha, a NaturTrek.
            Ela nos apresentou, para nós, o melhor programa e um preço compatível com as demais.
            Forte abraço e boas aventuras.

    2. Oi Ari,

      Sobre as agências infelizmente não posso te ajudar. Espero que alguém nos comentários te dê uma luz.

      Em relação ao aeroporto de Lukla, eu não sei se você já leu algumas notícias por aí, mas é um dos mais perigosos do mundo. As cias aéreas que voam para lá são: Gorkha Airlines, Goma Air, Nepal Airlines, Simrik Airlines, Tara Air, Sita Air

      1. Muito obrigado, Luiza.
        Estou achando que talvez seja melhor já chegar a Kathamandu com tudo definido em vez de chegar lá e procurar uma agência e ter que discutir, definir e organizar tudo.
        Estou quase fechando o trekking com uma agência da Espanha, a NaturTrek. Ela nos apresentou o melhor programa e um preço compatível com as demais. Que tudo dê certo.
        Forte abraço e boas aventuras.

        Namastê.

        Read more: https://www.360meridianos.com/2012/07/dicas-viagem-nepal.html#ixzz4XBvEXJlU

      2. Muito obrigado, Luiza.
        Estou quase fechando o trekking com uma agência da Espanha, a NaturTrek.
        Ela nos apresentou o melhor programa: mais dias de caminhada, apenas decolagem de Lukla e um preço compatível com as demais.
        Forte abraço e boas aventuras.
        Namastê!

    3. eu super indico o meu querido guia!!! E todos que eu indico e vão com ele pra qualquer lugar entre India e Nepal adoram!
      Só pra vc ter ideia, eu chego na India, chamo ele e entrego minhas bagagens e minha vida pra ele com plena confiança! Ele faz o roteiro que eu quero, cuida de mim e de minha irmã, vamos sempre juntas, olha nossas bagagens, nos orienta em como nos vestir, nos portar, onde sentar, tudo! fico tranquilona com ele!
      O nome dele é Ajay e sua agencia é onde ele mora em Pokara
      91 73766 09596

        1. Por nada! e pode confiar! Diga que Estefânia e Manu, as irmãs BELEZA do Brasil indicaram ele! hihi
          ele adorou nosso joinha de BELEZA! (polegar indicando jóia, sabe?!)

          1. Estefânia,

            Estou quase fechando o trekking com a NaturTrek, uma agência de Pamplona, Espanha. Ela nos apresentou o melhor programa e um preço compátivel com as as demais.
            Obrigado, boas aventuras e….
            Namastê!

            Ari

          2. Olá pessoal,
            há tempos programo uma viagem para conhecer o Himalaia. Devo ir no final de 2018. Até já entrei em contato com o guia Ajay, sugerido acima, que já me respondeu prontamente e com várias dicas. Acho que vou contratar a agência dele mesmo! Abraços e obrigado pela dica.

      1. Ola Stefania, esse Ajay tem email ou site por acaso?
        Vou ficar 5 dias em Kathmandu em Agosto 2017. Gostaria de fazer algum trekking rapido ao redor de la.

        Obrigado

        Eduardo

  3. Ola

    Terei 5 dias no Nepal e 4 no Butao
    Qual a prioridade para visitar o Nepal
    Sera que vale a pena ou melhor sera que da tempo ir pra Phokara?
    Obrigada

    1. eu super indico o meu querido guia!!! E todos que eu indico e vão com ele pra qualquer lugar entre India e Nepal adoram!
      Só pra vc ter ideia, eu chego na India, chamo ele e entrego minhas bagagens e minha vida pra ele com plena confiança! Ele faz o roteiro que eu quero, cuida de mim e de minha irmã, vamos sempre juntas, olha nossas bagagens, nos orienta em como nos vestir, nos portar, onde sentar, tudo! fico tranquilona com ele!
      O nome dele é Ajay e sua agencia é onde ele mora em Pokara
      91 73766 09596

