Comida mineira em Belo Horizonte: 7 restaurantes imperdíveis

Comer comida mineira em BH é fácil e muitas vezes nem envolve levantar do sofá. Mas como eu sei que almoçar na casa dos avós, tios, mãe e pai não é opção para turista, selecionei alguns dos melhores restaurantes para comer comer comida mineira em Belo Horizonte.

Tem de tudo um pouco e este texto certamente não é um limitador – tem dois restaurantes a quilo aqui perto de casa que juntam comida ótima e zero fama, justamente porque estabelecimentos do tipo se espalham pela cidade. Ou seja, não se limite aos lugares que citei aqui e esteja disposto a descobrir outros, mesmo que na esquina do hotel.

Veja também:
Comida mineira: 7 pratos típicos do estado
O que fazer em BH: principais atrações
Onde ficar em BH: melhores bairros

Restaurantes para comer comida mineira em BH

  • Casa Cheia
  • Jorge Americano
  • Maria das Tranças
  • Xapuri
  • Chopp da Fábrica
  • Pão de Queijaria

Casa Cheia

Meu restaurante de comida mineira em BH favorito é o Casa Cheia, que tem duas unidades em Belo Horizonte: na Savassi e no Mercado Central. Nos finais de semana, a do mercado fica lotadíssima – e como o lugar é apertado e não tem banheiro próprio (só os públicos, um andar abaixo e para todas as lojas) – muita gente diria que o melhor é correr para a unidade da Savassi. Não eu, que sou fã do melhor cubículo gastronômico de BH.

Meu prato favorito do Casa Cheia é, na realidade, um petisco: almôndegas recheadas com queijo ao creme de abóbora com manjericão, iguaria vencedora do Comida di Buteco, em 2008. Mas não faltam outros pratos vitoriosos do festival por ali, como o Toquinho Atolado (Jarret suíno com ervas, marinado ao vinho e servido com creme de batata e milho verde); o Mexidoido Chapado (Iscas de alcatra, lombo, linguiça, caseira, arroz, legumes preparados no azeite, ovo frito de codorna e ervas aromáticas); e o Porconóbis de Sabugosa (costela suína, linguiça calabresa, milho verde cozido e ora-pro-nóbis com especiarias).

O Casa Cheia do Mercado Central funciona de segunda a sábado, das 10:30h às 18:00, e aos domingos, das 10:30h às 13h. Já a unidade da Savassi fica na Rua Cláudio Manoel, 784, e tem horário de funcionamento mais amplo: de segunda a sábado, de 11h às 23:30, e aos domingos, das 11h às 17h. Detalhes no site oficial.

Leia também: Mercado central de BH: o ponto de encontro mineiro

Restaurante do Jorge Americano

Não é porque o dono é torcedor do meu time, o América Mineiro. E nem porque o restaurante, que ocupa duas lojas do Mercado Central, está repleto de posters da equipe. Recomendo o Restaurante do Jorge Americano porque em poucos lugares você vai encontrar comida mineira em BH por custo/benefício tão bom.

Não espere um ambiente charmoso. Ali, o esquema é PF, o espaço é pouco e as mesas são estilo bandejão: todo mundo almoça junto. Os pratos vão do frango com quiabo, passando por carne de panela, jiló, couve e purê de batata, e, claro, pela tradicional feijoada, tudo por até R$ 20. Se combinar com seu pedido, peça um ovo frito para acompanhar e pronto. Está servido o almoço.

comida mineira pratos típicos

Entre no Mercado Central pela Rua Santa Catarina. O Restaurante do Jorge Americano estará no primeiro corredor à direita. O horário de funcionamento é o mesmo do mercado: de segunda a sábado funciona até às 18h; enquanto nos domingos o local fecha às 13. O restaurante não aceita cartão.

Maria das Tranças

Outro restaurante tradicionalíssimo, um dos favoritos de Juscelino Kubitschek e famoso pelo frango ao molho pardo. Quem não se animar a provar uma das receitas mais típicas (e polêmicas) de Minas pode encarar o Frango com Quiabo, que também é ótimo, ou o frango à moda caipira com fubá de moinho d’água.

E há receitas mais, digamos, neutras, como o filé ao molho gorgonzola ou a Parmegiana das Tranças, que também são boas opções. Mas, francamente, se você chegou até aqui é melhor fazer o almoço mais à mineira possível, certo?

