Entrevista do visto americano: dicas práticas

“Vejo que você já viajou bastante. Qual sua profissão?” A minha resposta deixou o norte-americano curioso. “Sou jornalista”, respondi. Na época eu trabalhava na Editora Abril, em São Paulo, e meu salário certamente não era proporcional ao número de carimbos que eu tinha no passaporte. Observando o documento atentamente, ele disse: “então você usa todo o seu dinheiro para viajar, hein!”

Esse foi um dos diálogos que tive durante minha entrevista do visto americano, em 2013.  Já te contamos aqui no blog o passo a passo para solicitar o visto. Mesmo depois de superar o complicado processo de preencher todos os formulários exigidos pelo Tio Sam, outra coisa costuma dar um ataque de nervos em quem planeja passar as férias na Disney: o que diabos eu vou responder durante a entrevista do visto? Quais serão as perguntas? Enfim, como ser aprovado na sabatina.

Atenção: Não é uma boa ideia viajar para os Estados Unidos sem um seguro de saúde internacional, já que os custos hospitalares lá são altíssimos. Leia aqui como achar um seguro com bom custo/benefício.

Antes da entrevista do visto americano

Acredite, se você já está com a entrevista marcada, então você passou pela parte mais chata do processo. Portanto, antes de ir ao consulado na data escolhida, lembre-se do básico: fique calmo. O turismo é uma tremenda indústria e os brasileiros, tão consumistas, estão entre os turistas mais desejados por qualquer país. Não é diferente nos Estados Unidos – eles querem que você vá a Nova York (ou qualquer cidade do país) e gaste seus precisos dólares lá.

A entrevista do visto americano só tem o objetivo de garantir que você quer ir aos Estados Unidos para passar as férias, e não para virar um imigrante ilegal ou para exercer qualquer atividade que afete negativamente o país. Se esse não for o seu caso, pode ficar tranquilo. Você só tem que mostrar ao funcionário do Obama que suas intenções são legítimas. E para te acalmar ainda mais, um número: o índice de aprovação do visto gira em torno de 96%.

Vista Skyline Nova York

Quais documentos devo levar para a entrevista?

Para não virar estatística negativa, esteja preparado. Os documentos obrigatórios são:

– Passaporte válido e com no mínimo seis meses de validade

– Página de confirmação do DS-160 (aquele formulário enorme que você preencheu para pedir o visto)

– Passaporte com visto antigo  (se for o caso)

Além disso, vale levar toda documentação que possa ser útil para você comprovar algum fato durante a entrevista (tipo seu salário) e os seus laços com o Brasil. Alguns exemplos:

 – Extrato bancário dos últimos três meses

 – Comprovantes de renda (seu ou de quem vai pagar sua viagem, com uma carta que prove isso)

 – Carta da empresa em que você trabalha, Carteira de Trabalho,  crachá de funcionário (se for o seu caso)

– Provas de que você tem posses no Brasil (documento do carro, contrato da casa onde você mora)

– Provas de que você pretende voltar ao Brasil (matrícula numa escola ou faculdade, por exemplo)

Repito: esses documentos não são obrigatórios e essa não é uma lista definitiva. A ideia é que você tenha como provar que vai só fazer turismo nos Estados Unidos. Se você for autônomo, por exemplo, não terá como levar os comprovantes  de uma empresa. Nesse caso, reforce seus comprovantes de renda e leve seus contratos, documentos da sua empresa e coisas do tipo.

Leve todos os documentos organizados numa pastinha e saiba como encontrar algum deles rapidamente, caso necessário. É muito provável que você não tenha que mostrar nada durante a entrevista – eu não mostrei – mas ter essa papelada com você vai te dar segurança.

Além dos itens que você deve levar, lembre-se do que você não pode levar: mochilas, aparelhos eletrônicos (sim, isso inclui celular) e objetos cortantes não entram. Portanto, deixe tudo isso em casa, ou então você terá que pagar para guardar esses itens no comércio ao redor do Consulado. E os preços são abusivos.

Por do sol em Nova York - Skyline

Quais perguntas serão feitas?

 Isso depende do seu entrevistador e, claro, do seu estilo de vida. Mas dá para prever algumas perguntas:

– Quando você pretende viajar?

– Quais lugares pretende visitar nos Estados Unidos?

– Quantos dias pretende ficar?

– Você já esteve no exterior?

– Você tem algum parente ou conhece alguém nos Estados Unidos?

– Qual sua profissão?

– Quanto você ganha?

– Como vai pagar a viagem?

Normalmente as entrevistas são em português, então não se preocupe se seu inglês não for bom. E tudo é muito rápido – você vai ficar menos de cinco minutos na entrevista. Use bem esse tempo e não se esqueça da sua tarefa – mostrar ao entrevistador que seus interesses nos Estados Unidos são corretos.

Entrevista do visto americano

Entrevista do visto americano: o comportamento aceitável

Depois de aguardar um tempo na fila, você será direcionado para a entrevista. Fique calmo e tente ignorar toda aquela espera chata. E a regra principal é muito simples: Não minta. Nunca. Se você mentir ou cair em contradição, é muito provável que seu visto seja negado. Esse é, inclusive, o objetivo da entrevista – verificar se o que você declarou no formulário é verdade. Então funciona assim:

Se ele te perguntar quais lugares você quer conhecer, seja direto e diga a verdade. Se você pretende ir à Disney, essa é sua resposta. Se sua parada for Nova York, fale isso. Se um parente estiver pagando por sua viagem, deixe isso claro (nesse caso, não se esqueça de ter uma carta com a declaração dessa pessoa, dizendo que vai arcar com seus custos).

Além de não mentir, tome cuidado para não cair em contradição com o que você mesmo disse no formulário. Eu cometi esse erro. No formulário DS-160 eu disse que minha irmã estava morando temporariamente nos Estados Unidos, mas na hora da entrevista eu me esqueci completamente que ela estava lá. Tipo, esqueci mesmo. Ela já estava com a volta marcada, então esse fato sumiu da minha cabeça. Então o entrevistador falou o nome dela e me perguntou quem era. Eu tremi e achei que teria o visto negado por uma tremenda burrice, mas resolvi adotar o caminho correto: dizer a verdade.

“Ela é minha irmã. Desculpa, me esqueci que ela ainda está lá, afinal já está voltando para o Brasil”.

E eu consegui o visto, o que mais uma vez prova a necessidade de falar a verdade, principalmente se você responder alguma coisa errada durante a entrevista.

Além de tudo isso, seja natural. Esteja bem vestido, seja educado, simpático, mas não passe dos limites. E lembra daquele monte de papel que você preparou? Só mostre se o entrevistador pedir. Caso contrário, mantenha toda a papelada dentro do envelope.

Onde ficar em Orlando - International Drive

Meu visto foi recusado. E agora?

Se você for parte dos 4% e tiver seu visto recusado, bem, acontece. Lembre-se que eles nem precisam te dizer o motivo para terem recusado seu visto, portanto mantenha a calma e tente entender o que você fez de errado. Você pode começar todo o processo de novo e tentar novamente o visto até mesmo na semana seguinte. Será preciso pagar a taxa outra vez, claro.

Mas, antes de tentar o visto de novo, faça uma análise e veja qual foi o erro que você cometeu. Faltaram documentos? Você não tem comprovação de renda? Caiu em contradição durante a entrevista? Mentiu? Descubra e resolva o problema. Se tudo persistir em dar errado, bem, a Europa é logo ali. E os países europeus não exigem visto de brasileiros, assim como vários países da América do Sul, da África e da Ásia. Veja a lista completa desses países aqui.

Meu visto americano foi aceito. E agora?

Parabéns! Seu passaporte ficará uns dias com o Consulado. Depois disso, será devolvido para o endereço que você indicou ou ficará disponível no CASV (você escolhe isso durante o processo de solicitação do visto). Se você tiver que buscá-lo, lembre-se que a proibição de entrada de mochilas e eletrônicos permanece.

No mais, faça suas malas. Não deixe de ler tudo que já publicamos sobre os Estados Unidos para planejar os detalhes da sua viagem.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

667 comentários sobre o texto “Entrevista do visto americano: dicas práticas

  1. Boa tarde! Com um salário menor que 2000 reais, devo colocar meu pai ou minha mãe como pessoas q estão pelo menos me ajudando na passagem? Trabalho ha 5 anos e estou matriculada na faculdade

    1. Oi, Talita. Acho que você deve colocar a realidade. Se eles estão ajudando, coloque isso. Se não estiverem e você tiver poucos gastos, explique isso. 🙂

      Abraço.

  2. Olá tudo bem?? Eu tenho uma pergunta a fazer, solicitei o visto de turismo em novembro de 2018 naquela época eu apenas trabalhava e meu visto acabou sendo recusado, acredito que isso tenha acontecido porque eu não possuo vínculos suficientes aqui no Brasil, tenho 20 anos e agora estou na faculdade e também realizando um estágio na área, não possuo condições de bancar os gastos, então minha tia iria custear com todos gastos da viagem, tenho um amigo americano e gostaria e ir visita-lo, gostaria de saber se caso eu mencionar essa pessoa na minha ds-160 e na entrevista as chances de ser negado novamente aumentam e se eu não comentar sobre essa pessoa as chances de ser aprovado aumentam pelo fato de eu estar na faculdade e estar estagiando? Espero ansiosamente por retorno, estou perdida. Grata!!!

  3. Olá, tenho uma dúvida em o que falar na entrevista do consulado americano quando me perguntarem sobre minha profissão. Estou aposentada por invalidez, no questionário respondi aposentada. No dia da entrevista devo falar que é por invalidez. Será que eles vão questionar? Era farmacêutica e fiquei recebendo auxílio doença por 4 anos até que no ano passado em setembro o INSS concedeu aposentadoria , e meu problema é depressão e ansiedade . No questionário respondi que não tenho nenhum problema psicológico . Por favor me ajude, estou meio perdida rs

  4. Ola Rafael, eu convidei o namorado da minha filha para nossa viagem que será em agosto 2019, me coloquei como custeadora da viagem, o que acredito que foi erro, pois foi negado o visto…Como estamos em maio/2019 e a viagem para agosto queria tentar mais uma vez. Vc acha que se alterar as informações de quem vai custear a viagem dele será os pais, já que ele é um universitario de 19 anos e faz estagio remunerado, e me tirar como a custeadora vai pegar mal, tipo acharem que mentimos, mas na verdade eu custearia mesmo, pois meu filho desistiu de ir, então vou aproveitar a hospedagem do meu filho, ingressos dos parques, enfim, não era uma mentira, porém podemos fazer uma nova tentativa com todas as informaçoes repetidas alterando somente quem vai custear…o que vc acha?

    1. Oi, Kelly. Poder pode sim, a questão é entender por que eles negaram. Será que foi por isso mesmo, questão de custos? Se for, vale a tentativa.

      Boa sorte pra vocês!

  5. Olá Rafael, como vai? A minha dúvida é: não tenho previsão de viajar nos próximos meses aos USA como justificar um pedido de visto até mesmo no preenchimento da DS160? Há algum problema para isso? Obrigado

  6. Oi Rafael, boa noite! Uma dúvida, quando preenchemos o formulário colocamos que viajaríamos dia 20 de junho e que visitaríamos são Francisco, no decorrer dos planos resolvemos comprar as passagens já que precisamos estar lá para o casamento da minha cunha que é permanent resident. Enfim, compramos as passagens de ida para o dia 17/06 e volta 3/07, e tb mudamos a trajetória, não iremos mais pra São Francisco. Como devemos proceder caso o entrevistador nos questione sobre a data de viagem? Falo que compramos a passagem? E mudamos a data? Muito obrigada.

  7. Bom dia
    Eu sou autônomo, não tenho muitos documentos para comprovar renda, e eu ja viajei 4 vezes para outros países.
    será que ja ter viajado pra fora 4 vezes ajudaria a passar na entrevista?
    Obrigado

  8. Será que você poderia me ajudar com algumas dúvidas que surgiram durante o preenchimento do formulário?
    – Em “Where was the Passport/Travel Document Issued?” se pergunta a cidade de emissão do passaporte, mas no meu passaporte não há essa informação. É identificado apenas como “SR/DPF/PA” que é o departamento da polícia federal que emitiu o visto. Esse em específico fica em Belém-Pará, mas não consta essa informação da cidade no visto. Vi que a informação sobre a cidade é obrigatória, e fiquei em dúvida se coloco Belém, ou se ponho como está no visto “SR/DPF/PA” que não é bem o nome da cidade mas a identificação da unidade emissora.
    – sou servidora pública, trabalho no Ministério Público do Estado, no campo ocupação eu selecionei governo, achei que fosse o mais próximo de servidor público, mas estou em dúvida se isto estaria correto. Ou Deveria marcar a opção “OUTROS”
    – vi no passo a passo de um site que são umas três telas sobre work/education information (sendo que a segunda só aparece para pessoas do sexo masculino). Só apareceu uma para mim.
    Será que mudou? Não apareceu a tela em que se pergunta sobre os idiomas que a pessoa fala e se ela viajou para outros países nos últimos 5 anos.
    Grata pela atenção.

    1. Oi, Rosiane. Vamos lá:
      -Eu colocaria Belém-PA. Até porque a sigla já indica PA.
      -Acho que você fez certo.
      -As telas mudam mesmo e às vezes não são iguais, dependendo da pessoa. E sempre tem a chance de algo no processo ter sido alterado.

    2. Rosiane,

      – Responda o nome da cidade mesmo, Belém
      – Não há uma resposta correta para esses casos, as pessoas devem colocar o que mais se aproxima, se você acha que “outros”, funciona melhor para o que você faz, coloque isso e, se for necessário, explique.
      – AS telas mudam de acordo com as respostas e perfil da pessoa que está preenchendo. Responda ao que aparecer para você.

      Abraços e boa sorte!

  9. Bom dia. Excelentes dicas. Parabéns. Peço desculpas antecipadas pelo tamanho do texto, mas preciso contextualizar para que você possa ter uma visão geral da situação e possa nos dar algumas dicas para sanar nossas principais dúvidas. Li todos os posts mas não consegui identificar nada específico com relação ao que necessitamos. Eu e minha mulher somos aposentados, temos imóveis, carros e renda compatíveis. Já viajamos pelo mundo todo e várias vezes para os Estados Unidos. Entretanto nossos vistos venceram e não fizemos a renovação dentro de um ano e teremos que fazer a entrevista novamente. Não temos preocupação com nosso visto, mas com o de nossa filha que também deve renovar o seu visto. Ela já fez intercâmbio de 1 ano no Canadá e já foi várias vezes aos Estados Unidos, porém a sua situação atual é diferente. Ela é advogada formada, estuda para concurso público (cursinho), mora conosco e não tem emprego (nem renda), apenas mesada. É bancada integralmente por nós. Por isso, existe uma grande possibilidade do visto ser negado, por falta de vínculo. Estamos com viagem marcada para Washington em maio (passagens já compradas), porém ela não viajará conosco, pois irá somente em dezembro. Ela não tem a menor intenção de permanecer nos Estados Unidos, isso posso garantir. Minha cunhada é cidadã americana e casada com americano, mora nos Estados Unidos há mais de 25 anos, tem empego fixo em uma Universidade de americana, tem patrimônio lá, etc.. Seguem as dúvidas: como minha filha nunca procurou emprego, nem tem essa intenção, ela não é oficialmente “Desempregada”. Por outro lado, não pode ser considerada “Estudante”. Se a opção for “Advogada”, não terá como preencher os dados de onde trabalha e não terá renda a declarar. Existe a opção “Outros”, mas não sei o que significa perante o Consulado Americano. No espaço para esclarecimentos, ela pode colocar “Advogada estudando para concurso público”, o que é verdade, mas aí teríamos que escolher uma opção. Qual a melhor opção, nesse caso? Outro ponto que temos dúvida: seria importante, ou até necessário, que a tia enviasse Carta Convite, convidando-a a ficar hospedada na casa dela no Natal e Reveillon (época que ela pretende ir para os Estado Unidos e ficar na casa da tia e em Nova York)? Devemos fazer a entrevista como família, existe alguma outra recomendação importante que você poderia fazer para nós todos? Agradeço pela atenção. JHDINIZ

    1. Oi, José. Me parece que você tá bastante por dentro da situação. Sim, existe um risco pela questão financeira, mas o fato de ela já ter tido um visto, de já ter visitado o país e viajado para outros destinos, tudo isso ajuda muito.

      Sobre o que preencher, eu colocaria exatamente a realidade: advogada, formada, estudando para concurso.

      Boa sorte para vocês. 🙂

  10. Olá Rafael! Tudo bem? Tenho algumas dúvidas, no meu caso, sou ,MEI há 2 anos e trabalho num salão de beleza há 7 anos,porém não sou registrado, como devo me posicionar em relação à isso, caso necessite de uma comprovação? Já que pretendo colocar o endereço deste local de trabalho… E mais estou estudando e me formo no final desse ano 2019, seria melhor eu colocar que vou viajar em Outubro, por exemplo, ou no ano que vem? Obrigado.

    1. Oi, Paulo. Coloca o que for verdade, se você é MEI, coloca isso, com o endereço de trabalho de lá. Leva a documentação do MEI.

      Se você não tem viagem prevista ainda, coloca a data que imagina que vai viajar. 🙂

  11. Boa Noite, gostaria de tirar uma dúvida! Sou noiva, vou casar em Abril do ano que vem (2020), e pretendemos ir para os Estados Unidos no mês de Maio de 2020 a Turismo. Mas estou com muitas dúvidas sobre o visto. Meu noivo trabalha, tem uma boa renda, é formado e tem imóvel no nome dele, acredito que ele não teria problemas pra conseguir o visto. Porém, quanto a mim, só estou fazendo faculdade no momento. Daí surgiu a ideia de eu tentar tirar o visto familiar com o meu pai, como se eu fosse viajar com ele, pois ele é militar e tem uma renda alta. Será que com o meu pai eu consigo tirar esse visto de boa? E se eu quiser incluir o meu noivo pra fazermos todos a entrevista juntos, é possível? Seria melhor meu noivo tirar sozinho, ou os 3 juntos?

    Espero muito sua resposta. Obrigada

    1. Oi, Karina. Eu tendo a achar que o melhor é não mentir, pelo risco de cair em contradição. Mas é uma escolha sua. 🙂 O importante é você comprovar duas coisas: que tem condições financeiras de arcar com a viagem, nem que seja com o financiamento de outra pessoa, e que vai voltar ao Brasil depois da viagem.

      Sobre a entrevista familiar, é bom lembrar que cada pessoa continua tendo seus documentos analisados de forma individual. Tentei descobrir se seu noivo pode fazer a entrevista junto, mesmo vocês ainda não sendo casados, e não descobri. O melhor, nesse caso, é entrar em contato com o próprio consulado.

      Abraço e boa sorte!

  12. Olá a alguns anos eu, meu esposo e filho tivemos visto negado 2x.. acredito que seja porque na epoca eu nao trabalhava.. mais agora sou MEI (microEmopreendedora) eu tbm faço faculdade estou prestes a me formar.. Estamos querendo tentar novamente tirar o visto para levar nosso filho a Disney.. Mais a apreensão por ja ter tido visto negado ainda me assusta porque sabemos o quanto é frustante ter nosso sonho destruído. Agora que nossa situação financeira melhorou e eu ja trabalho e posso arcar com os custos junto a meu marido será que a chance de ser aprovado é boa ? Obrigada aguardo resposta🌝

    1. Se a situação mudou, há chances sim, Livia. Ajuda ainda mais se vocês já tiverem ido a outro país nesse meio tempo. Mas não tem como garantir nada, não. Tem que tentar.

      Abraço.

  13. Rafael, boa noite!
    Pretendo ir a Disney com o namorado e o filho de 4 anos, porém, a minha renda é baixa de R$1.192,00. Sou formada em rh e de bem só tenho um carro no meu nome.
    Para tirar o visto, é melhor eu arriscar pela minha renda, ou, colocar meu pai como quem irá custear a viagem? Meu pai é empresário, e trabalho para ele, como a renda dele é maior, pensei que seria mais fácil, o que me aconselha?

  14. Olá, sou casada e pretendo tirar o visto. Vou viajar sozinha mas meu esposo que vai pagar a viagem. Tenho carteira assinada, imóvel quitado e meu esposo é funcionário público. Vc acha que o visto pode ser negado se eu for tirar sozinha.

  15. Consegui o visto essa semana para mim e meu filho, só que minha filha agora resolveu que quer ir também ( Orlando), ela faz faculdade Federal, já trabalha mas o salário é baixo e a viagem será bancada por mim mas ela não quer ir na entrevista só, sera que eu posso acompanha-la na entrevista já que eu que irei bancar a viagem?

    1. Se ela é maior de idade, Rozangela, não é possível, infelizmente. 🙁

      Mas a situação dela não é incomum, com pais pagando. É só levar toda documentação.

  16. Boa tarde, estou preenchendo o DS160 e estou em duvida se coloco que meu padrasto mora nos EUA. Minha mãe já tem visto e ela vai 2 vezes no ano e esse ano ela quer que eu e meu irmão vá junto. Ela é meu padrasto que vão custear a passagem, tenho que levar alguma coisa comprovando? A melhor opção seria eu e meu irmão irmos juntos ou um de cada vez

  17. Ola Bom dia tudo bem? Meu nome é Carolina.
    Relatar a minha história!
    Já fui diversas vezes para os EUA, meu ultimo visto venceu em meados de 2016, e fui renovar agora e tive meu visto negado, acredito eu, por conta do meu irmão que mora lá, foi como estudante e está nesse momento requerendo o visto O3 como acompanhante da esposa! O funcionário que me atendeu, disse entender que eu faria igual ao meu irmão, sendo que tenho emprego fixo, imoveis carro, dois filhos matriculados em escolas para o ano que vem, tenho dupla cidadania, brasileira e portuguesa mas sempre fui ao estados unidos com meu visto, esse seria o.quarto visto…levei todos os documentos e nenhum foi solicitado, nem tive a oportunidade de falar…estou com.viagem programada para dezembro, para passar natal e ano novo com a minha familia, vão na viagem meus dois filhos, minha mae e meus tios, todos com vistos, inclusive meus filhos mas o meu negado…você acha que devo tentar novamemte? Estou sinceramente atordoada, nunca me aconteceu isso…já viajei umas 15 vezes para orlando

  18. Ola meu irmão esta com pobremas muito grave de saúde la em EUA e o médico mandou para minha mãe eu carta pedido a presença dela la , eu e minha mãe vamos tenta o visto minha mãe tem como prova os viculos com Brasil mais eu so tenho um filho meno e não trabalho sou do la,e um amigo americano de meu irmão vai custear nossa viagem quais os documentos necessário vou precisa da pessoa que vai custear a viajem. desde ja agradeço

  19. Obrigada pelas dicas. Uma dúvida: eu posso acompanhar meu sobrinho de 14 anos na entrevista? Pretendo levar ele comigo, marido e filha para a Disney em outubro, nos já temos o visto, mas ele não. Obrigada

  20. Olá Rafael
    Adorei seu post.
    Estou com uma dúvida tremenda que pode ser crucial para conseguir meu visto. Tenho uma irmã que daqui uns dias ficará ilegal. Devo omitir que tenho patente no EUA na ds160?
    Se eu não colocar eles ainda assim saberão que menti? Não sei o que fazer. Não queria ter o visto negado.

    1. Oi, Sté. Olha, não tenho como garantir que eles não vão descobrir. Eu tinha uma irmã lá e não sabia se ela estava ilegal ou não. Preferi falar e consegui o visto, mas eram outros tempos, no governo Obama, e eu ter ido a outros países antes certamente ajudou.

      Meu conselho, de forma geral, é sempre pra não mentir.

      Abraço e boa sorte.

  21. Ola

    Adorei as dicas do post

    tenho uma duvida? Eu e meu marido iremos para Disney e vamos tirar o passaporte

    Eu tenho emprego registrado e ele, autonomo.

    devemos marcar a entrevista juntos? as chances de aprovacao serao maiores
    ?

    1. Não sei dizer se isso altera as chances, mas em geral fica mais barato né? Vocês irem juntos ao consulado e tal.

      Eu optaria pela marcação em conjunto sim.

  22. Estou grávida de 4 meses e vou marcar de tirar o visto americano. Se eles perguntarem se tenho filhos devo falar da gravidez? Estar grávida atrapalha a conseguir ?

    1. Não sei dizer se atrapalha, Sthefanie. Mas meu conselho é que você não minta, até porque eles podem perceber a gravidez, né. Melhor apostar na verdade.

      Abraço.

  23. Olá, ano passado tive meu visto negado!
    Planejamos tantas coisas, tínhamos certeza da aprovação….e não deu certo!
    Eu, marido, e nosso casal de filhos.
    Destino – DISNEY
    Eu com 20 anos de carteira assinada, marido com 10.
    Imposto de Renda
    Doc do Carro
    Contrato da nossa casa
    Holerites
    Carta de matrícula da escola das crianças
    Carta das empresas
    Extratos bancários
    E nenhum documento foi solicitado.
    NÃO MENTIMOS EM NADA!
    TÍNHAMOS TUDO PARA COMPROVAR.
    E as perguntas????? Adivinhem!!!!!
    Para onde vão?
    O que vc faz? (Para o marido, depois pra mim).
    digita, digita, digita
    INFELIZMENTE SEU VISTO FOI NEGADO! (falta de vínculos)

    Assim, sem dó, destruindo o sonho de uma família inteira.

    Gastamos quase R$ 5000,00 entre documentação/aéreo/hotel. E o que eles fazem…O QUE QUEREM!

    Não fosse pela Disney de Orlando (que é a maior de todas) eu realmente desistiria de entrar nesse País.

    Agora fomos pra Paris e Londres, e vamos tentar novamente o bendito do visto. Espero que consigamos.

  24. Ola Rafael, gostaria muito de uma opinião sua! Nunca tive interesse em visitar os Estados Unidos. Tenho 24 anos e já morei na Holanda como Aupair, e voltei há dois meses da Italia, onde fiquei por 5 meses estudando, mas como não era o curso que eu queria desisti. A questão é que meu namorado foi estudar nos EUA e a ideia era visitá-lo por uma ou duas semanas nas férias do meu cursinho. O problema é que o unico documento que tenho desses que voces mencionam sempre é um carro no meu nome. Eu fiz faculdade de 2014 a 2016 até desistir para tentar med. Meu unico trabalho desde os 19 é dar aulas de ingles em escolas de idioma ou particular. Porém no momento não estou trabalhando, nunca trabalhei com carteira assinada, fiz dois anos de cursinho pra prestar vestibular pra Medicina, mas desde que voltei da Italia decidi fazer um cursinho online, então minha vida é ESTUDAR. Ou seja, não tenho como provar que minha intenção é voltar ao Brasil. Só tenho as viagens que fiz pela Europa, que por sinal estão no passaporte antigo. Como estou tentando Medicina aqui, que é meu maior sonho, não tenho intenção nenhuma de ficar por lá, até por nunca ter sido um dos meus países preferidos. Então realmente nao sei o que fazer! Minha dúvida é se devo inventar algo e mentir, ou falar a verdade mesmo. Sou pessima com mentiras, o problema é que só analisando esses fatos já parece que meu visto será negado. E só quero poder visitar o meu namorado o mais rápido possivel =/ o que eu faço???!

    1. Oi, Patrícia. Olha, realmente não sei dizer. O problema de mentir é que é fácil eles fazerem você cair em contradição, o que piora as coisas. Se for tentar, dizer que você está estudando pra Medicina, que é seu grande sonho, etc. E levar o passaporte antigo também, por via das dúvidas. O único jeito é tentar.

      Boa sorte. 🙂

      1. É… estou pensando nisso mesmo. Outra coisa que passou pela minha cabeça é levar meu pai pra tirar o visto junto e ‘criar’ uma viagem. Mas realmente, cair em contradição é um risco =/

  25. Ola Rafael… Boa tarde!
    Um help por favor…Eu e meu marido vamos tentar o visto de turismo, faríamos a viajem de ferias por 20 dias, temos condições de comprovar o vínculo com Brasil e renda, ele é graduado, funcionário público e eu estarei me formando em Julho, também tenho emprego fixo ha 7 anos, porém tenho um irmão morando nos EUA ha 10 meses, no momento ele está sem status, aguardando resposta do pedido de extensão de visto. O fato do meu irmão estar sem status poderia me prejudicar a conseguir o visto?

    1. Acho que não, Gisele. Só não caia em contradição nessa questão. Eu tinha uma irmã morando lá também, de forma irregular, e consegui o visto.

      Abraço.

  26. Bom dia Rafael!
    Estou querendo tirar o visto para viajar com marido e filha de 2 anos, que também não tem o visto ainda, vamos para Orlando!
    A dúvida é a seguinte, tenho um imóvel próprio em financiamento em BH, o qual aluguei e atualmente moro em Divinópolis (em imóvel alugado).
    Eu e meu marido somos empresários e trabalhamos home office, nosso principal cliente é em BH.
    Você acha que devo responder que moro em BH no meu imóvel próprio e trabalho em BH?
    Home office pode não demonstrar muita confiança de retorno ao Brasil, não sei !
    Obrigada!!

    1. Em geral meu conselho é não mentir, Sabrina. Agora, acho difícil que eles perguntem se é home office. Levem os documentos da empresa, do imóvel, mesmo com vocês não morando nele, financeiros, etc.

      E boa sorte. 🙂

      Abraço.

  27. Oi Rafael boa noite!

    Fiz todo o processo para mim, meu esposo e minha família, ja estamos com agendamento no casv é consulado. Creio que temos boas chances pois nos dois temos emprego em uma mesma empresa e também imóvel e carro em nosso nome. Porém fiquei lendo vários e vários posts e agora estou com receio.. no formulário dele na parte de educação não coloquei a escola de ensino médio, somente a do curso técnico (por algum motivo entendi que deveria incluir a maior formação) é também ele já começou faculdade nas esta trancada há algum tempo e sem previsão de retomar. Isso é grave? Explico no casv? Levo comprovantes de toda a vida acadêmica, incluindo a faculdade trancada? Que medo de dar tudo errado só por causa disso..

  28. Olá boa tarde, eu já acho meio cômico, pois muitos vão com a intenção de trabalhar e morar lá, daí não tem como ser sincero em uma entrevista dessas, se o cara chega lá e diz que tem a intenção de ir para morar e trabalhar pro resto da vida lá vai ter o visto negado, agora se o cidadão diz que vai a turismo e fica por lá mesmo como acontece em uma grande parte dos casos, daí até consegue o visto, ou seja, dependendo da sua vontade de ir para os EUA, infelizmente o cara tem que mentir, sou contra isso, sempre fui de fazer o correto, mas quem quer ir pra lá esse seria o melhor caminho? Mentir? Obrigado pelo texto, muito bom.

