Tags:
Atlas: Bangkok, Tailândia

7 mercados para visitar em Bangkok

Mercados são sempre aquele tipo de atracão que nos dá um gostinho do que é a vida no lugar visitado. Em Bangkok, isso é ainda mais real. Os mercados de rua são parte da vida dos tailandeses e estão sempre presentes na capital do país. É nos mercados que os moradores locais abastecem a geladeira, fazem aquele lanchinho no meio do dia, compram todo tipo de quinquilharia e se reúnem com a família e amigos. Veja agora 7 mercados imperdíveis para visitar em Bangkok.

Leia também:
Onde ficar em Bangkok
O que fazer em Bangkok
Como se locomover em Bangkok
Onde comer em Bangkok: dicas de restaurantes

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, oferecemos cupom de desconto para os nossos leitores. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.

Pak Klong Talat, o mercado das flores

Mercado das Flores de Bangkok

O maior mercado de flores de Bangkok abastece a cidade e seus arredores com jasmins, rosas, orquídeas, flor de lótus, lírios e margaridas que colorem e perfumam os corredores do lugar. Os carregamentos chegam em enormes caminhões durante a noite, melhor hora para visitar o mercado e captar sua atmosfera. Floristas menores passam por ali todos os dias para refazer os estoques de suas lojas, já que o preço do atacado é notavelmente barato.

Fica na Maharat Road, perto da esquina com a rua Chakraphet e abre todos os dias, 24 horas por dia. A visita pode ser combinada com outras atrações da cidade velha. Junto a ele funciona o mercado noturno de Saphan Phut e também um pequeno mercado de frutas, verduras e produtos frescos. Não deixe de ler nosso post completo sobre o mercado das flores de Bangkok.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável em qualquer viagem. Não fique desprotegido na Tailândia. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício com nosso código de desconto.

Chatuchak Market, o mercado de fim de semana

Chatuchak Market - Mercados de Bangkok

Foto: Shutterstock

Pense em um lugar onde se pode comprar de tudo. De roupas baratas, artesanato, comida e até animais, falsificações, joias, móveis e antiguidades. O Chatuchak Market, ou mercado de fim de semana, ocorre todos os sábados e domingos, das 9h às 18h, nas aforas de Bangkok. É o maior da Tailândia e está entre os maiores do mundo. São cerca de 1.600 metros quadrados e 10.000 postos divididos por zonas, de acordo com o tipo de produto ofertado. Há também vários restaurantes e barraquinhas que vendem comida de rua no local.

A melhor forma de chegar é via BTS, Skytrain (Linha Sukhumvit), descendo em Mo Chit. A estação está a uns 5 minutos de caminhada do mercado.

Sampeng Market, mercado do bairro chinês

Sampeng Market - Mercado de Bangkok

Foto: Shutterstock

A gente já falou que o bairro chinês de Bangkok é um dos melhores lugares para experimentar a autêntica comida de rua tailandesa. É ali também que funciona o Sampeng Market, um dos mais vivos e interessantes da cidade. Em seus corredores estreitos você poderá observar centenas de moradores da cidade se abastecendo de comida, roupas, bijuterias e todo tipo de cacareco. Fica a cinco minutos da doca de Ratchawong, e por isso é fácil chegar de barco. Funciona todos os dias, das 9h às 18h.

Talad Road, o hipster Train Market

Não espere encontrar aqui um típico mercado tailandês. O Talad Road é um mercado noturno bem diferente dos outros indicados nesse post. Ali você vai encontrar corredores e mais corredores com tendas de roupas descoladas, comida tailandesa colorida e apetitosa, objetos de decoração e antiguidades, além de bares e restaurantes com música ao vivo. Bem a cara da moderna Bangkok, mas sem perder a essência.

