Tags:
Atlas: Berlim, Alemanha

O Berlin WelcomeCard vale a pena?

Comprar ou não comprar, eis a questão. Cidades muitos turísticas, como Paris, Amsterdam e Londres, costumam oferecer várias atrações num combo. Em Berlim não é diferente. A capital da Alemanha tem três passes turísticos, entre eles o Berlin WelcomeCard. Foi esse que testamos durante nossa passagem por lá, em outubro de 2013.

1 – O que é o Berlin WelcomeCard?

Oferecido pelo Visit Berlin, órgão oficial de turismo da cidade, o Berlin WelcomeCard tem oito versões, variando o número de dias e a cobertura. Você pode comprar a versão de 48 horas, 72 horas ou 5 dias de validade (veja os preços no tópico 3). As mais simples dão transporte público ilimitado e descontos em várias atrações turísticas. As mais completas aumentam o tempo de cobertura, a abrangência do transporte público e incluem ainda a entrada na Ilha dos Museus.

Além de escolher a que se encaixar melhor no seu tempo de permanência na cidade, dê atenção para a cobertura do transporte público. As versões que cobrem as Zonas A e B permitem o deslocamento em praticamente toda Berlim. Mas você precisa da modalidade ABC para ter direito ao deslocamento para regiões importantes fora da capital, como Potsdam, cidade próxima que costuma entrar no roteiro de viagem por quem passa por Berlim, e o aeroporto de Schönefeld.

E os descontos nas atrações? São bons? Bom, confesso que não utilizamos. Junto com o cartão, você recebe um livrinho vermelho que lista todos os benefícios e o percentual do desconto fornecido em cada estabelecimento. Entre as atrações com desconto estão o Museu de Cera, o Aquário de Berlim e  a Torre de TV. Como resolvemos não fazer esses programas, acabou que nosso uso do cartão foi somente como transporte público mesmo.

Planeje sua viagem: Saiba onde ficar em Berlim

Torre de TV de Berlim

“Mas então não vale a pena?” Não é isso, caro leitor. Depende de você. Se pretender visitar muitos dos lugares com desconto, pode ser um bom investimento (veja a lista aqui).  E com certeza você vai precisar de transporte público, demanda atendida por esse (e outros) passes. Ainda assim, confesso que achei o cartão menos interessante do que o IAmsterdam e o o Paris Museum Pass, que garantem a entrada gratuita em vários pontos turísticos.

Quer fazer seu Berlin WelcomeCard valer a pena? Adquira um combinado. Tipo o…

2 – Berlin WelcomeCard + Museum Island

Essa é a melhor versão do Berlin WelcomeCard, principalmente se você curte museus. Berlim tem vários deles, alguns dos mais interessantes do planeta. Com esse cartão, a entrada na famosa Ilha dos Museus é gratuita, o que já é uma tremenda vantagem (válido apenas para exposições permanentes, há cobrança para mostras especiais). Além disso, essa versão te dá direito de circular pelas Zonas ABC da cidade, por 72 horas.

O único defeito é não existir a opção de mais dias (cinco seria o ideal) que inclua a Ilha dos Museus. Ainda assim, pode valer a pena comprar esse cartão, visitar os museus que te interessarem nos primeiros dias de viagem, e completar o restante com uma das várias versões de cartões só de transporte público.

Museu Berlim

3 – Mas e os preços?

Berlin WelcomeCard 48 horas, Zonas AB – 18,50 euros
Berlin WelcomeCard 72 horas, Zonas AB – 25,50 euros
Berlin WelcomeCard 5 dias, Zonas AB – 32,50 euros

Berlin WelcomeCard 48 horas, Zonas ABC – 20,50 euros
Berlin WelcomeCard 72 horas, Zonas ABC – 27,50 euros
Berlin WelcomeCard 5 dias, Zonas ABC – 37,50 euros

Berlin WelcomeCard + Museum Island 72 horas, Zonas AB – 38,50 euros
Berlin WelcomeCard + Museum Island 72 horas, Zonas ABC – 40,50 euros

4 – Onde eu compro o meu?

Em vários dos pontos de informação turística, espalhados pela cidade. Eles ficam em estações de metrô, de trem e aeroportos. Também é possível comprá-lo em vários hotéis. Se preferir, peça o seu pela internet, aqui.

