fbpx
Tags:
Atlas: Phuket, Tailândia

O que fazer em Phuket, na Tailândia: roteiros, praias e atrações

Decidir o que fazer em Phuket é uma tarefa difícil: escolhas erradas podem acabar fazendo a sua viagem ser uma grande furada. Isso porque um dos maiores destinos turísticos da Tailândia tem, sim, lindas praias e pequenos paraísos naturais, mas também algumas pegadinhas e degradação ocasionada pela superexploração turística.

Neste guia, vamos te ajudar a evitar essas pegadinhas e te mostrar como chegar em Phuket, quais são as melhores praias e principais atrações da ilha, com todas as dicas para que sua viagem seja inesquecível.

Leia também: Onde ficar em Phuket e guia de hospedagem

Phuket: onde fica e como chegar

Phuket é a maior ilha da Tailândia, localizada no Mar de Andaman, na costa oeste do país. Faz parte da província de Phuket, que é formada por ela e mais 32 ilhas menores e cuja capital, pasmem, também se chama Phuket e abrange toda a ilha principal.

A principal região turística de Phuket é a Patong Beach, na qual estão concentradas a maior parte da rede hoteleira e da vida noturna da ilha – um dos grandes atrativos da área. Outros locais bem cotados na ilha são as praias de Karon, Kata, Nai Harn e a praia de Bang Tao.

A ilha é montanhosa e tem 70% da sua superfície coberta de florestas sendo, inclusive, parte delas pertencente a uma reserva ecológica: o Sirinat National Park.

Como chegar em Phuket

A principal forma de acesso a Phuket é pelo Aeroporto internacional de Phuket, que recebe voos de Bangkok, Chiang Mai e outras cidades do país, além de países vizinhos. Essa é o segundo maior hub aéreo da Tailândia, atrás apenas da capital, tamanha a importância turística da ilha.

A boa notícia é que não é caro voar para lá! É possível achar passagens partindo de Bangkok por cerca de USD 30 nas companhias low cost asiáticas.

Apesar de ser uma ilha, Phuket se conecta ao continente por rodovias. Há ônibus regulares chegando e partindo para Bangkok da rodoviária de Sai Tai Mai. O trajeto dura 13 horas e custa entre 600 e 1300 baht, dependendo da qualidade do ônibus que você optar.

Os bilhetes podem ser comprados diretamente na rodoviária ou em agências de viagem espalhadas pela cidade. Mas já aviso que a viagem é bastante desconfortável. Os ônibus não chegam a ser velhos, mas quando eu fiz o trajeto deixaram a TV ligada em um volume estridente a madrugada inteira.

Uma alternativa menos comum é fazer o trajeto de trem partindo de Bangkok até a estação de Phun Phin, em Surat Thani. De lá, dá para seguir de ônibus até a ilha, em um trajeto que dura cerca de 2h30.

Transporte no aeroporto de Phuket

Há quatro formas de sair do aeroporto de Phuket para o seu hotel: táxi, aplicativo, shuttle compartilhado ou de transporte público. O local está a 39 quilômetros de Patong Beach.

  • De táxi: Como em qualquer aeroporto do mundo, é fácil pegar um táxi no desembarque e seguir para o seu destino. Essa opção é recomendada se você viaja em grupos e pode dividir a tarifa, se chega em horários ruins (muito tarde ou muito cedo) ou se tem bastante bagagem para carregar.

O uso do taxímetro é obrigatório na Tailândia, mas isso não quer dizer que você vai conseguir convencer os motoristas a usá-lo facilmente. Espere pagar em torno de 700 Baht pelo trajeto até Patong. Praias menos visadas podem custar mais caro.

  • De aplicativo: O Uber está proibido de funcionar na Tailândia desde 2018, mas a boa notícia é que há uma ótima alternativa local, o Grab. A partir dele, você pode chamar um transporte regular com taxímetro, mais ou menos como você faz com os aplicativos no Brasil.

A vantagem é que não há riscos de pagar um preço superfaturado. E você circula com motoristas cadastrados. Dá para baixar por aqui.

  • Shuttle compartilhado: Vans levam passageiros do aeroporto até a porta do hotel por a partir de USD 11. O serviço funciona conforme o horário do seu voo e atende as praias de Patong, Kata, Kamala, Karon, Bangtao, Surin Beach, Naiyang, Naithorn e Maikhao.

