Onde comer comida mineira em Belo Horizonte

Comer bem em BH é fácil e muitas vezes nem envolve levantar do sofá. Mas como eu sei que almoçar na casa dos avós, tios, mãe e pai não é opção para turista, selecionei alguns dos melhores estabelecimentos para te ajudar a escolher onde comer comida mineira em Belo Horizonte.

Tem de tudo um pouco e este texto certamente não é um limitador – tem dois restaurantes a quilo aqui perto de casa que juntam comida ótima e zero fama, justamente porque estabelecimentos do tipo se espalham pela cidade. Ou seja, não se limite aos lugares que citei aqui e esteja disposto a descobrir outros, mesmo que na esquina do hotel.

Veja também: Comida mineira: 7 pratos típicos do estado

Pampulha: visita ao patrimônio da humanidade, em Belo Horizonte

Histórias e tradição nos bares de Belo Horizonte

Casa Cheia

Meu restaurante de comida mineira favorito é o Casa Cheia, que tem duas unidades em Belo Horizonte: na Savassi e no Mercado Central. Nos finais de semana, a do mercado fica lotadíssima – e como o lugar é apertado e não tem banheiro próprio (só os públicos, um andar abaixo e para todas as lojas) – muita gente diria que o melhor é correr para a unidade da Savassi. Não eu, que sou fã do melhor cubículo gastronômico de BH.

Meu prato favorito do Casa Cheia é, na realidade, um petisco: almôndegas recheadas com queijo ao creme de abóbora com manjericão, iguaria vencedora do Comida di Buteco, em 2008. Mas não faltam outros pratos vitoriosos do festival por ali, como o Toquinho Atolado (Jarret suíno com ervas, marinado ao vinho e servido com creme de batata e milho verde); o Mexidoido Chapado (Iscas de alcatra, lombo, linguiça, caseira, arroz, legumes preparados no azeite, ovo frito de codorna e ervas aromáticas); e o Porconóbis de Sabugosa (costela suína, linguiça calabresa, milho verde cozido e ora-pro-nóbis com especiarias).

Almôndegas Exóticas - Casa Cheia

O Casa Cheia do Mercado Central funciona de segunda a sábado, das 10:30h às 18:00, e aos domingos, das 10:30h às 13h. Já a unidade da Savassi fica na Rua Cláudio Manoel, 784, e tem horário de funcionamento mais amplo: de segunda a sábado, de 11h às 23:30, e aos domingos, das 11h às 17h. Detalhes no site oficial.

Restaurante do Jorge Americano

Não é porque o dono é torcedor do meu time, o América Mineiro. E nem porque o restaurante, que ocupa duas lojas do Mercado Central, está repleto de posters da equipe. Recomendo o Restaurante do Jorge Americano porque em poucos lugares você vai encontrar comida mineira por custo/benefício tão bom.

Não espere um ambiente charmoso. Ali, o esquema é PF, o espaço é pouco e as mesas são estilo bandejão: todo mundo almoça junto. Os pratos vão do frango com quiabo, passando por carne de panela, jiló, couve e purê de batata, e, claro, pela tradicional feijoada, tudo por até R$ 20. Se combinar com seu pedido, peça um ovo frito para acompanhar e pronto. Está servido o almoço.

comida mineira pratos típicos

Entre no Mercado Central pela Rua Santa Catarina. O Restaurante do Jorge Americano estará no primeiro corredor à direita. O horário de funcionamento é o mesmo do mercado: de segunda a sábado funciona até às 18h; enquanto nos domingos o local fecha às 13. O restaurante não aceita cartão.

Maria das Tranças

Outro restaurante tradicionalíssimo, um dos favoritos de Juscelino Kubitschek e famoso pelo frango ao molho pardo. Quem não se animar a provar uma das receitas mais típicas (e polêmicas) de Minas pode encarar o Frango com Quiabo, que também é ótimo, ou o frango à moda caipira com fubá de moinho d’água.

E há receitas mais, digamos, neutras, como o filé ao molho gorgonzola ou a Parmegiana das Tranças, que também são boas opções. Mas, francamente, se você chegou até aqui é melhor fazer o almoço mais à mineira possível, certo?