    1. Oi, Marco.

      O texto é focado em quem realmente quer ir pra lá para turismo (o 360 é um blog de viagem).

      Pra quem vai morar ilegalmente é outra história. E, francamente, é um conselho que eu não posso dar. 🙂

      Abraço e obrigado pelo comentário.

  29. Ótimo post, tirou muitas dúvidas que eu tinha.
    Ando procurando sobre o tempo que demora para marcar a entrevista, saberia dizer mais ou menos?

    Vou viajar para Europa em setembro e queria viajar no carnaval de 2019(março) para NY.
    Mas como estou focado na Europa não disponho da grana para pagar o visto e fazer logo.
    Deixaria para fazer logo após voltar da Europa em outubro, meu medo é que precise de meses para marcar e não consiga o visto para Março/2019.

  30. Boa noite!
    Tenho uma duvida em relacao a preencher o formulario do visto de turismo.
    Me formei na faculdade recentemente e meus pais me deram uma viagem de presente e pretendo ir pra disney sozinha ate o final do ano, a unica comprovacao de vinculo que tenho com o brasil é a pos graduacao que estou fazendo, ja que no momento nao estou trabalhando. Porem tenho dois tios que tem visto e viajam anualmente para os eua. Minha duvida é a seguinte: é melhor colocar no formulario que viajarei com meus tios( que ja tem visto) ou que vou sozinha?

  31. Boa tarde, Rafael!
    Estou querendo tirar o visto para conhecer a família do meu namorado que mora em Washington DC. Eu falar que tenho amigos que residem lá, para interferir na retirada do visto? Ou ajudaria?
    Lembrando que eu só faço faculdade , não tenho bens e quem vai custiar minha viagem é meu namorado.
    Qual a possibilidade de ser aprovado?

    1. Oi, Nique. Não sei avaliar as possibilidades. O que importa é você comprovar seus vínculos com o Brasil. Ou seja, capriche na questão da faculdade, com todos os comprovantes. Boa sorte. 🙂

  32. Oi Rafael, estou com uma duvida, meu marido é americano e Mora aqui no Brasil comigo, pretendemos ir visitar meus sogros que moram nos eua, e eles que vao pagar as passagens, precisa de uma carta custeio? Não tenho ideia de como fazer porque ele é americano e vi que tem que reconhecer firma… help. Outra dúvida meu marido pode ir na entrevista comigo ou não pode entrar? Obrigada

    1. Se ele é americano, então não precisa de carta e nem pode entrar com você. Mas você continua precisando, como brasileira, Thamiris. Leve os comprovantes de casamento, de residência de vocês aqui, etc. E leve sim os documentos de custeio dos seus sogros.

      Abraço.

  33. Boa tarde, estou com uma duvida. Vou tirar meu visto agora em fevereiro, sou estudante e sou sócio de uma empresa e quem vai custear minha viagem é minha mãe, tem algum problema ?

    1. Não, Gabriel. Apenas leve todos os comprovantes com você, da empresa, de que você estuda, os comprovantes financeiros da sua mãe, etc. E lembre-se que suas respostas na hora da entrevista devem ser verdadeiras e bater com o que você mesmo preencheu no formulário.

      Boa sorte!

      1. Boa noite!
        Vou viajar para os EUA com os pais da minha madrasta (meus avós de consideração).
        Como eles não meus parentes de sangue, queria saber se na entrevista podemos ficar juntos.

        Obrigada 🙂

        1. Larissa, já vi casos de pessoas que conseguiram agendamento familiar sem serem parentes (casais de namorados, por exemplo), porém a orientação oficial do consulado é de que esse tipo de entrevista é apenas para familias.

          Abraços!

  34. Ola Rafael

    Bem estou com uma grande duvida no preenchimento da Ds-160 pois vou viajar com um amigo e ele tem um visto vencido só que como já faz muito tempo ele terá que passar pelo processo novamente para tirar o visto novamente. Qual sua opnião eu digo que vou viajar com ele ou digo que vou viajar sozinho pois é claro que quando eu chegar la nos EUA 9 ( isso se meu visto for aprovado) estarei com ele e eles podem achar estranho pois disse que viajaria sozinho e agora estou com uma pessoa? Essa duvida esta me matando o que devo fazer ?

  35. Ola Rafael! Td bem?? Bom ano novo !! 🙂 me ajuda pls 😉 …. Tive o visto negado de estudante a mais de ano ……inicialmente minha mae era sponsor e devido a problemas de saude ela teve q usar o dinheiro e minha amiga e eu tinhamos planos de abrir um negocio juntas e ela disse q seria um investimento e poderia ser minha sponsor. — mas o oficial insistiu nessa perg do pq ela e nao mais minha mae…. e depois de mto perg e bater nessa tecla ele negou 🙁 …. bom… agora vamos tentar o de turista (eu, meu pai e irma) pois ele nos surpreendeu esse natal com uma possivel viagem a Disney em Abril…. vc acha q isso pode prejudicar/complicar a entrevista? E o visto deles? A cobranca de vinculos sera maior devido a este? Para ajudar, pedi as contas no ultimo emprego e estou no atual a 6 meses. Com um salario que nao justifica, mas nesse caso a viagem sera bancada pelo meu pai. Vao zicar por causa do meu salario?? Moro de aluguel com minha mae e o aluguel esta em meu nome… melhor falar q moro com meu pai?? Ou a vdd? Aiii sao tantas duvidas… mas se me ajudar com essas ja sou eternamente grata! Obrigada desde ja :)) att Isa

    1. Oi, Isabela. É difícil saber exatamente o que vai acontecer, mas a dica é: não minta, conte a verdade sempre, mantenha a coerência no formulário e na entrevista. E capriche nas documentações, sobretudo as do seu pai, que vai pagar as contas.

      Torço para que dê certo.

      Abraço

  36. Bom dia,

    Eu e minha esposa iremos para entrevista dia 8/1, e gostaríamos de tirar uma dúvida:

    A agência de viagens orientou minha esposa a responder “não” para a pergunta “já viajou para os EUA?”, mesmo ela tendo tendo ido à Disney quando adolescente, cerca de 15 anos atrás. A agência informou que os dados do DS 160 sempre se referem ao que ocorreu nos últimos 5 anos.

    Mas se o entrevistador perguntar na hora se ela já viajou aos EUA, o que ela deve responder??

    1. Osmar, eu responderia a verdade, sempre. A não ser que eles perguntem “nos últimos cinco anos”. Agora, é importante não cair em contradição com o que foi preenchido no formulário também.

      Abraço.

  37. Boa tarde!!!

    Minha entrevista está agendada para esta semana e estou com uma dúvida enorme!!!
    Alguém pode me ajudar? rsrs
    Sou Pedagoga por formação mas desde Agosto/17 estou sem trabalhar (me casei e mudei de cidade), então, preenchi no Formulário DS-160 que sou Homemaker (dona de casa). No dia da entrevista, se o Cônsul questionar minha profissão, devo dizer que atualmente sou dona de casa?

    Agradeço muito se alguém conseguir me ajudar!

    Tks a lot 😀

    Larissa Dessimoni

    1. Fala exatamente o que você disse aqui: que é formada em pedagogia, mas que esse ano você e seu marido optaram por você ser dona de casa.

      Abraço e boa sorte. 🙂

  38. Oi, Rafael, como vai?
    Obrigada pelas dicas!
    Gostaria de saber sua opinião sobre uma questão: eu tenho um contrato de compra e venda de um imóvel, mas só terei a escritura depois da data da entrevista.
    Se me perguntarem se eu tenho um imóvel, você acha que eu deveria citar isso?
    Obrigada!

  39. Rafael minha situação é a seguinte:
    Acabei comprando passagem para Miami para Maio/2018 em uma promoção com um grupo de amigos, mesmo não tendo o visto. A viagem é de dez dias para conhecer Miami e Orlando.
    Tenho 31 anos, sou casada, tenho um filho, mas eles não vão viajar comigo, irei com um grupo de amigos (que já possuem visto).
    Sou formada, trabalho em uma empresa privada há 10 anos e minha renda é de R$ 3.500,00. Eu mesma vou pagar a viagem. Tenho casa própria, carro, conta bancária, mas estão em nome do meu marido, porém somos casados em comunhão universal.
    Minhas dúvidas são as seguintes?
    * Implica algo eu estar viajando sem meu marido e meu filho?
    * Sobre minha renda, eles vinculam com a renda do meu marido? Porque tenho condições de custear a viagem.
    * E sobre os bens, tem problema por estarem no nome do meu marido?
    * Eles de alguma forma, consultam se tenho passagem comprada?
    * É possível ter o visto negado por alguma dessas situações, será que os vínculos são suficientes?
    * Já preenchi a DS160, tudo certinho em inglês, porém a minha profissão coloquei em português (equívoco, isso que conferi umas 10x) tem algum problema?
    Se puderes esclarecer minhas dúvidas, agradeço.. A agonia é grande, rsrs.

    1. Oi, Mari.

      Não tem problema você viajar sozinha, não. Se te perguntarem por que a família não vai, tenha uma resposta real para isso.

      Acho importante você levar seus comprovantes de renda, mas, por via das dúvidas, também os do seu marido. Inclusive, se você informou uma renda conjunta no formulário, definitivamente leve os documentos de vocês dois. Não vejo problema nos bens estarem em nome do seu marido, mas obviamente é importante que você leve a certidão de casamento. Já ter comprado a passagem também não é problema.

      Não acho que esse equívoco, do nome em português do site, seja relevante. 🙂

      Boa sorte e boa viagem.

  40. Visto saiu super rápido!

    Fiz minha entrevista em Porto Alegre na segunda (dia 27) e amanha já posso retirar no CASV (dia 30). Fui atendida por uma mulher séria mas bem objetiva. Eu tava bem tensa porque a mesma já tinha negado de duas pessoas na minha frente, mas no meu caso acho que foi com a minha cara kkkk

    Me fez as perguntas: onde e porque Los Angeles, o que eu fazia, quanto faltava pra me formar, o que minha mãe fazia, se meus irmãos moram no Brasil, o que eu faço na faculdade, onde eu ficaria nos eua, o que minha tia que mora lá fazia, e se ela era cidadã. Pronto, visto aprovado.

    Detalhe que eu tenho 23 anos, só faço faculdade (engenharia na UFRGS) e estágio no escritório da minha família, não tenho mas as no mei nome, quem vai pagar minha viagem é meu avô, e tenho uma parente (tia) que mora lá. Achei que eu tinha chances de ser negada, mas felizmente fui aprovada!!!!! (Eu não menti em nada, realmente só vou ficar 20 dias lá, então provável q eu tenha passado verdade e isso tenha me ajudado). E eu tava nervosa mas não transpareci também, respondi bem rápido as perguntas sem enrolar.

    To super aliviada e achei que seria muito pior do que falam! Foi muito rápido, é só não ter medo e saber direitinho o que responder!

  41. Quando perguntado era só sim ou nao mesmo, sem detalhes, mas eu realmente nao sei ondeentao vou falar isso.Outra dúvida.Mej marido(somos casados no papel e moramos na mesma casa)irá bancar a viagem,precisa de carta custeio?ele fará a entreviata comigo

  42. Bom dia!estou preocupada pois sou autonoma,declaro como isenta e meu marido ira custear a viagem.Ele é servidor publico.Mas uma prima.distante esta morando la,nao sei onde nao tenho contato com ela e preenchi a DS160 com esta informacao.o que falo na entrvista?

    1. Que você tem uma prima distante morando lá, mas que você nem sabe onde, porque não tem contato. Siga a mesma informação que você deu ao preencher o formulário. 🙂

      Deve dar tudo certo.

      Abraço.

  43. Rafael me ajuda, estou indo está semana fazer a entrevista no consulado, minha situação é a seguinte eu sou casada e tenho uma filha de 3 anos, eles não vão viajar comigo porque o dinheiro não da pra todos irem, na minha conta tenho 12 mil que a minha mãe vai me “emprestar” pra ir, o que eu falo na entrevista se eles me perguntarem, porque meu esposo e minha filha não vão e a respeito da onde que vem meu dinheiro? uma vez que minha mãe só depositou na minha conta esse mês? Aí to apavorada. No geral somos casados legalmente, eu trabalho em uma grande empresa a quase dois anos, tenho um salário razoável, tenho curso superior completo concluído a 4 anos, temos casa, carro e moto próprios. Tenho 30 anos.

    1. Bom, se você tem um salário bom, leve seus comprovantes de renda todos, vínculos com a empresa e vínculos familiares. Também leva os comprovantes financeiros da sua mãe, já que ela vai te ajudar.

      A princípio não há problemas em só você da sua familia tentar viajar não.

      Abraço e boa sorte. 🙂

  44. Boa noite.
    Estou querendo tentar meu visto e gostaria de saber as reais chances que tenho… sou funcionário público concursado, já graduado e fazendo pós graduação, viajei ano passado para o Sul e visitei a Argentina e o Paraguai tenho os carimbos no passaporte. Só não tenho uma renda Boa, mas tenho um padrinho que tem ótimas condições financeiras, como comercio, carro, imóveis e uma boa conta bancária ele está disposto a bancar minha viagem e a do meu primo que também quer tentar, sera que eu e meu primo tem chances e se ele pode querer bancar nós dois? Eu e meu primo pode tentar juntos o visto? Meu primo só não tem emprego fixo, porém já graduado e estudante de pós graduação. Se possível queria uma opinião. Obrigado.

    1. Oi, Vanderson. São dois pilares: provar que tem vínculos com o Brasil, o que me parece que você tem, e provar que tem condições financeiras de pagar a viagem, o que seu padrinho garantiria. Eu não tenho como garantir nada, mas não me parece difícil sair o visto para você, não.

      Preste bastante atenção ao preencher o formulário e leve toda a documentação, tanto a sua, de trabalho e estudos, quanto a de seu padrinho, com os comprovantes financeiros.

      Abraço.

      1. Rafael no caso você acha que eu conseguiria se meu padrinho não fosse custear, uma vez que tem os vínculos? ou com ele custeando tem mais condições? Quanto aos carimbos no passaporte tem ajudado na obtenção? aconselharia eu e meu primo tentasse junto, ou separado?

        1. Oi, Vanderson. Veja bem, só os vínculos não bastam. É preciso a comprovação financeira também. Se não for de vocês, de quem for pagar a viagem. carimbos ajudam sim, mas, claro, não são garantia.

          Sobre ir junto ou separado, francamente, não sei dizer.

  45. Oi bom dia, gostaria de saber sobre a minha situação:
    Marquei minha entrevista para dia 17/11/2017, pretendo ir para os EUA, em agosto de 2018, tenho uma tia que mora em Massachusetts, porém não a citei para não ter problemas, pretendo desembarcar em Nova York e ficar la por 2 dias e depois ir pra casa da minha tia.A pergunta é como vou comprar la na imigração(pensando que serei aprovada, rsrsr) se eles me perguntarem quanto tempo eu vou ficar e eu tiver reserva do hotel só pra dois dias? outra coisa minha tia vai me dar as passagens mas claro não puder citar,porém minha mãe vai me emprestar 10 mil só que ela pois na conta só esse mês. Será que vai ter problema? como explicarei para o cônsul isso? uma vez que no formulário eu coloquei que eu que pagaria a viagem? Aguardo resposta , obrigada!!

    1. Oi, Lais. Você não precisa já ter as reservas de hotel para pedir o visto. Basta dizer mais ou menos onde você pretende ficar, mas ter a reserva não é necessário.

      Sobre o comprovante financeiro, é bom você levar todos os seus comprovantes de renda e também os da sua mãe.

      Abraço.

      1. Entendi mas assim eu falo já nos EUA, la na imigração se eles me pedirem os papeis da reserva do hotel?
        A uma outra pergunta, eu sou casada e tenho uma filha de 3 anos e somente eu vou viajar, será que isso vai ser um impedimento?
        Devo levar documentos do meu esposo, tipo contra cheque? E da minha filha?

  46. Olá, bom dia! Tenho 49 anos e meu companheiro 61. Sou funcionária efetiva há 25 anos (renda de 3800, mais ou menos) e meu companheiro é aposentado (renda de 2600 mais ou menos). Minha mãe e meu irmão moram nos EUA há mais de 20 anos, são cidadãos e coloquei isso no formulário. Meu companheiro vive comigo há uns 18 anos, temos um papel de união estável, porém ele não é separado oficialmente da ex esposa, inclusive sua conta bancária é junto com ela. No formulário não perguntaram a renda dele, já que coloquei “retired”. Ele tem imóveis em minha cidade, temos carros também. Temos poupança e alguns investimentos de pouco valor. Vamos passar uns 15 dias visitando minha mãe em Michigan, Farmville. OBS: nunca saí do país. Minha pergunta é se temos chances de conseguir o visto, mesmo a renda dele ser compartilhada com a ex esposa. Nossa entrevista é no próximo dia 08 de dezembro.

      1. Muito obrigada! Estava muito apreensiva, pois vi em muitos sites o pessoal aconselhando a omitir que tem parentes lá. Mas sempre achei muito arriscado mentir..

  47. Olá tenho algumas dúvidas… Tenho 28 anos. Sou aposentada por invalidez há 2 anos , tenho casa propria, moro sozinha e recebo apenas um salário mínimo. E minha mãe sempre me ajuda. Estou arrumando alguém q possa patrocinar minha viagem. Eu vou mencionar a Sou aposentada, mas devo falar q é por invalidez? Será q serei aprovada com essas informações?

    1. Não sei dizer, Quéren, embora imagine que, pela sua idade, é uma questão que vai ficar meio implícita também, né.

      Você precisa de ter toda a documentação financeira de quem for patrocinar a viagem. 🙂

      Abraço e boa sorte.

  48. Olá Rafael! Moro na costa norte dos USA, sou residente permanente e estou tentando promover um encontro com minha irmã e sobrinho de 8 anos nas Disney durante as férias escolares de ambos, porém ontem o visto de ambos foram negados, para eles tudo levou a crer que foi o fato de falarem que tinha uma irmã aqui nos USA, eles notaram que o agente consular ficou bem incomodado com essa informação, enfim a honestidade foi o grande motivo que levou a informarem isso no DS-160. Semana que vem tentarão o visto novamente, porém infelizmente agora não poderão modificar essa informação pois serão confrontados, a pergunta é: Você acredita ter sido um erro ter dado essa informação?

    1. Eu nunca acho que seja uma opção mentir, Glaucia, porque se eles descobrem é pior. Agora, é importante que eles caprichem nas documentações que comprovam vínculos com o Brasil e que não há intenção de ficar nos Estados Unidos.

      Boa sorte pra eles!

      Abraço.

  49. Olá bom dia, eu e meu namorado pretendemos ir pra a califórnia em fevereiro do ano que vem, vamos tirar o visto esse mês e estamos com muitas duvidas, eu sou estudante de ensino superior e ele engenheiro civil autônomo. Vocês acham que a gente deve tirar o passaporte juntos ou separados? meu pai vai bancar a nossa viagem, quais as dicas de vocês para a gente realizar o preenchimento do formulário? desde já Obrigada a todos

  50. Boa tarde!
    Meu marido vai pagar a minha viagem com a minha filha de 11 anos para Orlando,mas não somos casados e estamos à 13 anos juntos,ele tem uma empresa que está no nome dele e outros bens tbm,sou registrada na empresa a mais de 4 anos,tenho um imóvel no meu nome e uma moto,a minha dúvida é a seguinte,se no dia da entrevista tenho que levar algum documento dele para comprovar a renda dele?
    Estou com muito medo de ter o visto negado rsrsr.
    Obrigada.

  51. olha tenho 21 anos to no quarto período da faculdade, tenho uma moto e 2 filhos, não sei se são vínculos suficientes, e meu pai iria bancar a viagem no qual ele e minha mãe já passaram férias nos eua,e eu tenho uma tia que mora nos eua e sei que se souberem disso pode ser um impecilio, devo relatar que tenho parentesco la? quero ir para nova York nas férias de dezembro, como vc analisa minhas chances, é claro sua opniao, devo tentar numa boa ou quem sabe esperar para o futuro essa viagem?

    1. Oi, Jorge. Em primeiro lugar, acho que é importante nunca mentir. Se eles pegam a mentira o visto fica impossível. No mais, é um pouco complicado para mim analisar as chances, porque isso depende muito.

      Se estiver com receio, pode valer a pena ir para outro lugar que não exija visto. Se topar arriscar, junte toda documentação, também a dos seus pais.

      Abraço e boa sorte.

  52. Boa noite, em julho desse ano (mês passado) eu, meus pais e meus quatro irmãos, tentamos tirar o visto americano, porém como meu pai estava muito nervoso, nós não conseguimos, ele mal conseguia responder a consul. Queria a ajuda de vocês, pois irei tentar esse mês sozinha e por ter sido negado o visto antes, as chances agora por eu ir sozinha é maior? tenho apenas 18 anos..

    1. Você precisa comprovar tudo que eles pedem, Luana (renda, vínculos com o Brasil, objetivos de viagem, etc).

      Leve toda documentação, fique calma e fale sempre a verdade.

      Abraço e boa sorte.

  53. Rafael, bom dia !
    Fiz a entrevista hoje em SP e fui aprovada.
    Agradeço pelas dicas do site que sem dúvidas me ajudaram muito.
    Estou com uma dúvida.
    A atendente informou q meu visto foi aprovado logo após eu ter posto as digitais, só que fiquei tão afoita que mandei um obrigada e sai sem ela me entregar o papel branco com instruções.
    Será q terei problemas? Faltou algum procedimento?
    Escolhi a opção de entrega do passaporte em casa.

  54. Ooi, se alguém puder me ajudar ficarei grata!
    Tenho 18 anos, terminei o ensino médio ano passado e ainda não trabalho, não faço curso nem nada. Eu e meu namorado fizemos um pacote de 1 semana para Disney e vamos agendar a entrevista para o visto ainda. Meu namorado trabalha e ele que está bancando a viagem, será que pelo fato de eu “não ter” vinculo vai atrapalhar na hora de tirar o visto? Se eu mostrar o papel do pacote falando que vamos ficar uma semana ajuda? Obrigada desde já ☺️

    1. Ajuda, Mariana. É bom levar isso. Bem como todos os comprovantes de pagamento e vínculos dele, já que ele que vai pagar a viagem. 🙂

      Boa sorte pra vocês.

  55. Pessoal, depois de ler os relatos daqui, hoje finalmente foi a minha entrevista e voltei pra compartilhar e ajudar alguém assim como alguns posts me ajudaram!
    Estou indo pro Canadá e estava muito nervosa, pois caso não conseguisse, ia me dar um trabalhão pra correr atrás do visto canadense e ainda correria o risco de pagar mais caro na passagem já que não sei quanto tempo ia demorar. Foi mais tranquilo do que imaginei, apesar de no momento da entrevista parecer que eu tinha engolido uma bateria de escola de samba. Fiquei com a mesma impressão que tive qdo fiz a prova da autoescola… todo mundo me dizia que era um bicho de 7 cabeças e na hora H foi bem tranquilo. Eles fazem quase aquele tipo de entrevista que vemos no programa da Marilia Gabriela tipo – uma comida? uma cor? uma frase? um filme? hahahaha Lá e cá, lá e cá hahaha

    As perguntas:
    “Pra que cidade você vai?” Canadá e pretendo passar 4 dias em… (ele nem me deixou terminar a frase)
    “O que vc vai fazer no Canadá?” Curso de inglês
    “O que vc faz aqui?” Trabalho numa corretora aqui no Centro e faço pós-graduação.
    “Já esteve em outro país?” Respondi quais
    “Quando foi sua ultima viagem?” Ano passado para o Chile
    Ele folheou o passaporte e “Seu passaporte é novo?” Sim, mas tenho o antigo aqui.
    Ele disse que não precisava.
    “Vc mora com seus pais?” Moro – nessa hora ele digitou por uns 10 segundos que pareceram 200 e mandou colocar as digitais. Visto aprovado!

    Minha vontade era sair pulando!!! As 4 pessoas que estavam na minha frente tbm foram aprovadas.O agente foi bastante educado e cordial. Não foi necessário apresentar nenhum documento. Boa sorte para todos e obrigada pela ajuda tbm!

    1. Oi Lívia, será que você poderia me ajudar? Estou indo para o Canadá no ano que vem para estudar mas preciso do visto americano para conseguir o eTA, vc acha que seria interessante falar que é só por isso ou digo que irei estudar no canadá e quero o visto pois vou conhecer uma cidade nos EUA?

  56. Rafael,
    Tenho uma situação diferente, eu e minha esposa queremos solicitar o visto, eu nunca tive mas ela sim, inclusive morou nos USA.
    Ela foi em 1997 para lá, entrou com visto de turismo, mas por lá ficou até 2013. nesse período ela teve vários trabalhos inclusive o ultimo de forma regular, possuía licença para dirigir, e havia iniciado o processo para ter Green Card, mas ela precisou retornar antes de sair o Green Card ao Brasil.
    Ela teve um filho lá, que retornou com ela e 2013 ao Brasil e ano passado retornou para estudar e esta com os pai em Boston.
    Agora queremos solicitar os vistos para visitarmos ele lá, mas foi falado que ela precisaria esperar no minimo 5 anos para pedir um novo visto.
    este é o processo correto, precisamos aguardar até 2018?
    No preenchimento do DS160 ela precisa relatar toda esta saga, o fato de ter o filho la com o Pai (ilegal).
    Temos alguma chance de conseguir este visto ainda este ano?

  57. boa noite, vou tentar o visto de turismo com o meu marido. Porém nos dois não declaramos IR e não possuímos casa própria, somos recém casados e optamos por uma lua de mel em nova york. Possuímos emprego fixo e eu curso 9º período de direito, por nossa renda não ser alta existe uma grande chance do visto ser negado? e existe uma quantia média para apresentar o extrato bancário?

  58. Gostaria de compartilhar minha experiência com vocês.
    Este site me ajudou muito e também os comentários, espero que o meu também seja uma ajuda pra quem vai tentar o visto, pois tiveram bastante perguntas para meu marido (que vai custear a viagem) e algumas que foram inesperadas, fomos surpreendidos.

    Nós tínhamos ensaiado bastante, as respostas mais vistas em sites e blogs já estavam na ponta da língua, os documentos estavam a postos… Mas eu estava totalmente insegura, pois é muitos comentários de gente negada e minha mãe tinha um primo que mora lá legalmente(que eu declarei) e também um tia de consideração legal tb (não declarei por ser apenas criação, sem vínculos familiares) mas todos falam que quem tem parente é arriscado, que se não estiver fazendo faculdade não tem vínculo, que tem que ter filhos… Estava apavorada, mas meu marido me ajudou a acalmar e eu tentei o máximo não transparecer, sorri de leve e respondi tudo como ensaiado.
    E apenas a verdade, pois são perguntas sobre a nossa própria vida e não da vida do Don Pedro II kkk, não teria motivos para tanto medo ou insegurança…Mas é fácil dizer e difícil fazer kk.

    O consulado de SP estava bem cheio, várias filas, mas muito organizado, tudo não passou de 1 hora.

    Então chegando na minha vez…

    Consul: Bom Dia, Passaporte por favor.
    Consul: Já visitaram o Estados Unidos?
    Nós: Não!
    Consul: Já visitaram algum país?
    Nós: Não
    E qual a relação dos senhores?
    Nós: Casados
    Consul: Quanto tempo de casado?
    Nós: Casamos em 2013.
    Consul (Olhou para mim e começou a minha parte): Você trabalha na empresa “fulana”?
    Eu: Sim.
    Consul: O que você faz?
    Eu: Assistente fiscal
    Consul: Quanto tempo vc trabalha lá?
    Eu: Em maio faz 3 anos
    Consul: Qual parente que você tem nos Estados Unidos? (A temida pergunta, que eu já esperava)
    Eu: Minha mãe tem um primo que reside lá há muitos anos, mas nós não temos contato.
    Consul: Digitando… E o senhor trabalha na “ciclana”?
    Marido: Sim
    Consul: O que a empresa faz?
    Marido: Engrenagens
    Consul: O que são engrenagens? (Não esperávamos por essa)
    Marido: (Resposta técnica)
    Consul: E o que você faz lá?
    Marido: Trabalho na engenharia, faço desenho e projeto das engrenagens.
    Consul: Você teve que fazer curso para trabalhar lá?
    Marido: Fiz faculdade. Projetos mecânicos na Fatec.
    Consul: É técnico? Graduação?
    Marido: Tecnólogo.
    Consul: E quando concluiu:
    Marido: 1 Semestre 2009
    Consul: E quais são os principais clientes da empresa? (Não esperávamos por essa)
    Marido: (falou nome de 3 empresas)
    Consul: Quantos funcionários tem na empresa?(Não esperávamos por essa)
    Marido: cerca de 100 funcionários
    Consul: Quanto tempo você está lá?
    Marido: 8 anos e 5 meses
    Consul: Você tem salário fixo?
    Marido: Sim.
    Consul: Qual seu salário?
    Marido: : x
    Consul: Digitando…Digitando…Digitando… Coloquem as digitais
    Consul: Digitando…Digitando… Vistos aprovados, tenham uma boa viagem!

    Ufaa…

    Minha vontade era de sair gritando kkk Mau consegui conter o sorriso.
    Mas, para mim, os vistos vão pré negados ou aprovados. Acredito que o Cônsul só finaliza.
    Uma coisa importante: Não consegui ver ninguém tendo visto negado, pelo menos no meu guichê e no guichê ao lado. Não dá pra ver o de todos, mas os que vi saíram com papelzinho branco (instruções para pegar o passaporte).

    Não me pediram documento nenhum, comprovação de nada, nem pra onde íamos e quanto tempo ficaríamos… nada… foi beem tranquilo.

    Estejam seguros, vão preparados para todos os tipos de perguntas, respondam o necessário, não rodeie ou dê estimativa, dê respostas exatas, vá devidamente arrumado e vão preparados psicologicamente para o SIM e vão preparados para o não.

      1. Ola Rafael, tenho uma duvida! estou com a entrevista marcada para este mês com meu noivo, e notei 2 erros no meu formulário, pois não fui eu que preenchi.
        1) tenho duas ocupações, sou analista financeira na empresa da minha família e agente de viagens na CVC viagens; no formulário foi preenchido apenas a função na CVC, mas o valor da minha renda foi preenchido o valor total das 2; na CVC trabalho a 7 meses e na empresa minha família a mais de 3 anos. Quando o consular me perguntar sobre minha função eu omito o emprego que não esta no formulário ou você sugere que falo sobre os 2?

        2) No formulário foi preenchido que não conheço outro país, mas a 6 anos atras fui para Buenos Aires, não sei se falo sobre isso também por não estar no formulário;

        No mais é isso rs, eu como agente tenho visto muitos vistos serem negados e isso esta me deixando bastante insegura.

        Obrigada pelas dicas, o site é ótimo!!! Uso bastante para passar informações aos meus passageiros!!!

