Parque da Serra do Curral: passeio de natureza em Belo Horizonte

Se Belo Horizonte foi batizada assim, isso é porque ela nasceu aos pés do Parque da Serra do Curral. O conjunto de serras emoldura o panorama da cidade e é uma verdadeira referência para os belo-horizontinos. Veja agora como visitar e o que fazer no Parque da Serra do Curral.

O Parque da Serra do Curral e o início de Belo Horizonte

Toda a área entre a Serra dos Congonhas e a Lagoinha. Esses eram os limites do arraial comandado pelo bandeirante João Leite da Silva Ortiz, que veio para essa região do Brasil no começo do século 18. Muito tempo depois, quando o país já era independente e tinha acabado de trocar o Império pela República, a área entre a Serra dos Congonhas e a Lagoinha deixou de ser um arraial e virou uma cidade: ali foi planejada e erguida Belo Horizonte, que nasceu para substituir Ouro Preto como capital de Minas.

A Serra dos Congonhas continua no mesmo lugar, agora como o limite máximo de BH, embora hoje atenda pelo nome de Serra do Curral, muito prazer. Com altitude média variando entre 1100 e 1390 metros, a serra parece engolir a metrópole a partir de qualquer ponto que você a observe, principalmente da região central.

A onipresença das montanhas teve consequências – a serra foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1960. E em 1995, um plebiscito definiu a Serra do Curral como símbolo da cidade, ficando na frente da Lagoa da Pampulha e da Igrejinha de São Francisco. Eu não votei, mas não poderia concordar mais com a escolha. E aprendi, aos poucos, a amar a Serra que todas as manhãs me dá bom dia assim que coloco a cara para fora da janela. 

Veja também:
O que fazer em Belo Horizonte
Onde ficar em Belo Horizonte
12 lugares para conhecer em BH

Belo Horizonte

Centro de BH e, no fundo, a Serra do Curral

Como muitos belo-horizontinos, eu cansei de ir à Praça do Papa, ao Parque das Mangabeiras e ao Mirante do Mangabeiras, algumas das atrações da região – lugares onde é possível observar BH de outro ângulo. Mas até hoje, sei lá por que, eu não conhecia o Parque da Serra do Curral, um passeio gratuito (e fantástico) para quem mora ou visita Belo Horizonte.

Criado em 2002 e inaugurado quase uma década depois, o Parque da Serra do Curral tem 400 mil metros quadrados. Além de um bom lugar para fazer um piquenique, principalmente na praça logo depois da portaria 1, o parque conta com trilhas de diferentes níveis de dificuldade, muita vida animal (125 espécies de aves foram identificadas ali) e 10 mirantes que permitem vistas como essa de BH, ó:

Vista de Belo Horizonte

Vista de BH a partir do Parque da Serra do Curral

Mas vamos passo a passo: chegar na portaria do parque é fácil. Basta pegar o ônibus 4103, que passa no centro, na Avenida Afonso Pena. Desça no primeiro ponto depois de passar a Praça do Papa. À sua esquerda, na direção que o ônibus continuará seguindo, está o Parque das Mangabeiras. À direita está o Parque da Serra do Curral, identificado em algumas placas como Parque do Paredão.

Passamos pela portaria, reabastecemos nossas garrafas e começamos a subir a trilha, e Essa primeira etapa tem 1700 metros, em terreno regular e morro acima, mas é bem tranquila. Demoramos 40 minutos para chegar ao topo, contando as paradas para fotos. E, olha, tem muita coisa para fotografar pelo caminho, viu. Aos poucos a cidade vai aparecendo por trás da vegetação.

parque serra do curral, bh

Serra do Curral, BH

No meio do caminho, à esquerda, fica uma trilha para um posto de vigilância e para o Mirante 1. Preferimos subir direto para os Mirantes 2 e 3, que ficam na Praça do Encontro. Além da fiscalização da guarda municipal num quiosque, passarelas de metal levam aos mirantes.

O primeiro lugar que identifiquei foi a Praça do Papa, logo abaixo. Também foi fácil achar o Independência, o Mineirão, a Avenida Afonso Pena, o Parque Municipal e a Lagoa da Pampulha.

vista de BH

Se de um lado a Serra abraça Belo Horizonte, do outro está Nova Lima e o Pico do Itabirito. E Contagem e Sabará também podem ser vistas lá de cima.

parque da serra do curral, bh

As trilhas pelo Parque da Serra do Curral continuam, mas o restante do trecho – que termina no Parque das Mangabeiras – está fechada para reforma. A expectativa é que o resto da trilha seja reaberto em outubro. Mesmo assim, para seguir adiante é preciso ir acompanhado com guias credenciados pelo parque.

Trilha Serra do Curral, Bh

O nível 2 da trilha tem mais quatro mirantes, 984 metros e dificuldade moderada. Já as duas etapas seguintes, em direção ao Parque das Mangabeiras, são complicadas, com terreno irregular, pedras soltas pelo caminho e cerca de 1,2 km. Mirantes permitem ver BH e Nova Lima durante todo o percurso, que dura em torno de 3h30, caso você faça o roteiro completo. Assim que a trilha for totalmente reaberta, voltarei ao parque para fazê-la e atualizar este post.

Parque Serra do Curral, BH

Serviço: Parque Serra do Curral

O endereço é Avenida José do Patrocínio, 1701. A entrada é gratuita. O parque abre de terça a domingo, das 8h às 17h, com a última entrada às 16h. São admitidos no máximo 700 visitantes por dia. Não há bares e nem restaurantes por lá, por isso leve algo para comer. Há bebedouros e banheiros, tanto na portaria como no topo do mirante 3. Para informações ou para agendar as trilhas guiadas, que também são gratuitas, ligue para 31 3277 8120 ou 31 3277 8100. Mais informações no site da Prefeitura de BH.

Dicas de onde ficar em Belo Horizonte

Se você vem a turismo, alguns dos bairros mais recomendados para hospedagem são:

  • Savassi
  • Lourdes
  • Centro
  • Pampulha
  • Floresta e Santa Tereza

Tirando a Pampulha, todos os outros são bairros relativamente centrais. Todos contam com boa infraestrutura gastronômica e hoteleira e você terá fácil acesso a diversas atrações turísticas.

Recomendamos o Hotel Holiday Inn, de onde saem vans diárias para o Inhotim.  Vivenzo Savassi e Ibis BH Savassi, são outras opções. O Hostel Savassi é a opção econômica/mochileira mais próxima.

Na Pampulha, o Bristol Pampulha Liel e vira e mexe recebe times de futebol.


Compartilhe!







Quer nosso kit de Planejamento de Viagens?
Contém um Ebook, tabelas de orçamento,
roteiro e check-list (DE GRAÇA!)




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários sobre o texto “Parque da Serra do Curral: passeio de natureza em Belo Horizonte

  1. Obrigada pela dica, Rafael. Amanha irei pela primeira vez visitar o Parque, mesmo sabendo que a visita está liberada até o mirante 3. Estou ansiosa rsrs… uma beleza dessa tão perto da gente e não conhecemos.

  2. Eu li tua postagem e pronto, “bateu a curiosidade”! Acontece com frequência.
    Então.
    A Praça do Papa e o Parque das Mangabeiras podem ser visitados no mesmo dia,ok.
    Tem também o Mirante JB e o Mirante das Mangabeiras.É valido incluir os dois no roteiro?

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.