    2. Nepal vale a pena demais!!! Muito bom e muitos lugares e pequenas cidades para visitar, Pokara é outra energia, muitas aventuras e pular de paragliding com vista para os Picos do Himalaia é emocionante!
      Eu super indico o meu querido guia!!! E todos que eu indico e vão com ele pra qualquer lugar entre India e Nepal adoram!
      Só pra vc ter ideia, eu chego na India, chamo ele e entrego minhas bagagens e minha vida pra ele com plena confiança! Ele faz o roteiro que eu quero, cuida de mim e de minha irmã, vamos sempre juntas, olha nossas bagagens, nos orienta em como nos vestir, nos portar, onde sentar, tudo! fico tranquilona com ele!
      O nome dele é Ajay e sua agencia é onde ele mora em Pokara
      91 73766 09596

  4. Olá, pessoal !!! Muito se fala dos preços absurdos de voos do Brasil pra Katmandu, os preços variam de R$ 4.000,00 a R$ 7.000,00 reais …isso é uma realidade !!!
    Se vc possui milhas multiplus …eu indicaria voar do Brasil para (Paris, Londres ou Amsterdam (25.000 entre 30.000 milhas o trecho). passar uns dias curtindo a Europa e seguir viagem da Europa para Katmandu …a média de preço está na casa de R$ 2.000,00 já com taxas.
    As melhores opções para Katmandu saindo da Europa são de Paris, Londres e Amsterdam.
    Eu possuo milhas suficientes para Europa …no meu caso conseguiria chegar ao Nepal por R$ 2.000,00.
    Já a média de milhas Brasil X Bangkoc …. 60.000 mil milhas (trecho) ..já acho muito.
    Tb seria possível emitir pra Europa com outros programas de milhas…como Smiles entre outros.

    1. Eu tb passo pela Índia e Nepal janeiro e estou pesquisando tudo..segundo me falaram nada muda. Melhor lugar pra comprar no próprio Nepal, câmbio de aeroporto é roubada pelo preço, vendedores no meio da rua é roubada pelo golpe, é fácil achar casas de câmbio na Índia que vendam a RN mas é desvantajoso. Não tenho infos sobre aceitação da RI no Nepal e vice versa. Ab

      1. Acabei de voltar do Nepal-Índia há dois dias. No Nepal se aceita o dólar com a maior tranquilidade! eu usava um aplicativo de conversão de moeda e eles aceitavam a minha tx de câmbio. Pra vc ter uma idéia, eu só troquei USD 20,00 no aeroporto e passei os 3 dias com esse dinheiro e usando os dólares. Tb aceitam rupia indiana.
        è td muito barato no Nepal. Sisnceramente não curti muito pq fui pra fazer só Katmandu e a cidade está tda destruída pelo terremoto até hj. PArece um grande lixão com muitos escombros. Assim que chegamos o guia nos deu máscaras cirúrgicas para andar pela cidade por causa da poeira e cheiro de lixo.
        Mas pra quem vai escalar o história é outra!

  5. Pessoal, parabéns pelo site, simplesmente fantástico! Vou ao Nepal agora em dembro e queria saber onde trocaram dólar por rúpias nepalesas? Só no aeroporto ou conseguimos cambio melhor na cidade? E se sim, é seguro? Rúpias indianas são aceitas lá? Valeu gente

    1. Oi Marcos,

      Não sei te responder infelizmente, porque nós não trocamos dinheiro lá, sacamos do caixa eletrônico.

      Também não tentei usar rupias indianas, mas provavelmente não aceitam.

    2. Aceitam rupias indianas sim, pois vale mais que a rupias nepalesa e tem casas de cambio em toda Thamel e o cambio na Rua ou av. Chetrapatri , uma rua que dá Gurbar Square, tem pequenas casas de cambio onde a cotação é muito boa.

        1. Olá, Renata!

          Vi que você já esteve no Nepal estou precisando de ajuda.
          Eu e minha esposa vamos para o Nepal em abril/2017 para fazer o trekking até o Campo Base do Everest e precisamos de indicação de agências de turismo confiáveis em kathmandu. Já fiz contato com algumas mas não me pareceram confiáveis e a Embaixada do Brasil me recomendou uma que não responde meus e-mails. Além disso, se possível, gostaria de saber o nome de empresas aéreas que fazem o trecho Kathmandu/Lukla/Kathmandu.

