Praia paradisíaca na Ásia? Vá às ilhas Langkawi, na Malásia

O turista brasileiro finalmente começou a descobrir o maior dos continentes. Agora que já fomos à Europa, esquiamos no Chile, invadimos Buenos Aires e fizemos compras em Miami, resta o outro lado do mundo. “E o que o brasileiro vai fazer na Ásia?” A resposta mais comum, pelo menos segundo as estatísticas #360meridianos, é simples: ele vai à Tailândia.

Desde que a série sobre a Tailândia entrou no blog, ela quebrou recordes. E, julgando pelo que nos conta o Google Analytics, o brasileiro quer ir à Tailândia principalmente por causa das praias paradisíacas do país. O que nos leva ao tema deste post: Vai ao sudeste asiático? Conheça as praias da Tailândia, claro. Mas visite as da Malásia também. Por quê?

Ilhas Langkawi

Uma centena de respostas: ilhas Langkawi – um arquipélago com 104 ilhas que há alguns anos recebeu da Unesco o título de primeiro geoparque do sudeste asiático. Segundo definição da própria Unesco, um geoparque é um território com um ou mais lugares de importância científica, por ter valor geológico, arqueológico ou cultural. Confuso? Então vamos deixar as fotos abaixo explicarem pra você.

Ilhas langkawi, Malásia

Ihas Langkawi, Malásia

Sim, Langkawi é um lugar lindo. Mas vai além disso. O arquipélago tem infraestrutura turística. E o melhor: oferece preços convidativos. Fizemos uma viagem de baixo orçamento por lá com apenas U$ 25 por dia, muito abaixo do que gastamos nas praias da Tailândia.

Para terminar de te convencer de que Langkawi é o próximo destino a ser descoberto pelo brasileiro, vale dizer que lá você vai encontrar florestas equatoriais, fazendas de crocodilos, ilhas desertas, templos, um teleférico e uma ponte extraordinária. Veja tudo que tem para fazer no post Langkawi, abençoada por Deus e bonita por natureza, que fizemos quando estivemos lá, em maio deste ano.

Ilhas Langkawi, na Malásia

Mas onde ficam as ilhas Langkawi?

As ilhas Langkawi ficam no Mar de Andaman – o mesmo que banha Phuket e Phi Phi, alguns dos mais famosos destinos de praia tailandeses. Langkawi está a cerca de 300 quilômetros de Phuket, o que torna possível fazer o percurso em poucas horas e pelo mar mesmo.

Há ferrys diárias ligando as duas ilhas. Ou seja: se você já vai visitar Phuket, planejar uns dias na Malásia não é tão complicado assim. E lembrando que as exigências para entrar na Malásia são as mesmas da Tailândia. É preciso ter comprovante internacional de vacinação contra febre amarela, mas não é necessário visto. Mais detalhes no post Malásia: passo a passo para planejar sua viagem.

Onde devo ficar em Langkawi?

São cinco áreas principais (na maior das ilhas): Datai Bay, Pantai Kok, Padang Matsirat, Kuah, Pantai Tengah e Pantai Cenang. Nós dividimos nosso tempo em Langkawi pelas duas últimas desta lista e aconselhamos que você faça o mesmo. São as áreas mais movimentadas, onde ficam muitos hotéis e restaurantes, além de praias lindas. Pelo mapa abaixo você ainda nota que Pantai Tengah e Pantai Cenang, os ícones amarelos, ficam do ladinho uma da outra – dá para conhecer as duas praias caminhando.

Já o aeroporto fica em Padang Matsirat, enquanto Kuah é a cidade mais importante da ilha e onde fica o porto. Ou seja, se você chegar ou for embora de ferry vai passar por ali. Datai Bay é uma área mais remota e com poucas opções de entretenimento além da praia e alguns resorts de luxo. Leia nosso post completo sobre esse assunto.

Vai à Langkawi e quer luxo? Como nossa viagem infelizmente teve um orçamento limitado nós não podemos dar dicas de hospedagem, mas fica aqui a lista dos melhores resorts, segundo o Booking.

