Tags:
Atlas: Brasil

7 lugares incríveis do Brasil para conhecer em 2016

Há um mito que diz que viajar pelo Brasil é sempre mais caro que ir ao exterior. Em 2015, eu senti na pele o tamanho desta mentira: viajei para vários destinos no país, incluindo alguns dos mais desejados pelo viajante brasileiro, como Fernando de Noronha, Lençóis Maranhenses, Jericoacoara, Maragogi e Gramado. E, com exceção de Noronha, todas as viagens foram baratas e mais em conta do que ir para outro país.

Planejamento é o mantra do viajante econômico. Se você quer viajar em 2016, a hora de começar a planejar é agora, principalmente se sua vontade é cair na estrada ainda no começo do ano. Deixar a organização para depois, para semanas antes de um feriado ou das suas férias, significará gastar mais.

Veja também: Como viajar pelo Brasil gastando pouco

Fernando de Noronha

Fernando de Noronha

Meu principal objetivo de viajante para 2016 é continuar conhecendo o Brasil. Tenho uma lista de alvos, digo, de destinos, para o ano que vem. Uma ideia interessante é fazer o mesmo. É lógico que nem todas as viagens serão possíveis nos próximos 12 meses, mas assim você já sabe por onde começar seu planejamento e sua busca por promoções.

Alter do Chão, Pará

Superlativo, amazônico. E quente. Assim é o Pará, um estado que o brasileiro ainda precisa conhecer. Em 2015 eu estive Belém, provavelmente dona do mercado mais incrível do planeta, o Ver-o-Peso. Também passei pela Ilha do Marajó, um lugar cercado por florestas, rios, praias fluviais, mangues e 700 mil búfalos, isso para não falar da cultura marajoara, uma civilização que habitou a ilha por séculos.

Veja também: Um país chamado Pará

Ilha do Marajó

Ilha do Marajó

Se você não conhece o segundo maior estado brasileiro, tá aí um roteiro para começar a viagem. Eu, que já conheço o Pará, pretendo voltar lá em 2016 para me apaixonar por Alter do Chão, que fica em Santarém, na margem do rio Tapajós, afluente do Amazonas. Bastou o site britânico The Guardian apontar Alter do Chão como uma das praias mais bonitas do Brasil: pronto, esse cantinho do Pará entrou na rota turística mundial.

A melhor época para conhecer Alter do Chão é entre agosto e dezembro, quando o nível da água do rio está mais baixo e as praias fluviais aparecem. Para chegar lá, a saída é buscar voos para Santarém. Dica: tente combinar a viagem com o Círio de Nazaré, em Belém. Essa é a maior festa religiosa do Brasil, que em 2016 ocorrerá no dia 9 de outubro.

Alter do Chão, pará

Alter do Chão, Pará (Foto: idobi, Wikimedia Commons)

A Serra (e o litoral) do Espírito Santo

Nenhum estado brasileiro combina serra e mar com tanta praticidade como o Espírito Santo. Pouco mais de uma hora de estrada separa a Serra Capixaba de algumas das praias mais badaladas do estado. Para conhecer essa região, basta comprar uma passagem para Vitória, alugar um carro e montar seu roteiro. Também é possível conhecer o ES de ônibus, no melhor estilo mochileiro: eu fiz isso no distante 2010 e deu certo.

Para completar a lista de argumentos, o ES precisa de você, principalmente depois que a vida nas cidades ao longo do Rio Doce foi afetada pelo rompimento da barragem da Samarco, fato que teve consequência na temporada turística.

Eu estive dezenas de vezes em território capixaba. Para 2016, uma cidade virou minha obsessão: a desconhecida Pancas, mostrada na foto abaixo. Em breve terei notícias desse segredo do Espírito Santo.

Veja também: Um segredo chamado Espírito Santo

Pancas, no espírito Santo

Pancas (Foto: KarlaFPaiva, Wikimedia Commons) 

Chapada Diamantina, Bahia

Destino dos sonhos desde que eu me entendo por gente, a Chapada Dimantina, na Bahia, é meu principal objetivo para 2016. Quero passar pelo menos uma semana conhecendo os cânions, cachoeiras, grutas e cavernas deste cantinho do Brasil, que pode ser visitado o ano inteiro.

