fbpx

O que fazer em Naxos, Grécia: as 5 melhores atrações da ilha

Saiba o que fazer em Naxos, uma das principais ilhas da Grécia e a maior ilha do arquipélago das Cíclades. Aqui você encontra todas as informações necessárias para planejar sua viagem, incluindo roteiro, atrações, dicas de hotéis e restaurantes.

Se você vai viajar para a Grécia, não deixe de ler também outros posts importantes sobre o destino: Quanto custa viajar para a Grécia e Roteiros e dicas de viagem para a Grécia.

Onde fica Naxos: mapa da Ilha e das Cíclades

Naxos fica no mar Egeu, 180 km a sudeste de Atenas e bem no centro do arquipélago das Cíclades, um dos mais importantes da Grécia, onde também ficam as ilhas de Santorini e Mykonos.

Como 429 km² de área e cerca de 19 mil habitantes, Naxos é a maior ilha do arquipélago e um importante polo agrícola e gastronômico do país, além de sua relevância turística.

Na antiguidade, ela foi o centro cultural da Civilização Cicládica e ainda preserva alguns vestígios dessa época. Chora, a principal vila da ilha, é conhecida como Naxos Town.

Como chegar em Naxos, Grécia

Há duas formas de chegar em Naxos: de balsa ou de avião. Veja agora como é e quanto custa cada uma delas.

  • De Ferry

As balsas (ou ferries) são a principal forma de chegar em Naxos, uma vez que há diversas partidas diárias tanto de Atenas quanto de outras ilhas gregas próximas, como Creta, Mykonos, Santorini, Dounoussa e Paros.

Saindo de Atenas, a viagem dura cerca de 4h30, mas esse tempo pode variar de acordo com as condições climáticas e do mar. De Creta, a viagem dura cerca de 3h e, saindo de Mykonos, o trajeto é ainda mais curto: cerca de 2h30.

As ferries são, na verdade, navios enormes que também transportam carros e motos (caso você precise), e há diferentes classes de passagem. Por isso, se você preferir pode pegar tickets com assentos mais confortáveis.

O valor das ferries varia de acordo com a distância, a época do ano e a disponibilidade de assentos, podendo ir de 29 a 95 euros. O valor médio é de 50 euros por trecho.

Para garantir os melhores preços, portanto, é recomendável garantir seu lugar com antecedência. Você pode fazer isso através do site da Omio (antiga GoEuro).

Imagem de um beco no centro histórico de Naxos Town, com casinhas brancas, ruas estreitas, cadeira de restaurante para fora e uma roseira na parede

Becos no centrinho histórico de Naxos, a maior ilha grega das Cíclades

  • De Avião

Há um pequeno aeroporto em Naxos (JNX) que recebe 12 voos semanais saindo de Atenas, operados pela Sky Express e Olympic Air. O percurso dura 40 minutos e a passagem custa a partir de 55 euros.

É possível voar pra lá também saindo de outras ilhas e até mesmo de outras capitais da Europa, mas em geral, você precisará fazer uma conexão em Atenas.

Qual a melhor época para viajar para Naxos?

A melhor época para visitar Naxos é de maio a outubro, quando o clima na região fica mais quente e você pode aproveitar melhor as praias.

Em julho e agosto, no entanto, é alta temporada em Naxos e também nas outras ilhas gregas. Por isso, você encontrará os locais mais cheios e os preços consideravelmente mais altos. Se quiser evitar isso, o melhor é viajar em maio, junho ou setembro.

O inverno, embora não seja tão rigoroso, é a baixa temporada e grande parte dos estabelecimentos fecham. Dessa forma, você não encontrará muito para fazer por lá, não sendo recomendável viajar nessa época.

Documentos necessários para viajar para Naxos

Brasileiros não precisam de visto para viajar para a Grécia, que é parte do Espaço Schengen e tem as mesmas regras que a maior parte dos países da Europa.

O Seguro de Viagem é obrigatório para entrar na Grécia, assim como todos os países da zona Schengen, e pode ser exigido na imigração. E não vale qualquer seguro, é preciso que tenha uma cobertura mínima de 30.000 euros.

Você pode conseguir seguro de viagem para a Europa, com desconto de até 25% para os nossos leitores. Basta usar o cupom 360MERIDIANOS05. Dá uma olhada nas ofertas abaixo. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício.