5 – Outras opções e passes turísticos

Quer focar sua viagem em museus? Considere então comprar o Museum Pass Berlin, que garante a entrada não apenas na Ilha dos Museus, mas nos cerca de 50 estabelecimentos da cidade. Esse passe custa 24 euros e pode ser usado por três dias consecutivos. Lembrando que será preciso comprar um passe de transporte, que não está incluído nessa versão.

Se sua preocupação for somente o uso do transporte público na cidade, uma alternativa ligeiramente mais barata é o Berlin CityTourCard, que funciona no mesmo formato (por Zonas e nas modalidades de 2, 3 e 5 dias). Além disso, esse cartão também dá descontos em algumas atrações, embora em menos do que o Berlin WelcomeCard. Saiba mais aqui.

Berlin WelcomeCard

Assim como no caso dos passes turísticos, planeje quais atrações você quer ver e quantos dias você vai ficar na cidade antes de optar pelo seu. Certamente você vai achar algum que tornará sua viagem mais fácil e econômica. Uma coisa é certa: vale muito mais a pena comprar um desses passes de transporte público – seja o Berlin WelcomeCard ou o Berlin CityTourCard – do que pagar todas as viagens separadamente.

Comprou o cartão? Não esqueça de habilitá-lo nas estações, antes de usar o transporte público. Caso contrário, você pode ter que pagar um multa.

*O Berlin WelcomeCard foi uma cortesia do Visit Berlin.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

11 comentários sobre o texto “O Berlin WelcomeCard vale a pena?

  1. Gente, investi no Welcome card e me dei mal.
    Sai mais caro do que comprar o tíquete de transporte de vários dias que a cidade oferece e não tive desconto no museu, pois é claro que os museus mais importantes não fazem parte da lista do Welcome Card.
    Não vale a pena.

    1. João, isso depende do estabelecimento que você escolher para comprar aceitar cartão de débito. Acredito que não terá problemas com isso em aeroportos e hotéis, por exemplo…

      Abraços!

  2. Tudo bem?

    Pretendo comprar o Berlim Welcome Card para 6 dias. Só preciso validar ele na primeira vez que usar ou todas os dias que utilizar?

    obrigado

  3. Olá, ótima dica!
    Gostaria de saber se é possível já usar o desconto do cartão saindo do aeroporto para a cidade. Os descontos de transporte funcionam somente dentro da cidade, ou funcionam também do aeroporto para a cidade?
    Obrigada!

  4. Olá Rafael.
    Valeu pela dica, muito boa!
    Eu vou pra Alemanha em outubro e tentei comprar o “Berlim Welcome Card” no site indicado, mas na hora de preencher os dados não consta o país Brasil. Não aparece a opçao de não registrar pra entregar somente via e-mail. Existe outro lugar que possa comprar antes de chegar em Berlim?
    Outra coisa, estou na dúvida se vale a pena comprar o “German Reail Pass”, pois vou usar bastante trem fazendo bate e volta de Munique (Nuremberg, Fussen, Dachau) e Frankfurt (Koblenz, Heidelberg, Mainz, Wiesbaden e Vale do Rio Reno). Dentro de Munique e Frankfut usa bastante o S-Bahn? Pois o “German Reail Pass” não inclui metrô, além do que inclui o passeio para o vale do Rio Reno.
    Se puder me ajudar, serei muito grata!
    Obrigada!

    1. Oi, Fernanda. Se o site oficial está com esse problema, então o melhor talvez seja deixar para comprar no aeroporto, assim que você chegar lá.

      Sobre o German Reail Pass, não testamos. Em Munique nós usamos bastante o trem/ metrô sim, tanto para andar na cidade quanto para passeios ao redor.

      Se você não quiser usar tanto o metrô, tente ficar numa área mais central, perto dos pontos turísticos. Talvez esse post possa te ajudar:

      https://www.360meridianos.com/2014/02/onde-ficar-em-munique-alemanha.html

      Em Frankfurt eu não fui.

      Nesse link aqui você acha um relato sobre o passe:

      http://mineirinhanalemanha.wordpress.com/2008/07/12/de-trem-pela-alemanha-europa/

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.