A base turística tradicional da Chapada é Lençóis, cidade a 400 quilômetros de Salvador. É possível chegar até lá por terra, de carro ou ônibus, ou de avião – a Azul voa para lá.

O blog Sete Cantos do Mundo montou um texto com o passo a passo para fazer um roteiro de sete dias pela Chapada Dimantina.

Chapada Diamantina, Bahia

Chapada Diamantina (Foto: Cleide Isabel, Wikimedia Commons)

Rota das Emoções (Ceará, Piauí e Maranhão)

Estive em Jericoacoara, no Ceará, e em Barreirinhas, porta de entrada para os Lençóis Maranhenses, em 2015. Foram viagens separadas. Visitei Jeri em novembro e Barreirinhas em abril, mas é possível conhecer os dois destinos na mesma viagem, num roteiro que conta ainda com o Delta do Parnaíba, no Piauí.

o que fazer em barreirinhas

Lençóis Maranhenses

Esse roteiro tem até nome cheio de pompa: Rota das Emoções. Para fazê-lo, o ideal é comprar uma passagem múltiplos destinos, com chegada por Fortaleza e saída por São Luís. Pesquisar por passagens assim é simples, não importa o buscador, basta pesquisar por uma passagem para múltiplos destinos.

Jericoacoara, Ceará

Jeri

Achou a passagem? O trecho entre as duas capitais será feito por terra, como ensinamos nesse texto aqui. E não se esqueça que existe uma época melhor para conhecer os Lençóis Maranhenses, logo depois da temporada de chuvas. O ideal é reservar pelo menos 15 dias para essa viagem, para relaxar, conhecer tudo com calma e ter tempo de visitar Fortaleza e São Luís.

Eu, que já conheço Jeri e os Lençóis Maranhenses, pretendo tirar 2016 para completar a Rota, conhecendo o Delta do Parnaíba, no Piauí.

destinos turísticos do brasil 2016

Parnaíba (Foto: Robertooaraujo, Wikimedia Commons)

Cânion do Xingó, Sergipe

O sertão de Sergipe esconde um lugar maravilhoso, garantem inúmeros blogueiros, jornalistas e milhares de fotos: o Cânion do Xingó.  Nunca ouviu falar? Taca no Google e você será convencido a conhecer esse lugar.

O Cânion do Xingó fica no Rio São Francisco. É um destino relativamente novo, que surgiu na década de 90, quando o represamento das águas do rio, por conta da construção da Hidrelétrica do Xingó, criou um novo cartão-postal e um dos maiores cânions navegáveis do mundo.

Lugares do Brasil para visitar em 2016

Cânion do Xingó (Foto: Fabricio Ferreira Silva, Wikimedia Commons)

Cerca de três horas separam Aracaju de Canindé do São Francisco, uma das cidades que servem de base para conhecer a região (Piranhas, em Alagoas, é outra opção). Em Canindé fica o Vale dos Mestres, repleto de cavernas, cachoeiras e pinturas rupestres. Junte isso com Velho Chico e o quinto maior Cânion Navegável do planeta. Resultado? Quero correr pra lá.

Parque Estadual do Jalapão, Tocantins

Há 15 anos foi criado o Parque Estadual do Jalapão, uma área de proteção ambiental no leste do Tocantins, com 35 mil km² e envolvendo oito municípios. Desde então, o Jalapão entrou na rota turística nacional. Eu até planejei uma viagem para lá, que deveria ter sido feita em outubro de 2015, mas acabei abortando a missão Jalapão por motivos de faltou grana. Mas o Jalapão não me escapa em 2016.

Para chegar no Jalapão, voe para Palmas, que está a 200 km do parque, que pode ser visitado ao longo do ano.

Parque Estadual do Jalapão

Jalapão (Foto: Marina Campos Vinhal, Wikimedia Commons)

Parque Nacional da Serra da Capivara, Piauí

Que tal conhecer o lugar com a maior quantidade de pinturas rupestres do mundo? E se eu disser que esse paraíso arqueológico, um Patrimônio Cultural da Humanidade segundo a Unesco, fica no Brasil?

É o Parque Nacional da Serra da Capivara, no sudeste do Piauí, que tem quase 800 sítios arqueológicos catalogados. Cerca de 70 deles estão abertos ao público, que pode visitá-los por meio de trilhas no Parque Nacional. É ali que fica o Museu do Homem Americano, que guarda o resultado de 40 anos de pesquisas científicas na região.