Seguro Viagem: Europa
AC 60 EUROPA AC 60 EUROPA Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 26/dia*
GTA 60 SLIM  EUROPA GTA 60 SLIM EUROPA Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (SUPLEMENTAR) R$ 17/dia*
CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 26/dia*

Quantos dias ficar em Naxos?

Devido a sua localização central no arquipélago e pelos preços mais favoráveis das hospedagens, muita gente usa Naxos como uma base para explorar outras ilhas da região, como Mykonos e Santorini.

2 dias inteiros são suficientes para ver todas as atrações da ilha, tanto as históricas quanto os charmosos povoados do interior da ilha. Se você pretende relaxar nas praias, recomendo passar ao menos 4 dias, e se quiser fazer viagens de bate-volta para ilhas vizinhas, o ideal é passar pelo menos uma semana.

O que fazer em Naxos, Grécia: 5 passeios turísticos imperdíveis

Vista do Templo de Apolo de Naxos ao entardecer (Portara)

As ruínas do antigo Templo de Apolo, em Naxos, são hoje o melhor lugar da ilha para ver o por do sol

1. Chora

Chora em grego significa “cidade” e é o termo comumente utilizado para designar a cidade mais importante das ilhas gregas. Em Naxos, Chora, ou Naxos Town, é a cidade na qual chegam as ferries e que concentra a maior parte dos estabelecimentos da ilha.

A principal atração de Chora é o centrinho histórico (old town), um conjunto de becos, ruelas e casinhas brancas cheia de restaurantes e lojas de artesanato que são bem o que a gente espera de uma ilha grega. Esse é um lugar para se perder e se acabar nas fotos!

No centrinho fica também um Castelo Veneziano, uma construção do século 18 que hoje abriga um museu (entrada 2 euros) e um café no terraço. O café tem uma bela vista da ilha e serve pratos típicos da região, incluíndo algumas receitas desenvolvidas ali desde quando o local era um convento.

O centro histórico começa na orla de Naxos, de frente para o porto, uma avenida larga que também tem boas opções de restaurantes e é uma caminhada agradável à beira-mar.

Próximo ao porto e no fim da orla fica Portara, uma ruína do século 6 a.C de um templo dedicado ao deus Apolo e que hoje é o principal conjunto arqueológico da ilha. O local fica cheio ao por do sol e tem uma das vistas mais bonitas de Naxos.

2. Melhores praias em Naxos

Vou te dizer uma coisa: Naxos é um dos melhores lugares na Grécia para curtir a praia.

Vista de Praia em Naxos, na Grécia

Apesar de não ser tão famosa quanto outras ilhas, justamente por isso ali você vai encontrar praias tão lindas quanto qualquer outra e bem mais vazias e baratas. Além disso, essa não é uma ilha festeira (como Mykonos) e é mais frequentada por famílias, sendo uma ótima opção para fugir das praias baladeiras.

O aluguel de uma espreguiçadeira com guarda-sol em Naxos custa 20 euros. 

Naxos te diversas praias, algumas completamente deserta e outras com uma boa infraestrutura turística.

As melhores praias de Naxos, na minha opinião, são:

  1. Agios Prokopios: Praia lindíssima, de águas rasas, azuis cristalinas e vários beach clubs e restaurantes na orla. Imita a estética de Mykonos e para mim é a mais legal para passar o dia.
  2. Agios Georgios: É a praia mais próxima do centro de Naxos e, embora não seja a mais bonita, é a mais prática caso você não tenha muito tempo para se deslocar. há bons restaurantes na orla e uma construção abandonada em uma das pontas de onde se tem um por do sol bem bonito.
  3. Agia Anna: Continuação da Agio Prokopios, é uma praia bastante frequentada por famílias e jovens. Parte dela é utilizada como ancoradouro para barcos de pescadores.
  4. Praia de Plaka: É considerada uma das praias mais bonitas da Grécia. É mais vazia e selvagem que a Georgios e Prokopios, e também um pouco ventosa, sendo frequentada por praticantes de wind surf. A parte mais ao sul é também um local para os praticantes de naturismo.
  5. Praia de Mikri Vigla (Sul) e a Praia Mikri Vigla (Norte): São duas praias vizinhas bem bonitas e ideias para quem quer praticar kite surf.

Há ainda outras praias em Naxos, a maior parte delas mais selvagens e com pouca ou nenhuma infraestrutura, como Agiassos e Pyrgaki.