          Sobre o câmbio de moedas, me parece que o melhor é levar dólares e trocar no aeroporto o suficiente para chegar até o hotel e depois trocar em uma casa de câmbio na cidade. É isso?

          Bom, Renata, agradeço toda e qualquer informação que você puder me enviar.

          Namastê!

          Ari

          1. Oi Ari!! vc pode usar o dólar em todos os lugares. Eles estavam fazendo 1 dólar para 100 rúpias nepalenses nesse final de semana!
            O aeorporto do Katmandu é um agrande M!!! meu vôo de volta pro Brasil atrasou 5 horas!! e tds os vôos que apareciam no painel do aeroporto estavam atrasado ou cancelados. As companhias áereas que lembro de ter visto avião no pátio nessas 5 horas foram: Fly Dubai (parceira da Emirates e a cia que fui até Dubai e depois peguei vôo da Emirates para o Brasil), Nepal Airlines, Skier e Qatar.

        1. Eu trocava sempre bem, muito bem mesmo, nem troquei no aeroporto porque sabia que lá se paga menos, mas na volta tive que trocar o que sobrou no aeroporto mesmo. Eu não sei o que é mais vantajoso hoje, mas deve ser dólar como sempre, eu fui em 2014, e no maravilhoso hotel em que fiquei eles faziam um cambio bem bom pra mim. boa sorte, adoro o Nepal, fiz amigos legais lá.

          1. Hotel Ganesh Himal, maravilhoso e fica numa travessa da Chetrapati. tenho vontade de voltar pra Katmandu só pra ficar nesse hotel. Fica a 5 min de caminha da Durbar Square. E no coração de Thamel, tem um PS 24 horas pertinho, falo isso pq fiquei doente e fui e fui super bem tratada e era ótimo o medico. Por causa da minha doença o dono do Ganesh Himal, que ficou nosso amigo fazia comida especial pra mim. Eles buscam no aeroporto se combinar, eles tb arrumam taxistas pra te levar pra Patan, Boudhanath e etc, e o taxi pra mim ficou sempre mais barato do que se eu pegasse na rua um taxi. O café da manhã era estupendo, e quando fui pagava a parte e valia a pena, tinha de tudo, pa~es, curry tibetano, quem come carne tinha ovos, linguiças, tinha sopa, geleia, queijo muito bom, croissants, torradas feitas na hora, croissant de chocolate, tigmo, frutas. Chá, café, sucos. A comida lá também era muito boa. O Mr Karma e o Mr Dorge os donos são irmãos e a família toda é maravilhosa, quando teve o terremoto no Nepal eu reuni amigos, juntamos 50 mil rupias nepalesas e mandamos pra ele, Mr Karma, e ele comprou material escolar pra crianças que estavam carentes e cimento para o monastério Kopan, que alias tem que visitar. Qdo fui paguei 25 dólares a diária para duas pessoas num quarto com vista para o maravilhoso jardim, pode parecer caro pra quem viaja pra India e Nepal, pois tz ache coisa mais barata, mas o custo beneficio é demais. Eles tem um serviço de guardar suas malas, caso faça curtas viagems, eu fui ptra Pokhara e deixei tudo ali, fui com uma mochilinha menos. O Ganesh Himal é lindo, as salas com pinturas budistas de estilo tibetano, o jardim é maravilhoso e agora construíram até uma estupa. Recomendo mesmo e da próxima vez fico lá de novo, mesmo se o preço subir. O wifi funciona, tem computadores pra quem não leva, e agora parece que o café da manhã está incluído. Ficar uma tarde curtindo o jardim e tomando cerveja ou chá vale muito.

      1. Olá Renata! belas dicas. Acabo de reservar o hotel recomendado para novembro, quando em companhia de um amigo estarei por lá. Se possível, gostaria de uma outra dica.
        Pretendo chegar até o Mosteiro de Tengboche (após Namche Bazaar). Você esteve por lá? Disponho de 7 dias para esse roteir, incluíndo viagem de ida e volta. Será que o tempo é suficiente? Desde já agradecido.