E Langkawi também cabe no bolso do mochileiro. Nós ficamos em dois albergues, em quartos privativos, praticamente na beira da praia. Não pagamos mais que U$ 10. Em Pantai Tengah ficamos na Zackry Guest House. Em Pantai Cenang escolhemos a Cenang Guest House, que fica praticamente na areia da praia. Para outras opções de hospedagem mais em conta, clique aqui.

Ilhas Langkawi, Malásia

Qual a melhor época para ir às ilhas Langkawi?

A temporada chuvosa é em setembro e outubro. Mas é só isso – chove mais do que o normal, mas não atrapalha as férias e nem é perigoso, como acontece em outras partes do sudeste asiático, por causa das monções. De dezembro a março praticamente não chove.

As temperaturas variam pouco durante o ano: mínimas em torno de 24°C e máximas por volta de 33°C. Mais detalhes no gráfico abaixo, do World Weather. Lembrando que em dezembro e janeiro é alta temporada e os hotéis costumam ficar lotados, então é prudente reservar com antecedência.

Chuva em Langkawi

Langkawi e o que mais?

Quando nós estávamos planejando nossa volta ao mundo, praticamente não achamos informações sobre a Malásia. Os poucos blogs que falavam sobre o país se limitavam a dizer que Kuala Lumpur não vale a pena.Por pouco não caímos nessa – deixamos a Malásia de fora do planejamento original e ela só entrou por termos alterado o tempo de permanência na Índia.

Foi sorte. Afinal adoramos a Malásia, incluindo Kuala Lumpur, que é uma cidade moderna, culturalmente interessante e onde vive um povo muito simpático. Ou seja, vale a pena passar por lá. E também em Malaca. Outro lugar que parece interessante, mas onde não fomos, é Georgetown.

langkawi skybridge

Como chegar às ilhas Langkawi?

Langkawi tem um aeroporto internacional que fica a 25 minutos de Kuah, a região central da ilha. Milhões de passageiros passam por ali todos os anos. Há voos para Kuala Lumpur, Cingapura e outras partes da Malásia.

Também é possível chegar a Langkawi por terra, vindo de Kuala Lumpur ou de outras partes da Malásia. Para isso é preciso ir até Kuala Perlis, de onde é possível pegar uma ferry para as ilhas. Como já foi dito, ferrys conectam Langkawi e Ko Lipe e  Phuket, ambas na Tailândia, o que torna ainda mais fácil se locomover entre os dois países.

Vai viajar? O seguro de viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável nas férias. Não fique desprotegido na Malásia. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício para o país – e com cupom de desconto.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

25 comentários sobre o texto “Praia paradisíaca na Ásia? Vá às ilhas Langkawi, na Malásia

  1. Oi Rafael!!! Excelentes dicas para o roteiro que estou montando. Quero te perguntar sobre a imigração. Pretendo chegar por Kuala Lampur e entrar na Tailandia por Ko Lipe. Acredito que, face ao grande volume de turistas, não devo enfrentar dificuldades. Como fizeste estes tramites?
    Um abraço.

    1. Eu entrei por Bangkok e Kuala Lumpur. Foi tranquilo, Eduardo. Apenas não se esqueça do comprovante de vacina contra febre amarela, porque lá ele é pedido.

      Abraço.

  2. Oiiii, tô adorando as dicas! Tô planejando um role pelo sudeste asiático para o final desse ano ou inicio do ano que vem. O blog tá ajudando super!
    Saindo da Tailândia para Kuala Lumpur via terrestre vc sabe como eh a viagem (em termos de tempo, segurança e preço)???
    Obrigada desde já!

      1. Provavelmente eu sairia de Bangkok mesmo… Estou pensando se valeria mais a pena sair de Bangkok ou de Krabi. Mas acho que a logística deve ser mais estruturada a partir da capital..