3. Apiranthos

Segunda maior vila de Naxos, Apiranthos é uma cidadezinha grega encravada nas encostas do Mt. Fanari.

Com cerca de 1000 habitantes, o local preserva sua história, cultura e seu próprio dialeto. Conhecida por sua gastronomia e também pelo mármore retirado dali.

Vista de Apiranthos ao longe, a partir da estrada em Naxos

O principal a fazer por lá é se perder nas vielas e becos, com casinhas de arquitetura francesa e veneziana (sim, ambos os povos já colonizaram a ilha). Depois, descansar em alguma das pequenas praças rodeadas de cafés e restaurantes.

Por estar mais distante da costa, a comida de Apiranthos leva mais elementos de fazenda: saem os frutos do mar e entra muito cordeiro e carne de vaca.

Além de passear pelos becos e se empanturrar de comida grega, há três pequenos museus que você pode visitar em Apiranthos:

  • Museu de Artes Visuais de Apiranthos: Reune o trabalho de 75 artistas locais e da Grécia em geral, entre pinturas, esculturas, cerâmicas e gravuras.
  • Museu de História Natural: Várias peças que retratam a vida marina local, como esqueleto de golfinhos e baleias, peixes, e outros animais que compõem a fauna local.
  • Museu do Folclore de Apiranthos: Preserva artigos da história da vila e do estilo de vida tradicional dali, como itens domésticos, utensílios, vestes tradicionais, fornos antigos.

Também vale a pena passar para dar uma olhadinha na Torre de Zevgolis, uma construção veneziana do século 17 que está muito bem preservada, além da igreja Panagia Aperanthitissa e Aghia Kyriaki. 

A primeira tem mais de 200 anos e é dedicada a Virgem Maria. A segunda foi construída no século 8 ou 9 e é um raro exemplar da era Bizantina.

4. Apollonas

Apollonas é outra vila costeira em Naxos, distante 36 km de Chora. É uma bela vila de pescadores que no passado serviu de porto para o transporte de mármore retirado da ilha.

Vista da praia de Apollonas, em Naxos, com a vila no fundo

Hoje em dia, as casas tradicionais muito bem preservadas da vila servem para o turismo. Essa é a região mais bem preparada no norte da ilha, que tem uma vibe relaxada e praieira.

As praias ali são pequenas e vazias, boas para um banho, e os bares e restaurantes são mais simples e rústicos.

5. Passeio de moto ou quadriciclo pela ilha

Uma boa maneira de conhecer a ilha é alugando uma moto ou quadriciclo para percorrer a ilha. Há inúmeras lojas de aluguel na ilha. Para alugar uma moto, você precisará apresentar a habilitação específica, já para quadriciclos não é exigido documentação. Se preferir, você pode, ainda alugar um carro. Considere também fazer um tour guiado pela Ilha de Naxos.

Há basicamente dois trajetos que você pode fazer lá dentro. Escolha o que mais gostar ou, se tiver tempo, alugue os veículos em dois dias diferentes para fazer os dois.

  • Trajeto pelo norte e interior da ilha: Saia de Chora em direção a Apollonas. No caminho, você passará por praias selvagens, o Monastério Faneromeni e as ruínas da Torre de Ayia, que valem uma paradinha rápida para fotos. Em Apollonas há um charmoso calçadão à beira mar onde você pode descansar um pouco e apreciar a vista. De lá, siga em direção a Apiranthos. A medida que você entrar para o interior da ilha, vai se deparar com vilas charmosas encravadas nas montanhas, rebanhos de ovelhas e cabras, plantações diversas e olivais. Em Apiranthos, dê uma volta pela vila e depois sente-se para comer em um dos restaurantes tradicionais.
  • Trajeto pelo sul e praias desertas: Saia de Chora em direção a Agios Prokopios. De lá, você pode seguir pela costa para descobrir as outras praias: Plaka, Mikri Vigla, Orkos, Kastrali, Glifada. Se quiser cruzar a ilha para o outro lado, ali ficam a Ligarilia e a Paralia Klido.

Passeios bate-volta a partir de Naxos, Grécia

Naxos é uma boa base para explorar outras ilhas gregas ao redor, tanto por sua localização central no arquipélago das Cíclades, pelo preço e pela oferta de barcos e passeios.