  6. Amigos, perdoem-me pois a pergunta me parece frequente, mas como se trata de uma situação que só se resolve com o tempo, gostaria de atualizações acerca da situação do Nepal pós terremoto neste momento (agosto 2016). Sugiro ao 360 uma pauta sobre o assunto é sobre as formas de se chegarem ao Nepal via Índia por terra. Melhor blog ever!

    1. Leonardo, como a gente tá longe eu não sei muito bem como está a situação atualmente, mas a última notícia que eu tive era que eles já reabriram os locais turísticos que estavam fechados por causa do terremoto. Eu tendo a acreditar que as coisas estão voltando a normalidade.

      Sobre cruzar a pé, nunca o fiz, mas perguntei a um amigo que já fez isso e ele me disse que foi en um trem desde Varanasi e que é super tranquilo, não há nem barreira na fronteira e se pode cruzar a pé.

      Abraços

        1. Leonardo,
          acabei de voltar de Katmandu. è muito triste a situação!! A cidade parece um grande lixão e cheia de escombros! A primeira coisa que o guia fez foi nos dar máscaras cirúrgicas por causa da poeira e do cheiro. Ele contou que o país tem dinheiro mas os governantes roubam td, inclusive o dinheiro doado por outros países. EUA e Europa pararam de mandar dinheiro e agora mandam seus próprio pessoal pra fazer as obras necessárias.

  7. Oi Gente! Visitei o Nepal ano passado para realizar um curso de meditação e aproveitei para passear um pouquinho também, claro… Fui a uma cerimônia de cremação em Kathmandu que recomendo muitíssimo! Não sou de ficar tirando foto de tudo e todos, especialmente em momentos como esse mas a experiência foi tão intensa e marcante. Fui andando do centro de Thamel até o local onde realizam a cremação dos corpos e depois voltei de lotação. Tive a oportunidade de acompanhar o ritual por completo de 2 pessoas e é algo muito diferente do que conhecemos, muito interessante presenciar como outras culturas lidam com a morte e o que esse momento da vida representa para diferentes povos. É gratuito para ter acesso mas se algum guardinha estiver lá irá te cobrar 10$, mostrei uma certa resistência em pagar pois aquilo não era uma “atração” turística e dei 5$ para ele. Não deixem de ir, é uma experiência para a vida!

  8. Olá, eu estou querendo fazer uma viagem para o Nepal. Pelo o que eu vi as passagens estão bem caras. Você conhece alguma estratégia pra baratear o preço? Como fazer a escala em algum lugar?

    Por quais sites eu posso comprar a passagem?

    1. Oi Jéssica,

      Infelizmente é mais caro mesmo. Você pode tentar a passagem para Índia e de lá ir para o Nepal num voo interno de low cost.

      Normalmente eu compro no site da própria companhia aérea, mas uso metabuscadores, como o Kayak (que tem uma caixa de pesquisa aqui na barra lateral) para fazer as pesquisas e comparações.

  9. olá! quero muito fazer um trajeto que inclua Nepal, Butão e Tibet.
    não tenho experiencia com viagens, pesquisei na internet e uma passagem pro Nepal
    com 1 escala esta em torno de 8500 reais ida e volta.
    é esse o preço?tem pais mais barato pra ir direto e ir para Nepal de onibus/trem?
    obrigada!!

    1. Oi Bruna,

      As passagens para o Nepal são meio caras mesmo. O que você pode tentar fazer é ir para a Índia e de lá pegar um voo low cost para o Nepal.

      Mas mesmo as passagens para a Índia são caras se você não achar uma promoção.

    2. Fui a Índia(Dheli) em fevereiro pela Emirates,paguei U$1.100 de lá tem muitas formas de ir ao Nepal,pela Air Índia ou outras no Skyscanner tem boas opções,detalhe se prepare o Nepal é “osso”só o bairro central(Tamel) de turismo tem condições minimas de recepção.Boa viagem

    3. Comprei lá e paguei 9 mil rupias pela Jet Airways que alias é ótima Cia aérea. E veja que num voo tão curto serviram uns salgadinhos, depois um um lance e ainda uma refeição, Teve até sorvete.
      Na volta paguei 11 mil rupias e voltei pra Índia pela Indigo que cobra tudo, até água, mas vc pode embarcar com agua tb.