Serra da Capivara, Piauí

Parque Nacional Serra da Capivara (Foto: Augusto Pessoa)

A porta de entrada para o parque é São Raimundo Nonato, que fica a 350 km de Petrolina e a 500 km de Teresina, cidades com os aeroportos com voos comerciais mais próximos. O aeroporto de São Raimundo Nonato acabou de ser inaugurado e deve passar a receber voos, o que tende a aumentar o fluxo de turistas.

E você? Quais destinos brasileiros gostaria de conhecer em 2016?


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

20 comentários sobre o texto “7 lugares incríveis do Brasil para conhecer em 2016

  1. Vem sem reservas, o Espírito Santo esta te esperando…
    se precisar de apoio ou estrutura me chama!!!
    Aventura Segura, Contemplação, Agroturismo ou Fotografia!!!
    Abraço
    Paz & Bem!!!

  2. Caramba, adorei ver o ES na lista, me surpreendeu. Até eu quero ir em Pancas agora! rs Moro em Vila Velha, e se você vier, me avisa que vou adorar de ajudar. Gostei muito da forma como você parece ver as coisas. 🙂
    Beijo!

  3. Nossa a Cgapada Diamantina é realmente um sonho. Estivemos lá a 2anos eu e meu esposo. Ficamos hospedados justamente na cidade de Lençóis. Super indico. Voltaremos lá em breve se Deus quiser.

  4. Que delícia de lista!
    Sobre o Piauí, tenho familiares lá e São Raimundo Nonato é o meu alvo há anos e anos rs…Quem sabe esse ano não sai! =D Há cerca de 150km de Parnaíba, litoral do Piauí, tem o Parque Nacional de Sete cidades, que possui um landscape maravilhoso e pinturas rupestres.
    O Brasil é lindo mesmo!
    Abraços

  5. Gostei de ver Jalapão na sua lista, conheço e é realmente muito bonito, se ficar mais uns dias em Palmas não deixe de conhecer as cachoeiras de Taquaruçu para aliviar o calor, um distrito aqui pertinho de Palmas. Um abraço e aguardo ansiosamente suas impressões sobre o local, mas não espere grande coisa da infraestrutura, são cidadezinhas bem simples.

  6. Olá, pessoal do 360! Se vierem a Xingó, estiquem pra Paulo Afonso-BA que eu dou a hospedagem e a visita à Usina. Esse blog foi a minha melhor descoberta de 2015 na web. Ah! A Chapada sofreu recentemente com queimadas, mas tem realmente muuuita coisa linda de se ver. Além de trilhas incríveis, o Festival de Inverno em setembro é a cereja do bolo!

  7. ja vi que estás super antenado com o Círio! Belém, em 2016, faz 400 anos, acho que vamos ter muitas programações por conta da data. Já sabes a ordem das visitas? Se primeiro Santarem e Alter e depois Belém ou o inverso? Quero me abicorar nesse passeio ao Caribe amazônico! Prepare-se, pois a vibe do Círio é intensa, diuturna e extenuante! Vou começar a estocar sorvete de açaí. 😀😘

    1. Eu tendo a voltar ao Pará na primeira oportunidade, Cândida. Mas talvez seja bom esperar a melhor época.

      P.S: Tive que procurar no Google o sentido da palavra abicorar. hahaha

      Abraço.

  8. Olá Rafael! Acompanho o trabalho do 360 a um tempão,sou super fã, parabéns. A lista é uma maravilha. Conheci o Delta do Parnaíba e acho que vc vai gostar muito. Lá existem passeios em pequenas lanchas onde podemos observar a fauna e flora do mangue, depois param numa das ilhas desertas onde curtimos uma praia exclusiva e ainda sobra tempo pra curtir um almoço daqueles regado a peixe fresco. Espero um dia voltar e me hospedar numa das ilhas, quando fui fiquei em Parnaíba, a principal cidade litorânea do Piauí. Que o 2016 seja um ano de muito pé na estrada! 😀

      1. Estou ajeitando uns detalhes sobre o encontro. Te mando email em breve!
        Em mão: Conhecemos uma trilha em pedra azul que dão para pissinas naturais. Depois olha no blog. Se der, faz a trilha também!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.