        1. Oi, Tamires. Olha, eu acho muito difícil dizer o que fazer porque nunca há uma resposta certa nesse caso. 🙂 Mas, em geral, o negócio é pensar: esse erro é grave, ou algo que dá pra explicar, se perguntado, que foi simplesmente um erro no preenchimento? Aí avaliar como agir dentro dessa lógica.

          Acho que você deve levar a documentação das duas empresas, com comprovante salariais, etc. Se te perguntarem sobre Buenos Aires você pode explicar também, se achar que consegue explicar que foi há muito tempo, que foi um erro de preenchimento, etc.

          Abraço.

          1. Obrigada pela dica Rafael! Vou explicar a situacao se der a oportunidade e depois volto para dizer! Espero que de td certo

  59. Olá… os comentários daqui me ajudaram muito então resolvi compartilhar minha experiencia.
    eu tenho união estável e emprego. mas fora isso não tinha mais nada que achasse que mostraria vinculo, pois minha filha acaba o ensino medio esse ano e a viagem está programada para janeiro 2018, e a viagem será custeada pelo padrinho da minha filha.
    iremos minha filha,os pedrinhos com seus 2 filhos e eu. (meu marido não vai).
    e a tão temida entrevista foi dia 11/04 em São Paulo e foi assim…
    C:bom dia
    nós:bom dia (já entreguei os passaports)
    C:são mãe e filha?
    nós: sim
    C:Qual sua Profissão?
    eu:vendedora
    C:e vc? (falando com minha filha)
    ela:estudante do ensino medio ultimo ano.
    C:escola particular?
    eu:sim
    C:oque vc vende?
    eu: materiais de construção.
    C:a quanto tempo?
    eu: 2 anos e 1 mes (fui especifica)
    C:oque seu marido faz?
    eu:expliquei…
    C:com oque vc trabalha? (sim perguntou denovo)
    eu: sou vendedora numa loja de materiais de contrução.
    C:oque vc vende? (perguntou denovo kk)
    eu: expliquei com mais detalhes… (por incrivel que pareça fiquei calma).
    C:quanto voce ganha?
    Eu: xxxxx na carteira, mas ganho comissão por fora, não consigo comprovar.
    C:aonde seu marido trabalha? (denovo kkkk)
    eu: expliquei com mais detalhes.
    C:ele tem visto americano?? (nessa hora meu coraçao disparou…)
    eu:não, ele não tem.
    C:quem vai custear a viagem
    eu: o padrinho da minha filha
    C:vão pra Disney?
    nós:sim… (respondemos juntas com um largo sorriso no rosto)
    C: ok vamos tirar as digitais…visto concedido, boa viagem.
    nós: muito obrigada…ficamos muito felizes.

    Achei a sequencia de perguntas diferente das que o pessoal postou aqui. e ela perguntou a mesma coisa de forma diferente. não pediu nenhum documento(levei tudo oque possam imaginar, até o visto e IR do padrinho).
    Eu senti que o importante é ficar calmo, (sei que é difícil, eu estava em panico)e não mentir.

    Boa sorte para quem estiver para tirar e espero ter ajudado.
    bjus

  60. Boa noite, Rafael!

    Estou preenchendo o formulario DS160, Já estive nos Estados unidos duas vezes, mas meu visto venceu em 2012.Estou tentando o visto para formatura da minha neta de cidadã americana e minha filha tem gree card. Eu ficar na casa da minha filha. Menciono esse parentesco e o endereço delas?

    Quando fui a primeira vez disse que ia ficar em um hotel, pois elas estavam ilegais.

    Obrigada

  61. Olá Rafael, tudo bem?

    Eu tenho algumas duvidas com relação ao visto Americano, poderia me auxiliar? Certamente meu caso e um pouquinho mais complicado do que já viu. Tenho 24 anos e me mudei acerca de 1 ano para Minas Gerais afim de estudar, moro sozinha, não trabalho e fico por conta da faculdade. Estou no terceiro período de Psicologia e moro de aluguel. Minha moradia, faculdade e vida são todos custeados pelo meu pai, que está Ilegal nos EUA. Não trabalho mediante os estudos, fico só por conta mesmo da Faculdade, alem da cidade não oferecer muito emprego com essa crise.
    Minha duvida é .. Meu pai irá custear toda a viagem, porém ele esta ilegal lá. Na hora da entrevista e preenchimento da DS como proceder? Eu sei que devemos sempre falar a verdade e tenho muito medo que possa atrapalhar ele la. Por outro lado, apesar de estar 13 anos la ilegal, meu pai tem uma vida la, realiza depósitos, transferências, possui carro la, seguro do veiculo, enfim .. Acredito que eles tenham acesso a todas as informações dele la e seria um ponto a me pegar na entrevista.
    Como ele não declara IR, me auxiliaram na agencia pedir algum parente que tenha renda maior para me oferecer a documentação, dai ficaria por exemplo como se meu tio com renda maior estivesse custeando minha viagem. Mais confesso que estou completamente perdida, sem saber como agir, sera que vai dar certo ou não sabe? E por outro lado, quero muito ir pra matar a saudade dele, mais também não posso ficar, já que tenho minha graduação aqui em andamento.
    Com toda sua experiencia, gostaria de saber o que voce acha, se tenho alguma porcentagem de aprovação ou recusa e se puder tambem me fornecer algumas dicas, vou ficar muito grata e com certeza vou voltar para contar se meu visto foi negado ou aprovado.

    Desde ja, muito obrigada.

  62. Os relatos dos comentários me ajudaram bastante então resolvi deixar o meu também. Ontem fiz a minha entrevista no consulado e consegui o visto. Estava bastante apreensiva porque no momento não estou fazendo faculdade e também não trabalho então as chances de considerarem que não tenho vínculos com o Brasil eram grandes. As 4 pessoas que foram entrevistadas enquanto eu estava na fila tiverem o visto aprovado então isso me deixou um pouco mais apreensiva mas quando chegou a minha vez correu tudo bem.
    As perguntas que a entrevistadora me fez foram as seguintes:
    – Qual a sua idade? Respondi que tinha 20 anos.
    – Pra onde você vai? Canadá. (Ainda não tenho o visto canadense e apliquei para o visto americano de turismo).
    – O que você faz? Falei que ia começar a faculdade em Agosto assim como havia colocado no formulário de aplicação.
    – Quem vai custear a sua viagem? Respondi que meu avô assim como no formulário.
    – Qual a profissão dos seus pais? ..
    – Você vai ao Canadá fazer curso de inglês ou turismo? Respondi curso de inglês.
    – O que você fazia antes aqui? Eu respondi que fazia faculdade particular e que começarei a pública. Nessa hora eu podia jurar que ela ia negar meu visto mas ela disse que meu visto havia sido aprovado e eu fui embora. Ela não me pediu documento algum em momento nenhum. Ou eu tive muita sorte ou todos estavam de bom humor nesse dia. – Foi no Consulado em Recife caso alguém queira saber –

    1. eduarda, meu caso é igual ao seu. Também vou para o Canadá, mas como nao tenho o visto canadense resolvi aplicar para o visto de turismo americano. O que você colocou no endereço que pretende ficar? Colocou o endereço do Canadá ou qualquer hoteldos EUA? Obrigada!

  63. Boa tarde Rafael, já havia colocado aqui as minhas dúvidas, semana passada (obrigada por responder) e agora vou contar como foi a minha entrevista

    Fiz minha entrevista ontem (03/04) em SP e o seu blog foi muito valido para mim

    Segui todas as dicas daqui, e mais as dicas da agência de turismo que me auxiliou com a documentação e agendamento.

    Como eu ja tive o meu visto negado uma vez em 2015 eu estava mais do que nervosa, eu estava quase tendo um colapso! Porque apesar de estar com “a vida em dia, e documentos ok” tenho uma irmã morando ilegalmente lá a 8 meses. No formulário me foi recomendado falar que não tenho conhecidos lá, então foi isso que fiz.

    Levei todos os documentos necessários (carteira de trabalho, folhas de pagamento, certidão de casamento, documento do carro, etc…)

    Vi alguns vistos sendo negados, e ja comecei a ficar super aflita novamente. (quem tem o visto negado recebe uma folha sulfite rosinha, explicando o motivo de o visto não ter sido aprovado). Eu via algumas pessoas passando tristes com aquela folha na mão, e me lembrei exatamente como me senti naquela mesma situação a 2 anos atrás.

    O consulado estava muito cheio aquele dia, as duas meninas da minha frente tiveram o visto aprovado… não lembro da primeira, mas a segunda ia ficar 2 meses e meio do Canadá de intercâmbio… Eu reparei que o Cônsul que ia me atender era mais simpático do que aquele de 2 anos atrás, o que me deixou menos nervosa. E lembro que ele não perguntou nada sobre conhecidos nos EUA pra elas (uhul)

    Agora sobre a entrevista:

    Ele: Bom dia
    Eu: Bom dia
    Ele: Coloque as suas digitais alí…
    Eu: Ok
    Ele: Primeira vez nos EUA?
    Eu: Nos EUA, sim
    Ele: Ah, então você ja viajou para outros lugares?
    Eu: Sim
    Ele: Para onde a Senhora ja viajou?
    Eu: Punta Cana na minha lua de mel, Argentina e Paraguai
    Ele: Certo… (digita várias coisas) O seu marido vai junto com a Senhora?
    Eu: Sim
    Ele: E ele não está aqui porque já tem visto? (digita várias coisas)
    Eu: Sim
    Ele: Vocês tem casa própria? (nessa hora eu gelei)
    Eu: Não, moramos em um apt do meu sogro
    Ele: Ok. Vocês tem filhos?
    Eu: Não
    Ele: A Senhora ja tentou uma vez o visto em 2015 correto?
    Eu: Sim
    Ele: Ok (digita várias coisas) Qual é a sua renda?
    Eu: Só a minha, ou minha e do meu marido junto?
    Ele: Só a sua
    Eu: XXX
    Ele: e a do seu marido?
    Eu: XXX
    Ele: Qual é a profissão do seu marido? (digita várias coisas)
    Eu: Engenheiro Civil
    Ele: A senhora trabalha com XXX?
    Eu: Sim
    Ele: A Senhora tem o passaporte do seu marido aí?
    Eu: Sim (e entrego para ele)
    Ele: (abriu o passaporte, digitou várias coisas). O seu marido é advogado tbm? {não sei da onde ele tirou isso}
    Eu: Não, ele é apenas Engenheiro Civil, meu sogro e minha sogra são advogados
    Ele: Ok. (digita várias coisas) E aí veio a pergunta bombástica: Tem conhecidos nos EUA?
    Eu: (mini ataque cardíaco, pensei muito rápido: ou é agora que ele quer me pegar na mentira pq de alguma forma conseguiu ver no sistema que tenho uma irmã lá, ou foi uma pergunta aleatória mesmo… resolvi arriscar e responder de acordo com o que coloquei no formulário para não entrar em contradição, e respondi muito firme olhando no olho dele: -Não!
    Ele: sorriu e falou: seu visto foi aprovado Senhora!

    Gente, a conclusão que eu cheguei é a seguinte:
    Obvio que eu não queria mentir, sou péssima nisso. Mas qual é a probabilidade de ter um visto aprovado tendo uma irmã ilegal morando lá? No meu caso, não muitas, ainda mais que ja tive um visto negado. Claro que pode acontecer com alguém, você pode falar que tem algum conhecido ou parente lá, mas que não vai se encontrar com essa pessoa (como eu li aqui), afinal, o visto é uma coisa muito particular: cada caso é um caso.

    O que eu recomendo é: fale exatamente o que você respondeu no formulário, não entre em contradição.

    Uma coisa que o Rafael sempre fala aqui é: Não minta! E isso é muito verdade, coloquei meu salário real (que não é muito), ele não viu problema. Coloquei que meu visto ja foi negado uma vez, ele também não viu problema. Ok, falei que não conheço ninguém lá, mas como eu disse, cada caso é um caso, acredito que todos conseguem avaliar a sua própria situação e saber se você corre risco de ser negado por conta de tal situação, e no meu caso eu tive essa orientação de colocar “não tenho conhecidos morando nos EUA” de várias pessoas experientes em visto que eu conversei.

    Eu sempre fui muito paranoica, achei que eles tivessem um sistema JEDI do FBI que rastreia todas as informações da sua vida, kkkk, e puxavam informações de toda a sua família, e parentes. Enfim, talvez eles até tenham, mas não usaram comigo.

    O que eu acho que ajudou meu visto ser aprovado:
    Eu responder exatamente o que coloquei no formulário. Eu ja ter viajado p/ alguns países. O fato de eu ser casada, e meu marido ja ter viajado algumas vezes para os EUA e Europa.

    Pedir para ficar calmo é meio clichê, eu estava mais nervosa que no dia do meu casamento hahaha, mas consegui ouvir uma entrevista que a Consul estava super nervosa com a brasileira pq ela não conseguia responder qual era a ocupação dela (pelo que eu entendi ela não tinha um emprego só, por exemplo: era fotógrafa, maquiadora, e organizadora de eventos) E a cônsul falava “Senhora, responda com mais clareza, eu quero saber a sua ocupação principal).

    Seja bem objetivo nas suas respostas. A maioria das minhas respondi sim/não
    Ele não me pediu documento nenhum. Apenas o passaporte do meu marido.

    Espero ter ajudado alguém, assim como muitos aqui me ajudaram! Boa sorte a todos 🙂

  64. Hoje fiz a entrevista no consulado do Rio de Janeiro.
    Estava super tranquilo e não tinha muita gente esperando.
    Do lado de fora nem fila tinha.
    La dentro acho que havia no máximo 20 pessoas sendo entrevistadas e aguardando. E pelo que escutei e vi todos tiveram seus vistos aprovados.
    Fui com meu marido (temos união estável, registrada em cartório ) Eu fui muito nervosa, pois havia errado uma data no formulário ds160.
    Mas foi tudo muito tranquilo
    Chegamos na cambine o consul perguntou o que eramos.
    Meu marido respondeu todo sorridente,rsrs, e o americano todo sério.
    Perguntou para onde iamos, a resposta foi Miami e Orlando.
    Perguntou se meu marido ja havia ido aos eua, ele respondeu que sim, em 1991, por 15 dias.(o visto nessa época era um carimbo no passaporte,kkkkk)
    Perguntou pra ele o que fazia, ele respondeu aposentado do órgão federal tal.
    Ai chegou a minha vez, eu tava calma, pq havia tomado remédio kkkk
    Ele so perguntou o que eu fazia, onde trabalhava , desde quando trabalhava na empresa, então respondi qual era meu cargo, o nome da empresa e falei a data que entrei.
    Depois ele me perguntou desde quando eu tava com meu marido, respondi o mês e o ano.
    Ai ele ficou escrevendo la no pc, nem sei o que pensei.
    Ai veio a resposta! VISTO APROVADO!!
    Ai ele entrega um papel… Mas na hora que ele tava entregando ele recolheu e me perguntou… Você já tentou visto antes? Respondi que não. Ai ele escreveu mais e entregou o papel e desejou boa viagem!!!

    Não sei se ajudou, já viajamos 2 vezes a Europa e na última vez,em novembro de 2016 tivemos nossos passaportes furtados na Itália, então tivemos que ir ao consulado do Brasil em Milão pra emitir um novo passaporte e no novo passaporte vem a cidade onde foi emitido, no caso Milão. Fora que tinha o carimbo de saida por Amsterdam.

    Enfim… antes da entreviata pensei mil coisas e situações e no fim foi super tranquilo.

  65. Oi Rafael,
    em 2015, eu tinha 24 anos, estava noiva, e comprei uma passagem de promoção pra NY com meu noivo.
    Porém, ele ja tinha visto, e viajado bastante, mas eu ainda precisava fazer o meu.
    Eu tinha emprego a 2 anos, uma vida estável, porém meu visto foi negado. (ele alegou que eu não tinha vínculos suficientes, filho, marido, casa, carro, e claro o fato de eu estar sozinha na entrevista contribuiu bastante).
    Agora fazem 8 meses que casamos, e segunda-feira vou tentar novamente. Agora somos casados legalmente, temos carro e tudo mais. Porém agora tenho outro problema, minha irmã está morando lá a 8 meses (2 meses ilegal, ela abriu um chamado de extensão do visto, mas está em andamento).
    Não sei se no formulário coloco que ela está lá, ou se falo que não. Porque ela não tem data de volta definida. Se eu colocar “não”, será que tem como ele descobrir que eu tenho uma irmã vivendo lá? Pois eu acredito que ele apenas investiga o que colocamos no formulário… Por exemplo: se eu coloquei que não tenho irmãos vivendo lá: por que ele iria querer conferir isso?
    Na verdade acredito que o fato de eu estar indo sozinha novamente vai ser ruim, pois em 2015 eu estava reparando que na fila, eu era uma das únicas pessoas sozinhas, a maioria das pessoas estavam com filhos, marido, esposa, amigos, parentes…
    Claro que vou levar o passaporte do meu marido, caso ele me peça, vai ser bom ter isso comigo, porém em 2015 ele nem me pediu nenhum documento, na verdade fez umas perguntas bem aleatórias tipo: quantos quartos tinha na minha casa, quantos funcionários tinha a empresa dos meus pais… enfim… gostaria de saber a sua opinião sobre a situação da minha irmã. Muito obrigada!

    1. Oi, Janaina.

      Olha, bem chato isso. Quando eu escrevi esse texto o contexto era outro. A taxa de aprovação de vistos estava perto de 97% e falavam em liberar o brasileiro de visto para os EUA.

      Aí veio a crise, com ela muita gente querendo morar no exterior e um aumento – falam em três ou quatro vezes de aumento – no número de recusas.

      Minha dica é sempre a mesma aqui: falar a verdade sempre. Mas entendo sua preocupação. Só não sei dizer se eles investigam ou não isso.

      Abraço.

  66. Oi Rafael,

    Quero levar minha sobrinha de 10 anos para Disney em janeiro de 2018.
    Eu, meu marido e filho já temos o visto. Minha sobrinha iria conosco sem os pais e precisa ainda entrar no processo. Será que o fato de ir sozinha desacompanhada dos pais possa ser um problema? Qual as chances do visto ser negado?
    Fico com receio pois tenho escutado muitas pessoas falarem que agora piorou a situação com o novo governo.

    1. Oi, hoje tirei o visto do meu filho. Ele vai viajar em setembro para a Disney, só me perguntaram com quem ia, o q eu e marido fazíamos, o q minha irmã fazia e se ele estudava, qual minha renda, mas qdo fui para a entrevista levei TD qto e tipo de documento,boa na dúvida poderiam pedir,fale o mesmo q vc colocou na dá, não minta. Comigo foi super tranquilo, duas horas e meia de fila e em pé. Espero ter ajudado

  67. Vamos passar umas férias nos EUA.
    Vamos ir eu, meu pai, minha mãe e minha namorada… meu pai vai arcar com a nossa viagem! A minha dúvida é…
    Minha namorada vai poder fazer a entrevista juntos com a gente?

    Obs. O meu, o do meu pai e da minha mãe São renovações…

    1. Oi, Rafaela.

      Você precisa comprovar ter fortes vínculos com o Brasil e condições de pagar a viagem. Infelizmente a taxa de recusa de vistos aumentou.

      Boa sorte. 🙂

  68. Olá Rafael bom dia.

    Pretendo passar a virada desse ano em NY e iniciarei a solicitação de visto em outubro. Já tenho visto da holanda (inclusive estou retornando p passar 10 dias começo de setembro) e visto de outra viagem p Inglaterra. Tenho um salário de 1800,00 mês. E disponho de pouca grana em banco. Até lá pretendo ter algo em torno de 5.000 guardado na conta, fora um cartao c limite de 2000,00. Faço faculdade e no período da viagem ainda estarei matriculado e em curso ativo. Tenho chance de ter o visto negado?

    1. Oi, Francisco. Ter outros vistos ajuda bastante, mas não dá para garantir que o visto será aprovado, anda mais nesse momento.

      O único jeito é tentar (e levar toda a documentação exigida).

      Abraço.

  69. Olá Rafael,
    Eu e meu namorado vamos tentar tirar o visto para fazer o enxoval do bebê em Las Vegas.
    Eu tenho residência no meu nome, e trabalho a 10 anos na mesma empresa, já ele não tem residência e acabou de reincidir o contrato de trabalho na empresa que trabalhava a 4 anos, porque vai virar PJ.
    Se o meu for aprovado o dele também será? Ou corremos o risco de o meu ser aprovado e o dele não? Você acredita que se casarmos no cartório ou fizermos uma união estável as chances dele aumentam?
    Obrigada pela ajuda!

    1. Não há garantias de que todas as pessoas da família irão conseguir, Vanessa. O que você pode fazer é tentar mostrar que você vai arcar com os custos dele, facilitando o processo para ele.

      Outra coisa: cuidado com a cotas isenta para compras no exterior. A compra de um enxoval não é isenta. Lógico que muita gente compra e passa pela alfândega sem problemas, na volta ao Brasil, mas não custa lembrar desse risco também. Tem que ver se pagando o imposto ainda valeria a pena.

      Abraço.

  70. Olá, tudo bem?
    Eu e meu marido estamos entrando com o processo de visto americano.
    Queremos ir para Indianapolis, Jeffersonville e redondezas. Vou ficar num hostel e pretendemos ficar um mês.
    A dúvida é: Minha mãe tem uma irmã de criação em Miami, ela tem visto de estudante, está legal lá. Ela não tem nenhum vinculo legal, pois foi “pega pra criar”. Ela é minha tia de consideração e tenho contato com ela. Mas por não termos nenhum vinculo familiar registrado, vou dizer que não tenho parentes. Apesar de que pretendo encontra la.

    Minha mãe tem Primo lá em North Caroline, apesar de os conhecer, eu não tenho contato com eles. Então, por serem parentes distantes de mim e que nem tenho contato, também vou negar a existência deles kkkk

    Acha que podem descobrir? Pois, para mim, não faz sentido dizer que tenho os primos de 2 grau da minha mãe como parentes e nem a minha tia de criação, pois ela nem é registrada no nome dos meus avós.

    Obrigada e desculpe o longo texto

  71. Boa tarde Rafael,

    Minha mãe não tem renda comprovada, tem duas casas de aluguel e um sítio, sendo uma pequena pecuarista. Eu, meu marido e meus filhos já temos o visto americano. Ocorre que queremos leva-la desta vez à Disney. Você tem alguma orientação a dar neste sentido?

    Obrigada

  72. Bom dia, pessoal. Conforme combinado venho relatar como foi minha experiência na solicitação do visto. Acabei de voltar do consulado, estou no hotel e pasmem, MUITO FELIZ! Nosso visto foi aprovado:

    CASV: foi no dia de ontem, 05/02/2017, na vila Mariana. Nosso horário era as 14:00h, chegamos lá 13:15h, ficamos em uma fila do lado de fora e logo fomos chamados a entrar. Só é necessário levar a confirmação da DS-160 e o passaporte ou no máximo a documentação de menores que por ventura não precisem ir até lá. O processo é bem tranquilo, entra numa fila lá dentro e logo te chamam nos guichês para apanhar as digitais e tirar foto. Acho que 14:15 já tínhamos saído de lá.

    Consulado: Esse foi hoje, dia 06/02/2017, estava um pouco tenso antes de ir, mas depois que chegamos lá relaxei. Estava marcada a entrevista para as 09:50, chegamos lá era 09:25, pessoal não precisa ir bem cedo, não há necessidade, eles só deixam entrar quem tá com o horário bem próximo. Ficamos em uma primeira fila no pátio, ali algumas atendentes verificam o passaporte e a confirmação da DS 160 e te encaminham para a fila da segurança. Nesta fila pedem para vc colocar em uma caixinha os seus pertences tipo relógio, documentos e etc para logo passar no detector de metais, que é idêntico a essesses de aeroporto. Logo após vc fica no pátio e é encaminhado para outros atendentes que te direcionam para uma nova fila que dará acesso aos assistentes consulares que ficam nas cabines entrevistando. Fomos chamados e o assistente pediu os passaportes. Pediu para colocarmos as digitais na máquina fez as seguintes perguntas:

    Assistente Consular = AC

    AC: Qual o vínculo entre vocês?

    Eu: União Estável.

    AC Pra minha mulher: vc trabalha em tal lugar fazendo tal coisa?

    Ela: sim, correto

    AC Pra minha mulher: vc já viajou pra fora do país?

    Ela: sim, já fui pra Turquia.

    AC Pra minha mulher: o que você foi fazer lá?

    Ela: visitar minha irmã.

    AC Pra minha mulher: E o que tua irmã fazia lá?

    Ela: Meu cunhado era jogador de futebol, dai eles moravam lá, mãe hoje já moram no Brasil novamente.

    AC Pra mim: Luciano, vc é funcionário público do Estado?

    Eu: sim, exatamente.

    AC Pra mim: há quanto tempo?

    Eu: 5 anos.

    AC Pra mim: Luciano, qual a sua altura? (não entendi porque ele perguntou mas…)

    Eu: 1,80m

    AC: Parabéns, seus vistos foram aprovados!

    Sensação na hora, ALÍVIO! pois é um gasto relativamente alto pra perder assim. Levei tudo que é documentação e não nos pediram absolutamente NADA!

    Gente, no consulado foi muito mais rápido do que no casv, essas perguntas não demoraram nem 3 minutos. Ele sequer perguntou pra onde iríamos.

    Desejo sorte a todos que tentarem. Não mintam na sua DS160, preencham corretamente e respondam calmamente tudo o que eles perguntarem pois são apenas perguntas com base no que vocês mesmos escreveram na DS-160. Eu mesmo preenchi a minha, não falo inglês, não precisa ficar pagando essas empresas que ajudam a fazer vistos na minha opinião, mas caso não se sintam seguros paguem.

    Um abraço a todos!

  73. Olá,

    Pretendo ir para Orlando e Nova York em novembro deste ano. Sou formada em Administração há 2 anos, mas atualmente não estou trabalhando. Iniciei há pouco tempo um curso técnico semi-presencial de transações imobiliárias. O meu pai que irá custear toda a viagem, ele é funcionário público aposentado e tem imóveis no nome dele e, também, possui o visto americano. Minha dúvida é: a declaração de aluno regular emitido pela instituição do curso técnico comprova meu vínculo com o Brasil? Além disso, levando a carta custeio e os documentos que comprovem a situação e a renda do meu pai facilitam a aprovação do meu visto?

    1. Tudo facilita, mas nada garante, Lara. Pode ser que eles impliquem com o fato de você não estar trabalhando, por exemplo.

      O único jeito é tentar.

      Abraço.

  74. Olá Rafael !

    Será que pode me ajudar ?

    No final do ano (novembro) tentei tirar meu visto mas foi negado. Triste experiência !
    Minha vida não mudou em nada até agora mas tenho interesse em tentar novamente.
    Fui convidada por um casal de amigos pra viajar com eles.
    Meu amigo é meu coordenador na empresa onde trabalho.Somos amigos e trabalho com ele há bastante tempo.Ele vai com a esposa e mais dois filhos,um de 15 e outro de 1 ano.
    A minha dúvida é : Eu já tentei o visto e não consegui e só viajei pelo Brasil.Eles nunca tentaram mas já viajaram pra Europa e pra Ásia há uns 2 anos atrás.
    Vamos pra ficar na mesma casa em Orlando (conhecer parques e fazer compras).Ele além de coordenador é pastor da mesma igreja onde congrego.Eu poderia tentar o visto com eles ou como não sou da família,devo tentar sozinha novamente pra não atrapalhá-los ?
    Pretendemos viajar em Janeiro 2018

    Deixo aqui essa dúvida GIGANTE !rsrs

    Obrigada !

    1. Bom dia, Sylvia. Tudo ok? Poderia nos relatar como foi sua experiência na primeira negação? Onde você fez sua entrevista? Eu tenho minha entrevista marcada para a próxima segunda e o CASV será no próximo domingo. Se puder nos detalhar como foi tudo, te agradeço!

      1. Olá Luciano,tudo bem !

        Sou do Rio de Janeiro .Tenho 29 anos,solteira,sem bens em meu nome. Trabalho na mesma empresa há 10 anos.
        Fui com esse currículo não muito atrativo!
        Ia com um casal de amigos que viaja agora em abril (Eles já tem visto há uns 3 anos).Ficaríamos em Boca Raton porque esse amigo conhece uma pessoa que tem casa lá.
        Cheguei cedo no CASV. Meu horário era 10:30hs mas fui atendida pelo cônsul por volta das 11:15h.Estava bem cheio.
        O cônsul era jovem e não muito simpático…Bem diferente dos outros que tinham ali perto.Ele me cumprimentou e logo em seguida começaram as questões.

        Cônsul – Pra onde deseja ir ?
        Eu – Boca Raton e Orlando.
        Cônsul – Fazer o que ?
        Eu – Ir nos parques de Orlando.
        Cônsul – Conhece alguém lá ?
        Eu – Sim
        Digitando…
        Cônsul – Onde conheceu ele?
        Eu – Na empresa onde trabalho.
        Cônsul – O que ele faz lá ?
        Eu – xxxx
        Cônsul – Onde você trabalha e o que faz na sua empresa ?
        Eu – xxxx
        Digitando….
        Cônsul – Vai com alguém ?
        Eu – xxxx
        Digitando…
        Cônsul – Onde você mora ?
        Eu – xxxx
        Ele continuou digitando por mais alguns minutos e me devolveu o passaporte com uma carta.Ele apenas me disse pra eu ler a carta que explicava os motivos.
        Eu estarrecida apenas agradeci e virei as costas.
        A carta vinha explicando do porquê o país não queria minha presença nele.
        Isso durou uns 3 minutos no máximo.Nem li a carta porque estava muito frustrada.Não apenas pelo dinheiro gasto mas pela resposta negativa sem um “respaldo”.
        Mas já fui sabendo que era assim,então não posso reclamar !
        Acho que ter dito que conhecia alguém lá não me favoreceu,ainda mais por ser solteira…Esse amigo que tenho lá é cidadão americano.Ele,sua esposa e filhos.Moram lá há muitos anos !
        É impossível explicar o que se passa na cabeça do Cônsul…Já vi pessoas com o mesmo currículo que o meu ou até mesmo “pior” e conseguir.

        1. Oi, Sylvia.

          A coisa piorou muito no último ano. O número de vistos recusados quase que triplicou, e isso deve ficar ainda pior com o novo governo.

          Sei que não ajuda, mas o seu não é um caso isolado. 🙁 Sacode a poeira e pensa, quem sabe, em um dia ir para a Europa, que não pede visto.

          Abraço.

  75. Olá, tudo bem? Queria perguntar algo, sei que não é o foco aqui mas tenho esperança que alguém possa me responder.
    Fui sozinha para Chicago em 2015 e não entreguei aquele papel da alfândega em lugar nenhum, não me foi solicitado e fiquei tão perdida na época que acabei voltando para o Brasil com ele, agora pretendo voltar para USA para minhas férias, será que não ter entregue esse papel pode me trazer problemas?