O nome foi herdado da antiga versão do mercado, que funcionava próximo aos trilhos de trem que passavam atrás do Chatuchak Weekend Market. Com as obras do BTS Skytrain, o Talad precisou ser no local no qual funciona hoje, ampliado e com uma nova proposta, mais jovem e cosmopolita. Não deixe de conferir a área área de antiguidades nos fundos do mercado, na qual é possível ver carros de colecionadores e até mesmo um helicóptero. Abre de terça a domingo, a partir das 17h. Para chegar lá é preciso pegar o Skytrain até On Nut e, de lá, um táxi ou Uber até o mercado, que fica atrás do Shopping Seacon Square.

Leia também: 5 passeios alternativos em Bangkok

Wang Lang Market

É um bom mercado para compras porque os preços são bem baratos e costuma ser pouco frequentado por estrangeiros, mas é bastante popular entre a juventude local, em especial pelos estudantes da Thammasat University, que fica ali perto. Dá para encontrar roupas, acessórios, artesanato e, claro, comida.

Fica ao lado do Siriraj Hospital e a melhor forma de chegar é de barco até a doca de Wang Lang.

Mercado flutuante: vale a pena ou não?

tailândia-bangkok-mercado-flutuante

Sem dúvidas, o mercado flutuante é um dos mais famosos de Bangkok e o mais desejado pelos turistas. Eu, no entanto, acenderia o alerta de pegadinha se você está pensando em incluí-lo na sua lista de atrações: é longe, caro e difícil de chegar e já perdeu qualquer autenticidade que poderia ter.

Os produtos são made in China e os preços são inflacionados. Não dá pra negar, no entanto, que o passeio rende boas fotos. Dizem que se você for bem cedo, chegando por volta de 7h, antes dos grupos de turistas, é possível ver o mercado mais vazio, que é mais interessante. Existem outros três mercados flutuantes nos arredores de Bangkok: Taling Chan Market, Bang Ku Wiang Market e o Tha Kha.

Amulet Market

Esotéricos de plantão, esse é seu lugar em Bangkok. Com corredores estreitos e abarrotados de talismãs e mandingas de todos os tipos, preços e tamanhos, o mercado de amuletos é, sem dúvidas, um dos mais exóticos e interessantes da cidade. Nas barraquinhas, itens pouco usuais que, garantem os vendedores, combatem qualquer mal, seja ele físico ou espiritual: amuletos, talismãs e patuás que oferecem proteção pessoal aos que creem, além de magias para ajudar na colheita, para abençoar uma casa e prosperidade. Alguns dos produtos são resquícios de templos sagrados que viajaram de outras partes do país até chegar ali, embora não exista nenhum selo de qualidade que confirme a origem sagrada. Mas uma coisa é certa: a experiência de visitar esse mercado é fascinante até para o mais convicto dos ateus. Nos becos adjacentes ao principal, você encontrará melhores pechinchas. Para chegar lá, pegue uma ferrie dos piers Chang Pier, Maharaj Pier ou Phra Chan Tai Pier ou desça na estação National Stadium do BTS.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comentários sobre o texto “7 mercados para visitar em Bangkok

  1. Oi, Natalia! tudo bem? adoro seu blog e está me ajudando demais a fazer meu roteiro para a Tailandia agora no Réveillon!! Li que muitos, inclusive você, não recomendam super o floating market, pois é mais pegadinha do que qualquer outra coisa. Entretanto, vi que você citou outros mercados- Taling Chan Market, Bang Ku Wiang Market e o Tha Kha. Você chegou a conhecer algum desses? saberia me dizer qual deles seria o mais interessante?
    Obrigada!!!

    1. Olá Steffi, o mercado flutuante é caro, longe e cheio de coisas made in china. Há muito perdeu a legitimidade e é só para turistas hoje. Se for seu sonho conhecer, vá, nem que for pra ver que não gosta, mas caso contrário eu gastaria meu tempo com outra coisa. Esses outros mercados flutuantes eu infelizmente não cheguei a visitar, mas durante minha pesquisa para escrever esse post percebi que não são tão turísticos como o mais famoso… Não sei se é muito perrengue chegar até eles, já que estão fora de bangkok, mas te digo que essa coisa de mercado no rio é que os tailandeses faziam há muito tempo, por isso existem outros.

      Abraços!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.