Pode ser reservado com antecedência por aqui. Também é possível agendar o retorno ao aeroporto no momento da compra.

  • Transporte público: Uma linha de ônibus faz o trajeto do aeroporto à rodoviária de Phuket Town. De lá, é possível conseguir transporte (táxis ou tuk-tuks) para o seu hotel. Rodam das 06h30 às 20h45 e custam 100 baht.

Seguro de viagem para a Tailândia

O seguro de viagem não é obrigatório para viajar para a Tailândia. Nós, no entanto, não recomendamos que você embarque para essa ou qualquer outra viagem sem um. No caso de uma emergência médica, roubo, extravio de bagagem ou necessidade de interromper a viagem por conta de algum grande imprevisto, você estará protegido.

Na Tailândia, onde muitas vezes os turistas participam de atividades radicais, como caiaque, snorkel ou mergulho, é ainda mais importante contratar uma boa cobertura que te proteja caso você sofra qualquer acidente durante essas atividades e se machuque.

Para cotar o seu seguro, nós recomendamos a Seguros Promo, um buscador que compara os melhores preços e coberturas do mercado e te ajuda encontrar o melhor custo/benefício para a sua viagem. Clique aqui para fazer sua busca e garantir um cupom de desconto para os leitores do blog ou utilize a caixa abaixo:

Seguro Viagem: Ásia
GTA 67 EUROMAX GTA 67 EUROMAX Assistência médica USD 67.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*
AC 60 MUNDO (Exceto EUA)  + TELEMEDICINA AC 60 MUNDO (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 19/dia*
AC 35 MUNDO (Exceto EUA) + TELEMEDICINA AC 35 MUNDO (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 16/dia*

Quando ir a Phuket

Phuket fica na costa oeste da Tailândia, no mar de Andaman. Por isso, o regime de monções atinge a ilha entre os meses de abril a outubro. Nesse período, é comum que o lugar enfrente chuvas torrenciais diárias que, em geral, se restringem a um momento do dia, como o fim da tarde ou o começo da manhã.

As chuvas costumam durar algumas horas, com um bom volume de água, o suficiente para causar enxurradas e alagar parcialmente algumas vias, mas não é comum que os estragos sejam muito graves. Durante o resto do dia, o tempo pode permanecer nublado.

Para evitar esse período infame, a melhor época para viajar para Phuket é entre novembro e fevereiro. 

Caso você já tenha passagens compradas para a Tailândia na época das monções, o melhor é planejar sua viagem para o norte do país (leia aqui sobre o que fazer em Chiang Mai), onde as chuvas não atingem tanto, e para as praias do Golfo da Tailândia, que têm o regime de monções invertido em relação a Phuket. Leia mais sobre qual a melhor época para ir para a Tailândia.

O que fazer em Phuket: roteiro de 3 dias

Patong Beach

Patong é a praia mais turística da ilha, a que concentra a maior parte da infraestrutura local. O bairro que cresce ao redor conta com muitas opções de restaurantes, agências de turismo e hotel. Também é em Patong que fica a famosa Bangla Road, responsável por conferir à vida noturna da ilha uma fama internacional.

Por ser também bem próxima ao aeroporto, passar – e se hospedar – em Patong Beach é a opção da maior parte das pessoas. A conveniência da localização pode compensar, mas é preciso estar preparado para o que você vai encontrar por lá para que sua experiência em Phuket não se torne um balde de água fria.

O lugar pode ser decepcionante se você sonha com praias tranquilas com coqueiros e água cristalina. E pode ficar bastante cheio em alta temporada, E, com as pessoas, chega também a sujeira.

E mesmo as festas não me agradaram. Muito além de bares animados, a noite de Patong Beach escancara o turismo sexual na Tailândia, com meninas adolescentes e lady boys na companhia de turistas europeus a cada esquina. Enfim, a situação é degradante em muitos sentidos.

Praias que valem a pena visitar em Phuket

O que fazer em Phuket: praias

  • Karon Beach: Ainda bem frequentada, mas menos cheia que Patong, a Karon Beach se assemelha mais ao ideal de praia no sudeste asiático.

O mar é bem azul e, por ser um pouco mais vazia, é também mais limpa. Há uma boa infraestrutura de beach clubs e restaurantes na orla. Fica a 11 quilômetros de Patong Beach, por isso vale a pena contratar um tuk-tuk para chegar até lá.