    Grata pela atenção:)

  76. Olá, tudo bem? Queria perguntar algo,sei que não está dentro do tópico mas tenho a esperança que alguém aqui consiga me responder.
    Fui para Chicago em 2015 e não entreguei aquele papel da alfândega em lugar nenhum, não me foi solicitado e fiquei tão perdida na época que acabei voltando para o Brasil com ele, agora pretendo voltar para USA para minhas férias, será que não ter entregue esse papel pode me trazer problemas?
    Grata pela atenção:)

  77. Olá, quero ir PR ao Nova York em janeiro do ano que vem. Mas, minha ma eu mora nos EUA já fazendo 19 ano de ( minha idade, ela foi quando eu tinha 11 meses) gostaria de saber se quando eu for tirar o visto se eu digo q ela mora lá (eu moro com meus avós) ou eu digo q vou pra Disney e não falo q q ela mora la. Eu realmente não deixa Oq fazer, moro em Curitiba e é caro tirar o visto ainda mais q tenho q ir pra outro estado pra fazer isso! Gostaria de saber se vc tem alguma dica pra me dar! Beijo

    1. Olha, a dica é falar a verdade. Pode ser um risco sim, mas o risco maior é eles descobrirem a mentira ao cruzar informações do banco de dados, Bianca.

      1. tenho uma dúvida parecida.
        no preenchimento do DS-160 eu não coloquei que tenho uma irmã nos EUA
        na entrevista existe a chance deles perguntarem?

  78. Bom dia, tenho agendado para o próximo mês, dia 05 e 06 de fevereiro 2017, o CASV e o consulado, respectivamente. Estou lendo de tudo um pouco. Eu e minha mulher moramos juntos há cerca de 2 anos, temos união estável registrada em cartório, sou funcionário público há 5 anos (já possuo estabilidade), minha renda bruta é em torno de 6 mil e poucos reais, tenho um apartamento financiado e uma moto no meu nome. Já minha mulher trabalha em empresa privada, há cerca de 2 anos também, ganha em torno de 2 mil e poucos reais, nosso carro tá no nome dela, ela tem um terreno no nome dela e uma sociedade em uma empresa junto com o pai dela e a irmã. No DS160 dela não tinha opção de cadastrar tudo isso, coloquei apenas o emprego atual, mas acredito que na hora ela possa falar, caso ele pergunte né? Abaixo algumas dúvidas que estão me corroendo hehehe:

    – A ideia é dizer que vamos para Orlando em fevereiro de 2018, coloquei no DS 160 o endereço de um hotel em Kissimee na Flórida, bem perto dos parques da Disney. Mesmo sendo perto, quando o consul perguntar, digo que vou pra Orlando ou Kissimee??? Fiquei muito em dúvida nisso.

    – Quanto a pergunta se já saímos do Brasil…. Eu moro em Santa Catarina, mas sou do RS, e lá fazemos fronteira com o Uruguai e Argentina, já fui nos 2 países várias vezes, para fazer compras e uma vez no Paraguai. Se ele perguntar acho que vale falar né, não estaria mentindo, mas não tenho como provar isso, até porque esses países do Mercosul só pedem no máximo identidade e deixam passar. Em 2006 fui para Buenos Aires e fiquei quase 30 dias, lembro que me deram um “visto” de que eu poderia ficar 3 meses, mas isso nem tenho mais. O que tu achas de falar sobre isso tudo???? Minha mulher viajou em 2006 para Istambul na turquia, daí tem registro no passaporte anterior, ficou quase 30 dias também com a irmã dela que morava lá.

    – Na parte de emprego, no caso do meu formulário, pediu praticamente todos, daí coloquei do atual até o Exército, onde fiquei por 7 anos, naquela última parte que pede pra descrever eu coloquei muito breve, por exemplo, no meu atual sou concursado, daí em tipo eu coloquei “Government” e lá em baixo na descrição coloquei apenas “IT Manager” pois sou gerente de TI em um hospital. Será que deveria ter colocado mais coisas?

    Desde já, obrigado pela atenção. Prometo vir relatar a experiência depois do dia 06/02, espero que seja para escrever “meu visto foi aprovado” heheh. Abraço!

    1. Oi, Luciano. Diga que você vai para a Disney, que é seu foco, certo? Pelo que entendi foi por isso que você deu o endereço desse hotel, né?

      Se perguntarem se você esteve no exterior, diga a verdade, que esteve na Argentina e no Uruguai. 🙂

      Fica tranquilo, acho que você fez tudo direitinho. Agora levem os comprovantes todos, vão tranquilos e digam a verdade sempre.

      Abraço e boa sorte.

      1. Exatamente, Rafael! Eu li que nessa cidade os hotéis costumam ser mais “em conta” e a ideia, de verdade, é ficar por lá uns 14 dias pra poder aproveitar cada dia um dos parques da Disney, de repente até dar um intervalo de um dia a cada parque e visitar outras partes de Orlando quem sabe. A ansiedade bate né, cara… é inevitável afinal você faz um investimento relativamente alto para tentar um visto pagando DS 160 para duas pessoas, hotel, passagens de avião e tal. Mais uma vez, obrigado pela atenção! Abraço

  79. Olá.

    Já fui aos EUA quando tinha 17 anos junto com minha mãe e irmã. Porém ficamos mais tempo do que o permitido, em torno de 11 meses.

    Hoje, com 26, formado e empregado, pretendo ir à turismo (Disney) agora em maio junto com meu tio.

    A questão que tenho é o seguinte: no consulado, quando fizerem a pergunta se eu já fui para os EUA, eles costumam perguntar por quanto tempo eu fiquei no país? Ou essa é uma info, de que fiquei ilegal, já vai aparecer para ele em seu sistema? Caso ele pergunte, pretendo ser sincero.

    Gostaria de saber também se, eu posso meio que jogar a culpa na minha mãe por ter ficado ilegal? Já que na época eu era menor de idade ( fiz 18 nesse período de 11 meses ilegal). Ou essa desculpa não serviria pra nada?

    Quem puder me ajudar, agradeço.

    1. Não sei te dizer se eles perguntarão isso, mas sempre diga a verdade. Se perguntarem por que você ficou todo esse tempo, diga que você era menor e que essa foi uma escolha da sua mãe. Isso é verdade também. Você não poderia voltar sem ela.

      Abraço e boa sorte.

  80. Ola Rafael,
    Tenho entrevista no proximo mês, e objetivo da minha viangem é turismo para novo york. Da sua experiencia, caso intrevistador perguntar por quê que escolheu Nova york? commo satisfazer o oficial?
    Abraço

    1. Só falar a verdade, Larry. Por que você escolheu essa cidade? Pela cultura? Pelos lugares? Pelos filmes e séries que foram filmados lá.

      Diga o que te motivou e pronto. 🙂

      Abraço.

  81. Boa noite galera!! Bom depois de tantas pesquisas e vários medos chegou meu grande dia. Dia 04-01-2017 fui ao CASV colhi as digitais e a foto. E hoje dia 05-01 minha entrevista, na fila surge todos os medos. Medo de cair com um cônsul bravo, medo do cônsul não ir com a nossa cara, medo do cônsul ser racista, medo da recusa sem motivo. Mais coloquei Deus na frente e fui guichê 07, a cônsul me olha com um leve sorriso. Neste dia parecia que todos estavam de bom humor.
    Bom dia, para onde vai, a quanto tempo trabalha, com quem mora e quem irá com vc.
    Trabalho a 3 anos como enfermeira (tenho 35 anos), quero ir a Orlando e NY irei com meu filho de 13 anos, moro com minha mãe e minha avó. Não me pediu nenhum documento leu minhas digitais e visto aprovado. Pessoal tudo que dizem sobre a entrevista é no meu ver mito. Todos gentis, nenhum estava com cara amarrada, teve sim alguns negados por falta de vinculo ou mentiras mais neste dia até o horário que eu estive lá 90% foram aprovados. Inclusive o MEU!!!!!

      1. Ler isso só me deixou mais tranquila.

        Estou aguardando o meu passaporte chegar. Meu único medo é de que não comprovo renda.
        Estarei sendo custeada pela familia de amigos que moram no texas. Tenho previsão de ficar apenas 20 dias, já que terei férias do trabalho (O qual estou há 1 ano e meio) agora em março.

        Espero que dê tudo certo também!

  82. Boa noite Rafael e a todos os leitores. Vim compartilhar minha experiência, mesmo não sendo uma das melhores.
    No dia 16/12/2016 (sexta-feira), tive uma entrevista no consulado de Brasilia. Não dormia a 1 semana por conta da ansiedade, mas no dia eu consegui me acalmar, vim ao blog ler mais alguns comentários e fiz uma breve oração.
    Tirei a foto e colhi a digital, de lá fui para o consulado. Minha entrevista estava marcada para às 10:00, mas cheguei as 9:20 e já fui imediatamente atendida. Ainda na fila, deu aquele frio na barriga e escutei umas duas entrevistas. Do meu lado esquerdo o consul questionava uma senhora sobre o que ela iria fazer ao voltar pro Brasil e na minha frente breves perguntas e um visto negado.
    Chegou minha vez, entreguei meu passaporte para uma “oriental” e:
    Consul: bom dia
    eu: bom dia
    Consul: Pra onde quer ir nos EUA?
    eu: San Fransisco
    Consul: o que faz no Brasil?
    eu: Faço Faculdade curso de direito e faço estágio no jurídico da faculdade.
    Consul: Já viajou pra fora do Brasil?
    Eu: não
    Consul: Quem vai custear sua viagem?
    eu: Meu pai
    Consul: o que seu pai faz?
    eu: Policial Militar (21 anos de carreira)
    Consul: Tem parente nos EUA?
    EU: sim, minha tia, meu ti faleceu lá recentemente
    Consul: o que ela faz?
    eu: xxxxx
    A consul digitou e pediu para colocar minhas digitais – nessa hora pensei que ia aprovar – mas ai suou aquela voz fria “você não está apta para ir aos EUA”. Naquele momento meu mundo caiu, eu tentei abrir minha pasta para pegar a carta convite que minha madrinha fez e o atestado de óbito, mas fui interrompida quando ela disse “sua entrevista acabou”. Quando estava arrumando minhas coisas ela me olhou e deu uma “justificativa” dizendo que não possuia vinculo e tentar novamente. Apenas me despedi com um sorriso no rosto, mas naquela hora queria chorar, pedir piedade. Afinal, eu não estava indo a passeio ou para morar, só queria visitar minha tia que por sinal está passando por um momento muito difícil. Eu só disse a verdade, e creio que foi ela que atrapalhou, quando eu que disse que tinha parentes por lá.
    Preciso tentar meu visto novamente mas não sei como proceder. Havia pensado em tirar que tenho parente por lá, mencionando que após o falecimento minha tia retornou para o Brasil e, no próximo DS dizer que vou em julho (mês do meu aniversário) com uma amiga (que já possui visto) de presente de aniversário. Será que ajudaria? Caso não, me dê uma direção, por favor. Estou desorientada e minha tia nem se fala. Preciso de vê-la pelo o menos por uma semana.
    Obrigada 🙂

    1. Lembrando que meu pai ganha razoavelmente bem. Começarei o nono período do curso de direito e, tenho um contrato de estágio na empresa onde eu trabalho que termina em dezembro do ano que vem. EU REALMENTE NÃO QUERO MORAR LÁ kkk

  83. Boa noite, passei pela entrevista hoje (18/12/16), no consulado de Brasília. Pretendo viajar para Orlando em Julho de 2017, conforme foi informado no Formulário. Meu visto foi aprovado, porém a consul me informou que seria apenas para essa viagem e depois eu teria que entrar com um novo processo. No caso de uma nova viagem, eu preciso fazer apenas a renovação do visto sem passar pela entrevista, ou começar do zero como se fosse o primeiro?

    1. Filipe, eu disse que ia viajar em abril de 2017 só que não vou…
      no seu caso o visto veio com validade de 10 anos? ou apenas com validade até Julho/2017?
      que coisa hein…

  84. Eu vi alguns videos na internet e pensei que ia ser tenso.. como da @Cyntia, mas até hoje fico na zoação pq ainda fiz um cavanhaque e tudo só para tirar onda.
    Geral fala que compra roupa, vai todo papagaiado eu particularmente fui com minha roupa social do dia dia de trabalho (camisa social enrolada até o braço e calça jeans) detalhe.. no meu DS 160 coloquei que ia viajar em abril mas só tirei o visto por tirar.. detalhe chegou ontem em minha casa. foi despachado dia 13 e chegou 14 sou de BSB. Ceilandia muita treta mano.rsrs

  85. Bom dia gente, gostaria de compartilhar com vocês minha experiência no Consulado Americano, já que li vários comentários aqui e também em outros sites. Tivemos nosso visto aprovado, no entanto, quase infartei até poder ouvir (seu visto foi aprovado, boa viagem) e vou contar por que: Eu e meu esposo marcamos a nossa entrevista em Brasília, não levamos nosso filho (Gustavo, 9 anos) pois, no próprio DS 160 explica que não tem necessidade, mas levamos as fotos dele (levei de 2 tamanhos 5×7 e 5×5) eles escolheram a maior 5×7. A entrevista foi marcada para 08:30, chegamos cedo, a fila é organizada de acordo com a hora agendada. Fomos sem relógio, sem celular e sem nada de eletrônico, em razão de que é proibido. Mas na frente do Consulado tem um guarda volume e ouvi uma moça falar que era barato. Em relação ao relógio, de acordo com a orientação do guarda e da placa informativa, alguns modelos são proibidos. Preferimos não arriscar!! Quando chegou a nossa vez: Consul (Senhor nada simpático)- bom dia Nós- bom dia Consul- Gustavo é o filho de vcs? Quantos anos? Nós- sim, 9 anos Consul- para onde vão? Nós- Orlando Consul- quando pretendem ir? Nós- não fizemos planejamento, estamos esperando a documentação e autorização Consul- qual a profissão de vcs? Nós- somos advogados (sem ele pedir, entreguei as cópias autenticadas Carteiras da OAB) e o Consul conferiu. Consul- possui comprovante da Declaração de IR? Nós- entregamos a Declaração do IR pra ele. Consul- ele repetiu: vcs possuem o comprovante de IR? Nós- a nossa contadora deve ter esquecido, trouxemos a Declaração de IR, essa que está com o Senhor. Consul- possuem extrato bancário? Nós- sim, trouxemos de duas contas, dos últimos 3 meses e já entreguei. Senti que ele não estava satisfeito. Então, sem o Consul solicitar, entreguei alguns papéis, e fui explicando…olha, estes documentos (cópias autenticadas) referem-se a contratos de honorários advocatícios, prestamos assessoria jurídica para algumas empresas. Consul- em que área vcs advogam? Nós- empresarial e agronegócio Também sem o Consul solicitar, entreguei cópias autenticadas e fui explicando que os documentos eram referentes a bens que adquirimos e que irão constar na próxima Declaração de IR. Aí o Consul pediu para que aguardássemos sentados na sala de espera, onde ficamos esperando para a entrevista (nessa hora, sem o Consul solicitar, meu marido entregou também a Declaração da matrícula da escola do Gustavo) Minhas pernas amoleceram e fiquei com a boca seca de tanto nervoso. Pra piorar, às pessoas que foram entrevistadas antes de nós, todas elas, saíram rapidamente. Não sei dizer se tiveram o visto concedido. Só eu e meu esposo tivemos que esperar a análise dos documentos. Acreditem, depois de 30 min ou mais, nos chamaram e pediram para que fôssemos na mesma cabine. E ao chegar lá, o Consul disse: SEU VISTO FOI APROVADO, BOA VIAGEM!!! E nos devolveu os documentos. Ufaaa.. que alívio!! Agradecemos, pegamos os documentos e fomos embora. Conseguimos, mas foi sofrido!!! Acredito que se não entregássemos os documentos além do que ele pediu, o visto teria sido negado. É isso, espero ajudar vcs!!!

  86. Pessoal, vou contar minha experiência na entrevista no consulado….
    Moro em Ceilândia/DF e a agendei no casv na sexta-feira 09/12/2016 as 08:45 cheguei as 08:30 e fui fazer o procedimento de tirar a foto e colher as impressões digitais… super tranquilo. Agendei minha entrevista na embaixada no mesmo dia as 11hs, cheguei lá as 10:00 e fui chamado as 10:45 peguei uma fila pequena e chegou minha vez….
    Levei minha pastinha com tudo da minha vida. rsrs
    Fiquei na fila e na minha vez o agente consular vira e começa a beber água e conversar com outra pessoa lá dentro.. coisa de 1 minuto, estou lá aguardando na file e ele me faz o sinal de “vem” com as mãos.
    Perguntas:
    Agente: vai para onde?
    Resposta: Orlando!
    Agente: O que você faz?
    Resposta: gerente financeiro de uma ONG!
    Agente: A ONG faz o que?
    Reposta: Qualificação de jovens!
    Agente: você estuda?
    Resposta: faço pós graduação!
    Agente: coloquei os quatros dedos da sua mão direita no leitor.
    Agente: ok! seu visto foi aprovado (com aquele sotaque americano)
    Detalhe…. todas essas perguntas não duraram 30 segundos..
    não me pediu NADA…
    nao perguntou nada mais além disso.
    Abraços e sucesso a [email protected]

  87. Pessoal,
    Li muitos depoimentos que me ajudaram para adquirir o visto, então resolvi retribuir e deixar aqui minha experiência para solicitação do Visto Americano.
    Minha esposa e eu ainda não possuíamos passaporte. Demos entrada no passaporte no dia 17/10/2016 e no dia 25/10/2016 recebemos confirmação por e-mail que eles já estavam disponíveis para retirada, mesmo o prazo que estava no protocolo, tendo indicado que deveria chegar em 30 dias, por problemas na confecção do passaporte.
    Com o passaporte em mãos, fomos para o preenchimento do DS-160 no dia 26/10. Peguei algumas dicas em sites e conversei com alguns amigos que já haviam preenchido, e segui em frente. O formulário é de certa forma alto explicativo e com as dicas recebidas, foi um processo tranquilo para preenche-lo, embora tenha demandado bastante tempo e atenção. Naturalmente é super importante que as informações preenchidas no formulários sejam verídicas e tenham consistência.
    Após o preenchimento, entramos no site do agendamento consular e realizamos o pagamento da taxa pelo cartão de crédito. Boa dica para quem quer agilizar o processo, porque autorizando o pagamento, já é possível realizar os agendamentos no mesmo momento (se for por boleto, pode demorar até 3 dias). As fotos e digitais agendamos para o dia 28/10 (sexta-feira) e a entrevista para o dia 31/10 (segunda-feira).
    Agendamos a visita para fotos e coleta de digital na Vila Mariana, dia 28/10, as 13h. Não sei se era o horário ou o fato de ser sexta-feira, mas quando chegamos só minha esposa e eu estávamos no local e então as 13h15 já tínhamos saído de lá, com as digitais e fotos concluídas. Fomos super bem atendidos, todos funcionários muito solícitos e atenciosos.
    Foi um fim de semana de bastante ansiedade, mas a segunda-feira finalmente chegou. A entrevista estava marcada para as 8h20 e eu minha esposa chegamos 10mins antes, deixamos o carro no estacionamento com os pertences todos, como celular, bolsa e etc (deu 25 reais todo o período que ficamos). Só levamos a pasta com os documentos para entrada no consulado.
    A fila para entrada no consulado demorou cerca de 10 minutos do lado de fora na rua + cerca de 25 minutos das filas que ficam dentro do prédio, mas ainda fora do consulado. Tinha muita gente no dia, acho que também pelo fato de ser segunda-feira e o horário da manhã, que costuma ser o mais cheio, mas tudo fluiu bem e entramos na fila da entrevista em menos de 40 minutos depois que paramos o carro. Também fomos muito bem atendidos pelos funcionários do consulado.
    Nossas preocupações principais para entrevista eram:
    • Minha esposa mudou de emprego em Abril deste ano, embora no emprego anterior tenha ficado mais de 7 anos, não é considerado um período que passa estabilidade;
    • Nunca viajamos para fora do país;
    • Não temos filhos;
    • Não somos casados no papel, mas moramos juntos tem 5 anos.. tínhamos medo de poderem interpretar isso de forma negativa;
    • Entre outras, como simplesmente o entrevistador não ir com nossa cara..kkkkkkkkk
    Levamos todos documentos possíveis: Extrato do imposto de renda, holerites, carteira de trabalho, extrato da poupança, extrato da conta corrente, contrato de compra e venda de nosso apartamento financiado, documento do carro, além de todos documentos pessoas como CPF, RG, titulo de eleitor e etc. Como na maioria dos casos, não nos foi solicitado apresentar nenhum dos documentos que tínhamos levado, como poderão ver mais abaixo..
    Na fila da entrevista ficamos cerca de 20minutos, e sim, é possível enquanto está na fila ouvir outras entrevistas e isso causa um calafrio, não tem como..rs…
    A nossa frente, na cabine que fizemos nossa entrevista, foi uma família com 2 mulheres e 1 homem. As duas eram irmãs e ele era casado com uma delas. Iriam para Boston os 3 e mais o marido da outra que não estava presente, porque já tinha visto. O entrevistador ficou bastante encucado porque quando perguntou a eles o que fariam em Boston, disseram que iriam passear, mas não souberam dizer que tipo de coisas iriam fazer, se iriam se deslocar para outras cidades e/ou Estados e etc. Então uma dica bem comum, mas valiosa, é saber e conseguir transmitir com segurança o que deseja fazer na viagem, quais lugares quer conhecer e etc, porque passa credibilidade e confiança ao entrevistador que a viagem de fato tem caráter turístico. Mesmo com esse “deslize”, os vistos da família foram aprovados. O marido de uma das mulheres, era taxista aposentado e a outra vivia de pensão do ex-marido.. isso quebra um pouco aquele estigma de que “tem que ganhar bem” para ter o visto aprovado.
    Chegando nossa vez, fomos atendidos por um americano grisalho, cerca de 50 anos, super simpático. Mesmo tendo feito todo o processo com muita atenção e assertividade, é inegável que no momento da entrevista, vem aquele friozinho na barriga.. Vou tentar colocar a entrevista na íntegra:

    Entrevistador: Bom dia!
    Nós: Bom dia!

    Entrevistador: Qual relacionamento de vocês?
    Eu: Somos casados, apenas ainda não oficializamos no papel.

    Entrevistador: Quanto tempo são casados / moram juntos?
    Eu: 5 anos.

    Entrevistador: Já viajaram para fora do país?
    Eu: Não, nunca saímos do Brasil.

    Digita, olha no computador, digita…

    Entrevistador: Com o que você trabalha Sr. Guilherme?
    Eu: Sou coordenador de uma operação que realiza a prevenção de fraudes no e-commerce.

    Entrevistador: Há quanto tempo trabalha no mesmo local?
    Eu: 8 anos.

    Entrevistador: E você Sra. Priscila, trabalha?
    Minha esposa: Sim, sou Gerente de contas, a empresa que trabalho comercializa um software de gerenciamento de atividades e projetos.

    Entrevistador: Há quanto tempo trabalha no mesmo local?
    Minha esposa: 6 meses.

    Entrevistador: E antes?
    Minha esposa: Trabalhava na mesma empresa do meu marido. Lá fiquei 7 anos.

    Digita, olha no computador, digita…

    Entrevistador: Você estuda?
    Minha esposa: Sim, estou no 7º período de Administração.

    Entrevistador: E o Sr. Guilherme, estuda?
    Eu: Não, tranquei a faculdade 2 anos atrás.

    Digita, olha no computador, digita…

    Entrevistador: Para onde vocês vão viajar nos EUA?
    Eu: Los Angeles e San Francisco;

    Entrevistador: O que pretendem fazer lá?
    Eu: Queremos conhecer os parques Six Flags e Universal Studios, as praias como Santa Monica e Venice Beach, além de assistir alguns jogos de basquete.
    Nesta hora, o entrevistador soltou um sorrido de canto de boca.. parece um pouco soberbo, mas foi exatamente nessa hora que minha adrenalina baixou e soube que nossos vistos seriam aprovados. Ele continuou..

    Entrevistador: Ah, vão ver os Lakers? (expressão amigável no rosto, sorriso)
    Minha esposa (me atropelando..rsrs): Não, queremos ir ver os Warriors.

    Ele achou a reação engraçada e sorriu mais ainda.. Digita, olha no computador, digita…

    Entrevistador: Ahnnn, então querem ir ver o Stephen Curry?
    Minha esposa: Isso, ele, o Draymond Green..
    Eu: Mas também veremos os Lakers, já que estaremos por lá.

    Entrevistador: Os Lakers estão uma merda…
    Eu: Sim, hoje que manda em LA são os Clippers.

    Entrevistador: É verdade..

    Digitou mais…

    Entrevistador: Ok, o visto de vocês foram aprovados. Boa viagem!

    Saímos de lá extasiados, mega felizes e empolgados… fizemos a solicitação de receber os passaportes com os vistos no trabalho da minha esposa e em menos de uma semana eles já tinham chego..
    Agora é aproveitar e curtir a viagem!!!!

    1. Que ótimo, Guilherme. Muito bom seu relato! Dos melhores que já li aqui.

      Boa viagem para vocês. E muito obrigado por compartilhar sua experiência.

      Abraço.

  88. Bom dia!
    Tenho uma dúvida, eu moro em casa própria porém não sou casado oficialmente.
    Tenho entrevista para o próximo e minha dúvida é.. falo que sou solteiro, moro com namorada ou com mãe? para mostrar que tenho vinculo familiar no Brasil

  89. Boa noite!

    Eu estou em dúvida sobre uma coisa. Meu namorado é americano e vi muitos relatos de pessoas que disseram que tinham algum tipo de vinculo parentesco ou até mesmo amigos nos EUA e tiveram o visto negado. No meu caso, eu vou ficar na casa dele durante o período de férias da faculdade e volto no carnaval. Estou apreensiva sobre isso, de acharem que tenho a intenção de ficar por ter esse vínculo. Eu também não trabalho, mas quem vai pagar a viagem são os meus pais, eu moro com eles. Será que esse vínculo ou/e nao ter emprego pode me fazer ter o visto negado?

    1. Acho que a questão do emprego é a mais complicada, Letícia. Você faz faculdade? Tente comprovar que tem vínculos com o Brasil.

      Houve um aumento no número de vistos negados este ano.

      Abraço.

      1. Tambem tenho namorado Americano e vou tentar o visto ano que vem. Eu pensei que seria melhor dizer que nao conheco ninguem mas agora fiquei confusa sobre o que dizer

        1. Bom,foi isso que eu fiz!Na verdade o meu primeiro formulario eu coloquei que conhecia ele, mas ai acabei ficando em duvida de algo e fui pergunta para uma amiga que trabalha com empresas de intercambio e ela me falou que era para eu nao colocar que conhecia ele, pois eles podem pensar que voce vai acabar nao voltando para o Brasil.. Pricnipalmente se voce nao tem muito vinculo no Brasil.
          Ela falou que era para eu falar que eu ia para Disney, e que minha mae estava me dando a viagem de presente. Mas pra falar isso, voce vai precisar do imposto de renda da sua mae e docmentos que provam que ela tem vinculos no Brasil. Se voce trabalha ou estuda, precisa de uma declaracao que prove isso.

      2. Thainá, me passe seu contato, estou na mesma situação e gostaria de saber o que fazer, minha namorada é americana e pretendo tirar meu visto pra maio de 2017 e não tenho emprego nem estudo, e estou apreensivo de saber se dizer que estou indo para os Eua visitar ela poderia fazer eles acharem que irei ficar lá…

  90. Vou fazer a entrevista na primeira semana de dezembro. O que me preocupa é que acabei de ser contratado na empresa que estou, mesmo ganhando razoavelmente bem (6600 reais) e já tendo viajado algumas vezes pra fora (Colômbia, Emirados Árabes, Holanda, Inglaterra, China e Panamá). Já sou formado e não tenho nenhum bem no meu nome. Tenho chance?

  91. Olá, eu e meu noivo pretendemos ir a Miami e fazer um cruzeiro em lua de mel. Devemos especificar isso em algum lugar? Outra coisa, podemos agendar a entrevista para entrarmos juntos? Como em família? E em relação ao salário, devo colocar o bruto ou o líquido? Outra questão também: nunca viajamos para o exterior, será um ponto muito negativo? Possuímos vínculos empregatícios. Obrigada!

    1. Vocês podem fazer a entrevista juntos. Coloque o salário como está na carteira de trabalho. E leve toda a documentação necessária.

      Abraço e boa sorte!

  92. Rafael, bom dia!

    Interessante seu post.

    Fiz a entrevista no dia 08/11 e negaram meu visto de turista.

    Questionaram se trabalho e estudo (SIM), quanto tempo falta para acabar a faculdade (1 ano e meio), e para onde eu ia (visitar minha irmã que mora lá há quatro anos e é cidadã), com quem morava (meus pais).

    Me deram a carta de recusa b214, alegando não possuir vínculos de EMPREGO, ESTUDO, FAMÍLIA, mesmo eu dizendo que tenho e estando com documentos em mãos (não me pediram).

    A moça que me atendeu foi bem antipática e todos reclamavam especialmente dela 🙁 enquanto em outros atendentes, vi pessoas com menos vínculos que eu sendo aprovados!!!

    Uma pergunta.. Você acha que o fato de informar que vou visitar minha irmã resultou na negação do visto?

    Pois conheço muitas pessoas nessas condições que conseguem. Será que tento novamente? Eis a questão, é muito dinheiro e humilhação 🙁

    1. Fernanda, vc foi recusada pq disse que visitaria sua irmã. ..eles sabem que para cidadania americana é necessário um tempo de moradia lá de pelo menos dez anos e já ter um Green card a pelo menos 6 anos. ..por isso vc não conseguiu.

  93. Rafael, bom dia!

    Estou preenchendo meu formulário ds160. Antigamente perguntava sobre trabalho e faculdade anteriores. Hoje percebi que no formulário só tem a informação para Present Work/Education/Training Information. É isso mesmo? Não precisamos mais informar se somos formados ou trabalhos anteriores?

  94. Gostaria de tirar algumas dúvidas…

    No campo onde vou ficar nos EUA, coloco apenas “hotel em nova york” ou preciso especificar o endereço de algum hotel que pretendo ficar lá?

    Tenho casa e carro. No consulado eles pedem documentação comprobatoria disto?

    Minha esposa realiza um trabalho voluntario religioso e é dona de casa, qual melhor opção pra colocar?

    Ela não estuda mais. É formada em técnica em quimica, e hoje estuda apenas pra concurso. É valido citar isso na entrevista caso ele pergunte?

    No campo renda, coloco renda bruta ou líquida?