      9 mil rupias davam, mais ou menos no ano passado 150 dólares
      Vc comprava 60 rupias com um dólar, nesta época no ano passado. Mas agora como a grana aqui vale nada, não sei o quanto estará lá.

      Mas a dica é chegar lá na Índia e tentar comprar pela internet, ou então já compra aqui, entra nos sites das cias aéreas aqui, procure no Google, e compra aqui com cartão de credito. Eu ia fazer isso, mas acabei não fazendo e no fim paguei mais caro do que tinha pesquisado qdo ainda estava no Brasil.

      1. Isso aí Renata,e de Katmandu pode ir ao Tibet,eu infelizmente não consegui era festa ano novo na China e o consulado estava em ferias(absurdo total falta de informação)para o Butão é muito mais simples e caro,desisti pois U$250,00 por dia por pessoa de estadia com tudo incluído,comida também.Boa viagem!

        1. Agora sao 350 por dia, conheci, em Katmandu, dois poloneses q foram. A passagem tb eh cara e eles ficaram com um guia o tempo todo. O cara soh nao dormia com eles. Mas as fotos q eles mandaram mostram q vale, o lugar eh maravilhoso mesmo. O hotel era top tb.

          1. Putz,com toda a vontade que tenho U$350,00 é muito,mas como diz um amigo,o preço você esquece,a viagem nunca!!!!

  10. Pessoal, estou planejando uma viagem para Índia em Outubro de 2015 e gostaria de incluir três a quatro dias no Nepal. O que sugerem? Os agentes locais têm sugerido ora ficar só em Katmandu, ora ficar algumas noites em Katmandu e outras em Nagarkot. O que seria mais melhor e/ou mais prático? Obrigado e no aguardo

    1. Oi Erico,

      Nagarkot não fica muito longe de Katmandu, então você pode só fazer um bate-volta para a vila. Pelo que já vi dos comentários na internet, o lugar é maravilhoso. Mas você terá bem poucos dias no Nepal.

      Então, acho que é uma decisão pessoal mesmo: não curte muito ficar trocando de hotel em pouco tempo: fica todos os dias em Katmandu visita a cidade e os templos e também faz daytrips para Bhaktapur, Patan e Nagarkot.

      Ou então fica uma noite em Katmandu e segue para Nagarkot, parando para conhecer Bhaktapur no caminho.

  11. Oi, Pessoal
    Estou fazendo Gip pela Aiesec aqui na Índia atualmente e pretendo ir para o Nepal e Butão, vocês saberiam qual a melhor forma de se locomover do Nepal para o Butão?
    Obrigada!!!

  12. vou ao nepal de 15 a 25 de fevereiro quero ir ao Tibet com minha esposa. Qual a melhor maneira,apenas uns 4 ou 5 dias vc pode indicar uma boa agencia em Katmandu? obrigado Flavio

  13. Oi Luiza, tudo bem?

    Primeiro, queria dizer que estou amando o blog de vocês, consulto TUDO por aqui, e me ajudou MUITO para entender os trâmites para solicitação de visto pra India rs

    Bom, agora em Dezembro estou indo para a India fazer um trabalho voluntário pela Aiesec, finalizando pretendo conhecer o Nepal.
    Pesquisei sobre o país e vi em alguns blogs eles falando sobre mulheres que foram assediadas pelos Nepaleses, principalmente por serem um “bom negócio”, já que (Segundo um desses blogs) uma pessoa com passaporte Nepalês enfrenta muita dificuldade de entrar em quase 95% dos países nos mundo. Gostaria de saber como foi a experiência de vocês, e se vocês enfrentaram algum problema desse tipo.
    Estou indo sozinha ao Nepal e realmente fiquei com receio. Conhece também algum lugar onde eu possa contratar uma guia (mulher) por lá?

    Abs!!
    Anna

    1. Oi Anna,

      Eu não estava sozinha no Nepal, mas mesmo assim não tive nenhum problema nesse sentido por lá. Foi até uma sensação de alívio, por ser um dos primeiros países que visitei depois da Índia, onde o assédio é bem forte.