  3. Olá Rafel, tudo bem? Preciso de umas respostas para as minhas perguntas hehe ..
    Vamos para Langkawi em janeiro de 2016, NOsso roteiro começa na tailandia e a ideia é pegar o ferry e ir ate langkawi. Vamos ficar na praia de Pantai Cenang. Minha dúvida, como eu faço para sair de Kuah onde fica o porto e ir ate a praia de pantai cenang? taxi, alugar moto, translado do hotel?

    Muitooo obrigada desde já e aproveito para super elogiar teus posts que são muito bons e me ajudam muito! valeu!

  4. bom dia
    Só para resumir

    indo de aviaão de kl e descendo em phuket – é facil ir para as ilhas de phuket?? e o preço e o tempo vc sabe?? ou aonde posso ver ??

    se puder enviar por emai agradeço
    abs e esta sendo muito util seu blog para eu montar o meu roteiro para asia…olha é dificil kkk

    abs

  5. Olá Rafael!
    Adorei seu post sobre Langkawi. Ajuda bastante aos brasileiros mais aventureiros q nao encontram informações sobre as fantásticas ilhas da Ásia .
    Já fui a Tailândia 2x e sou apaixonada pelo sudeste asiático. Comprei hj as passagens para as próximas ferias por lá. Mas destavez vamos chegar( eu e marido) por Kuala Lumpur e iremos a Langkawi, Singapura, Indonésia e quero muito ir a Boracay( Filipinas). Vc já foi lá? Outra coisa, quanto tempo de ferry de Phuket para Langkawi e onde posso encontrar os horários? Vc acha q 4 noites sao suficientes pra explorar a ilha e o entorno?
    Obrigada e parabéns!

  6. Na verdade estou indo pra China, Cingapura e Kuala Lumpur e tenho uns 6 dias vagos que ainda nao decidi . Estava na duvida se iria ao Vietnã ou na região de Koh Samui , pois já conheço Bangkok e outras partes da Tailândia, como Phi Phi, por exemplo. Foi ai que me veio a idéia desta ilha na Malásia. Acho que da pra eu ficar 3 dias em Koh Samui e 3 dias nesta ilha. Vc acha possível? Obrigada

    1. Oi Carol. Me desculpe pela demora, não vi seu novo comentário até agora. Sim, acho que três dias é o bastante para Langkawi. Você consegue passar uns dias na praia e ainda ver algumas das atrações turísticas do lugar. E Langkawi é um lugar bem tranquilo, ótimo pra relaxar mesmo.

      Acho que nesse caso o mais complicado seria o deslocamento, já que cada ilha está numa costa. No tripadvisor tem um post explicando isso melhor:

      http://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g298283-i8829-k1985134-Langkawi_to_Koh_Samui-Langkawi_Langkawi_District_Kedah.html

    1. Oi Carol, para conhecer Langkawi você não precisa de tantos dias assim. Além das praias, os atrativos ficam por conta do teleférico e da ponte suspensa. É mais a questão da experiência de praia mesmo… deitar na areia e relaxar. Nós ficamos uma semana por lá, só relaxando, e achamos ótimo! Se tiver menos tempo, também dá para aproveitar. Agora, não compensa cruzar meio mundo só para ficar na praia. Então reserve tempo também para ver Kuala Lumpur (pelo menos uns dois dias) e quem sabe também para conhecer algumas partes da Tailândia e Cingapura, que ficam ali pertinho. De Langkawi é possível seguir de balsa para a Tailândia, por exemplo.

  7. Oi Deb! Langakwi é um lugar incrível, não é? Pena que os brasileiros não descobriram a Malásia ainda! Abraço e obrigado pelo comentário!

      1. Oi Deb,

        Olha, a gente nunca apaga comentário de ninguém. Até procurei o seu na caixa de spam e na lixeira, pra ver se aconteceu algum acidente, mas não está lá. Não sei o que aconteceu com o seu comentário, mas definitivamente ele não foi apagado. Lamento por isso, mas saiba que seus comentários são sempre bem-vindos aqui. =)

        Abraço

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.