Guia para mulheres em Istambul

Basta cogitar uma viagem a algum país muçulmano para que o alerta vermelho se acenda: será que o destino é seguro para mulheres? Colocar todos os países de maioria islâmica no mesmo saco, no entanto, é um erro. A Turquia, e Istambul, em especial, pouco têm a ver com a Tunísia, a Jordânia e a Malásia, só para citar alguns exemplos. Eu passei uma semana no país em fevereiro e reuni algumas dicas de viagem para mulheres em Istambul. E a principal delas é: aproveite.

Sobre o Islã, mulheres e Istambul

A Turquia é um estado laico de maioria muçulmana. Isso significa que, embora a maior parte da população siga a religião, o país segue a própria constituição e não a sharia, a lei islâmica, como é o caso do Marrocos, por exemplo. Em muitos casos, tem uma legislação mais avançada que a nossa no que diz respeito ao direito das mulheres – como, por exemplo, o direito ao aborto legal até 10 semanas de gravidez – muito embora esteja enfrentando uma onda conservadora que coloca em risco essas conquistas e tenta voltar a uma moral religiosa tradicional.

Em Istambul, a maior parte das pessoas com quem você vai cruzar são muçulmanos moderados. Isso quer dizer que você vai encontrar muitos casais de mãos dadas e mulheres sem véu que trabalham, saem à noite e vivem suas vidas de forma independente. Burcas não costumam fazer parte da vestimenta das mulheres turcas, mas você pode se deparar com uma, ou várias, pelas ruas de Istambul. Em grande parte, as mulheres por baixo delas são turistas ou imigrantes de países árabes, garantem os turcos.

mulheres em istambul

Assédio nas ruas

Para quem já visitou a Índia ou outro país de cultura fortemente patriarcal, como o Egito e o Marrocos, Istambul vai parecer o paraíso na Terra. Não é que o assédio não exista, mas ele é muito menor do que nesses lugares. Nos dias em que eu estava na companhia de um amigo, não notei qualquer inconveniente. Andávamos para cima e para baixo sem sermos incomodados.

Claro que a coisa muda de figura quando estamos sozinhas. Basta caminhar pela ruas ou se sentar sozinha em uma praça para que comecem as cantadas. Perguntam de onde você é ou tentam adivinhar sua nacionalidade. Os mais assanhados se oferecem para te mostrar a cidade ou te convidam para um chá. O jeito é fingir que não é com você e seguir seu caminho. Se ele insistir, seja firme e diga que não quer papo. Isso deve afastá-lo.

Segurança pública

Em geral, Istambul me pareceu uma cidade bastante segura e há policiamento nas ruas. Caminhei por todos os lados com minha câmera pendurada no pescoço e não me senti ameaçada uma única vez.

Que roupa usar em Istambul

Use o  bom senso. Não precisa mudar o guarda-roupa inteiro para fazer a muçulmana, mas deixe em casa as roupas mais curtas e os decotes mais ousados. Prefira roupas discretas e confortáveis. O combo jeans e camiseta, por exemplo, é uma ótima opção. No verão, escolha bermudas mais compridas em vez dos shorts. Saias e vestidos longos também podem te ajudar a suportar o calor sem atrair mais atenção do que você gostaria. Não tem nenhuma necessidade de você cobrir a cabeça o tempo inteiro, mas leve sempre um lenço na bolsa, pois para entrar em algumas atrações, como mesquitas, o véu pode ser obrigatório.

Mesquita Azul de Istambul

Para sair à noite dá para usar vestidos, saias, maquiagem, as roupas que você está acostumada a usar. Isso porque, nessas ocasiões, você vai entrar em contato com a Istambul mais jovem e cosmopolita e, por consequência, mais liberal. No entanto, se você estiver sozinha, vale optar pelas roupas mais comportadas – principalmente se você tiver que pegar um táxi para voltar para o hotel. Ou, pelo menos, jogue um sobretudo por cima do modelito.

Dicas para quem vai viajar sozinha para Istambul

por-do-sol-istambul

  • Use transporte público sempre que possível. O transporte em Istambul é eficiente, seguro e quase sempre está cheio de gente. Evite pegar táxis sozinha e, se for necessário, peça no seu hotel para que chamem um motorista de segurança/credenciado.
  • Vendedores vão te assediar para que você entre em suas lojas para comprar seja lá o que for que eles vendem. Tome cuidado, pois esse assédio pode se transformar em outro tipo de assédio rapidinho. Evite ficar sozinha com eles e não entre na loja se não estiver segura.
  • Tome precauções de segurança básicas, que você tomaria em qualquer outro país. Eu escrevi um post sobre isso aqui.
  • Tente não se estressar com a atenção que vai receber apenas por ser mulher e estar sozinha. Eu sei que é chato ter que ficar recusando convites, dizer que não está interessada, ouvir cantadas o tempo inteiro, mas isso não pode estragar sua viagem.
  • Vá tranquila e seja feliz. Istambul é uma cidade incrível e apaixonante. Essa com certeza será uma viagem inesquecível.

Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

27 comentários sobre o texto “Guia para mulheres em Istambul

  1. Olá, tudo bem?
    Vou tirar férias em março e tenho uma bebê de 1 ano. Acha que é perigoso ir sozinha com ela pra Turquia ? Acredito que Istambul, sim, mas é a Riviera ou Capadócia ? Gostaria de lá encontrar grupos de turistas, principalmente mulheres, mas não sei onde posso encontrar isso.
    Muito obrigada, se puder me ajudar.

    1. Olá Sabrina, não acredito que seja perigoso viajar com sua bebê para a Turquia. Basta seguir os mesmo cuidados que você teria viajando pelo Brasil, por exemplo. Acredito que, para o seu caso, a melhor forma de encontrar grupos de viajantes será indo com alguma agência de viagem…

      Abraços!

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.