  • Kata Beach: Próxima a Karon Beach, Kata é uma pequena praia não tão frequentada, mas que ainda tem alguns restaurantes e hotéis próximos à orla. Fica mais limpa e tem uma galera mais descoladinha.

São 30 minutos de caminhada saindo de Karon.

  • Surin: Essa é uma praia que fica mais ao norte da ilha, afastada das multidões de Patong.

Concentra alguns resorts de alto padrão e costuma ser mais vazia. A região ao redor tem cara de vila costeira e a praia é das mais bonitas de Phuket.

  • Nai Thon Beach: Também localizada ao norte, na região de Sa Khu, Nai Thon e a vizinha Nai Yang estão entre as praias mais tranquilas da costa oeste da ilha. Parte delas pertencem ao parque nacional e, por isso, estão cercadas de floresta tropical. Apesar disso, conta com alguns bons hotéis.

É uma opção interessante para quem quer conhecer uma Phuket mais tranquila, longe de qualquer muvuca.

Mergulho e snorkeling e outros esportes aquáticos

As praias de Phuket são muito frequentadas por praticantes de esportes aquáticos. Em Patong é comum ver pessoas andando de jet-ski ou praticando stand up paddle, e diversas agências oferecem passeios de barco a ilhas e regiões próximas que são excelentes para mergulho e snorkeling.

Na hora de contratar os passeios, verifique se a agência possui certificados de segurança e se os equipamentos necessários – como pé de pato e máscara de snorkeling – estão incluídos no pacote.

Já vi casos de só avisarem no barco que era preciso pagar uma taxa superfaturada pelos equipamentos – e ainda fazerem terrorismo com a segurança (com fotos e avisos grotescos do tipo “se você não pagar, pode se acidentar feio”).

Aqui há uma lista de empresas em que você pode conferir as reviews de outros usuários e contratar com antecedência.

 

Mirantes de Phuket

Há alguns pontos para se ver Phuket do alto e garantir fotos panorâmicas da região.

  • Windmill Viewpoint: Fica entre as praias de Ya Nui e Nai Harn, no sul da ilha, e recebe esse nome por causa dos geradores de energia eólica implantados ali. Tem uma vista incrível das praias ao redor e costuma estar vazio. Há um lugar para sentar e tomar uns bons drinks por ali.
  • Mirante de Karon Beach: Proporciona uma bela vista da região de Karon Beach. Recomenda-se chegar até lá de táxi ou tuk-tuk, já que é uma boa caminhada a partir da praia e o transporte público não atende a região.
  • Krating Cape: Fica no sul da ilha e está acessível por uma trilha de cerca de 40 minutos por entre rochas, falésias e colinas íngremes. A vista lá de cima, no entanto, compensa o esforço.

Há um tour que leva os Krating Cape para ver o pôr do sol.

Old Phuket

Phuket Old Town

Essa é uma charmosa região de Phuket Town, repleta de casinhas coloridas que hoje em dia funcionam como cafés aconchegantes, restaurantes e lojinhas. O lugar remonta à época da exploração de estanho, que levou riqueza à região.

Há algumas ruas fechadas para o trânsito de veículos e um belo museu que funciona em um casarão de arquitetura portuguesa (eles passaram por ali também), o Thai Hua Museum, dedicado à história da ilha.

Não deixe de conferir também o charmoso China Inn Café, o Templo Jui Tui e a Thalang Road, uma das ruas mais antigas de Phuket que hoje guarda boutiques e restaurantes requintados.

Há um city tour que leva para os melhores pontos de Old Phuket, além do Grande Buda e o Templo Chalong.

Grande Buda e o Templo Chalong

Situado sobre as colinas, o Templo de Chalong é o mais importante de Phuket. É ricamente decorado com imagens de Buda e, diz a lenda, guarda pedaços de seus ossos.

Buda Gigante de Phuket

Próximo a ele fica a enorme estátua de Buda sentado que domina a paisagem ao redor.

Bate-volta às ilhas próximas

Há inúmeras pequenas ilhas que formam o arquipélago de Phuket e muitas delas são acessíveis por meio de passeios de agências oferecidos em Patong Beach. Além das famosas Phi Phi Islands, você também poderá visitar a James Bond Island (Khao Phing Kan), as Ilhas Kay e Racha Yai, só para citar algumas.