O Maria das Tranças existe desde a década de 50 e nasceu como um empreendimento familiar. São dois endereços. O mais tradicional é o do bairro São Francisco e fica na Rua Estoril, 938. Funciona de segunda a sábado, de 11h às 22h, e nos domingos, das 11h às 18h. Já o endereço mais turístico fica na Savassi, na rua Rua Professor Moraes, 158, e funciona para almoço e jantar todos os dias, exceto segundas-feiras, quando o estabelecimento fecha às 17h.

comida mineira

Foto: Divulgação/Maria das Tranças

Xapuri

Já vi gente chamando o Xapuri de Templo da Gastronomia Mineira. Concordei. Essa restaurante, que fica na Pampulha, região com um conjunto moderno declarado Patrimônio Mundial pela Unesco, também nasceu no esquema familiar: no começo era apenas a casa da Dona Nelsa Trombino, que recebia amigos e parentes nos finais de semana.

O ambiente é rústico, no melhor estilo restaurante-fazenda. Ou melhor: restaurante com cara de roça, com fogão a lenha, grande área verde, música boa e bebidas idem. Pratos tradicionais, como o frango com quiabo ou ao molho pardo, estão no cardápio, que conta também com costelinha, lombo assado na panela e a moranga recheada com carne seca.

Fica na Rua Mandacarú, 260, próximo ao Zoológico, na Pampulha, e abre de terça a sábado, de 12h às 23h; e Domingo e feriados, de 12h às 18h.

Xapuri, restaurante

Chopp da Fábrica

Poucas coisas representam a capital mineira tão bem como um boteco. E não faltam bares na cidade – são mais de 12 mil, número que faz a fama da noite belo-horizontina. Achar comida mineira em bar é fácil, mas resolvi citar o Chopp da Fábrica por motivos de ser um bar que ficava perto da minha antiga casa e que tem mexidos incríveis.

É a lógica de juntar tudo que sobrou do almoço no jantar, mas num novo nível: arroz, couve, ovo, linguiça, torresmo, carne de boi, alho, cebola e um pouco de feijão, tudo junto e misturado. O Chopp da Fábrica funciona todos os dias, das 11h30 até o último cliente. Fica na Avenida do Contorno, 2736, no bairro Santa Efigênia.

pratos da comida mineira

Foto: Divulgação/ Chopp da Fábrica

Pão de Queijaria

Já teve restaurante, já teve bar, então agora dou a dica de uma lanchonete. A Pão de Queijaria vende o que é, para muitos, o melhor pão de queijo de BH. A loja fica na Savassi e é pequenina, mas vive lotada. A massa do pão de queijo varia conforme o dia da semana: às segundas ele é feito com canastra e gruyère, terça é dia do parmesão, quarta do salitre e por aí vai.

O próximo passo é escolher o recheio, mais ou menos como você escolheria um hambúrguer. Tem pão de queijo recheado com frango grelhado ao pesto mineiro, com pernil, bacon couve e queijo minas, com linguiça artesanal, geleia de pimenta, rúcula e requeijão, tudo podendo ser acompanhado com polenta frita. Há também opções para os vegetarianos.

Os pães de queijo recheados custam cerca de R$ 20. A Pão de Queijaria fica na Rua Antônio de Albuquerque, 856. Funciona de segunda a sábado, das 11h30 às 23h30.

onde comer comida mineira em Belo Horizonte

Foto: Divulgação/ Pão de Queijaria 

Bônus: onde comer comida mineira em BH versão Mineirão ou Independência

Em BH, ir ao estádio envolve comer tropeiro. Se você gosta de futebol e tem jogo durante sua passagem pela cidade, não tenha dúvidas: corra para o campo. No Mineirão você pode pedir tropeiro nos bares do estádio e comer na arquibancada mesmo, além de poder fazer isso do lado de fora, na esplanada ou nos bares da Avenida Abrahão Caram. Já no Independência o tropeiro é do lado de fora do estádio, num dos muitos bares da rua Pitangui. Qualquer jogo fica bom assim, né?


Compartilhe!







Quer nosso kit de Planejamento de Viagens?
Contém um Ebook, tabelas de orçamento,
roteiro e check-list (DE GRAÇA!)




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

10 comentários sobre o texto “Comida mineira em Belo Horizonte: 7 restaurantes imperdíveis

  1. Que saudaaaade da comida de Minas!!!
    Desses aí conheci a Pão de Queijaria, Maria das Tranças e o Chopp da Fábrica!!
    Todos deliciosos…
    O prato de mexidão do Chopp da Fábrica, além de barato é enorme!! 🙂

    Um que não está na lista e que eu gostei bastante foi o Chalé Mineiro, na Savassi.

    Abraço!

  2. Eu vi uma foto de um mini hamburguer de pão de queijo, é isso mesmo?

    Sabia que não devia ter lido o post, agora onde vou achar pão de queijo recheado em Portugal?!?

    Arranjei um problema pra vida. kkkkk

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.