Tags:
Atlas: Ilha do Marajó, Brasil, Pará

Onde ficar na Ilha do Marajó, Pará: Soure ou Salvaterra?

A princípio escolher onde ficar na Ilha do Marajó pode parecer uma tarefa complicada, afinal a ilha é quase do tamanho do estado do Rio de Janeiro e maior que Sergipe e Alagoas. Mas basta pesquisar para descobrir que o eixo turístico do Marajó está em duas cidades: Soure, considerada a capital da ilha, e Salvaterra, onde param as balsas lentas, transporte tradicional entre Belém e a maior ilha fluviomarinha do mundo.

E entre as duas cidades há um rio, o Paracauari. A travessia entre Soure e Salvaterra toma pouco mais de 10 minutos e há barcos de hora em hora. Portanto, não importa de que lado do rio você ficar, o deslocamento será fácil. Mas eu acho que há uma opção melhor: Soure.

Neste texto, falarei de cinco hotéis e pousadas nessas duas cidades da Ilha do Marajó:

Onde ficar na Ilha do Marajó

Mangue na Fazenda São Jerônimo, em Soure

Por que eu fiquei em Soure

A maior parte dos hotéis e das atrações do Marajó está em Soure. É lá que ficam as Fazendas São Jerônimo, Bom Jesus e Araruna, três dos passeios mais procurados da ilha. Soure também conta com praias lindas, como a da Barra Velha e a do Pesqueiro. Também é fácil achar restaurantes e alguns bares por lá.

Veja também: Como chegar à Ilha do Marajó

No entanto, ficar em Soure não significa ter tudo por perto, a uma curta caminhada de distância. É preciso contratar um táxi (ou um mototáxi) para chegar a lugares mais afastados, como as praias e a fazenda São Jerônimo.

Eu fiquei na Pousada Aruanã, que fica bem no centro da cidade, em frente à Prefeitura e ao redor de alguns restaurantes, como o Patú-Anu – almocei ali duas vezes e recomendo o filé marajoara, coberto com queijo de búfala. A Pousada Aruanã tem piscina, área de churrasqueira, recepção 24 horas, café da manhã e internet wi-fi. Paguei R$100 pela diária no quarto individual. O quarto duplo sai por R$150.

Onde ficar na Ilha do Marajó

Outra opção que também é bem avaliada por quem se hospedou lá é a Pousada O Canto do Francês. Não é uma pousada tão central, mas nada que um pouco de caminhada ou corridas curtas de táxi não resolvam. Quartos duplos custam entre R$130 e R$160. Perto da pousada fica o restaurante Solar do Bola, considerado o melhor da cidade. Por fim, outra alternativa é a Pousada Marajoara.

Clique e veja mais opções de hospedagem em Soure

Ilha do Marajó, Pará

Praia em Soure 

Onde ficar na Ilha do Marajó: Salvaterra

Eu acho que Soure é uma opção melhor, mas ficar em Salvaterra também é uma boa. Lá ficam as praias do Joanes e Grande, além de ruínas jesuíticas. Também é em Salvaterra que fica o Porto do Camará, onde param as balsas e os barcos lentos que ligam Belém ao Marajó (desde 2015, barcos mais rápidos também fazem o trajeto e param diretamente em Soure).

Por outro lado, há menos restaurantes e a maior parte das atrações fica em Soure, o que forçará algumas travessias do rio Paracauari.

Se optar por ficar lá, a Pousada Bosque dos Aruãs fica a 800 metros da Praia Grande e tem boa avaliação. São chalés de madeira com vista para a Baía do Marajó. Outra alternativa em Salvaterra é a Pousada dos Corações.

Clique e veja mais opções de hospedagem em Salvaterra

O 360meridianos tem uma parceria com o Booking, maior site de reservas de hotéis do mundo. Ao reservar sua pousada por links listados neste post, o blog ganha uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar o blog a se manter como um veículo independente. E sem gastar nada. 


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer nosso kit de Planejamento de Viagens?
Contém um Ebook, tabelas de orçamento,
roteiro e check-list (DE GRAÇA!)




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Um comentário sobre o texto “Onde ficar na Ilha do Marajó, Pará: Soure ou Salvaterra?

  1. Oi, Rafael

    Eu já tinha visto que a opção mais recomendada era se hospedar em Soure, mas depois de ler esse teu post, apenas confirmei. Valeu as dicas!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.