      Não sei como foi com as outras meninas que já comentaram aqui e estiveram lá no Nepal. Vamos ver se alguém te dá um retorno!

      Não conheço nenhuma guia lá, infelizmente.

      Abraço

      1. Concordo com vc, muito menos assedio que na India e tb me aenti aliviada, e adorei os nepaleses, sao muito mais hospitaleiros e legais do que os indianos.

  14. Ola!
    Estou indo em março de 2015 mochilar entre India/Nepal/Tibet/Butão
    essas dicas de roteiro acima pelo Nepal seriam para qntos dias? creio que da pra ver e curtir bastante, ver o principal e fazer algumas aventuras!
    R$50,00 por dia em media, ne?

    1. Oi Estefânia,

      Acredito que em uma semana dá para ver bastante coisa no Nepal (Katmandu e as cidades reais e Pokhara), mas se você quiser fazer caminhadas, talvez seja necessário ficar mais tempo.

      Sim, acredito que 50 reais por dia é uma média suficiente.

      abraço

      1. Obrigada pelas informações e pergunto mais:
        ao Tibet vc foi? tbm quero passar por la!
        se tiver ido, da pra me informar algum valor, como foi e quantos dias?
        li que para ir ao Tibet, tem que ser com 1 agencia que faz o roteiro desde Nepal.

      2. LUIZA, desculpe me meter no papo, mas 50 reais por dia nao é suficiente. Um hotel razoavel, no Thamel custa no minimo 10 dolares por dia, pra comer 3 refeiçoes vc gasta no minimo mais uns 15 dolres e economizando. Se for a passeios, tipo Boudhanath, tem o taxi, a entrad, tudo pga pra entrar aqui,,, e por ai vai. Estou aqui, e vale dizer q é mais caro que a India.

        1. Ois, Renata!
          Entao vc ta por ai no Nepal?
          Pode me passar depois umas dicas?
          Preços das coisas e passeios pra fazer?
          Quero ficar no máximo 1 semana e dpois ir pro Tibet!
          Por la tbm no máximo 1 semana; ouvi dizer que temos que entrar no Tibet através de excursao com agencias que saem do Nepal, sabe sobre isso?
          Ta tao difícil informação sobre Nepal e Tibet pra montar 1 roteiro…

        2. Pro Butao só com agencia mesmo e cerca de 280 dolares por dia. Vc fica no hotel que eles escolhem e vai pra os restarantes que eles escolhem. Nesses 280 por dia esta tudo incluido e a passagem de Kathmandu pra lá tambem eh cara, conheci dois poloneses que foram anteontem e um deles disse que a passagem custa em torno de 300 libras esterlinas.
          Aqui um hotel razoavel custa 10 dolares mais taxas, de 10% mais 13% de VAT. Para comer um cafe da manha custa umas 4 dolares e as refeicoes 5 dolares no minimo. Para entrar em Durbar square 7.500 rupias que seriam quase 7 dolares e 50 e os outros passeios variam de500 rupias, em Patan, Boudanaht, 250, a Stupa no alto da monhaha 200 depois que vc sobe mais de 100 degraus, e tem que ir para esses lugares ou de tempa, um tipo de tuk tuk ou de taxi. Pra Boudanah paganos 450 na ida e 500 na volta de taxi, ubs 5 dolares. Tibeta nao sei nada, nao vou pra lah pq se vc quer v3r o Tibet basta ir pra Daramshala. Os chineses destruiram quase tudo. qq coisa me fala. abraços

          1. Então… Pro Butão eu já não sabia que tinha q ser com agencia… mas to pensando em ir la e ficar so 1 ou 2 dias por conta própria mesmo… so pra ver, hehe e Tibet é q sei da excursão, achei bem legal, tenho 1 mestre de la e acho q vale dar 1 passada tbm, já Nepal e India onde vou ficar mais tempo é que é preciso calcular melhor preços e roteiro, estou juntando as informações.
            Pretendo ficar a maioria do tempo em mosteiros e ashrans, então estou olhando permissões para tal.
            O que me falta saber por agora é questão de distancia, pois pretendo percorrer usando somente trem e ônibus.
            Sei que as distancias são grandes, mas rodei Bolívia,Chile e Peru longas distancias por entre 8 a 14 horas por noite! então acho q isso não me preocupa, assim como pagar tudo quanto é coisa pra olhar, fotografar e visitar, la tbm é assim e vale muito a pena, é barato… estou indo justamente pra ver, andar, caminhar, mochilar de verdade como sempre faço, ficar em lugares inusitados, viver a vida do povo, não sou exatamente 1 turista… mais penso mesmo é so na questão de sermos 2 mulheres sozinhas andando pela India, o terror dos estupros como ficam me dizendo!

