Tags:
Atlas: Mumbai, Índia

Conheça a Ilha da Elefanta, em Mumbai

Uma pequena ilha a cerca de 10 km de Mumbai, na Índia, guarda vestígios de uma civilização que não existe mais. São sete cavernas feitas pelo homem em homenagem aos deuses hindus, com esculturas grandiosas de Lord Shiva em suas várias formas.

As cavernas da Ilha da Elefanta (Elephanta Island) foram construídas nos séculos 5 e 6, mas há indícios de habitação na região desde o século 2. Como esse é um dos passeios imperdíveis para quem vai passar alguns dias em Mumbai, resolvemos contar um pouco mais sobre a história e as belezas da Ilha da Elefanta para vocês.

Entrada caverna Ilha da Elefanta

Para começar, a ilha, que desde 1987 é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, não tem elefante nenhum. Antigamente, o local era conhecido pelos indianos como Gharapuri, o que significa “Cidade das Cavernas” em hindi. Porém, quando os navegadores portugueses viram a ilha pela primeira vez, encontraram ali uma enorme escultura de elefante talhada em pedra.

E foi esse nome que os colonizadores deram para o local. Também foi graças a eles que não tem mais nenhum elefante na Ilha da Elefanta. É que eles cortaram o elefante de pedra em pedacinhos e levaram pra Mumbai, onde ele foi reconstruído. Hoje, a estátua fica na entrada do Victoria Gardens Zoo.

Elephanta_Elephant

Crédito: Elroy Serrao – CC BY-SA 2.0

São dois grupos de cavernas: na parte oeste fica o grupo maior, com os cinco templos principais. A Caverna é a mais famosa, por conta das esculturas gigantes de Shiva feitas em pedra que mostram as várias formas do Deus Hindu.

A maior e mais impressionante é a estátua de 6 metros conhecida como Trimuti Sadhashiva, que representa as três faces de Shiva: o destruidor, o criador e o preservador do Universo. Ali você também encontra pilares, salões e altares espalhados no labirinto de construções em pedra.

Busto Shiva Ilha da Elefanta

Caverna estatuas Ilha da Elefanta

varios shivas Ilha da Elefanta

Do lado leste fica o Stupa Hill, uma parte menos bonita e interessante, com duas cavernas, sendo que uma delas não foi terminada. Ali também ficam várias cisternas.

Cisterna Ilha da Elefanta

detalhe Ilha da Elefanta

Em toda a área, você encontrará não só muitos turistas, mas também muitos macacos, prontos para atacar sua bolsa e tentar roubar alguma comida. Eu fiquei traumatizada com os bichos depois que vi um deles atacando uma pessoa. Enfim, eles são animais selvagens e espertos, não bichos de estimação. Evite carregar comida na bolsa e não deixe objetos como celular ou óculos escuros dando sopa.

Macacos ilha da elefanta

Como chegar na Ilha da Elefanta

Barco para Ilha da Elefanta

A Ferry voltando para Mumbai

Para começar, não se esqueça de que a Ilha fica fechada para visitação às segundas-feiras. Dito isso, é bem fácil chegar lá, basta pegar um Ferry que parte da região do Portão da Índia. Os barcos saem a cada 10 minutos e levam cerca de uma hora para chegar na ilha. O primeiro barco parte às 9h de Mumbai e o último retorna às 17h30 da ilha. Na época que estive lá, o percurso custou 130 rúpias ida e volta.

Chegada Ilha da Elefanta

Cadeiras carregadores Ilha da Elefanta

Chegando na Ilha da Elefanta, você desce num deque e pega um mini trem (10 rúpias) ou caminha até a entrada das cavernas – também dá para pegar carona com uns carregadores de cadeira. Até as cavernas há uma longa escada, com vários vendedores de suvernirs no caminho. Por fim, é preciso pagar 250 rúpias no ticket para de fato ver as cavernas.

Vai viajar? O seguro de viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável nas férias. Não fique desprotegido na Índia. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício para o país – e com cupom de desconto.

*Crédito Imagem Destacada: Elroy Serrao – CC BY-SA 2.0


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Um comentário sobre o texto “Conheça a Ilha da Elefanta, em Mumbai

  1. Não consigo aprofundar acerca da Ilha da Elefanta. Gostaria de consegui-lo pois que amaria conhecê-la. Talvez eu possa desenvolver um voluntariado para 360 Meridianos. Instruções, por favor! Obrigado! Neri Rodrigues Contin
    Rua João Pinheiro, 217
    36.015-040 Juiz de Fora.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.