    Desculpa tantas perguntas rsrsrs. Aguardo retorno.

    1. Oi, Jaime. É bom levar a documentação sim, mesmo que não peçam. Sobre a sua esposa, francamente, não sei, mas penso que não vá fazer muita diferença.

      Coloca seu salário, como está na carteira de trabalho. Ahh, o hotel, pode colocar o hotel mesmo, com endereço, mas não é preciso reservar nada antes de conseguir o visto.

      Abraço.

  95. Boa tarde , meu pai mora nos estados unidos há 50 anos , ele é meu pai natural e tenho irmãos que moram perto dele , ele nunca me reconheceu como filho em documentos , mas me reconhece juntamente com meus irmãos , ele está muito doente e meus irmãos e esposa deles me convidaram para fazer uma visita , nunca estive lá , se meu pai tivesse me reconhecido eu teria direto a cidadania , mas isto não ocorreu , tenho vínculos , empresa, bens e familia aqui no Brasil ,porém tenho um irmão que provavelmente esteja ilegal lá ! não converso com este irmão há mais de 3 anos , minha irmã que mora lá mandou por e-mail um laudo na qual fala que estado do meu pai é crítico e que que sou convidado a ir lá , mas dizer que é meu pai sem que possa provar , pois só nós da familia sabemos tenho receio de falar que é meu pai , e em documentos não consta ! como posso informar tudo isto ?

    1. Ô, Fernando, realmente não sei o que te dizer. Desculpa, mas é um caso muito específico. Você pode não informar a questão do seu pai, caso ache que preenche todos os requisitos. Ou pode tentar informar.

      Uma alternativa, caso fique com receio, é contratar uma empresa especializada para tirar o visto. Fica mais caro, mas você tem suporte e aumenta as chances.

      Abraço e boa sorte. 🙂

      1. Olá Rafael tive o visto negado neste dia vinte e um de Outubro eu meu esposo e meu filho de 3 anos,foram perguntas muito fáceis e logo ela ficou questionando meu esposo sobre o trabalho dele perguntou se ele tinha curso de contabilidade pois ele trabalha em um escritório de contabilidade ele disse que não é que já havia se inscrito porém trancou devido ao tempo,ai ela disse mas vc é proprietário Do escritório e não tem o curso?ai ele disse não eu sou funcionário ai depois de mais algumas perguntas ela pediu um comprovante de vínculo com a empresa estava tudo no hotel e ele não tinha nenhum outro comprovante nem carteira nem holerite, ai ela disse que o nosso visto estava negado,ele disse que não tinha mas estava com o imposto de renda e o itr do lote ela olhou mas negou E no comprovante que ela deu foi pelo 214 b vc diria que é pelo holerite ou algo mais. Abraços e desde já agradeço

      2. Olá, eu tenho algumas dúvidas, eu pretendo tirar o visto de turismo em breve e tenho poucos vínculos, eu trabalho há 2 anos e meio com um salário baixo de 1.200 e estou no primeiro semestre da faculdade ainda, tenho 3.000 reais na poupança, e eu pretendo viajar sozinha para Phoenix/Arizona, será que a minha renda e os vínculos são poucos? E essa cidade que eu escolhi pode fazer meu visto ser negado? Porque a maioria das pessoas falam que vão para Disney ou New York. E o fato de eu querer ir sozinha também prejudica em algo? Desculpa tantas perguntas, é que eu não consigo encontrar essas respostas em lugar algum e gostaria muito que alguém tirasse essas dúvidas.

  96. Olá Rafael, obrigada pelas dicas.

    Eu realmente terei de refazer o formulário, eu ainda não paguei a taxa, mas ainda assim bate um receio, o formulário anterior é realmente excluído após o preenchimento de um novo? não corro o risco de ser questionada por isso na entrevista?

    Obrigada!

  97. Boa Tarde, tive meu visto aprovado nessa segunda feira e resolvi compartilhar um pouco como foi a experiência para ajudar.
    Sou de SC e agendei minha entrevista no consulado de SP o CASV que escolhi foi de Alto de Pinheiros.
    Tenho 25 anos e fui em busca do visto junto com mnha namorada e aproveitamos para levar minha mãe e tirar o visto dela junto. Essa ultima semana foi somente pensando no visto, não parava de pensar nisso, imaginei várias perguntas que poderiam fazer e o que eu poderia respoder, pois bem, foi muito mais tranquilo que imaginei.

    No CASV:
    Nosso agendamento era para as 16:00 chegamos lá e já havia um grande números de pessoas do lado de fora, e uma fila começando a se formar na porta, perguntei para a moça que está identificada, e ela informou que chamaria pelo horário, esperamos fora da fila enquanto pessoas ia entrando nela sem nem mesmo saber como funcionava, notamos que a desorganização era pelo próprio público, haviam pessoas das 16:30 da fila desde as 15:30 (desnecessário) quando ela avisou que poderiam entrar os agendamentos das 16:00 entramos, e lá dentro, pegamos uma fila organizada para mostrar passaporte e DS-160 após vamos para outra fila, bater foto e tirar as digitais, mesmo a foto funcinando ele pedem para que leve fotos 5×7 no dia da entrevista, para o caso de o sistema não estivar funcionando. Em menos de 40 minutos, conseguimos sair de lá.

    No Consulado:
    Esse sim o mais temido, ficamos num hotel a aproximadamente 1km do consulado, tomamos café e fomos caminhando para la calmamente, nosso horário era das 11:10 chegando na rua um rapaz identificado pelo crachá já avisava que poderiamos entrar na fila, pois eles estavam antecipando os horários, chegamos por volta de 1:30h antes. Entramos e esperamos nossa vez, passado algum tempo de espera nos autorizaram a entrada para ir para revista, o movimento era tranquilo e organizado. Chegando lá pediram para todos tirarem jaquetas, relógios, cintos e todos os pertences numa bandeija, após, entravamos de 5 em 5 para passar pelo detector de metais.
    Saindo dali fomos para a área da entrevista, o movimento estava tranquilo e logo nos indicaram para ir para o guiche e aguardar, quando chegamos no lugar indicado uma entrevista já estava sendo finalizada, havia um casal na frente, foram atendidos e tiveram o visto aprovado antes de nós, vi que não tinha muito segredo mas mesmo assim a ansiedade batia.
    Fomos chamados, a atendente era uma moça jovem. Comprimentou e logo perguntou nossa relação, explicamos que estavamos eu minha namorada e minha mãe, ela perguntou para onde iriamos, explicamos que queremos ir para Miami e Orlando, após ela perguntou a profissão de cada um e se éramos formados, cada um respondeu, e ela fez perguntas sobre o trabalho da minha namorada sendo respondida prontamente. Alguns segundos de digitação e questionou quem custearia a viagem, informamos que cada uma pagaria a sua, ela balançou a cabeça e digitou mais um pouco, segundos que pareciam minutos até que veio a esperada frase, “seu visto foi aprovado, boa Viagem”, não solicitaram nenhum dos vários documentos que levamos mas eles nos deram mais segurança para se preciso provarmos que falamos a verdade. Saimos contentes mas antes fomos nos informar sobre o despacho do passaporte e avisaram que o mesmo já está incluso na taxa. Saimos de lá por volta de 11 horas, antes do horário combinado.

    Agradeço a página que ajudou a tirar algumas dúvidas, mas só passando para ver que não é um bicho de 7 cabeças.

    Boa Sorte a todos.

  98. Boa noite. Preenchi a DS 160 minha e da minha filha de 5 anos. Pretensão Disney. Vamos nós duas e meu marido. Na DS dela eu coloquei que ela vai viajar conosco, mas na minha DS esqueci dela e só coloquei meu marido. Será que tenho que fazer um novo?
    Meu marido não precisa de visto pois tem passaporte europeu.
    Obrigada.

  99. Boa tarde pessoal. Fiz tudo em São Paulo. Ontem passei pelo CASV, foi tudo tranquilo apesar da garoa. Hoje pela manhã foi a entrevista e, graças a Deus consegui o visto. Deu tudo certo apesar da garoa e o frio frio frio.
    O consul que me atendeu concedeu vistos p todas as pessoas que estavam na minha frente.
    Quero agradecer as informações dessa pagina que muito me ajudou
    Pessoal, a dica é confiar em Deus e tranquilidade. Estou feliz. Deus abencoe a todos. Abraço

    1. Parabéns Andreia , estou todos os dias pesquisando a respeito de entrevista etc . E também penso dessa maneira Deus na frente pensamento positivo, Parabens a quem preparou o post também .

  100. Olá tudo bem? Queria saber, eu tenho 24 anos e vou tentar meu visto em dezembro agora pra já ter mais tempo de trabalho que no caso vai dar 6 meses, estudo tecnologia em logística e quero ir pra seattle, no caso meu tio é cidadão americano e mora aqui, eu iria com ele, qual é o melhor procedimento pra tentar o visto dessa maneira?

  101. Boa noite,
    Sou casado(uniao estavel) e tenho uma filha (4anos).
    Estamos querendo viajar para disney em marco/17 e vamos tentar o visto em dezembro.
    Juntis temos uma renda familiar de R$9500,00.
    Trabalho em uma multinacional há cerca de 03 anos.
    Acredito ter um bom perfil, porem a mae de minha esposa esta ilegal nos eua. Ela casou la e esta dando entrada no processo de green card.
    Isso pode ser um impecilho ou não?
    Qual a sua opiniao?
    Melhor aguardar a obtencao do green card dela e apos tentar o visto, ou isso nao sera problema pq ela esta se regularizando?

    Aguardo contato!

    1. Não sei te dizer ao certo, Gustavo. Apenas não omita informações: quando perguntarem se tem parentes lá, diga que sim. O perfil econômico é bom para conseguir o visto.

      Abraço.

  102. Olá,

    Minha mãe é pensionista da marinha (direito dado pelo meu avô) e eu queria saber como dizer isso no DS160?

    Ela não trabalha faz anos, pois cuidou do meu avô até o seu falecimento.

    Grata,

    Jessica

  103. Bom dia
    Quero ir a Indiana (USA),No ano que vem para ficar na casa de um rapaz que não conheço pessoalmente e ficarei na casa dele juntamente com seus pais,seria motivo para o visto ser negado?

  104. Olá, boa tarde!

    Me chamo Gabriela,tenho 21 anos, sou estudante e faço estagio de engenharia onde meu salario e de 1300 reais, ganho uma pensão do meu pai no valor de 1100,00. Eu tenho chances de conseguir o visto mostrando os comprovantes disso? ou e melhor colocar meu pai como custeador da viagem? pois querendo ou não sou dependente dele.Tenho uma poupança com dinheiro que venho guardando a tempos para viajar. Isso ajuda, já viajei pra argentina e pro uruguai mas na epoca não tinha passaporte e ele não foi carimbado.

    1. Gabriela chances todo mundo tem, vc precisa demonstrar vínculos com seu país, nem sempre exigem um salário bom, já conheci pessoas desempregadas que conseguiram, eu mesmo tive duas negativas, e só tentarei novamente depois de viajar pelo menos um pouco por outros lugares, você já ter viajado antes conta muito, nas minhas entrevistas eu disse que já tinha ido para Argentina 2x e tive negado.

      Me pediram IR, contracheques, e questionaram sobre minha formação, vou viajar para Europa umas 2x antes de tentar novamente.

    2. ola rafael eu fui tentar fazer meu visto agora dia 5 de agosto e fui negada a moca me perguntou se eu tinha parentes la e eu disse q nao por meu pai e minha irma estao ilegal eu queria saber se eu fosse fazer pela segunda vez se eu falasse a verdade que eles estao la sera que da algum problema pra eles e algum problema de ser negado novamente.obrigado

  105. Gentemmmm!!!!, me ajudem!!, fiz a entrevista novamente, e pela segunda vez meu visto foi negado, fiquei pasma, novamente não olharam meus documentos, simplesmente perguntaram para onde eu estaria indo e falei Miami, perguntou com quem eu iria e respondi sozinha, perguntou se eu já havia viajado antes eu disse que não, perguntou se eu conhecia alguém na florida e eu disse que não, ele simplesmente falou VISTO NEGADO, perguntei porque ele me respondeu: A senhora não tem habito de viajar e nunca viajou para fora e agora quer ir para Miami? Gentem por favor me ajudem aonde eu estou errando?

    1. Joelma a senhora não tem habito de viajar e nunca viajou para fora e agora quer ir para Miami?

      Aí vc está errando, viaje, e depois tente novamente…

  106. Olá, eu, meu irmão de 7 anos e meus país, vamos tentar tirar o visto, será melhor o visto de família ou tirarmos separados, dois em dois ? Como estou precisando ir logo por motivos pessoais, e meus país ainda estão organizando a documentação, será que eu conseguiria o visto se meu tio declarasse que está me dando uma viagem de presente?? Detalhe tenho 21anos e sou universitária

  107. Olá Rafael, gostaria de tirar uma dúvida.
    Preenchi os dados para o formulário do visto e fiquei na dúvida sobre como classificar meu trabalho.
    Eu trabalho em uma empresa de telefonia e internet (telecomunicações).

    A princípio pensei em classificar como “Business”, mas não sei se estaria correto porque não é como se eu estivesse no ramo de negócios.
    Você acredita ter problema? Entendi que esse seria a opção mais próxima.
    Muito Obrigada!!

  108. Boa noite, você sabe me dizer* se no consulado posso guardar as minhas coisas? Vou para o Rio e volto no mesmo dia, terei que levar tudo.

    1. Não tem lugar para guardar no consulado, mas várias lojas oferecem o serviço do lado de fora. Só não é baratinho, eles se aproveitam da necessidade do povo.

      Abraço.

  109. Ola, meu nome eh Fernanda, meus pais tentaram o visto ja 3 vezes e foram negados, apesar de ter levado todos os documentos recomendados, eles nem pediram nada, na ultima vez a carta dizia q foi negado porque não foi provado vínculos fortes q retornariam ao Brasil, porem minha mae faz um tratamento medico, sera que se levassem a carta do medico isso ajudaria ou atrapalharia?

    1. Não acho que ajudaria não, Fernanda. O melhor seria eles irem para outros países antes. Europa, América do Sul, etc. Em nenhum desses é preciso ter visto. Aí fica mais fácil conseguir o visto americano depois.

      Abraço.

  110. Rafael, irei aos EUA(Orlando) com meu namorado a turismo 1 semana, nós 2 trabalhamos mas não ganhamos muito, minha mãe irá pagar a minha viagem e o pai do meu namorado irá pagar a dele, a assessoria que contratamos disse que teremos poucas chances se colocarmos isso de nossos pais pagarem, que isso só seria ideal caso tivéssemos entre 18 a 21 anos, como temos 29 anos e 26 anos isso não colaria lá na entrevista, você concorda? Não queremos colocar que nós mesmos iremos pagar devido a baixa renda e não declararmos IR, e nossos respectivos pais sim. O que acha melhor?

    1. Oi, Tânia. Olha, a assessoria faz isso diariamente, então eles têm um ponto aí. O problema é a baixa renda, que também pode gerar uma negativa. Qual a saída que a assessoria indica?

  111. Bom dia!,

    Hoje foi minha entrevista para o visto e o mesmo foi negado, a pessoa que me atendeu mega arrogante por sinal, não solicitou nenhum documento, apenas me perguntou o que você faz? Respondi sou analista fiscal sênior e dai ele falou me explique mais, ai expliquei a rotina do meu trabalho, perguntou a quanto tempo eu fazia isso e respondi ha 03 anos mas na área fiscal já tenho 10 anos, ele perguntou você esta indo para BOSTON porque?, respondi que estava indo de férias e ele perguntou me diga os pontos turísticos de Boston dai respondi alguns, e dai ele ficou insistindo nisso, ele falou quero saber coisas especificas, ai já comecei a ficar nervosa, depois ele perguntou se eu ia sozinha, respondi que sim, perguntou se eu tinha filhos, respondi não, perguntou se eu tinha imóvel e respondi que sim em meu nome, dai ele simplesmente respondeu Visto Negado e me deu a carta cor de rosa, em nenhum momento ele me pediu documentos ou algo que comprovasse meus vínculos aqui no Brasil, to mega frustrada…..
    Vou tentar mais uma vez, será que se eu mudar o lugar para onde estarei indo, ou ate mesmo tirar o visto em outro lugar, sera que consigo?

    1. Bom dia Joelma, acredito que o lugar para onde você estará indo deverá ser turístico, sendo que Boston é uma comunidade onde tem muitos Brasileiros( acredito que a maior quantidade de Brasileiros residentes estão em MA), os destinos mais procurados por Brasileiros turistas são Florida,Los Angeles e NY. Uma dica: existe despachantes especialistas que sabem os pequenos e importantes detalhes que muitas vezes nos levam a recusa do visto, e por uma pequena taxa fazem tudo para você.

      1. Obrigada Douglas,

        você teria algum para m indicar?, fiz todo meu processo pelo despachante, mas acredito que não soube me orientar corretamente.

  112. Bom dia Rafael. Em agosto do ano passado tive meu visto negado. Fui como ia pra casa da minha tia. Ela trabalha na fedex tem um cargo muito bom e uma renda ótima. Vou tentar esse mês de novo. Vou colocar as mesmas coisas. Faço faculdade. Em julho é meu aniversário. Dai vou ganhar a viagem de presente. Vc acha que tenho chances de ganhar ? Ano passado minha entrevista foi super tranquila. Entreguei todos documentos que ele pediu. Cheguei até tirar as digitais após a entrevista. E depois ele negou. O que vc acha ? Será que agora tenho chances de ser aprovado ? Obrigada !

  113. Fiz minha entrevista hoje! Fiquei super nervosa pois a menina da minha frente fez a entrevista e teve o visto negado e eu era a proxima!

    As perguntas foram:
    – Pra onde voce vai?
    – Qual o seu trabalho?
    – Com quem voce vai?
    – Quem vai pagar a sua viagem?

    Respondi essas e “Visto aprovado, Boa viagem!”

  114. Tenho uma pequena dúvida, Sou empresário a 4 anos, minha empresa é LTDA ME SIMPLES NACIONAL, na parte de quem vai custear minha viagem, eu coloco self ( eu mesmo ) ou que a minha empresa vai custear? pois vou apresentar dados bancarios do cnpj junto com o decore. além disso tenho uma dúvida, Qual profissão? qual opção que melhor define. Pra finalizar, além de tudo isso sou contratado por uma empresa privada, carteira assinada, ou seja, tenho 2 empregos, mas no ds 160 não me da essa opção. como proceder?

    1. Oi, Hiago. Coloca o que te dá a maior remuneração. Se for a empresa, coloque algo como empresário e leve os documentos. Em todo caso, quem vai pagar a viagem é você mesmo, então coloque isso. 🙂

      Abraço.

  115. Olá. Adorei as dicas.
    Tenho uma dúvida, eu e meus irmão vamos tentar tirar o visto no mês que vem, e no formulário pergunta se temos parentes próximos, lá é claro que trata-se de parentes diretos, pai/mãe/irmão/irmã… porém pelo que pesquisei há pessoas que tem tios, primos nos E.U.A e estão colocando que tem parentes lá.O filho do meu primo (que tem 13 anos) está morando lá com a mãe e o padrasto americano. Sou obrigada a informar que tenho parente lá mesmo não sendo direto? Pois no formulário pergunta se tenho parentes, e minha dúvida é se na entrevista vão pergunta se conheço alguém, são duas perguntas diferentes nesse caso (se conheço ou se tenho parente próximo), e tenho medo de sermos contraditórios. obrigada!

    1. Se há o medo de ser contraditória, informe isso. Mas eles realmente estão focando em parentesco mais próximo.

      Abraço, Patrícia.

  116. Boa tarde,

    Rafael tudo bem?, estou tirando meu visto para viajar para os EUA, paguei a taxa só falta agendar minha entrevista, faço MBA, trabalho ha 3 anos registrada, tenho casa financiada, minha duvida é com relação aos documentos, ja separei todos, mas com a mudança o contrato de compra foi extraviado, sera que seu eu levar o boleto e o IR onde esta declarado a minha casa, vão aceitar?

  117. Boa tarde! Quando temos o visto reprovado não necessariamente foi algo de errado que tenhamos dito ou preenchido. Fui com meu marido no dia 14/04/2016 e tivemos o visto negado. Os dois trabalham de carteira assinada, eu faço faculdade e tenho uma renda extra (declarado IR) e veículos. Nossa entrevista foi da seguinte maneira:

    Cônsul: Viajaram para fora do país?
    Resp.: Não
    Cônsul: Para onde irão?
    Resp.: Nova York
    Cônsul: O que fazem?
    Resp.: Cada um respondeu.
    Cônsul: Onde residem?
    Resp.: respondemos.

    Pronto, não estão qualificados e neste papel explica melhor. Ok!

    Ficamos chocados, e pensamos que a recusa, talvez, se daria por nunca ter viajado para fora do país! Mas, não podemos afirmar pois foi comprovado que eles não tem critério algum para aprovação.

    Observamos que a cônsul que nos atendeu aprovou dois e reprovou dois. Até uma menina que já tinha ido a Disney teve o visto negado. Vai entender!

    Enfim, realizamos uma viajem internacional depois da recusa e vamos mais uma vez tentar o visto, caso seja negado novamente iremos para Europa.

    1. Tenho a impressão (achometro mesmo) que eles estão recusando mais vistos.

      Numa boa, vai pra Europa. Mais simples. Depois, já com vários carimbos no passaporte, pode ser mais fácil conseguir o visto.

      Abraço.

      1. Concordo com a Larissa, meu DS foi preenchido por agencia, tenho mts vinculos, faço faculdade , tenho renda legal, e da mesma forma foi negado, no dia que fui não vi ngm ser aprovado… O cenario politico esta sim refletindo em tudo isso! vale a dica do Rafael, viajar para outros paises antes, e ai sim fazer um nova solicitaçao, pois a pergunta: “você ja viajou a outro pais? ” foi feita a todos os que estavam na fila na minha frente, inclusive a mim.

  118. Olá Rafael Sette Câmara eu gostaria de sabe se fica fácil eu tira o visto americano eu e minha noiva estamos querendo i pros EUA ela tem uma tia que mora lá e a minha noiva que vai banca a nossa viajem na hora da entrevista eu falo que minha noiva tem uma tia lá e ela que vai banca a viaje eu tô desempregado mas eu tenho os contra cheques dos último 3 meses antes de me mandarem embora eu tenho que leva isso me add no face
    marcelo guimaraes luciano to de cmisa social melhor de explica pq eu não entro muito nesse site pra vê se tu respondeu ou não agradeço espero resposta

    1. Oi, Marcelo. Olha, você tem que comprovar ter condições de pagar a viagem e que vai voltar ao Brasil. Você precisa dos documentos que mostrem isso, seja você ou outra pessoa pagando.

      Abraço e boa sorte.

  119. Boa tarde!
    pretendo viajar com uma amiga pra Florida, ela tem visto e eu ainda não. Minhas duvidas:

    -No formulario é melhor colocar que vou sozinha, ou falo que vou com uma amiga?

    -Meu salario na carteira é de 1440. Melhor colocar que eu vou bancar ou melhor colocar minha mãe que é funcionaria publica e tem um bom salario? No caso, tb tenho uma poupança no meu nome que minha mãe coloca dinheiro, se eu levar esse extrato vão achar estranho a quantidade de dinheiro pelo meu salário?

  120. Tenho 22 anos, vou para os EUA a turismo em Orlando e tenho um irmão que mora la com toda a familia e tem visto religioso. Digo no formulário que tenho parentes la? Se sim, como vou sozinha se eles perguntarem se eu vou visita-lo ou se ele vai se encontrar comigo em Orlando o que eu digo?

  121. Pessoal, hj foi i meu tão sonhado dia. Antes de tudo quero deixar claro a imprensao que tive aqui no consulado do rj. Todos os solicitantes ja chegam lá com o sim garantido em 100%. O que nós temos que fazer é sustentar esses 100%, só isso!! Pra mim o cônsul fez 3 perguntas: 1.Para onde eu iria? 2.Com quem eu iria? 3. E se eu trabalho? Visto aprovado e boa viagem!!!!!
    Para garantia levei todos documentos que comprovam o meu retorno ao Brasil. Levei declaração de ir, contrato de compra de imóvel, anuidade paga do meu registro profissional, e declaração dos meus 2 cargos como servidora pública.
    Finalmente vou tirar minha foto com o Mickey no Castelo da Princesa. Pra todos boa sorte!!!!!

  122. Ola ,eu ja tive visto porem era de menor , entao terei que fazer uma nova entrevista … sera q por eu ja ter tido visto eu tenho boas chances de renovar ?

    1. Isso ajuda sim, Nivea, mas não é garantia, ainda mais porque você era menor e responsabilidade de seus pais no último visto.

      ABraço.

  123. Boa tarde Rafael, eu já morei nos EUA, na epoca fui com visto de estudante, e fiquei por 7 anos morando nos EUA. É difícil eu conseguir o visto novamente, né! Mas voce já ficou sabendo de algum caso semelhante ao meu que a pessoa conseguiu o visto novamente? Estou pensando em tentar o visto novamente, vc acha que é só perda de tempo, ou eu devo tentar para saber?
    Obrigado Abraço

  124. Ola, tudo bem? Meu nome é Pedro, eu e minha família, estamos organizando de ir aos EUA em julho para levar minha irma de 8 anos a disney, porem queremos ir na Disneylandia- Califórnia. Meu Pai é transportador autônomo com renda variada porem recebe bem e tem condição e um certa quantia boa ainda no banco sem ser mexido na renda mensal o que daria o custeio da viagem sem problema e minha mãe é do lar, atualmente estudo terceiro período de administração e faço serviço com meu pai porem sem contrato ou carteira assinada, um simples ajudante administrativo do patrimônio, serviço de banco, entre outros fins. Por sua experiencia, seria ideal levar minha irma junto ao consulado e no momento da entrevista, se o fator ir a Disney de Califonia possa afetar por a Disneyworld em orlando ser mais perto, se todos esses fatores possa ser ou não bom para ter o visto aprovado com maior facilidade. Grato pela atenção.

  125. Quero ir para os Estados Unidos para praticar o idioma, sou professora há 17 anos. No momento meu marido tem um curso de Inglês e trabalho junto com ele, mas sem vínculos empregatício. Também não somos legalmente casados, mas temos uma filha de 4 anos. Bom, após colocar que pretendo ir para Houston no formulário, penso em visitar Los Angeles. Debo mencionar na entrevista, sendo que já coloquei que apenas iria para Houston? É preciso que nosso curso ( no nome dele) assine minha carteira de trabalho? Deveria ter algum contrato de união Estável para comprovar nosso vínculo? Meu receio é ele assinar minha carteira para eu comprovar renda e firmamos o relacionamento de União Estável apenas para uma entrevista e isso ir de encontro com meu formulário (divorciada do primeiro casamento). Tenho extratos bancários com minha renda mencionada, filhos, casa. Me dê uma sugestão, por favor.

    1. Oi, Tatiane. A questão é comprovar vínculos com o Brasil e motivos para voltar. Nesse sentido, ter esses documentos ajudaria sim, mas o problema seria cair em tantas contradições com o formulário, que você já preencheu. Aí não sei se vale a pena.

      O local para para onde você vai viajar nos Estados Unidos importa pouco.

      Abraço.

  126. boa tarde
    eu tenho 27 anos, nao tenho nada no meu nome e trabalho por conta, mas nao tenho como provar pois nao uso conta corrente. faço faculdade! meus avos e meu pai vao bancar a viagem e tenho uma tia que mora nos eua, mas nao é pra onde eu vou. tenho chances? o que eu devo falar?

    1. Oi, Martha. Você precisa dos comprovantes de sua família, que vão pagar sua viagem. Se tiver vínculos com o Brasil, é bom levar documentos que comprovem isso.

      Abraço.

  127. Olá bom dia, ei irei passar na entrevista para conseguir o visto de turista, quem está custeando minha viagem e o meu namorado e eu irei ficar na casa dele, e melhor eu dizer que eu vou para casa de amigos ou dizer a verdade que eu vou para a casa do namorado, eu só pretendo ficar 10 dias, pois tenho vínculos com o Brasil. Desde já eu agradeço

  128. Olá Rafael,

    Eu e meu esposo temos agendamento, às 7h no CASV e 9h15 no Consulado. O interlavo de tempo é suficiente?

    Também gostaria de saber se entraremos juntos na sala, ou faremos a entrevista em momentos distintos?

    Desde já, obrigada! 🙂

    1. Oi, Camila. Isso depende do tempo, do trânsito, etc. O agendamento conjunto é feito antes. Se vocês não fizeram, farão as entrevistas separadamente.

      Abraço.

  129. Olá Rafael!
    Sou universitária, morei nos EUA por um ano e meio com visto de estudante. Gostaria de voltar ao país para visitar meu namorado, que não é americano porém é residente. Provavelmente eu irei custear a viagem, porém não tenho renda alguma. Tenho documentos que comprovem que preciso voltar para o Brasil como matrícula na universidade.
    Duas perguntas:
    1-Dizer que irei visitar meu namorado pode fazer com que eles pensem que estou indo para ficar lá?
    2-O fato de eu não ter renda pode me atrapalhar? Por exemplo, como explicar a situação: “Juntei dinheiro para viajar”?
    Obrigada!

    1. Oi, Carol.

      Sobre a pergunta 1, não sei dizer.:) Isso vai muito da cabeça do próprio entrevistador. Se você não tem renda, talvez um caminho seja levar os documentos dos pais ou familiares, até porque indiretamente eles estão pagando a viagem, né?

      Abraço.

    2. Olá Carol estou na mesma situação porém estou cursando o doutorado com bolsa que é meu único vínculo no país. Você conseguiu o visto? Disse que iria visitar seu namorado?

  130. Bom dia, estou em processo de renovação de visto, ja estive nos Estados Unidos à passeio com minha familia quando eu tinha 15 anos. Minha duvida é, sou recem casado e estou querendo passar lua de mel la, devo informar que ja tive visto concedido ou não? E no caso de minha esposa, podemos fazer entrevista juntos, visto que o motivo da viagem é lua de mel?

    1. Oi, Carlos. Deve, afinal isso é perguntado no formulário. Na hora de agendar vocês podem fazer o agendamento familiar. Aí farão a entrevista juntos.

  131. Olá…queria saber se eu tenho grandes chances de conseguir o visto pros Estados Unidos…meu avô ta custando minha viagem,ele já é aposentado,e recebe um bom salário. ..mais minha única preocupação é que eu só tenho 18 anos…será que tenho grandes chances?

  132. Olá, bom dia.Tenho uma amiga que está fazendo intercâmbio em uma cidade perto de Boston. A host mom dela enviou uma carta convite porque ficaria na casa dela durante 15 dias.De lá iríamos a outros destinos. No dia da entrevista o que respondo caso me questionarem o motivo da viagem? Obrigad!