        3. Oi Renata,

          Olha, minha experiência no Nepal foi bem diferente da sua.

          Eu paguei 6 dólares na diária do meu hotel, com café da manhã incluído. Também não gastei esses valores citados para comida.

          Enfim, é mais caro do que a Índia, mas é possível sim fazer uma viagem econômica tranquilamente.

          abs

          1. Qdo vc foi para o Nepal? Pois a inflaçao agora é uma realidade, no Nepal e na India. Guest House a 6 dolares, só com banheiro compartilhado. 6 dolares sao hoje quase 600 rupias nepalesas apenas. Pra ter ideia a cerveja Everest custa entre 280 e 300 rupias nepalesas, a Gorka tb. Uma thali nepales, o pf deles tá custando 200 rupias nepalesas.Entrada pra Boudhanath e Patna e etc, entre 500 e 200 rupias nepalesas. Na india va ainda consegue guest house, bem sujinhas, com banheiro compartilhado a 150 ou 200 rupias indianas. Esta é a terceira vez que venhopra India e o que eu percebi é que nosso dinheiro desvalorizou muito e que a India teve um pequeno aumento de preços. Em 2012 eu comifa, por 70, 80 rupias, uma refeicao com bebida, agora noa dá mais pra comer por m,enos de 150.

    2. Olá Estefania,

      Estarei na India nos próximos meses, e pretendo ir para o Nepal +- no dia 16 de Março. Você sabe quais as datas da sua viagem?
      Estou tentando encontrar alguém ou um grupo para viajar juntos! Pois não gostaria de ir sozinha…

      Qualquer coisa, segue o meu contato: 11 9-5280-0571

      Abs!!
      Anna

  15. Tambem achei as passagens aereas carissimas, mas 55 reais até que está barato pois vi por 400 dolares.
    Eu pretendia ir de Pune pra Katmandu, mas nao sei mais o que farei.
    Será que de Varanasi fica mais barato?

    1. Oi Renata,

      Talvez fique mais barato. Você pode tentar ficar de olho em alguma promoção de passagem aérea. Eu consegui comprar Nova Delhi – Katmandu por 60 dólares.

      1. Nao existe mais esse tipo de passagem Luiza, a mais barata, por incrivel q pareçe é de Mumbai pra Katmandu a 100 dolares mas vc tem que passar anoite em Delhi, escala, um absurdo,m 21 horas de viagem. De Delhi para KKat está em torno de 200 dolares e só a ida. Nao existe low cost na India.
        grata pela atencao.

          1. Entrei no site agora e o preço esta 8.300 rupias. Por causa das txas que as vezes sao mais altas que passagens. Eu vou pegar em Mumbai pois eh o mesmo preço e estou perto de Mumbai. E ir de onde estou pra Delhi de trem demora mais do que pra Mumbai, que sao 4 horas. Eu encontrei um grande problema aqui pra comprar qq coisa, inclusive passagens pela internet. Vc precis ter um celular com chip indiano senao nao compra nada! Nos compramos o chip, mas no fim uma pessoa comprou as passagens pra nos pq nao tinhamos celular. SEM CELULAR VC NAO FAZ NADA AQUI 🙂 grata pela ajuda carinhosa.

  16. Olá!!
    Estou indo para India no dia 14 de outubro 2014 e vou ficar 15 dias por lá.
    Meu roteiro ficou:
    Delhi = 03 dias;
    Delhi – Agra – Jaipur = 03 dias;
    Jaipur – Varanasi = 03 dias;

    Ainda me sobrou 06 dias e gostaria muuuuito de ir para Nepal. Mas as passagens de avião estão caríssimas (R$ 550,00 para mais), você teria alguma sugestão?