O Maria das Tranças existe desde a década de 50 e nasceu como um empreendimento familiar. São dois endereços. O mais tradicional é o do bairro São Francisco e fica na Rua Estoril, 938. Funciona de segunda a sábado, de 11h às 22h, e nos domingos, das 11h às 18h. Já o endereço mais turístico fica na Savassi, na rua Rua Professor Moraes, 158, e funciona para almoço e jantar todos os dias, exceto segundas-feiras, quando o estabelecimento fecha às 17h.

comida mineira

Foto: Divulgação/Maria das Tranças

Xapuri

Já vi gente chamando o Xapuri de Templo da Gastronomia Mineira. Concordei. Essa restaurante, que fica na Pampulha, região com um conjunto moderno declarado Patrimônio Mundial pela Unesco, também nasceu no esquema familiar: no começo era apenas a casa da Dona Nelsa Trombino, que recebia amigos e parentes nos finais de semana.

O ambiente é rústico, no melhor estilo restaurante-fazenda. Ou melhor: restaurante com cara de roça, com fogão a lenha, grande área verde, música boa e bebidas idem. Pratos tradicionais, como o frango com quiabo ou ao molho pardo, estão no cardápio, que conta também com costelinha, lombo assado na panela e a moranga recheada com carne seca.

Fica na Rua Mandacarú, 260, próximo ao Zoológico, na Pampulha, e abre de terça a sábado, de 12h às 23h; e Domingo e feriados, de 12h às 18h.

Xapuri, restaurante

Chopp da Fábrica

Poucas coisas representam a capital mineira tão bem como um boteco. E não faltam bares na cidade – são mais de 12 mil, número que faz a fama da noite belo-horizontina. Achar comida mineira em bar é fácil, mas resolvi citar o Chopp da Fábrica por motivos de ser um bar que ficava perto da minha antiga casa e que tem mexidos incríveis.

É a lógica de juntar tudo que sobrou do almoço no jantar, mas num novo nível: arroz, couve, ovo, linguiça, torresmo, carne de boi, alho, cebola e um pouco de feijão, tudo junto e misturado. O Chopp da Fábrica funciona todos os dias, das 11h30 até o último cliente. Fica na Avenida do Contorno, 2736, no bairro Santa Efigênia.

pratos da comida mineira

Foto: Divulgação/ Chopp da Fábrica

Pão de Queijaria

Já teve restaurante, já teve bar, então agora dou a dica de uma lanchonete. A Pão de Queijaria vende o que é, para muitos, o melhor pão de queijo de BH. A loja fica na Savassi e é pequenina, mas vive lotada. A massa do pão de queijo varia conforme o dia da semana: às segundas ele é feito com canastra e gruyère, terça é dia do parmesão, quarta do salitre e por aí vai.

O próximo passo é escolher o recheio, mais ou menos como você escolheria um hambúrguer. Tem pão de queijo recheado com frango grelhado ao pesto mineiro, com pernil, bacon couve e queijo minas, com linguiça artesanal, geleia de pimenta, rúcula e requeijão, tudo podendo ser acompanhado com polenta frita. Há também opções para os vegetarianos.

Os pães de queijo recheados custam cerca de R$ 20. A Pão de Queijaria fica na Rua Antônio de Albuquerque, 856. Funciona de segunda a sábado, das 11h30 às 23h30.

onde comer comida mineira em Belo Horizonte

Foto: Divulgação/ Pão de Queijaria 

Bônus: Mineirão ou Independência

Em BH, ir ao estádio envolve comer tropeiro. Se você gosta de futebol e tem jogo durante sua passagem pela cidade, não tenha dúvidas: corra para o campo. No Mineirão você pode pedir tropeiro nos bares do estádio e comer na arquibancada mesmo, além de poder fazer isso do lado de fora, na esplanada ou nos bares da Avenida Abrahão Caram. Já no Independência o tropeiro é do lado de fora do estádio, num dos muitos bares da rua Pitangui. Qualquer jogo fica bom assim, né?

pratos típicos de minas


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

10 comentários sobre o texto “Onde comer comida mineira em Belo Horizonte

  1. Que saudaaaade da comida de Minas!!!
    Desses aí conheci a Pão de Queijaria, Maria das Tranças e o Chopp da Fábrica!!
    Todos deliciosos…
    O prato de mexidão do Chopp da Fábrica, além de barato é enorme!! 🙂

    Um que não está na lista e que eu gostei bastante foi o Chalé Mineiro, na Savassi.

    Abraço!

  2. Eu vi uma foto de um mini hamburguer de pão de queijo, é isso mesmo?

    Sabia que não devia ter lido o post, agora onde vou achar pão de queijo recheado em Portugal?!?

    Arranjei um problema pra vida. kkkkk

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.