    1. Oh leandro….faz logo os dois juntos (por mais que nao viagem juntos). se nao me falha a memoria, taxa do visto para membros da mesma familia eh unica…vc so paga uma vez…vejo isso como uma economia no bolso.Ou seja para 2 visto, vcs so vao pagar os U$160.00.

  133. boa noite!
    meu marido e eu stamos querendo viajar p E.U.A a passeio, a mãe e os irmãos dele moram lá e eles q vão custear nossa passagem. Como devemos proceder na entrevista, deve-se dizer isso? e no formulário p preencher podemos citar? Obg

    1. Eu penso que se a mae e os irmaos deles forem residentes legais, eles podem enviar para voce e seu marido uma carta convite. Nessa carta eles devem informar que estao custeando a viagem de vcs…e essa carta vcs levam no dia da entrevista

  134. boa noite!
    meu marido e eu stamos querendo viajar p E.U.A a passeio, a mãe e os irmãos dele moram lá e eles q vão custear nossa passagem. Como devemos proceder na entrevista, deve-se dizer isso? e no formulário p preencher podemos citar? Obg

  135. Boa tarde,

    Tenho CASV e Entrevistas marcados para dias 19 de fevereiro e 22 de fevereiro respectivamente. Porem, me surgiu uma dúvida, eu e meu esposo vamos tirar o visto e nao vimos na hora do agendamento a opcao de fazer a entrevista juntos, ou seja, acabamos fazendo tudo separado. Existe a possibilidade de fazermos a entrevista juntos lá na hora?? Fazer a entrevista separados pode dar algum problema?
    Vi q tem como reagendar, mas nao posso arriscar cancelar a data da entrevista pois já temos passagens e hotel comprados para essas datas.
    Obrigada

  136. OLÁ, TUDO BEM? ANO PASSADO RECEBI UM PRESENTE EM DINHIRO DE ALGUEM QUE ESTA ILEGAL NOS USA. AGORA QUERO TIRAR O VISTO PARA IR PARA LÁ, TEM COMO DESCOBRIREM QUE EU RECEBI ESSE VALOR E NEGAREM O MEU VISTO?
    OBRIGADA

    1. Oh Vera fica tranquila que eles nao tem como saber, ja recebi dinheiro do meu noivo dos EUA, nunca tive problemas c imigracao….Pode dizer q vc mesma esta custeando…

  137. Sou funcionária pública, mais precisamente policial civil, estou me aposentando e após a aposentadoria quero fixar residência em Las Vegas, como faço para não ter qualquer tipo de problemas. Pretendo solicitar cidadania americana, como faço? Obrigada.

    1. Oi, Cleuza. Infelizmente não consigo te ajudar, já que minha experiência é apenas com o visto de turismo. Mas te desejo boa sorte. 🙂

      Abraço.

        1. Impossivel conseguir cidadania com visto de turismo. O ideal eh vc casar com um cidadao americano. Com visto de turismo vc mal vai conseguir um green card o que dira uma cidadania.

  138. Olá, tenho 50 anos, sou Fun,pub.mun. professora. Estou aposentada por invalidez. Sou solteira e sem filhos e enho uma renda de aproximadamente 1800 reias. Pretendo ir para a FILADELFIA. Minhas dividas sao: Coloco no formulario que sou Fun.pub.mun. ou, professora, ou aposentada. E, coloco que eu mesma vou custear meus gastos? O que me orienta a fazer? Obrigada DEUS ABENCO

    1. O ideal é falar sempre a verdade, Cristina. Se é você que vai custear, diga isso. 🙂

      Acho que cabe tudo no campo de “emprego”. Por exemplo, funcionária pública (professora).

      Abraço.

  139. Oi Rafael,

    tenho uma duvida, eu fiquei ilegal nos EUA na época de 1990 a 1997, tive um filho americano e stamos no Brasil desde 1997 e nunca retornamos. Agora meu filho está com 21 anos e vai morar lá. Eu irei com ele somente para ajudá-lo a se instalar, pois o ingles dele não está muito bom ainda.
    Vou solicitar o visto de turista, vc acha que devo mencionar que ele existe e irei com ele ? Será que não irão pensar que vou ficar lá, e não vou mesmo tenho um bom trabalho aqui em uma multinacional e estou trabalhando lá há 10 anos e pretendo me aposentar logo.
    Após ele se instalar lá, então a intenção será ele pedir o meu green card.
    Pode me ajudar, se devo falar ou não, eles tem como verificar isso ?

    obrigada.

    1. Oi, Emilia. Olha, o recomendado é você sempre falar a verdade, mas não sei te dizer se eles conseguem verificar isso.

      Enfim, entendo que é uma escolha complicada. De qualquer forma, reforce todos os documentos que comprovam que você vai voltar ao Brasil.

      Abraço e boa sorte.

  140. Ola Rafael, tudo bem? queria uma opniao sua, sou tirar meu visto em uma semana, mas minha filha de 23 anos mora nos EUA a dois anos, e esta ilegal a um ano e meio, eu nao citei ela no formulario, e nem vou falar nada sobre ela! porque muitas pessoas me disseram que se eu citar, provavelmente vai ser negado! ela disse que o meu nome so esta o passaporte dela, nada do ue ela faz la e coloca o meu nome como mae dela, oque voce acha sobre isso? eu sou aposentada a 8 anos, nao por motivo de velhice, mas porque dei ler aos 35 anos, oque vocë acha?

    1. Oi, Mônica.

      Desculpa a demora na resposta. Olha, não sei o que te dizer. A recomendação que há é sempre dizer a verdade e evitar contradições, mas entendo que muitas vezes a gente pode pensar que esta não é a melhor ideia.

      Boa sorte pra você.

  141. Boa Tarde,
    Pretendo ir para Orlando com a minha Família, eu , meu irmão, mãe e namorado. Vou tirar o visto no Rio de Janeiro, só que estou com receio. Minha mãe trabalha a 9 anos em uma empresa e ganha bem, tem casa, carro e terreno no nome dela e no dia da entrevista vai levar uma carta de recomendação da empresa, eu tenho 19 anos trabalho a 1 ano com carteira assina e não tenho nada no meu nome, meu irmão tem 17 não trabalha, e meu namorado tem loja e carro no nome dele. Tenho medo de ter visto negado por falta de vinculo no Brasil, mesmo eu colocando que meus pais vão pagar minha viagem corro risco? Ou será melhor eu colocar que eu vou pagar minha viajem, eu ganho R$ 1,200 na carteira. Se fizermos a entrevista todos juntos, se uma pessoa tiver o visto negado corremos ricos de todos terem? Vai ser nossa primeira vez fora do Brasil, você acha melhor pagarmos para uma empresa preencher o formulário ou acha tranquilo preencher?

    1. Oi, Maria. eu acho tranquilo fazer por conta própria, mas aí vai de vocês.

      A questão é só falar a verdade. É uma viagem de família e que obviamente vai ser custeada pelos seus pais, afinal vocês são muito novos. Basta levarem os documentos.

      Abraço e boa sorte.

  142. Boa tarde Rafael, gostaria de saber quanto tempo de visto o consulado Canadense, dar de visto no passaporte, é o mesmo que os EUA visto de 10 anos desde já agradeço.

  143. Bom dia a todos,

    Gostaria de compartilhar minha experiência na entrevista do consulado, que foi ontem 26/01.

    1 – Marque cedo pois é muito cheio em qualquer dia, qualquer hora, então quanto mais cedo for, mais rápido irá finalizar. Marquei 8h e finalizei tudo as 09:10, mas quando era umas 08:40 a fila já tinha triplicado de tamanho.

    2- Leve todos os comprovantes importantes para provar que tem a intenção de voltar ao Brasil, muitos não pediram, mas eu vi vários consuls solicitando, então é melhor ter. E você também fica mais seguro quando tem tudo em mãos. (tem gente que vai apenas com o passaporte, haja confiança!)

    3- Eu acredito que eles já tem muitas informações prévias sobre você assim que finaliza o preenchimento da DS-160. Portanto, a entrevista é mais para confirmar se está tudo de acordo, e pessoalmente o consul ver se você não tem intenção de ficar ilegal no país.

    4- Tranquilidade e objetividade são minhas dicas na hora que estiver fazendo a entrevista. (quando estiver na fila do seu entrevistador, vá observando as perguntas que ele faz para as pessoas que estão na frente, para já ter uma base)

    5- Minha entrevista: Fui com a minha namorada, temos 21 anos e a primeira pergunta foi
    – Vocês são namorados?
    – Sim.
    – Quanto tempo estão juntos?
    – 4 anos e meio.
    – Já foram pros EUA antes?
    – Não.
    – Ok. você trabalha Sra?
    – Sim.
    – Aonde e qual ramo?
    – Empresa “x”, ramo “x”
    – Está a quanto tempo na empresa?
    – Estou a 6 meses.
    – E o Sr, trabalha?
    – Sim.
    – Quanto tempo na empresa?
    – Fiquei 6 meses como estagiário, e fui efetivado faz 2 anos.
    – Vocês fazem faculdade?
    -Eu: Já fiz, sou formado em “x”
    -Minha namorada: Estou no último ciclo para me formar.
    – Sra, vc acha que quando terminar a faculdade, vai ganhar um salário mais alto que esse?
    – Sim, pretendo crescer dentro da empresa também.
    – E como vocês vão pagar a viagem?
    – Nós fazemos uma poupança pois gostamos muito de viajar.
    – Ok, e vocês já foram pra fora do país?
    – Minha namorada: Sim, fiz um intercambio de 6 meses na Espanha ano passado e depois fizemos 30 dias de turismo na europa.
    – Consul: E o Sr estava junto com ela?
    – Eu: Eu peguei férias do trabalho, e ficamos 30 dias viajando pela europa. Mas nos 6 meses ela estava sozinha.
    – E como a Sra conseguiu esse intercambio?
    – Fui contemplada pela faculdade por boas notas, e ganhei.
    – Ok. e vocês querem ir pra onde?
    – Disney.
    – Quantos dias?
    – Uns 7 a 10 dias.
    (entre todas perguntas ele digita um monte de coisa no computador)
    Ok, Sr mão direita no leitor. Sra mão esquerda no leitor.
    Boa viagem e aproveitem os EUA, visto aprovado.
    Sai com uma sensação de alivio e felicidade, mas só comemorei quando sai do portão 😀

  144. No formulário coloquei duas coisas erradas. Uma que seria eu que iria custear minha viajem, agora são meus pais que vão pagar e outra que eu iria ficar em hotel e acabei escolhendo ficar na casa de um primo. Ja paguei e agendei, tem como eu mudar essas informações pois estou com medo de ter o visto recusado. Obrigado

    1. Você deve mudar estas informaçoes para que não caia em contradição na hora da entrevista.

      para fazer estas alteraçoes, você deve preencher um novo DS 160, e no site do agendamento alterar o numero do DS, colocando o numero da nova aplicação.

      Você tem até 48 horas antes da entrevista se não me engano, para fazer esta alteração, no CASV e na entrevista é só levar o novo DS e está tudo certo!!

      não esqueça de levar a pagina de confirmação de agendamento com o novo numero do DS.

      Boa sorte!!

          1. Consegui, obrigado. So mais uma dúvida. Sou de menor e meu pai que vai custear minha viajem, estou levando todos documentos necessários para mostrar que meu pai tem bens. No dia do casv e da entrevista minha mãe que vai comigo eles são casados, tem algum problema ou por ser meu pai que vai custear ele que tem que ir comigo? Obrigado

      1. Diego por favor me ajude, tenho 18 anos e meu namorado decidiu ir viajar comigo.. Eu já estou com o visto agendado e inclusive com as passagens aéreas pagas para a data.. eu fiz um novo DS 160 incluindo meu namorado na minha viagem, porem eu não consigo mudar o código no CASV do novo DS 160, senão altera-se a data da entrevista.. estou com medo de alterar ali, pois posso não conseguir agendamento para o mesmo dia que no caso vai ser 16/02 e 17/02.. ainda da tempo de alterar? corro risco de perder a data?

        1. Aconteceu comigo a mesma coisa, porém eu arrisquei.. exclui o agendamento e refiz, por sorte tinha para a mesma data, e eu e minha namorada já estava com passagens e hotel agendados.. você deve tentar, pois caso as informações divergirem poderá acarretar em negativa..

  145. Boa tarde Gustavo,
    Meu caso é um pouco diferente, gostaria de um Conselho, estou casada com um espanhol e temos dois filhos, sou professora de línguas em um instituto e meu esposo trabalha em outra empresa como empregado faz dois anos, queremos ir a Orlando com as crianças, a questão é que eu não tenho meu casamento registrado no Brasil (ainda estou como solteira) e não dei entrada na nacionalidade espanhola ja vimos morar no Brasil faz 3 anos, eles não necessitam visto de turista por serem espanhois, eu tenho minha entrevista marcada para fevereiro, minha dúvida e saber se ele deveria me acompanhára a entrevista ou não, ja que o visto que vou tentar é turístico, e meus papéis está como solteira, tenho meu registro de casada na Espanha …. o que me aconselha fazer , ir sózinha ou que me acompanhe meu esposo.

    Obrigada.

    1. Daniele , uma opinião : por eles nao necessitar de visto , você irá sozinha na entrevista, certo?

      Leve documentos dos seus filhos, e marido , para provar que é casada e que tem filhos… por você ja ter ido a outro pais acredito ser um ponto positivo…

      Calma na entrevista, e fale a verdade que da tudo certo! Boa sorte

  146. Olá, bom dia!
    Tive meu visto e do meu esposo negado ontem, dia 25 de janeiro no Rio de Janeiro.
    Estávamos bem tranquilos e confiantes, pois estávamos com todos os comprovantes em mãos, inclusive escritura de imóveis.
    Sou professora a mais de 10 anos efetiva em duas redes municipais. Meus esposo é micro empresario e levamos contrato social com CNPJ e extratos bancários,inclusive de poupança.
    O cônsul que nos atendeu negou para todos que estavam à nossa frente, mas fazia perguntas e negava. Na nossa vez, fez muitas perguntas.Perguntou para onde íamos e se tínhamos filhos. Quando perguntou o que eu fazia, respondi e ele então perguntou se podia comprovar. Mostrei os três últimos contracheques das duas prefeituras. Pediu extrato bancário. Mostrei os três últimos e extrato da poupança. Aí pediu os comprovantes do meu esposo. Ele olhava muito meus comprovantes e digitava bastante também. A renda estava alta, pois tinha férias e décimo terceiro salário.
    Não dá pra saber realmente o que justificou a negativa, pois todo mundo dizia que funcionário público consegue o visto facilmente.
    Penso que pode ser uma interpretação errada dos comprovantes, pois quem trabalha em duas redes pode pagar uma passagem, nem que seja parcelada. Rs.
    Penso também que seja uma questão de sorte.
    Não prestei muita atenção no que ele falou ao entregar os documentos, pois se ele estava devolvendo o passaporte é porque tinha negado o visto. Mas durante a entrevista estávamos muito confiante, pois nossa documentação estava muito correta do meu ponto de vista.
    A gente sai de lá com uma sensação horrível. Uma mistura de sentimentos inexplicável.
    No papel que ele nos entregou diz que não temos vínculos suficientes no Brasil para retornar depois de uma viagem aos EUA e que podemos solicitar o visto novamente quando tivermos algo diferente para demonstrar/mostrar. Não tem o que mudar, pois já me aposento numa rede ano que vem e na outra trabalho mais 6 anos para aposentar.A única coisa que poderá mudar é o tempo da empresa do meu esposo.
    Abraços.
    Gostaria de ler seu comentário.

    1. Gilvana , bom dia !
      Eu vou tentar meu visto em fevereiro .
      escolhi uma agencia para preencher meus papeis e montar meu perfil.
      Eu vi muita gente na internet que tentou com os mesmos papeis 3x ate conseguir .
      tudo isso no mesmo mês.
      Nao desanime que vai dar tudo certo!

    2. Oi, Gilvana. Que coisa chata! Complicado entender o que aconteceu – e eu tenho a impressão que com a crise eles passaram a negar mais vistos.

      Você já foi para outro país? Se não, vá para Europa. Não é preciso visto. Isso pode ajudar na sua próxima entrevista.

      Abraço

  147. Olá Rafael!
    Tudo bem ?
    Eu vou tentar meu visto de turista em fevereiro.
    Ira eu mais 2 amigos um deles já tem visto.
    você acha que o fato de um deles já ter o visto e já ter ido para lá ajuda ?
    Eu e meu outro amigo ainda não temos.
    Grande Abraço ! estou praticamente morando nesse site ! muito bom!

    1. estou com uma duvida gigante se devo ou nao arriscar minha ida ao rio e tentar o visto pra mim esposa e filha de 4 anos,queremos conhecer a disney nas ferias de setembro, mas o investimento é alto e os riscos maiores ainda,teria um custo de mais ou menos 2500 reais entre taxas e passagens, 160 dolares pros 3 candidatos e passagem de Ipatinga MG ate o RJ , mas por outro lado tenho alguns argumentos que possam me favorecer como casa propria carro, trabalho a 6 anos na mesma empresa minha esposa trabalha , queria mesmo ter algum carimbo de viajem a outros paises mas nosso passaporte é virgem rsrsrs, ate tenho uma cunhada que vive a mais de 10 anos legalmente na Nova zelandia, ms uma viajem pra la nao fica nada barato e isso seria so mais um ponto positivo e nao traria a certeza de conseguir o visto, vamo ver oque vou decidir estou muito apreensivo !!!!

      Read more: https://www.360meridianos.com/2014/07/entrevista-do-visto-americano-dicas.html#ixzz3xyHOOAgQ

    2. Oi, Israel. O fato de seu amigo ter visto não altera as coisas, infelizmente. Leve os documentos exigidos e prove que você só vai fazer turismo. Vai dar certo. 🙂

  148. Oi Rafa.
    Eu li tudo no blog e os comentários.
    Veja eu adoro frio e neve, tirei o passaporte em 2013 e naquele ano viajei ao Chile, passei 5 dias por lá…. Em 2014 fui à Ushuaia na Argentina por mais 5 dias e em 2015, voleti a Buenos Aires fiquei tres dias por lá e fui à patagonia novamente dessa vez em El Calafate, resumindo desde 2013 só america do sul portanto só tenho esses carimbos em meu passaporte, Ah e as fotos que tirei feliz na neve, levo como prova de viagens e mostrar o que vou buscar lá?. Sou Representante comecial, há 7 anos tenho uma Empresa de representação e presto serviços para a mesma empresa que trabalhava com carteira assinada de 2002 a 2009, tenho conta de pessoa fisica desde 2002 no mesmo banco e desde 2009 tenho tb conta juridica e tenho carro em meu nome e o contador da minha empresa, tem como compovar meus rendimentos pois emito nota eletronica todo mês, e esse dinheiro vai pra minha conta juridica, na fisica mantenho uma poupança de 15 mil, isso ajuda? Não tenho casa propria e o aluguel não está em meu nome, só a conta de telefone e internet e tb as correspondencias, como faturas do cartão de credito desde 2002 ipva do carro e dos outros que tive, entre outras, me disseram que quanto mais carimbos você tiver melhor, esses vc acha que já são suficientes ou vc pensa que devo ir primeiro passar frio na Europa e pegar mais um carimbo fora da America do Sul?
    Ah outra coisa não comprei nem comprarei passagem nem hotel antes de saber se ganho o visto, pretendo ir ao Alasca e a NY, só compro se eu conseguir o visto… Isso não é bem visto por eles? Devo falar isso na entrevista?
    Grato.
    William

    1. William, a quantidade de vistos ou carimbos no passaporte não necessariamente implica na aprovação do visto! O que você tem que ter em mente é que consegue provar ao consulado que você tem vínculos que te prendam ao seu país de origem, porém os carimbos é visto ajudam mas não existe uma quantidade ou lugares que você deva visitar para que tenha o visto aprovado. Lembrando que você tem que ser o mais verdadeiro possível no preenchimento do seu DS. O próprio consulado informa que você apenas deve comprar passagens ou fazer reservas em hotéis após ter o visto aprovado, logo se você tiver passagens emitidas corre o risco de não conseguir utilizá-las por conta do visto negado!

      1. William, o Welisson já disse tudo: não compre passagens e nem reserve nada antes de ter o visto. Essa é a recomendação do consulado.

        Acho que já ter ido ao exterior ajuda bastante, mas não é o mais importante. Não precisa levar as fotos, apenas conte que você já fez essas viagens, se perguntado, e leve toda a documentação que prova seus vínculos com o Brasil.

        Abraço.

  149. Quero saber se e mais facil conseguir o visto de estudante ou apenas visitante
    tive meu primeiro visto d emigrante negado
    o motivo bem nem sei qual :/
    Quero tentar d novo qual seria a melhor opcao ??

    1. Oi, Vera. Não sei te falar sobre vistos que não sejam de turismo, afinal nunca tirei. A questão é entender qual foi a razão da negativa e mudar a situação antes de tentar novamente. Você precisa comprovar vínculos com o Brasil e condições de pagar a viagem.

      Ter viajado para outros países ajuda. Se você nunca fez isso, uma possibilidade é passar as férias em outro lugar, que não exija visto, e só depois tentar o visto americano novamente. Sei que pode não ajudar para seu caso, mas é uma solução.

      Abraço.

    2. estou com uma divida gigante se devo ou nao arriscar minha ida ao rio e tentar o visto pra mim esposa e filha de 4 anos,queremos conhecer a disney nas ferias de setembro, mas o investimento é alto e os riscos maiores ainda,teria um custo de mais ou menos 2500 reais entre taxas e passagens, 160 dolares pros 3 candidatos e passagem de Ipatinga MG ate o RJ , mas por outro lado tenho alguns argumentos que possam me favorecer como casa propria carro, trabalho a 6 anos na mesma empresa minha esposa trabalha , queria mesmo ter algum carimbo de viajem a outros paises mas nosso passaporte é virgem rsrsrs, ate tenho uma cunhada que vive a mais de 10 anos legalmente na Nova zelandia, ms uma viajem pra la nao fica nada barato e isso seria so mais um ponto positivo e nao traria a certeza de conseguir o visto, vamo ver oque vou decidir estou muito apreensivo !!!!

        1. Melhor ter uma dúvida gigante que uma dívida gigante, Bruno. hahaha

          É sim um risco – e é complicado saber o que fazer nesse caso. Tomara que dê certo. 🙂

          Abraço.

  150. Boa tarde, tive meu visto negado e como todos sabem eles não fornecem grandes justificativas.

    Sou técnico formado, estou na metade de engenharia mecânica, tenho carro em meu nome, faço curso de inglês, trabalho a dois anos na mesma empresa, meu pai iria pagar minha viajem, ele é empresário.

    Vi gente que trabalha em salão de beleza sendo aprovado, e o meu e de um casal de médicos negado, acredito que o importante mesmo é manter a calma na hora da entrevista, ja que eles raramente pedem os documentos, friso que nervosismo passa sensação de mentira.

    Irei tentar novamente, porém no RJ.

    primeira vez fiz em SP.

      1. Bruno,

        perguntaram para onde eu ia, quem iria pagar minha viajem, oque eu faço, oque meu pai faz, e para todo mundo na fila que eu vi o Consul perguntou se já tinha ido a outros países antes.

        1. A questão de já ter ido a outros países antes parece pesar bastante, Douglas.

          Uma ideia interessante é viajar para outro lugar, conseguir um carimbo no passaporte e só depois tentar o visto novamente.

          Mas falo isso pelo achometro mesmo. Só uma sugestão.

          Abraço.

  151. Bom, vou pra entrevista amanhã com meu marido.
    Depois de ler esses comentários de vistos negados bateu um desespero gigante.

    Além da Taxa ser exorbitante, temos planos de passar nosso aniversário de 10 anos de namoro lá e uma visto negado melaria tudo!

    Eu sou servidora pública e ele é empregado público, espero que isso facilite a comprovação de vínculo com o Brasil. Não temos filhos nem casa própria e, pelo que li, isso não é bom.

    Alguém sabe de alguém que tentou visto nesta situação e conseguiu?

    Amanhã comento aqui novamente, ou pra reclamar horrores ou pra dar uma luz de esperança pro pessoal…

      1. Deu certo!!! Nossos vistos foram aprovados!

        O rapaz que nos entrevistou perguntou sobre nossas profissões, se moramos de aluguel, se temos parentes lá, se nossos familiares estão aqui, para onde vamos, quanto tempo vamos ficar, quanto ganhávamos (bruto e líquido), e se já visitamos outros países.

        Coisas que (eu acho) facilitaram nosso visto:

        * Já ter visitado algum outro país.
        * Ir em família.
        * Ser servidor/empregado público estável ou fora do período de experiência (ele perguntou sobre estabilidade então se você for empregado público celetista recente, lembre que seu período de experiência é 90 dias e não 3 anos).

        Boa sorte a todos!

  152. Oi Rafael,tudo bem? Então eu e meu namorado estamos querendo ir para os EUA em junho, ele ja tem visto e ja foi pra la a passeio, atualmente eu trabalho com contrato,sem carteira assinada, renda de 1500 reais, nao tenho nada no meu nome, sou recém formada em engenharia, quem vai bancar minha viagem e meu sogro, ele e empresario e tem uma otima renda, tenho chances de conseguir o visto, sendo o pai do meu namorado que vai bancar?

    1. Oi, Nati.

      É complicado dizer se você tem chances ou não. Você tem que comprovar que tem vínculos fortes com o Brasil e que tem como pagar pela viagem, mesmo que esse pagamento seja feito por outra pessoa. Ter visitado outro país ajuda.

      Abraço e boa sorte.

  153. Rafael,
    tive meu visto negado hoje, trabalho ha 5 anos numa multinacional americana, tenho carro próprio, residência fixa (coisas que nem se quer o entrevistador perguntou), mas acho que falhei em dizer que minha prima, que tem visto de turista está la. Como saio dessa agora? Nao deveria mudar as informações no meu formulario certo? A versao deve ser a mesma, correto?

    1. Não sei ao certo, Sara. E a questão da sua prima pode nem ser a razão.

      Mas preste atenção ao que diz o Consulado:

      “Os solicitantes com o visto recusado podem resubmeter sua solicitação de visto. Quando o fizer, você tem que mostrar mais provas de seus vínculos ou como sua situação se alterou desde sua solicitação original. Pode ajudar responder às seguintes perguntas antes de resubmeter sua solicitação: (1) Eu expliquei minha situação corretamente? (2) A autoridade consular deixou de examinar algo? (3) Existe alguma informação adicional que eu possa apresentar para estabelecer minha residência no país e fortes vínculos com o mesmo?”

      Detalhes aqui: http://portuguese.brazil.usembassy.gov/pt/refusal.html

      Abraço.

    2. Pena que o blogue não recebe atualização nesse post desde Dezembro!! Sempre passo por aqui pra ver algum testemunho e ficar por dentro do assunto de como conseguir o visto americano!!!

      1. Oi, Bruno. Quase todo dia aparecem comentários novos por aqui. 🙂

        Mas a verdade é que a informação mais importante não muda: é preciso comprovar vínculos com o Brasil e condições de pagar a viagem. Ter viajado para outro país ajuda bastante.

        Abraço.

  154. Rafael boa noite, estou planejando viajar a passeio para os USA, minha viajem será totalmente custeada pela minha tia, nós dois somos autônomos, temos comprovávantes de renda, MEI, declaração de imposto de renda em dia, apenas ela possui posses como casas e carros.. A questão é a seguinte ela morou nos USA durante 8 anos totalmente legal e seguiu todos procedimentos de entrada e saída do país, ela já teve 3 vistos americanos cedidos, porém agora seu visto já vencido, iremos juntos para a entrevista e será minha primeira vez, pelo fato dela estar custeando minha viagem e ter esse histórico pode me ajudar a ter meu visto cedido. (Os vistos antigos eram de trabalho e dessa vez vamos pedir o visto de turista)

        1. Boa tarde Rafael. Pretendo fazer meu visto e de minha esposa em março. Mas tenho uma duvida. Eu não pago aluguel, porem minha casa não está no meu nome, ela foi consedida pelo meu pai. Isso pode de alguma menira dificultar minha solicitação?

          1. Não sei dizer, Flavio. Eu, por exemplo, pago aluguel e consegui o visto.

            Leve outras provas de que você pretende fazer turismo.

            Abraço.

  155. Rafael, meu pai que irá bancar a viajem, ele é empresario, e minha namorada também tem plenas condiçoes de bancar sua viajem, filha de mãe pensionista, ambos fazendo faculdade de engenharia, empregados a mais de dois anos, fazer a entrevista junto seria melhor?

      1. Ola..eu vi um comentario no começo de um menino que foi com sua namorada e eles fizeram entrevista juntos..Pq to querendo tirar meu visto com meu namorado…ai vamos ter que fazer separados???

        1. Camila, fiz a entrevista com minha namorada porque na hora de marcar a entrevista no site, ele da a opção “adicionar mais uma pessoa” eai vc faz todos agendamentos para os dois, tanto o CASV quanto o consulado. Na hora que vc está na fila, eles perguntam se é o mesmo horário e se estão juntos eai vc vai com ele

  156. olá Rafael!
    tudo bem… Bom pretendo viajar com um amigo para os estados unidos,não possuo bens em meu nome,mas trabalho a 20 anos como funcionário publico estadual ,minha renda hoje é de 5600 reais e observando os comentários;gostaria de perguntar se tenho chances de conseguir meu visto e se devo informar minha viagem com um amigo…

    1. Uai, Mauro, o que eu consigo te dizer é o seguinte: sua renda é bem maior do que a que eu tinha quando tirei o visto. Fora que é um emprego público.

      Você deve informar sim, tudo que for verdade.

      Abraço.

  157. Olá Rafael, gostaria que vc me respondesse, estive nos USA 3 vezes, e todas as vezes trabalhei e com meu nome, no minimo 2 anos cada vez, tirei carteira na Flórida,todas as vezes entrei lá sem problema,hoje trabalho em uma empresa há 9 anos como cozinheiro em uma plataforma da PETROBRÁS,minha esposa é aposentada como professora e continua trabalhando,uma das minhas filhas tem 18 anos e faz faculdade de engenharia na federal, a outra de 15 anos o ensino médio,estou querendo ir para os USA levar minha familia para passear, gostaria que voce me orientasse como eu poderia agir para conseguir o visto de novo,vc acha que eu consigo, desde já agradeço e boa tarde.

      1. Boa tarde Rafael, minha dúvida é que como eu já trabalhei lá com meu nome e as outras coisas que eu relatei,e meu nome vai constar no consulado americano, e eles vão ver que eu fui trabalhar, todas as vezes, por isso queria uma orientação de como proceder.

        1. Eu tenho como bancar as despesas e vínculos no Brasil, o meu receio é que podem falar que eu já estive lá, e constar a carteira de motorista e saber que trabalhei será que isso pode acontecer.