Essas são algumas das ilhas que valem a pena visitar em um bate-volta a partir de Naxos:

  • Delos: É uma pequena ilha que servia como santuário de Apolo. Hoje em dia, é possível visitar as ruínas desse templo. É uma boa opção de parada em uma passeio para Mykonos, pois são ilhas muito próximas. Muitos tours já oferecem parada em ambas as ilhas, como esse aqui.
  • Mykonos: Charmosa e baladeira, Mykonos é um dos destinos mais cobiçados entre as ilhas gregas. A boa notícia é que ela está a uma curta viagem de Naxos e pode ser visitada em um bate-volta, embora o ideal seja passar ao menos uma noite por lá. Leia nosso guia completo do que fazer em Mykonos.
  • Paros: Paros é outra ilha das Cíclades que não é tão famosa entre os turistas, mas que vale a pena considerar uma visita. Além do combo centrinho charmoso e praias bonitas, ali também fica a Panayia Ekatontapyliani, uma importante igreja ortodoxa que é ponto de peregrinação para os fiéis gregos. É um bom lugar para quem quer aprender mais sobre a cultura e o folclore das Cíclades.
  • Koufonissia: Essa é uma pequena ilha que faz parte de Naxos e está bem próxima da ponta sul da ilha. Com praias incríveis, piscinas naturais, uma vilazinha charmosa e bucólica e um refúgio que os gregos costumam apostar para desfrutar das maravilhas das ilhas sem sofrer com o overtourism que assola outros paraísos da região. Há um passeio para lá que inclui almoço.

O calçadão de Chora fica perto de grande parte dos hotéis no centro histórico de Mykonos, uma das melhores regiões onde se hospedar na ilha

Mykonos é uma boa opção de passeio bate-volta se você está sem ideias sobre o que fazer em Naxos

Dicas de hospedagem em Naxos

A melhor região para se hospedar em Naxos é Chora (Naxos Town).

É ali que estão a maior parte dos hotéis e pousadas de Naxos, além dos pontos turísticos de restaurantes e a praia Agios Georgios. Dali você pode contratar passeios ou pegar veículo para explorar outros cantos da ilha ou mesmo pegar as ferries que saem para outras ilhas.

Dê preferência para hotéis na parte antiga (old town) ou próximos à praia. Essas são os melhores locais onde ficar em Naxos Town.

Você pode descobrir os melhores hotéis no centro de Naxos aqui.

A melhor maneira de economizar na hospedagem é reservando com antecedência. Como a ilha tende a encher no verão, as melhores ofertas acabam se esgotando meses antes da viagem. E isso vale para qualquer ilha grega!

Outra boa ideia é pesquisar pousadas familiares, em vez de ficar em villas e resorts a beira-mar. Como não há hostels em Naxos, as pequenas propriedades acabam sendo a melhor opção para viajantes econômicos. Aqui você encontra uma lista com todas as pousadas familiares de Naxos.

Dicas de hotéis e pousadas em Naxos

Esses são os melhores hotéis em Naxos por categoria, de acordo com a curadoria do 360meridianos.

Vista do centro de Chora, Naxos, a partir do café do castelo veneziano

Onde comer em Naxos

Naxos é um dos principais polos gastronômicos da Grécia: por ser a maior das Ilhas Cíclades, além de ser turística ela ainda preserva tradição gastronômica e agrícola fortes, produzindo insumos típicos, orgânicos e de qualidade para os restaurantes da região.

Isso tudo é para dizer o óbvio: vá preparado para se empanturrar. Depois de morar por um mês na ilha, elenquei aqui os melhores restaurantes de Naxos na minha opinião:

  • Maro’s Taverna: Eu perdi a conta de quantas vezes comi aqui e posso dizer sem titubear que esse foi meu restaurante favorito em Naxos. O local serve comida tradicional de Apiranthos. Isso quer dizer que por ali você vai encontrar muita carne de porco, ovelha e cabra, queijos, tomate recheado e rolinhos de berinjela. Todos os produtos usados são locais e os preços são bem razoáveis. Peça o delicioso croquete de queijo como entrada e me agradeça pela dica depois! Endereço: Protodikiou Square, Chora Naxos.
  • Yalos Taverna: Se você prefere ir de frutos do mar, esse restaurante fica literalmente na areia de praia Georgios. Serve peixes frescos pescados no dia, lagostas e pratos com camarão. Endereço: Saint George Beach.
  • Baco Seaside: Com uma vista incrível para o mar, esse é um bom lugar para experimentar diferentes drinks preparados com kitron, o liquor típico de Naxos, feito das folhas de citrus. Também servem um bom menu de café da manhã. Endereço: Sea Fron – Naxos Town.
  • Kitron Naxos: Localizado na orla de Naxos, esse é outro lugar que serve drinks de kitron, incluindo caipikitron e outras invenções criativas. Endereço: Protopapadaki. 
  • Τυροκομείο Εμμ. Β. Κουφόπουλος (Armazém de Queijos de Naxos): Uma pequena lojinha onde você pode comprar queijos típicos de Naxos, além de frios, azeitonas e outros produtos locais. Eles também fazem uma degustação de queijos e vinhos por apenas 20 euros por pessoa, basta solicitar à atendente. Endereço: ΠΑΠΑΒΑΣΙΛΕΙΟΥ ΧΩΡΑ.
  • Avaton 1739: O café-restaurante do Castelo Veneziano tem uma vista linda e um cardápio que vai de deliciosos brunchs a opções para jantar. Vale a pena pedir um dos pratos que são preparados ali desde o século 18. A minha dica é o bolo de laranja com sorvete. Endereço: Kastro, Naxos.

Uma boa ideia para aproveitar melhor a gastronomia da região é fazendo uma excursão gastronômica pela ilha. Saiba mais sobre esse passeio aqui.

Como se deslocar em Naxos

A forma mais fácil é alugando um carro, moto ou quadriciclo. Nesse caso, sugerimos que você faça uma reserva com antecedência mínima de um mês, se possível. Isso vale principalmente se você quiser um carro, já que a disponibilidade de motos e quadriciclos na ilha é maior.

Para isso, recomendamos a RentCars. Eles são um comparador que inclui basicamente todas as opções de locadoras, das mais tradicionais como a Europcar ou Guerin às mais baratinhas, como a Firefly. Eles são parceiros aqui do blog exatamente porque oferecem excelentes condições de aluguel, com diárias muito baixas, possibilidade de pagar as reservas em reais, sem IOF e parcelamento em até 12 vezes. Clique aqui para fazer sua cotação sem compromisso.

Transporte público em Naxos

Se preferir, é possível também utilizar os ônibus locais. Você vai ficar um pouco limitado, pois eles não passam com tanta frequência, para para se locomover, por exemplo entre Chora e as praias mais próximas e frequentadas, essa opção funciona bem.

A passagem custa entre de 1,80 e 2,50 euros. É preciso pagar em dinheiro vivo, comprando o bilhete em lojinhas ou quiosques espalhados pela ilha (em geral há algum lugar que vende perto dos pontos).

Os ônibus passam das 7h às 22h, mas na alta esse horário pode ser ampliado, e a maior parte das linhas passa a cada meia hora no verão. Você pode consultar o horário dos ônibus nos avisos fixados nos pontos.

Quanto custa uma viagem para Naxos

Morar em uma ilha grega sempre foi um sonho, mas os preços sempre me desanimavam. Até que eu resolvi pesquisar direito e descobri que Naxos tem tudo o que a gente espera de uma ilha grega, por preços muito mais razoáveis que Mykonos e Santorini, por exemplo. Inclua na conta as casinhas brancas, praias lindíssimas e comida de primeira.

Depois de um mês morando na ilha, esse é o resumo de quanto você vai gastar na sua viagem:

  • Hospedagem: A partir de 60 euros por noite para um hospedagem econômica em quarto duplo.
  • Refeições: A partir de 10 euros por refeição.
  • Transporte: É possível não gastar nada com transporte. Se for alugar uma moto, o valor é de a partir de 20 euros a diária.
  • Atividades: A maior parte das atividades em Naxos é gratuita
  • Transporte para outras ilhas: as ferries para outras ilhas costumam custar cerca de 50 euros por trajeto.

Orçamento diário para uma viagem para Naxos:

  • Econômico: 70 euros por dia e por pessoa
  • Confortável: 150 euros por dia e por pessoa
  • Luxo: 300 euros por dia e por pessoa

Ainda tem dúvidas sobre como planejar sua viagem para Naxos? Deixe nos comentário!

5/5 - (1 vote)

Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter pessoal sobre viagens, nomadismo e escrita criativa,, a Migraciones, na qual publico crônicas das minhas andanças pelo mundo. Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.