    Ir de Varanasi para Lumbini ou alguma cidade em Nepal de fácil acesso e que eu consiga um trem noturno.. Não compensa eu ficar 02 dias em trânsito para chegar em Nepal.

    Meu objetivo é ir para o Chitwan e Kathmandu.

    Muitoo obrigada!! Eu comprei o livro de vocês da India e adorei!!

    Abraços, Jessica.

    1. Oi Jéssica,

      Você pode pegar um trem de Varanasi até Gorakhpur (Chaurichaura Express – cerca de 7 horas) e depois um ônibus até Sunauli, que é a fronteira com o Nepal. De Sounali. Cruze a fronteira e pegue no lado nepalês um ônibus até Katmandu (cerca de 8 horas de viagem).

      Enfim, é uma longa jornada e, se você quer a minha sincera opinião, não vale a pena! Aproveite que você está na Índia e use esses 6 dias para conhecer algumas pérolas do Himalaia indiano, como Rishkesh, McLeodGanj ou a Caxemira. Tem mais informações aqui no blog e no nosso ebook sobre esses lugares.

      Rishikesh e McLeod são os meus lugares favoritos na Índia e eu recomendo muito a visita!

      bjs

      1. Olá Luiza,

        Fui para o Nepal em março do ano 2000. Peguei um trem em New Delhi até Gorakhpur (saímos 14:00h e chegamos ao amanhecer). Em Gorakhpur contratamos um jipe Mahindra que nos levou até Sonauli que fica na fronteira com o Nepal. Mostramos os vistos que tiramos em uma agência de viagens em Delhi e pegamos um Tatabus no lado nepalês até Kathmandu. Saímos no final da tarde e chegamos umas 4:00h da madrugada em Kathmandu. Essa foi uma das piores viagens de ônibus que fiz na vida! Sentamos sobre o eixo traseiro do Tatabus (são 2 assentos do lado esquerdo e 3 do lado direito, todos com bancos em 90° com 5cm de espuma) e para ajudar ainda colocam banquinhos de plástico no corredor para acomodar mais passageiros. O trajeto é de uns 200km, mas repleto de curvas e precipícios. Durante o tempo diurno avistei dezenas de carcaças de carros e ônibus que caíram pelos precipícios.
        Chegamos moídos em Kathmandu e o hotel só tinha água gelada no chuveiro. Encarei assim mesmo e depois hibernei no saco de dormir até o meio-dia.
        É muito sofrimento, gasto de tempo e risco de vida para se chegar a Kathmandu. Recomendo ir de avião com certeza.

        Abç

        Fabio

        1. Obrigada por expressar tão claramente isso Fábio. As vezes acho que não consigo dizer para as pessoas o quanto é perigoso e desagradável fazer esse trajeto por terra!

  17. Olá, tudo bom?

    Estou com viagem marcada para a Índia (mais precisamente um mochilão) e queria muito passar uns diazinhos no Nepal, no caso, conhecer Kathmandu e algum outro lugar, de preferência Pokhara. Ainda que seja um mochilão, vai ser bem curto (chego em Delhi no dia 7/02 e saio de lá no dia 27). Para poupar tempo, pensei em fazer a rota Índia – Nepal/ Nepal – Índia de avião e por lá seria de ônibus mesmo. É tranquilo viajar de bus por lá, mesmo em fevereiro (pensei por causa de neve, etc)? Quantos dias são necessários para se conhecer Kathmandu e Pokhara, considerando o tempo de deslocamento, etc?

    Obrigada!!

    Adoro o blog de vocês e estou tirando quase todas as dicas daqui e do e-book da Índia! =)

    Abraços,
    Lóren

    1. Oi Lóren,

      É possível viajar lá de ônibus, foi o que fizemos. A recomendação, porém, é que você faça esses trajetos durante o dia, porque é mais seguro – por conta das estradas.

      Acredito que no mínimo dois dias em Pokhara e três em Katmandu para conhecer as coisas principais com calma.

      Abraços

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.