    1. ola claudio sua situacao e parecida com a minha no seu caso vc precisa esperar 5 anos fora dos EUA, passados esses 5 anos vc pode pedir o visto mas eu sugiro que vc diga a verdade, sempre a verdade pois eles tem tudo no sistema e sabem quem ja morou la legalmente ou ilegalmente entao o melhor e assumir o erro afinal vc hoje vc tem emprego fixo e vida estavel, nao a outra coisa a se fazer a nao ser falar a verdade pois chengado no aeroporto vc podera ter uma surpresa muito desagradavel…abracos

  158. Ola rafael eu tenho algumas perguntas..
    Acabei de tirar Meu Passaport e minha passagem esta sendonpaga por um amigo que mora em boston ,nao tenho nda no meu nome,estou desimpregado no momento mais tenho dois amigos que moram la legalmente isso seria um problema ou me ajudaria?
    Oq devo fazer? Desde ja agradeço…

    1. Ter amigos lá não faz muita diferença, Fabrício.

      Agora, seu problema é a falta de vínculos com o Brasil e a falta de condições de bancar a viagem. Você pode ter problemas sim.

      Abraço e boa sorte.

  159. Ola Rafael,
    Tenho algumas duvidas… pretendo viajar ano que vem, porém vou ficar na casa de uma amiga em Boston, você acha q isso influencia na hora de ter o visto aprovado? ou melhor dizer que vou ficar em hotel, tenho 22 anos, trabalho faz mais de 3 anos na mesma empresa, faço faculdade, não tenho residencias no meu nome, apenas veiculo.
    Vou com um amigo, a entrevista é realizada juntos ou separado é melhor?

    Obrigado desde já!!

    1. A entrevista é separado, Giancarlo. Não tem muito problema falar que vai ficar na casa de um amigo, mas tenha todos os comprovantes necessários.

      Abraço.

  160. Boa tarde!
    Morrei no USA por 5 anos e tive um filho la, já tem 9 anos que voltei para o Brasil, tentei o visto dia 19/10/2015 e consegui agora vou passar ferias la comprei um pacote de 7 dias mais agora estou com medo de ser deportada quando chegar na imigração em Miami, o que você me sugeri sera que o risco e muito grande de ainda ser deportada…

    1. Bom dia Márcia Santos, gostaria de saber se eles te fizeram muitas perguntas, pois morei 3 vezes lá e trabalhei com meu nome, tirei carteira de motorista na Flórida minimo de 2 anos que morei lá, e queria ir com a familia para passear, hoje trabalho como cozinheiro em plataforma da Petrobras há 9 anos vc com a sua experiencia de ter ido e conseguido poderia me orientar quais as perguntas que foram feitas desde já obrigado.

  161. Gostaria de compartilhar minha experiência. Li e reli inúmeras vezes as informações sobre a entrevista e confesso que fiquei muito apreensiva.
    Fui solicitar meu visto aqui em Brasília para mim, esposo e duas crianças, preenchemos o DS 160, pagamos as taxas de $ 160,00 cada, agendamos o CASV num domingo, foi bem rápido o atendimento, e deixamos agendado para quarta dia 25/11 a ida ao consulado.
    Separamos todos os documentos possíveis, escritura de casa, documento de carro, meu imposto de renda, extratos bancários, declaração de escola das crianças e fomos. Eu sou professora e meu esposo corretor de imóveis, por este motivo tive receio, pois ele é autônomo.
    Estávamos agendados para às 08h45, chegamos ao consulado às 07h30, rapidamente fomos colocados na fila, lembre-se, só leve os documentos, bolsa não entra, celular muito menos. Rapidinho a fila andou. Na entrada no consulado, recolheram nossos passaportes e sentamos. Exatamente às 08h45 fomos chamados pelo nome para ir a fila da entrevista.
    O cônsul que nos atendeu foi bem simpático.
    As perguntas foram:
    Cônsul: Bom dia
    Nós: Bom dia!
    Cônsul: Vão para onde?
    Nós: Orlando
    Cônsul: Quantos dias?
    Nós: 10 dias
    Cônsul: Sr. Luis, coloque a mão esquerda no leitor.
    Cônsul: Sra. Sandra, coloque a mão direita no leitor.
    Cônsul: Já foram aos EUA antes?
    Nós: não
    Cônsul: Já tiveram visto antes?
    Nós: Não.
    Cônsul: Luís, o sr trabalha com o quê?
    Luís: Corretor de imóveis.
    Cônsul: Há quanto tempo?
    Luís: dois anos
    Cônsul: Tem curso superior:
    Luis: Sim
    Cônsul: Sandra, a sra é professora universitária?
    Sandra: Não. Sou professora de Ensino Médio.
    Cônsul: E esta renda de … é dos dois?
    Sandra: Não. Esta é a minha a dele é tanto: …
    Cônsul: Já foram para fora do Brasil:
    Luís: Sim.
    Cônsul: Para onde?
    Luís: Argentina e Uruguai.
    Cônsul: Ok. Boa viagem! Aproveitem os USA.

    Simples assim. Não pediu os documentos, porém, respondemos exatamente o que estava no DS 160.
    O legal é ir bem vestido, tirar em família, meninas, não ir parecendo piriguete. Vimos vários vistos sendo negados de jovens sozinhos especialmente.
    Espero ter contribuído!

  162. Olá bom dia! Vou a entrevista dia 7 Dezembro ,tenho uma renda de 3,105 reais,trabalho a 9 anos na mesma empresa ,declaro imposto de renda corretamente . Tenho 14 mil para para bancar a viagem, tenho um ap um carro e uma moto no meu nome.sou casado e tenho um filho de 2 e 8 meses .Gostaria de saber o seguinte , minha esposa não trabalha fica por conta do nosso filho e da casa. E na entrevista eles costumam perguntar se temos mas alguma renda ja que no ds so coloquei a minha.Sera que eu poderia dizer que ela vende produtos de beleza em casa ? SÓ que não temos como provar ou só minha renda e meus vínculos são suficiente….Desde ja agradeço.

  163. Boa tarde,gostaria muito que vcs me oriente, já estive nos USA 3 vezes,o minimo que fiquei lá foi 2 anos, tirei carteira de motorista na Florida e trabalhei com meu nome,minha filha de 18 anos faz engenharia na federal a outra de 15 faz o ensino médio minha esposa é professora aposentada e continua trabalhando, eu trabalho como cozinheiro em uma plataforma de petróleo , em uma empresa que presta serviço para PETROBRAS há 9 anos,estou querendo voltar aos USA para levar minha família para passear, quais as chances que tenho de adquirir o visto de novo,será que consigo,vcs poderiam me orientar desde já agradeço.

  164. Tenho uma dúvida quanto a entrevista de visto.

    Tenho um amigo que está fazendo Ciências sem Fronteiras em Nova York e agora em Dezembro acaba o curso e ele precisa voltar para o Brasil até o começo de Fevereiro/16, sendo assim pretendo ir no meio de Janeiro/16 me encontrar com ele e irmos para Disney, ou seja, ficaria pouco menos de 15 dias lá.

    Minha dúvida é a seguinte, atualmente não trabalho e por conta de ter me mudado esse mês, tive que trancar meu curso na cidade onde morava e desta forma, não tenho como comprovar vínculos com o país, porém quem irá custear minha viajem é meu pai, ele tem mais de 10 casas alugadas pelo país e é engenheiro civil com mais de 20 anos de carreira, como devo proceder no preenchimento do DS? Devo colocar que vou visitar meu amigo em NYC e que vamos para Orlando e voltaremos juntos para o Brasil? Quanto aos documentos do meu pai, ele precisa estar junto? Visto que tenho 22 anos, ele precisa me acompanhar ou apenas precisa fazer uma declaração e eu levo aos documentos em nome dele? Como não tenho como comprovar meu vínculos com o país, isso seria um empecilho para concessão do visto?

    1. Oi, Welisson.

      Seu pai não precisa estar junto, mas é bom que você tenha todos os comprovantes dele.

      E não ter vínculos com o Brasil pode ser um problema sim. Mas para isso não tem muita saída no momento, então o jeito é arriscar.

      Abraço.

      1. Rafael,

        Fiz hoje a minha entrevista de visto e deu tudo certo, levei muitos documentos e não me pediram absolutamente nada. Optei por colocar que quem iria custear minha viagem seria minha irmã e deu certo!

        – bom dia!
        – bom dia!
        – o que você faz?
        – sou estudante
        – qual faculdade?
        – UAM
        – qual ano do curso?
        – 3 semestre, 2 ano
        – quem vai pagar a viagem? (Eu achei que ele tinha falado,”quem paga sua faculdade”)
        – meu pai
        – o que seu pai faz?
        – engenheiro civil

        Aí ele ficou olhando pro computador, por que essa informação não batia com o DS né, por que eu coloquei que minha irmã bancária a viagem, aí eu perguntei

        – desculpa, mas você perguntou quem paga minha faculdade ou quem bancária a viagem?
        – quem vai bancar a viagem!
        – ah, minha irmã!
        – o que ela faz?
        – trabalha em uma empresa de consultoria
        – tem família lá?
        – não?
        – tem amigos?
        – tenho o Carlos, que no caso vou ficar na casa dele!
        – Visto aprovado, boa viagem!

        Agora só esperar o passaporte com o visa chegar!

  165. Boa tarde Rafael Sette!
    Tenho vontade de ir ao Estados Unidos, porém quero ter o visto primeiro para depois poder comprar as passagens e tudo mais.. Isto pode ter algum problema? para ter o visto aceito? caso o entrevistador pergunte algo sobre quanto tempo vou ficar ou quem vai pagar a viagem?

    1. Oi, Pedro. O recomendado é que você não compre a passagem antes de ter o visto. Mas você pode falar que tem um plano geral. Por exemplo, ir em tal mês, ficar x dias, visitar tais lugares, etc.

      Abraço.

      1. Obrigado Rafael.
        Eu mais uma pergunta, vejo a recomendação de levar todos os documentos possível que comprovem que temos vínculos com o Brasil! porém no preenchimento do DS 160 eu tenho como informar que possuo um terreno, um carro ou uma casa no Brasil?

  166. OI Rafael, tudo bem!
    Sou estudante de engenharia e microempreendedora individual. pretendo passar 5 dias em Nova york. Se eles me perguntarem se eu vou sozinha e eu disser que sim, seria um empecilho? Afinal existem pessoas que gostam de viajar sozinha como eu! rsrsrs

    1. Não acho que seja um problema, Dirce. O importante é dizer a verdade e provar que você tem vínculos com o Brasil e condições de bancar a viagem.

      Abraço.

    2. Olá Dirce, semana retrasada tive meu visto negado justamente pq eles encrencaram com o fato de eu ir sozinho, eu iria passar 5 dias em NY, mas quando disse q eu ia sozinho, a consul me olhou serio e começou o bombardeio de perguntas. No fim, deu o papel 214 que informa que ñ tinha vinculos suficientes, porem eu tinha todos os comprovantes, contra cheque, extrato, IR, declaração do trabalho, etc, ela perguntou minha renda, que gira em torno de 2500, mas ñ pediu nenhum documento, o que me levou a crer que o fato de eu ser solteiro, 27 anos e ir sozinho pode ter influenciado. Vou esperar um tempo e tentar de novo, mas dessa vez vou com um grupo de amigos. Com essa crise, eles estão apertando o cerco, pois muita gente vai para ficar, e a galera que vai sozinha, mesmo que a passeio, eles estão questionando mais. Eu adoro viajar, e ja viajei sozinho pelo Brasil varias vezes, mas nunca fui para fora, então viajar sozinho ñ é nenhum problema pra mim, mas o consulado, em meio a crise, não esta olhando com bons olhos.

      1. A quantidade de comentários de quem teve o visto negado aumentou nos últimos meses, Bernard.

        Estou com a mesma impressão que você: que as coisas mudaram por conta da crise. Não tenho dados que provem isso, só uma observação mesmo.

        Abraço.

  167. Pessoal meus pais tem visto valido por 10 anos e são idosos”pela idade não tem motivos para fugir do Brasil” isso pode facilitar meu visto caso mencione que vou viajar com eles? tenho 27 anos sou comerciante autonomo tenho casa e carro e um filho de uma união estavel.

    1. Oi, Claudio.

      Se você tem casa, carro, um filho e renda, certamente tem como comprovar que não pretende ficar por lá. Leve todos os documentos e deve dar certo. 🙂

      Abraço.

  168. Oi Rafael! Então, dia 24 de novembro vou ir pra entrevista em Brasilia. Tenho 19 anos, faço faculdade de Medicina Veterinaria, estou no 4 periodo, não trabalho e moro com minha mãe. Meu primo de 15 anos vai pra Disney e quero ir com ele. Ai meu outro primo (praticamente irmão, pq fomos criados juntos) Ele tem 35 anos e dono de empresa e vai custiar minha passagem. Mais ai vem minha dúvida, paguei uma agencia pra fazer tudo pra mim! Mais meu primo não tem um comprovante de Renda Exato por que como ele é socio só faz retiradas, ele me deu documentos da empresa, contas de energia, agua, telefone, extratos bancarios, documentos de carro, motos, casa e tudo outras coisas que provam que ele é bem de situação! Ai fui em um escritorio de contabilidade e pedi o Pro-Labore dele, e lá consta 4.500 reais por mes! Você acha que com esse documentos estão certos mesmo? Ou se no caso a entrevistadora pedir um comprovante de renda e eu não tiver pode me negar o visto ??? Sei que não da pra adivinhar mais queria sua opnião é sempre bom ouvir a opnião de quem ja tentou. obrigada e aguardo sua opniao beijos

    1. Oi, Evelyn. É, não dá para adivinhar, mas esse valor é mais do que eu ganhava quando tirei o meu visto,

      Só garanta de levar todos os documentos de forma certa e também tudo que comprove que você tem vínculos com o Brasil.

      Abraço.

  169. Olá Rafael, tudo bem?

    Em dezembro de 2014, tive o visto aprovado, segui tudo o que estava escrito em seu blog, tinha pouco mais de 1 ano de empresa com uma renda de R$ 4816, nesse mês estarei tentando solicitar o visto do meu esposo, porém ele não tem conta bancária, e nem trabalha de carteira assinada, ele trabalha por conta própria como pintor residencial, com uma renda em torno de R$ 2200, a de água e energia elétrica são no nome dele. Como ele não tem como comprovar renda estava pensando em colocar meu nome como quem vai custear a viagem, hoje minha renda está R$ 5313 comprovada.
    Já preenchi o DS-160 e percebi que havia muita pergunta que não havia quando preenchi no meu,ele não tem ensino superior e parou de estudar no ensino médio, mas não concluiu, fiquei na dúvida do que colocar, se deveria colocar somente as informações do ensino fundamental dos quais ele tem o certificado..?
    Ele deve apresentar a carta de custeio, meus contra-cheques. comprovante de declaração de imposto de renda e meu extrato bancário? (porém nesses últimos meses não tenho deixado dinheiro na conta devido reforma em nossa casa).

    Qual as chances de que o visto dele seja aprovado?

    1. Oi, Geisiana.

      É um pouco complicado prever as chances. Ele deve levar todos os documentos que você citou e ter calma na hora.

      O formulário não permite colocar algo como o nosso ensino médio incompleto? Também não me lembro dessa pergunta.

      Abraço.

  170. Olá!!! Tentarei o meu visto dia 06/11 em Brasília, sexta feira agora, estou muito ansioso porque não tenho a ultima declaração de IR. Pois 2014 trabalhei um período de autônomo que não foi muito legal e não tive renda suficiente para declarar. Mas em Agosto retornei a trabalhar com carteira assinada!

    Enfim minha ansiedade é porque tive o visto NEGADO em 2008, na época tinha total condições de pegar o visto, pois meus pais tinham renda suficiente para patrocinar minha viagem, na época eu tinha 20 anos! Minha entrevista nesta ocasião foi rápida, me perguntaram pra onde iria(Orlando), QUem iria pagar pela viagem(meus pais),Imposto de Renda dos seus Pais(entreguei), com quem você vai?(Sozinho), o que eu fazia(Estudante de ADM de Empresas e estagiário), Mora com quem?(Meus Pais), Carteira da faculdade por favor(Entreguei), conhece alguém nos EUA?(não), a consul devolveu meu passaporte e me deu a carta 214b e chamou o próximo! Foi triste!!

    Passado este tempo, me formei em Administração de Empresas, trabalho a sete anos no mesmo ramo!! No atual emprego de carteira assinada há 1 ano e 3 meses! Minha renda gira em torno de 2.800, uma parte na carteira e outra por fora!! As comissões são pagas por fora!! (Tenso). Vou levar estratos bancários, e ultimos holerites, IR(2013,2012). Se não der certo vou passear na Europa!

    Assim que tiver retorno relato aqui para vocês! E seja o que Deus quiser!!

      1. Pessoal boa tarde!

        Fui na entrevista em BSB conforme havia postado aqui anteriormente!

        Levei documentação toda OK!!!

        Tive o visto NEGADO!
        Não sei os motivos, a consul me fez uma sabatina de perguntas, respondi todas sem hesitar!! tudo conforme o DS160.
        Foram muitas perguntas, onde vai, com quem, quem vai custear, se ja fui para o exterior, com quem moro, o que meus pais fazem, qual profissão deles antes de aposentarem, onde moram, se tenho filhos, onde me formei, pediu imposto de renda e Holerites, entreguei, e ficou dois minutos digitando, nessa hora qse morri de tanta ansiedade, e realmente são 5 minutos de entrevista!

        Por fim ela pegou um papel 214b fixado na parede dobrou e colocou no meu passaporte e disse para seguir as instruções condidas no informativo, que o meu visto foi negado conforme as leis de imigração dos EUA! Enfim galera!! fiquei puto! SEGUNDA VEZ NEGADO! Não sei onde foi o meu erro! Creio que, no meu imposto de renda consta 1 dependente, que era a filha da minha ex. namorada..Eu coloquei ela como dependente por que eu pagava escola dela!

        E na pergunda da Consul eu respondi que não tinha filhos, e que era solteiro! penso eu que pode ter sido isto, pois o IR é bom!! e Consta um veiculo em meu nome de valor razoável!

        Irei viajar para outros países e carimbar um pouco meu passaporte, talvez um dia eu volte a tentar novamente! Mas é uma puta sacanagem pagar 640 de taxa consultar e ter visto negado! No mais, fiquem tranquilos, respondam com firmeza! Cada caso é um caso!! Meu amigo desempregado pegou o visto!! Já outro amigo que trabalha a anos em uma só empresa teve negado no mesmo dia que eu..(fomos juntos).Enfim, EUA perdeu o meu dinheirinho de turista em janeiro! Porque não é por isso que não vou viajar! Abraços

        1. Oi, Aurélio. Que pena isso. Mas você está mais que certo: vai para outro país. Viaje o mundo. Gaste seu dinheiro em outro lugar. Eles que perdem com isso.

          Abraço.

  171. Olá,
    Eu morei ilegal nos Eua quando criança. Quando tentei tirar o visto, ele foi negado. O consul disse que entendia que morei enquanto era criança e que havia sido uma decisão dos meus pais, mas que mesmo assim nao poderia me dar o visto naquele momento. Sou funcionária pública ha mais de um ano, sendo assim, a única coisa que impediu o meu visto foi a questão apontada acima. Quando voltei para a minha cidade uma pessoa me informou que existe uma lei que protege as pessoas que já moraram la ilegalmente antes de completarem 18 anos, portanto não poderiam utilizar esse fato como critério para negar o visto.
    Gostaria de saber se isso realmente procede, se realmente existe essa lei pois procurei na internet e não consegui nenhuma informação até o presente momento.
    Desde já agradeço!

    1. Oi, Walquiria.

      Olha, infelizmente não sei te responder. O jeito é continuar buscando em fóruns, sites e na própria página do consulado.

      Quem sabe alguém aqui não te ajuda nisso também.

      Abraço.

  172. Ola Rafael!
    Tudo bem ?
    Bom! Vejo que você ajuda as pessoas que querem ir para o exterior é tem suas duvidas de como tirar o visto. Eu tambem tenho é queria saber se a possibilidades de conseguir, como o valor que ganho e que levo.
    Trabalho em um hospital como auxiliar administrativo, ganho 1.200,00 e devo levar uns 500 dolares mais cartao de credito. Irei ficar uma semana na casa de uma irma de um amigo que ira comigo, tenho contrato de locacao de imovel de 36 meses acho que isso ira ajudar, mas nao tenho da faculdade porque irei fazer so em fevereiro o vestibular.
    Estou indo para EUA porque sou beneficiaria das linhas aeres Azul, pago so taxa de embarque. Você acha que é possivel eu conseguir?
    Levarei comprovantes do meu amigo que ira me ajudar financeiramente caso eu precise, levarei tambem contrato do meu imovel que loquei a dois meses, isso servira como comprovante que irei voltar ao Brasil?
    O que você acha que devo levar a mais a nao ser documentos ?
    Obrigada!

    1. Oi, Jessica. Não tem como prever, infelizmente.

      O lance é levar todos os documentos que você disse. Pode ser uma boa caprichar nos documentos financeiros dessa outra pessoa que poderia financiar sua viagem também. Se for dar problema, provavelmente será nessa questão, eu acho. Então capriche nela. 🙂

      Abraço e boa sorte. 🙂

  173. Bom dia Rafael. Trabalho como soldador em plataformas de petroleo,ganho aproximadamvente R$4000,tenho um veículo de R$62000,minha renda ano passado quando declarei foi de R$54000. Voce acha que consigo o visto?Por eu ter só 5 meses nessa nova empresa que to trabalhando pode me prejudicar? Sou casado mais minha mulher trabalha e tem medo de viajar de avião e não vai junto. Interfere alguma coisa?obrigado

    1. Oi, Marcos. Leva todos os documentos. Você ganha mais do que eu ganhava quando tirei o visto.

      O fato da sua esposa não ir não afeta em nada.

      Boa sorte!

  174. Boa noite.
    Sou microempreendedora (pousada), não tenho como confirmar renda fixa da pousada, mais tenho renda de dois imóveis alugados. Como devo declarar valor de renda? Outra dúvida: pretendo viajar como comemoração de bodas de prata com meu marido que é aposentado e vendedor autonomo. Pretendo ir a Nova York e visitar uma amiga que mora em Boston. Se eu informar dessa amiga como itinerário meu visto pode ser dificultado?
    Abraços

    1. Oi, Eliane. Esse roteiro importa pouco na hora de tirar o visto – você é aconselhada a nem comprar a passagem antes de ter o visto, inclusive.

      Você não consegue comprovar a renda por meio do Imposto de Renda?

      Abraço.

  175. Boa tarde, vou tentar meu visto agora no fim do ano para ir para Orlando com dois primos meus. Faço o 4º período da faculdade e estagio na área. Meus primos tem carro, e carteira assinada e moram com os pais.Nenhum de nós e de nossos pais declaram IRF, você acha que agente consegue o visto? E você acha melhor irmos os três juntos para a entrevista com o consul ou um de cada vez?
    Obrigado!

    1. Normalmente vai um de cada vez, Marcos. E pode acontecer de um ter o visto recusado, mas os outros não.

      Vocês precisam comprovar duas coisas: como pagarão a viagem e que vocês têm motivos fortes para voltar ao Brasil. Caprichem nesses documentos.

      Abraço.

  176. bom dia, venho trazer, minha experiencia q nao foi das melhores, mais vamos la.
    Na ultima sexta feira fui ao CASV estava agendado para 15:00 horas acabei chegando la era 15:10 super tranquilo nao tinha ninguem so estava eu e os funcionarios, colhi a digital e tirei a foto ok sem problemas algum cheguei na segunda minha entrevista estava marcada para 13:00 horas cheguei era 12:45 cheguei ja fui pra fila beleza fiz o processo de triagem a tal fila de segurança e enfim chegou minha vez a agente que direciona a gente para fila me colocou em um guinche que estava vazio e logo seria minha vez, pois bem vamos la.

    consu: Boa tarde, documento por favor.
    eu: boa tarde:
    consu. para onde vc vai no EUA?
    eu: Orlando
    consu: qnts dias voce vai ficar la?
    eu: sete dias
    consu: digitou …..
    consul: oq vc faz aqui no brasil:
    eu: sou microempreendedor(nessa resposta era para ter dado qual era o ramo da empresa pois bem so respondi isso)
    consu: que ramo?
    eu: microempresa de distruição de fraldas descartaveis.( na hora que fui falar qual era o ramo ja estava nervoso e acabei gaguejando.)
    consul: mora com quem aqui no brasil?
    eu: minha mae:
    consu: digitou e digitou e disse o seu foi negado e me deu uma folha rosa, pois bem aonde foi meu erro sera ? ele nao me pediu se quer algum documento nada estava como todo documento da empresa prolabore tudo ali contrato do apartamento que esta localizado a empresa no meu nome. quero tentar novamente qual a dica para a nova tentativa? agora vou tentar pro final de novembro pq vou ativar minha matricula na faculdade pois parei no setimo semestre de engenharia ajudaria sera?

    se alguem ja teve o visto negado e tentou novamente mudaram algumna coisa na ds 160 ou manteve alguma coisa coloquei la que ia com um grupo de amigos da escola que faço ingles aqui em sorocaba, agora vou tirar junto com minha mae e vou colocar a faculdade tem algum problema fazer essas duas alteraçoes?

    me ajudem por favor nao quero ir pra ficar la so passear mesmo.

    1. oi rodrigo, bom dia.
      não trabalho no ramo, mas tentei o visto em junho e 1 mês depois voltei, tendo o visto negado novamente. fui sem orientação, eu mesma preenchendo o ds, e a pessoa que me atendeu ao final da entrevista disse: te aconselho a esperar um tempo.
      ando pesquisando e conversando com várias pessoas que trabalham com assessoria em visto, e todas me aconselharam a esperar no mínimo 6 meses.
      boa sorte!

    2. Olha, na prática você pode tentar imediatamente, mas tem grandes chances de ser negado de novo. Basta pensar o seguinte: o cônsul vai querer saber o que mudou. Eles já recusaram uma vez, então é preciso que tenha alguma alteração. Pode ser um salário maior, mais vínculos com o Brasil, etc.

      Eu, se tivesse o visto negado, tentaria passar férias em outro lugar. A Europa não pede visto (e tem Disney em Paris). De quebra ficará mais fácil conseguir seu visto americano depois, afinal você já terá ido ao exterior e terá comprovado que voltou. Ou seja, que é só um turista.

      Abraço e boa sorte.

  177. Olá, tudo bem ?
    Pretende solicitar o visto junto com meu filho e esposo.
    Sendo para nós três temos mais chances de conseguir, do que eu tentar primeiramente viajar só?
    As dificuldades serão maiores?

    Obrigada !!!

    1. Não acho que exista diferença nesse sentido, Nívia. A questão é mostrar que vocês querem fazer turismo e que pretendem voltar ao Brasil.

      Abraço.

  178. Olá, estou com algumas duvidas em relacao a entrevista, vou pra casa da minha prima em Danbury,CT mas pretendo visitar NY que é bem proximo, quando o consul me perguntar para onde vou digo DANBURY? Além do mais, meu pai que vai custear minha viagem uma vez que so tenho 17 anos, preciso de levar a carta de declaracao ou so o contra cheque dele? Por ultimo, vi que necessito estar acompanhada no dia da entrevista, é necessário que seja o meu pai, que vai pagar a viagem? ou pode ser minha mãe? obrigada

  179. Boa noite Rafael,meu nome é Reginaldo, a 16 anos atras tirei o visto e fui aos estados unidos, mas que me lembre não tenho registro da minha volta p o brasil e pretendo ir ainda este mês tentar o visto novamente ,mas agora com minha mulher (não somos casados no papel) e nosso filho de 8 meses.Sou dono de uma farmacia a 10 anos no mercado com tudo certo e minha mulher trabalha em uma loja de roupas a um ano e quatro meses sendo q a três meses atras ela foi promovida a gerente, no caso dela será a primeira vez q ira viajar p fora do Brasil , uma das nossas duvidas e se devemos levar nosso bebe ou isso poderia atrapalhar o decorrer da entrevista , lembrando q ele é uma criança bem tranquila e atrai todos por sua doçura mesmo sabendo o quanto normalmente são frios os entrevistadores.E sabendo um pouco da nossa condição vc teria algo a mas a nos sugerir?

  180. Boa noite a todos. Gostaria de agradecer ao site e a todos os comentários que passei dias e dias lendo todos de maneira exaustiva para conseguir me dar bem no processo de visto americano, gostaria de compartilhar como foi meu dia hoje no consulado.

    Bom começando por eu ter saído de casa às 04h da manhã com entrevista marcada para as 11:30 no consulado do Rio de Janeiro. Eu moro em Belo Horizonte então sai de casa bem mais cedo pois poderia ocorrer algum imprevisto e foi justamente o que aconteceu, trânsito caótico no rio l, cheguei atrasado pra entrevista e a minha sorte foi que todos os horários estavam atrasados. Junto comigo foi minha esposa e filho de 4 anos para a entrevista. Chegando lá dentro percebi que tinha uma cônsul morena com a cara de poucos amigos e estava rejeitando o visto de todos, não vi nenhum sair da entrevista com ela sem o papel branco na mão mas enfim tudo ocorreu bem e eu não cai nesse guichê.
    Fui ao guichê ao lado aonde minha entrevista foi:

    Cônsul: boa tarde
    eu, esposa e filho: boa tarde
    ( ele leu o que estava escrito na ds160 e perguntou ) o que vcs vão fazer em Orlando?
    Eu disse: nós iremos visitar a Disney pro meu filho conhecer. ( nessa hora meu filho começou a falar que queria ir pra Disney e rancou um sorriso do cônsul )
    Cônsul: o que vcs fazem?
    Minha esposa disse que era uma consultora de moda de uma revista em Belo Horizonte e tinha uma loja de roupas e eu informei que faço faculdade e trabalho na loja dela e meu filho completou dizendo que ia pra escola.
    Depois disso o cônsul ficou teclando e teclando até que disse: seu visto foi concedido, boa viagem.

    Não pediu documento nenhum, nao demorou nem 1min a entrevista.
    Então para aqueles que querem tirar o visto a única dica que posso dar é que preencham o formulário certo e verdadeiro. Se vc tem uma renda baixa, coloque o valor da renda, não precisa mentir, se tem filho, por mais que seja difícil levar eu aconselho levar porque a criança pode ser o seu triunfo na hora do visto, qualquer criança é verdadeira e na hora do cônsul perguntar pra criança ele vai saber que está falando a verdade mesmo, mantenha a calma, levanta a sobrancelha e abre um sorriso no rosto, não fica olhando para os lados que passa nervosismo ao cônsul,se vc sentir inseguro, treina bastante um sorriso no espelho, não precisa aparecer os dentes, só aquele sorriso mesmo labial, um sorriso no rosto é capaz de mudar qualquer situação vai por mim. E nós mais é isso gente, vai na fé que dá certo. Não precisa ter medo porque tudo que é verdadeiro prevalece e vou deixar uma dica minha que é um aprendizado meu de vida:” coragem, esse é o primeiro passo para obter o sucesso”. No mais qualquer coisa meu e-mail é [email protected], só me escreverem que terei o prazer em ajudar qualquer um que precisar.