O que fazer em Phuket: passeios às ilhas

É fácil encontrar essas ofertas nas ruas de Phuket, mas você pode pesquisar as que mais te interessam e reservar com antecedência por aqui.

 

Como ir de Phuket a Koh Phi Phi

Um dos passeios mais tradicionais de Phuket é fazer a viagem de barco até as ilhas Phi Phi, donas de alguns dos maiores cartões-postais da Tailândia. O paraíso sonhado por tantos está a apenas 45 quilômetros de Phuket, em uma viagem de barco que dura cerca de duas horas, mas o tempo pode variar com a maré.

Ko Phi Phi - Tailândia

Há duas opções para quem quer conhecer as ilhas Phi Phi a partir de Phuket:

  • Fazer uma excursão bate-volta até Maya Bay, em Phi Phi Leh, com direito a parar na James Bond Island e em outros lugares icônicos no trajeto. Lembrando que a Maya Bay está fechada para turistas até 2021.
  • Ou ir para Phi Phi Don, única ilha habitada do arquipélago, para uma estadia mais longa. De lá também é possível fazer passeios para Phi Phi Leh e outras ilhas.

A primeira opção é uma das mais populares entre os viajantes, em especial entre quem tem poucos dias para gastar por ali. Diversas agências de viagem vendem o passeio nas ruas de Phuket. Em geral, eles te buscam de ônibus na porta do seu hotel até o pier onde você vai pegar a ferry.

As excursões seguem o mesmo roteiro, mas algumas incluem refeições e comodidades. E há até mesmo as que se propõem chegar às ilhas antes das multidões.

 

Para ir para Phi Phi Don, é preciso pegar a balsa no Pier Rassada, em Phuket Town. Dá para comprar os tickets direto no pier ou com agências turísticas na cidade – custa a partir de 550 baht. Quem não se importar de pagar um pouco mais caro (900 baht) pode chegar também de speedboat e economizar meia hora no tempo da viagem.

Há barcos partindo do Pier Rassada para Phi Phi Don às 08:30, 10:30, 12:20, 13:30 e 17:00.

O que fazer em Phuket com chuva

As ilhas da Tailândia têm um alto índice de pluviosidade, que é ainda mais intenso durante as monções. Pode ser que você se encontre em Phuket nessa época ou que simplesmente dê azar e o clima não esteja para praia na sua viagem.

Na minha estadia em Phuket, por exemplo, aconteceu de chover a maior parte do tempo, a ponto de se formar um rio na rua do hotel. Mas, nem só de praia é feita a ilha. Veja algumas opções do que fazer em Phuket com chuva:

Massagem tailandesa

Os dias de chuva são perfeitos para você experimentar a massagem tailandesa em Phuket. Claro que dá para fazer em outros momentos também, e por ser tão barato, é provável que você queira repetir a experiência inúmeras vezes.

Há diversas casas e pessoas oferecendo massagem nas ruas de Phuket. Em geral, o melhor é procurar um spa, mas há opções mais baratas também. O Spa Orientala, em Patong Beach, oferece diversos tratamentos estéticos e de relaxamento além da massagem tailandesa.

Reserve com antecedência aqui

Tour gastronômico pelos mercados de rua

Como qualquer boa cidade tailandesa, Phuket tem vários mercados. Esses locais são muitos importantes na vida da comunidade porque é lá que as pessoas costumam fazer várias de suas refeições. Fazendo um tour gastronômico você poderá conhecer um pouco da comida local provando diversos pratos.

Reserve com antecedência aqui

Aula de culinária tailandesa

Que tal aprender algumas receitinhas para fazer em casa? Uma aula de culinária tailandesa, com pratos preparados com produtos dos mercados locais, pode ser uma alternativa divertida para os dias de chuva. A atividade dura meio dia e ocorre pela manhã ou à noite, com transporte incluído. Já imaginou impressionar os amigos com um almoço tailandês na volta para casa?

Reserve com antecedência aqui

Onde ficar em Phuket

Como já foi dito, a maior parte da rede hoteleira de Phuket fica em Patong Beach e proximidades. Quem busca mais tranquilidade pode optar por escolher hotéis em Kata e Karon Beach, ou mesmo em ilhas ainda mais afastadas e desertas, como as do norte.

Leia também: Onde ficar em Phuket e guia de hospedagem

Alguns hotéis recomendados em Phuket são:


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.