  181. Ola, esse site me ajudou bastante, vi pessoas relatos de pessoas que foram negadas e outros que teve sucesso. Pois bem… minha entrevista está marcada para o dia 22/10 no RJ, estou meio tensa mais vou tentar me acalmar(rsrs). pois bem minha situação e a seguinte vai eu, minha mãe e minha irmã, minha mãe é funcionaria publica concursada há 13 anos, faço faculdade de odontologia 6º periodo, e minha irmã faz o ensino médio, li que viajar para fora do país ajuda bastante eu e mina irmã já viajamos para a europa e eu alguns lugares da américa latina porém meu passaporte venceu e está limpinho 🙁 se ele não perguntar sobre o meu passaporte antigo ele pode achar isso o suficiente para negar… sei que isso é muito relativo, mais creio que tudo dará certo !

    1. Oi, Francielle.

      O passaporte limpo não é problema não. Eles perguntam esse tipo de coisa (se já viajou antes) quando acham que é necessário.

      Abraço.

  182. OLA..ESTOU QUERENDO TENTAR O VISTO ESTE FIM DE ANO AINDA,EU ,MINHA ESPOSA EMEU FILHO DE 2 ANOS. TENHO UM SALARIO DE 3.105 REAIS ,TENHO UM AP FINANCIADO PELA CAIXA ,TENHO UM CARRO E UMA MOTO E DECLARO IMPOSTO DE RENDA TODOS ANOS CORRETAMENTE.E TENHO 12 MIL REAIS NA CONTA POUPANCA E UMA BOA MOVIMENTACAO SO QUE MINHA ESPOSA NAO TRABALHA ..ELA FICA EM CASA CUIDANDO DO MEU FILHO..QUAI AS CHANCES DE CONSIGUIR ESTE VISTO DE TURISTA?? DESDE JA AGRADECO.

        1. ola amigo boa tarde. Va sem medo nenhum,na hora de preencher o formulário é so colocar no da sua esposa que você quem ira pagar a viagem dela. Se todos os seus documentos forem de boa fe e você pode comprova-los não tem com o que se preocupar. Apenas preencha o formulário ds-160 corretamente e va tranquilo a entrevista.
          Uma dica,na hora da entrevista acho bom falarem que irão na Disney levar seu filho para conhecer.

        2. Oi, Alex. Desculpa a demora. Eu sempre respondo todo mundo, sem exceção, mesmo quando na prática eu simplesmente não posso ajudar. Mas de vez em quando demora um pouco (eu estava viajando). 🙂

          Esse é um caso que é complicado ajudar. Não tenho como ir além da informação de sempre: 96% dos vistos são aprovados. Então leve seus comprovantes, mostre que você só quer fazer turismo e deixe tudo organizadinho. Não minta e vá com calma para a entrevista.

          Abraço e boa sorte.

  183. Olá.
    Tenho 25 anos, trabalho com carteira assinada e estou organizando uma viagem em um grupo de 8 amigos para julho do ano que vem. Estou querendo fazer a entrevista no final desse ano e desde já estou juntando dinheiro para a viagem. Minha viagem seria custeada em boa parte por mim, mas meu pai e minha vó devem me ajudar também (minha renda é abaixo de 2mil reais mensais). Tenho algumas dúvidas:

    – Devo explicar essa questão de quem vai custear minha viagem ou apenas dizer que eu bancarei minha viagem seria suficiente, visto a minha renda?

    – Meus pais estão querendo fazer a entrevista para talvez conhecer os EUA no ano que vem. Querem fazer a entrevista juntos com meu irmão mais novo que já tentou uma vez e teve o visto negado. Meu pai tem uma empresa, minha mãe é do lar e meu irmão trabalha pro meu pai. Eu diria na entrevista que levarei eles para conhecer Orlando no meu período de férias do trabalho. Se eu fizesse a entrevista com eles Eu teria mais chances fazendo a entrevista junto com eles? O fato do meu irmão mais novo não trabalhar com carteira assinada e já ter o visto negado uma vez pode dificultar a aprovação do visto de todos?

    – Nesse caso da entrevista em família, quando perguntado sobre quem bancará a viagem, poderíamos responder que eu bancaria a minha e meu bancaria a viagem do restante da família?

    – Pode acontecer de o visto ser negado apenas para um dos membros ou se for negado será pra todo mundo?

    Desde já obrigado.

  184. Bom dia estou com uma duvida estou preste a tirar meu visto, mais meu caso é delicado, estou trabalhando a um mes com carteira assinada, mais tenho uma MEI, mais ainda nao estou movimento conta so tenho os prolabores dos tres ultimos meses, o que faço nessa situação? E outro ponto minha vo ta indo dia 15 de novembro se eu falar que vou com ela ficaria mais facil na obtenção do visto?

    Obrigado

    1. Oi, Rodrigo. Não sei muito como te ajudar. Você tem que levar comprovantes que mostrem vínculo com o Brasil e que você tem como pagar a viagem – ou que alguém vai fazer isso pra você.

      Abraço.

  185. BOA TARDE
    tive meu visto negado duas vezes em BRASILIA vou relatar rapidamente como foi,a primeira vez tinha imposto renda ganhava $3.800,00 por mês não tinha emprego fixo e tinha como meio comprovação conta bancaria e ia sozinha para MIAME,estudante de medicina veterinária na época no 3° período,resumindo levaram minha pasta para dentro e depois de uma hora negaram isso em junho 2014,na segunda vez fui la em 20-11-2014 dia do meu aniversario aff,já estava trabalhando na prefeitura da minha cidade a 4 meses,ainda continuava com meu trabalho autônomo e também firme na faculdade,com declaração imposto renda,holerites,extratos bancários e tudo mais renda tinha melhorado um pouquinho também,tenho dois filhos e a minha filha maior desta vez iria comigo a orlando,ele só questionou porque uma mãe solteira que tem filhos iriam a MIAME sozinha QUANDO SOLICITEI A PRIMEIRA VEZ e negou,RESUMINDO SE PASSARAM QUASE UM ANO E QUERO MUITO REALIZAR ESTE SONHO QUERO MUITO IR A USA QUAL MINHA SAÍDA ?AINDA CONTINUO NO MEU TRABALHO FIXO ,NA FACULDADE,MINHA RENDA MELHOROU MAIS AINDA…..VOU EM OUTRO CONSULADO ???

      1. Oi, Aline. Muito chato isso.

        Mas, realmente, a avaliação do fiscal pode ser muito subjetiva. Vale sempre tentar de novo e você sempre terá chances de conseguir.

        Sobre suas férias, numa boa, não deixe que a ausência do visto te impeça de viajar. Vá para outro país. A Europa não exige visto de brasileiros.

        E isso pode até te ajudar, caso você depois peça o visto novamente.

        Abraço.

    1. Boa tarde Aline,
      realmente não existe uma fórmula, um critério exato para eles aprovarem ou negarem o visto. Você tem todos os requisitos para obter o visto sim, tem emprego, faculdade e comprovantes de renda, que na minha opinião, são vinculos suficientes para obtenção do visto.
      A aprovação vai muito de cada agente na hora da entrevista, mesmo você levando todos os documentos, mesmo tendo preenchido corretamente o DS, mesmo tendo respondido todas as perguntas corretamente, eles podem negar e nunca entenderemos o que passou na cabeça deles na hora.
      Então, não se preocupe, faça novamente sua solicitação, faça as mudanças necessárias e procure preencher tudo corretamente no formulário, no dia da entrevista leve tudo que comprove o que você preencheu. Na hora da entrevista, responda apenas o que eles perguntarem, passe tranquilidade e confiança para ele através de suas respostas e sua postura. Mesmo tendo o visto negado duas vezes, tenha em mente, que você tem totais condições de obter a aprovação. Não há mal nenhum ser mãe solteira e querer viajar, porém eles podem fazer mais perguntas por causa disso, então fique sempre tranquila e responda tudo com segurança e tranquilidade.

      Boa sorte pra você!

  186. Boa tarde, eu e minha noiva tivemos o visto negado no mês passado, na hora da entrevista ele não pediu nenhum comprovante, nossa situação éra a seguinte.
    Trabalho em uma empresa a mais de 3 anos, sou encarregado de produção tenho um salário na carteira de 2 mil e minha namorada é vendedora e na carteira ganha 1,111,00, e nós tb temos filhos eu tenho um de 9 e ela um de 16 anos tenho carro e ela moto no nome, mas a viagem dela que vai costear e minha sogra que é aposentada e pensionista ganha em torno de 5 mil e já tem o visto americano, Nós iríamos viajar com ela.
    Bom nos vamos tentar novamente agora dia 19/10 no rio de janeiro, vc acha que temos chances de conseguir o visto? na outra entrevista o consu não pediu nenhum documento.

    desde ja agradeço

    1. Claudemar, qual motivo alegado pelo agente por não aprovar o visto? primeiro, vocês devem identificar o motivo da negação do visto, se foi algo dito na entrevista, ou algum preenchimento errado do DS, pois vocês tem chances sim de conseguir o visto, mas a obtenção do mesmo é baseado mesmo na entrevista e nas informações passadas ao agente. Mesmo eles não tendo pedido, leve novamente todos os documentos, comprovante de renda da sua sogra, pois caso ele peça dessa vez, vocês tem tudo em mãos. A grande chave está na entrevista mesmo, mas é impossível sabermos o que passa na cabeça do agente na hora.
      Boa sorte na entrevista

      1. Bom dia, Bernard na realidade ele somente nos disse que no momento não poderia conceder o visto e que o formulário explicaria melhor, mas ele mesmo não soube dizer porque.
        no formulário rosa (214) dizia que é por falta de vínculos com o Brasil, mas temos todos os vínculos possíveis.
        Bom acho que foi azar mesmo…

        obrigado

          1. já percebi que não existe critérios definidos vai deles irem com a sua cara e pronto,pior foi comigo que o cônsul questionou ate porque eu era solteira e iria viajar sozinha sendo mãe,queria saber onde esta escrito que somos sempre obrigados a viajar acompanhados da família?

    2. Oi claudemar, gostaria de tirar uma dúvida contigo. Tua sogra informou na renda sobre a pensão como? Sou pensionista e não sei se coloco na parte de emprego, desempregada ou outros.
      att. Carla Ferreira

  187. Boa tarde!
    Minha 1º duvida é que vou tentar o visto mas não tenho data de viagem marcada ainda, vou planejar viagem provavelmente para 2017.
    O que devo colocar no formulários??
    2º vou viajar com minha companheira e não temos documento de união estável mas já temos 15 anos de casamento…podemos marcar entrevista juntas??

    Agradeço…Um abraço.

    1. Boa tarde Roseni. Não tem problema se não souber a data exata de viagem, eles pedem mesmo uma previsão, pode colocar em algum mês de 2017 e na entrevista caso pergunte responda a mesma coisa, que não tem data definida, mas provavelmente em 2017.
      Sobre sua companheira, não tem problema não ter documento, vocês podem agendar a entrevista juntas. No próprio formulário tem essa opção, de colocar algum acompanhante na viagem, independente se é esposa, amiga, irmão, etc, você pode colocar os dados dela e na hora de agendar você pode inclui-la para fazer a entrevista junto com você.

      Boa sorte

  188. Bom, tive meu visto negado dia 31/08. Dia 30 fui ao CASV estava marcado para 13:45 mais cheguei cedo e ja entrei 12:30 ja tinha tirado a foto e recolhido as digitais. Dia 31/08 minha entrevista estava marcado no consulado do Rio de Janeiro as 10:45 cheguei as 10:00 e umas 10:30 ja tinha saído. Ele me fez as seguintes perguntas:
    Bom dia R:Bom dia
    Vai pra onde? Eu disse, ele falou que nunca avia ido la.
    Coloquei no formulário que minha tia iria custear. Ele perguntou oq ela faz eu disse q ela trabalha na area de recursos humanos da fedex, ele pediu os documentos dela e eu entreguei, junto com a carta, imposto de renda e etc. Ele ficou lendo chamou um outro homem e ficou os dois lendo. Ele me perguntou quanto tempo ela estava la, eu disse, ele perguntou quantos anos ela tinha, eu disse.Ele me perguntou oq eu faço, disse que sou estudante, faço odonto. Perguntou oq meus pais fazem, eu disse. Então ele disse que so precisava recolher minha digitais (eu fiquei muito feliz na hora pois pelo oq percebi, so recolhia as digitais quando o visto era aprovado). Depois de recolher minhas digitais ele disse que foi negado, e que eu poderia tentar depois de uma semana, mais que ele aconselhava eu terminar a faculdade. Fiquei muito revoltada, pois se eu terminar primeiro os estudo qual vai ser meu vinculo no Brasil ? Acho que nenhum né.
    Vc sabe me dizer qual será o motivo pelo qual ele me negou ?
    E quanto tempo devo tentar de novo. E oq mudar ?
    Obrigada !

    1. Ah, e esqueci de comentar, meu namoro mora la a quatro anos e temos também 4 anos de namoro. E ano que vem ele jura bandeira. Mais preferi não falar nada dele. O que você acha ? Será que se eu falar dele, a probabilidade de conseguir seria maior ?

    2. Oi, Héllen. Bem chato isso.

      Olha, é complicado te dizer exatamente por que seu visto foi recusado. Só o fiscal pode falar isso. Mas dá pra gente tentar interpretar. E eu acho (sem a menor certeza) que o fato de você ter parente lá, ser nova e ser essa parente que estava pagando a viagem podem ter pesado contra. Ele provavelmente pensou que você poderia não querer voltar para o Brasil e ficar na casa dela, entende? A cidade que você ia visitar era turística? Até isso pode ter pesado, já que, caso fosse uma cidade desconhecida, ampliava a ideia de que você não estava indo exatamente fazer turismo. Acho que ter um namorado lá não ajuda em nada na situação. Nem mesmo se ele for americano – a embaixada deixa isso claro no site dela.

      Como ele disse, você pode tentar na próxima semana, mas há o risco de ter o visto negado novamente. Você precisa de mais vínculos com o Brasil. Um emprego, por exemplo. Ou esperar a situação mudar, ter condições de pagar pela viagem, etc

      Olha o site da Embaixada para entender melhor o assunto: http://portuguese.brazil.usembassy.gov/pt/refusal.html

      Abraço e boa sorte.

  189. Rafael esqueci de mencionar que vou subir de cargo e de salário… Isso ajuda será?
    Aliás já subi.. E pretendo remarcar a entrevista em janeiro… Ou seja.. Eles não vão achar que mudou só para ir lá??

    1. Oi, Lucimara. Eles mesmos, no site da embaixada, orientam o viajante a entender qual foi o problema. E que em alguns casos vai ser necessário esperar a situação mudar (tipo um aumento de salário, por exemplo). Então isso é bem positivo sim.

      Leve todos os documentos e tente ficar tranquila.

      Abraço.

  190. Oi Rafael… Informei sim quem iria custear.. O cônsules perguntou tb e eu respondi…
    Mas nem pediu comprovantes…
    Mas o que vc sugere sobre o tempo de tentar de novo? Pensei no ano que vem só..
    Vou prestar vestibular agora, será que vai somar, ou eles vão achar que é só por causa da viagem .. Rs

  191. Meu visto foi negado dia 11-09..
    Meu irmão vai custear minha viagem para NY por 10 viajem de férias…
    Ele é funcionário público..
    Eu sou recepcionista. 1 ano e 5 meses ganho 1044,00 tenho filhos … Mas mesmo assim meu visto foi negado…
    Não consigo imaginar o critério que usaram… Pois nem pediram nenhum comprovante e eu não estava nervosa…
    Qdo posso tentar de novo?? O que posso mudar em
    Minha DS ???
    Sei que vou ter uma promoção e meu cargo será de gerente e meu salário subir… Mas mesmo assim a viagem será um
    Presente… O que faço?? Bjo

    1. Oi, Lucimara. Uma pena isso.

      No formulário você informou que outra pessoa ia arcar com sua viagem? Você pode tentar imediatamente, mas tenta entender o que aconteceu antes, para mudar a situação, ou então o risco é ocorrer de novo.

      Abraço.

  192. Olá Rafael ! Ja tive visto negado duas vezes e da última vez fui aconselhado a mudar minha situação e viajar para a Europa. Enato , fiz tudo que ele me orientou alias ela, viajei para a Europa em março desse ano e entre esses dois anos minha situação. Ja trabalho na empresa tem dois anos e minha renda aumentou vou levar meus contra cheques que gira em torno de 4$mil reais e um comprovante de que estou cursando pós graduação, sei que há sempre esperanças para adquirir o visto, mas é bom seguir seus conselhos de calma e falar a verdade. E ai o que você acha da minha situação atal? Desde já agradeço pela atenção .

    1. Oi, Danilo. Acho que sua situação já melhorou bastante. Numa boa, eu, se tivesse o visto negado, faria o mesmo: viajar para outros lugares conseguir carimbos no passaporte, provar que é turista. Aí um dia, depois de um certo tempo, eu tentaria de novo.

      Leva os documentos direitinho, fica calmo e diga sempre a verdade. Tomara que dê certo dessa vez. Boa sorte. 🙂

      Abraço.

  193. Gente, esta história de que negam somente 4% dos pedidos, não é verdade. Sexta-feira (11/09) eu estava lá e vi eles negando muitos vistos. O critério principal que eu percebi é ganhar bem e ter vínculos muito fortes, tipo concurso.

    1. Oi, Oxana.

      Esses são os dados que eles mesmo passam, então só eles para saberem se o percentual é esse mesmo ou não. Mas eu, quando tirei o visto, não vi nenhum ser negado. Então não sei se dá para a gente fazer a comparação estatística assim, na percepção do momento. Vários vistos podem ser negados na sequência, mas mesmo assim serem poucos no apanhado total.

      Não é preciso ter concurso público também não. Eu não tinha nem Carteira Assinada, por exemplo. Já falei isso com outros leitores, mas não custa dizer de novo: ter viajado para outros lugares antes parece contar. Muito. Se o visto for negado, uma boa saída pode ser ir para a Europa e tentar novamente no ano seguinte. Se isso for interessante e tiver sentido para você, claro.

      Abraço e boa sorte!

  194. Olá,pretendo tirar o meu visto antes de dezembro quero ir a passeio pois vou terminar os estudos e vou curtir minhas férias … Trabalho a 3 anos mas não era registrada,agora sou registrada e ganha um salário minímo,quem vai pagar minha viagem é minha mãe e meu tio com os dois pagando minha viagem,tenho mais chances pois ganho pouco… Que tipo de carta devo mandar eles fazerem?Obrigado!

    1. Oi, Tainá.

      Você pode levar os documentos financeiros deles e fazer uma carta de apoio financeiro, em que eles se comprometem a pagar pela viagem.

      Abraço.

      1. Meu visto foi negado dia 12/09 … Estava calma nas respostas , tenho 3 filhos .. Recepcionista a 1 e 5 meses salário de 1044,00 …
        Bom as perguntas foram sobre lugar , com quem , idade dos filhos, sobre meu trabalho, qtos dias pretendia ficar em nova York , com quem ficaria os filhos (eu disse com a vó) … E
        Meu irmão que iria custear a viagem ele e agente penitenciário .. Levei todos os documentos meu é dele mas o atendente não me pediu nenhum e negou… Tenho carro , trabalho registrado, filhos .. Não é vínculo??
        Ah.. E se eu mudar meu roteiro e for para Orlando, será mais fácil?? Vou tentar daqui uns 3 meses novamente pode ser???

  195. Gente!!! Fiz minha entrevista em SP na última sexta (11/09) e depois de uns 15 minutos de muita tensão tive o visto aprovado!!!!!!! O cara questionou muito sobre o meu trabalho e até sobre minha aposentadoria. Enfatizei que era FUNCIONÁRIA PÚBLICA CONCURSADA, para ele perceber que eu tenho um vínculo forte aqui no Brasil. Ele questionou também sobre o trabalho do meu marido e até o quanto ele ganhava. E tem mais um detalhe: um dia antes a gente foi no CASV tirar fotos e digitais, e a minha sogra e minha bebê estavam juntas. A moça que nos atendeu falou que minha sogra não precisaria ir na entrevista, pois tem 63 anos. Chegando lá, o entrevistador questionou o porquê de ela não estar presente. Expliquei a ele que a funcionária nos orientou que ela não precisaria ir, mas mesmo assim ele negou o visto dela, argumentando que somente maiores de 65 anos que não precisam….fiquei muito triste, pois em virtude de uma informação errada tivemos o visto dela negado!!

    1. Que pena a situação da sua sogra, Oxana. Ela pode tentar novamente. Mesmo que seja chato, é uma forma de poder ir na viagem.

      Abraço e obrigado pelo comentário.

  196. Olá Raphael, então eu estou prestes a fazer a entrevista aqui no consulado de São Paulo porem tenho uma duvidá do relatar no formulário e também na entrevista, a questão é a seguinte, meu irmão foi para la em setembro de 2012 como turista acabou ficando por la e agora no começo de agosto se casou com uma mulher com dupla nacionalidade americana e brasileira porque ela ja foi casada antes com um Americano e ja possui sua cidadania, então não sei se relato que vou visitar meu irmão la ou nao toco no assunto que ele esta la, voce poderia me dar uma dia do que fazer? Agradeço desde já

    1. Oi, Vinicius.

      Eu não mentiria, francamente. No mais, basta caprichar nos documentos que comprovam que você vai voltar ao Brasil e só quer fazer turismo por lá.

      Abraço.

  197. Olá Rafael, tudo bem? Vê se pode me ajudar. Tenho um primo que mora no EUA e ele é cidadão americano. Ele pode escrever uma carta de recomendação, para eu tentar o visto? Se sim, o que ele deve escrever?

    Abraço!

    1. Oi, Guilherme. Nunca li nada sobre isso. Não acho que faça diferença, francamente.

      A taxa de aprovação dos vistos está em 97%. É altíssima. O lance é comprovar que você só quer fazer turismo e não é uma ameaça ao país. Fora isso, é quase certo conseguir.

      Abraço.

      1. Olha sinceramente então porque não aprovaram meu visto? Eu tenho todos os vínculos com Brasil tinha dinheiro porém tinha uma quantia maior a pouco tempo, não sei se faz diferença de Brasília e SP Sei que todas as pessoas que estava na minha frente no dia tiveram o visto negado, e da mesma forma como eu só quer conhecer os EUA, no dia em que minha mãe foi para SP ela disse que não viu um só visto ser negado, não quero arriscar perde mais dom dom e não viajar de novo. Vou pra Sp ano que vem tentar novamente. Em quanto isso minha mãe em outubro estará turistado sem mim rsrs

        1. Oi, Roseane.

          Pois é, bem chata sua situação. Mas é o que eu te falei: pelo seu relato ficou meio claro que o fiscal achou que você tinha transferido aquele dinheiro pra sua conta só para passar pela entrevista. Parece que ele ficou com dúvidas mesmo, mas optou por não dar o visto.

          Vou te falar o que eu faria: se eu tivesse meu visto recusado, eu iria para outro lugar. Acho que até de raiva não tentaria outro visto americano tão cedo.

          A Europa é logo ali. E é incrível.

  198. Boa tarde Suelen
    No Ultimo dia 25 de agosto de 2015 fomos ao consulado de Brasília tentar o visto, minha renda é de R$ 2.094,00 E A DO MEU MARIDO DE R$2.500,00 comprovado no contra cheque desde Janeiro desse ano, na declaração do imposto de rende que levamos que é referente ao ano passado nos ganhávamos menos, eu trabalho no mesmo lugar a 3 anos como ax. Adm e meu marido no mesmo lugar a 5 anos ele faz faculdade de engenharia também, temos casa e veiculo próprio no nosso nomes tudo declarado, e nós mesmo iremos custear nossa viajem.
    Ok fomos ao CASV estava marcado para 7:45 da manhã lá tudo tranquilo, aaa e detalhe minha mãe já possui visto e informamos no formulário que ela iria com a gente. Saímos do CASV tomamos um café e fomo direto para consulado chegamos umas 8.30 sei que 10:00 da manhã já tínhamos sido entrevistado e nossa entrevista estava marcado para 11:45, fomos atendidos bem mais cedo. Tive varias informações que era melhor tentar em São Paulo era mais fácil do que em Brasília, minha mãe tirou o visto em São Paulo. Não sei se é verdade mais posso afirmar que o consulado que me atendeu em Brasília não e nada simpático, ele estava negando todos os visto todos que eu vi, ele nos chamou com a Mão.
    Não nos falou nem Bom dia nada, como li muito em só entregar o que pedir foi assim que agir, Consul : Passaporte? OK entregamos
    Consul: Pra onde vão? Nós New Yorque
    Consul: Declaração de imposto de renda e extratos bancários? Eu entreguei os dois, consul: perguntou pro meu marido a quanto tempo trabalha nesse cargo? Meu marido a 5 anos, Consul: quanto ganhavam antes? Ai respondemos. Consul: Ok e nos devolveu a declaração de imposto de renda.
    Consul: Olhou os extratos bancários nossa conta e conjunta, e perguntou de onde vem esse dinheiro? Que era mais de R$ 50.000,00 MIL REAIS, EU RESPONDI meu pai meche com fazenda com venda de eucalipto e nessa safra deu metade para minha irmã e a outra metade para mim.
    Consul: Mais engraçado porque esse dinheiro foi depositado na conta de vocês pouco dias antes de fazer a entrevista, é muita coincidência? Eu: Não dependíamos desse dinheiro para viajar, é o dinheiro é meu e ainda temos mais, temos dólares também que já compramos para viajar.
    Consul: Pediu a minha digital na mão esquerda, e do meu marido a mão direita e ficou olhando para computador e batendo os nossos dois passaportes na mesa dele, parece que pensando se dava ou não o visto, ai disse infelizmente não posso autorizar o visto dessa vez e nos entregou os passaportes.

    Sinceramente não entendi, meu marido trabalha e estuda, e eu trabalho tem todos os vínculos com Brasil possível temos dinheiro pra ir e o cara que saber de onde vem o dinheiro me negou o visto por conta de 50 mil, se estar na minha conta e meu. Eu fiquei muito chateada agora não vou à viajem com minha mãe aff, daqui uns três meses vou tentar de novo mais não vou em Brasília vou em SP. Consul muito mal educado.
    Me dê sua opinião.

      1. Oi, Roseane. Que chato isso.

        Olha, pode acontecer de você pegar uma pessoa mais chata mesmo, mais rigorosa. Francamente, acho que o que pesou pro lado dele foi o dinheiro na sua conta, transferido dias antes da viagem. Acho que sem esse dinheiro você teria o visto aprovado (mas é um palpite).

        O mundo é muito grande, Roseane. Não é preciso ter visto para viajar pela Europa. Não é preciso ter nem passaporte para viajar por toda a América do Sul. Enfim, você sempre pode pensar em outras viagens também. É uma saída. 🙂

        E sempre pode tentar o visto americano novamente. Nesse caso, se deixar esse dinheiro em conta, tenha a documentação que comprove a origem do dinheiro.

        Boa sorte e abraço.

  199. Boa noite Rafael, como vai? Vou tentar tirar o visto e tenho uma dúvida: sou formada em letras, sou professora de português, porém atualmente trabalho em uma empresa educacional registrada como “monitora”. Como devo preencher? coolocando monitora ou professora? e na hora da entrevista? devo dizer que sou professora trabalhando como monitora ou só monitora?
    Obrigada

    1. Oi, Camila.

      Sinceramente, não acho que isso faça tanta diferença. Eu sou formado em comunicação e era contratado como redator. Não coloquei “comunicólogo” na ficha. Coloquei jornalista, que era minha profissão. E nem pensei muito nisso, na realidade.

      Monitor é também um professor, não? 🙂

      Enfim, eu preencheria da forma que me deixaria mais confortável e que fosse mais verdadeira.

      Abraço.

  200. Rafael, vi em uma de suas respostas que, ao tentar o seu visto você declarou que tinha uma irmã morando nos EUA.

    Qual opção você marcou quanto à situação dela, já que ela estava morando ilegalmente?

    1. Oi, Pri. Não sei se disse outra coisa no texto, mas ela estava lá legalmente, dentro do prazo concedido pelo governo americano.

      Abraço.

  201. Boa noiteee. Gostaria da sua opniao..
    Minha namorada pretende tirar o visto.. A situacao dela eh assim a tia dela vai custear a viagem com declaracao d custeio e imposto d renda e os ultimos 3 olerites.. Ai ela vai leva comprovante da faculdade.. E comprovantes do trabalho carteira assinada e uma declaracao d rendimentos que ela esta ganhando mais assinada e carimbada pela empresa.. E os ultimos 3 olerites delaa.. Vamos viajar juntoss… Ai daria pra bolar algo que vamos pra disney algo assim com namorado.. Eu sendo namorado dela ja tenho vistooo..
    Ela vai levar uma copia do meu visto..
    Probabilidade eh boa de dar certo?
    obrigadoo.. Wallace

    1. A probabilidade é sempre alta, Wallace. Tem que caprichar nos documentos financeiros, mostrando que alguém vai bancar a viagem.

      Abraço.

  202. Muito bacana as informações aqui prestadas. Não consigo encontrar uma resposta para minha pergunta em parte alguma:

    Fiquei ilegal na Europa por 8 anos. Tenho um novo passaporte que não tem registro de saída do país. Omito ter morado fora e deleto dados em redes sociais que indiquem isso? Ou falo abertamente desse perípdo se perguntado?

    Abraço

    1. Israel, boa tarde.
      Para tirar visto americano,consulado não checam estas informações,agora se você tivesse pego morando ilegalmente nos EUA, pela o ICE (Polícia de Imigração), aí sim,concerteza você teria uma chance muito grande de ter o visto negado.

  203. Boa diaaa.. Gostaria da sua opniao..

    Minha namorada pretende tirar o visto.. A situacao dela eh assim a tia dela vai custear a viagem com declaracao d custeio e imposto d renda e os ultimos 3 olerites.. Ai ela vai leva comprovante da faculdade.. E comprovantes do trabalho carteira assinada e uma declaracao d rendimentos que ela esta ganhando mais assinada e carimbada pela empresa.. E os ultimos 3 olerites delaa.. Vamos viajar juntoss… Ai daria pra bolar algo que vamos pra disney algo assim com namorado.. Eu sendo namorado dela ja tenho vistooo..
    Ela vai levar uma copia do meu visto..
    Probabilidade eh boa de dar certo?

    obrigadoo.. Wallace