Bares e casas noturnas alternativas em São Petersburgo

Quando fiz intercâmbio na Finlândia, morei em Lappeenranta, uma cidade localizada a 30 km da fronteira com a Rússia. Curiosa que sou, três semanas depois de chegar à Europa, fui a São Petersburgo. A ideia inicial era conhecer a parte mais central da cidade a pé e ir nos museus e igrejas mais requisitados, como o Hermitage, o que funcionou bem nos primeiros dois dias. Até que, na segunda noite, fiz algumas amizades no hostel e comecei a sair para bares e afins. Gostei tanto da viagem que acabei voltando seis vezes!

A vida noturna alternativa de São Petesburgo reflete o que habitualmente se encontra em cidades grandes ocidentais: inferninhos, cafés hypsters com djs, drinks modernos e festivais de música, mas tudo em uma peculiar versão russa. Um exemplo disso é a cena musical – apesar da dificuldade em entender as letras, pois a maioria das bandas canta em russo, muitas delas têm o som interessante o suficiente para prender a atenção.

Pedi a amigos da cidade que me passassem dicas sobre bandas de lá e acabei adorando algumas. Dentre elas, a banda de cabaret chamada Serebrianaja Svad’ba (Серебряная Cвадьба), a banda de indie rock More & Relsy (Морэ & Рэльсы) – em cujo show fui e os caras mandam bem ao vivo – e a banda de indie pop Cheese People, que por sinal canta em inglês.

Серебряная Cвадьба (Silver Weddings\Serebrianaja Svad’ba)

Морэ & Рэльсы (MORE & RELSY)

Cheese People

Mesmo tendo uma significativa produção musical alternativa, os bares, cafés e inferninhos que eu frequentava tocavam mais músicas de origem ocidental: até Bonde do Rolê ouvi em um desses lugares. Perto da principal rua da cidade (Nevsky Prospekt), existem algumas ruas com certa concentração de bares alternativos com bebida e comida barata, dentre elas a Lomonosova (Ломоносова) e a Dumskaya (Думская), principalmente nos quarteirões onde as ruas se encontram.

Nevsky Prospekt são petersburgo

A movimentada rua Nevsky Prospekt à noite

Nessa região, vale destacar o Poison (Lomonosova 2, aberto todos os dias) que é um bar karaokê (trash) e provavelmente o lugar que mais fui durante meu intercâmbio. Seus drinks e shots são bem baratos – 70 rublos (R$ 4,50) a dose de vodka, por exemplo. Lá, muitas das músicas são de alguma banda de rock (em inglês) e a galera que frequenta geralmente sabe cantar bem.

Bem perto do Poison há um bar meio balada chamado BarBara, onde geralmente toca dubstep, e também qualquer outra coisa (desde Red Hot Chili Peppers até Bonde do Rolê). É bem barato para entrar: 100 rublos (R$ 6,50) convertidos em consumação. Perto dessas duas ruas, há uma chamada Kazanskaya (Казанская) com bares de estilo parecido, tais como o Doska (Kazanskaya 7), o  Warszawa (Kazanskaya 11) e o  BorodaBar (Kazanskaya 11).

Outra parte da cidade com bares e cafés (com um visual menos underground) é o rio Fontanka (Фонтанка), que na verdade é um canal – a região onde a cidade foi construída era um pântano, o que hoje se reflete nos inúmeros canais. Um dos cafés da região é o PirO.G.I. (Naberezhnaya Reki Fontanki, 40), mas o nome na porta está em cirílico: Пир О.Г.И. O cardápio deles está também em nosso alfabeto, os garçons falam inglês e há uma boa variedade de pratos típicos russos por um preço bem amigável (algo entre 130 e 250 rublos, o que fica entre 8 e 16 reais). Vale a pena experimentar a sopa borsch (com costela), o stroganoff com purê de batata e as tortas salgadas, que são servidos a qualquer hora do dia, pois o café é 24 horas. Estão também no cardápio drinks e shots (tem até caipirinha, só que de rum :\). Durante a noite, o local fica cheio e parece mais um bar com DJ’s.

canal são petesburgo

Canal Griboyedov

Bares legais na mesma rua são o Mishka (Naberezhnaya Reki Fontanki, 40) – que fica bem ao lado do café PirO.G.I. e é um bar-porão moderninho com drinks e DJ’s (que geralmente tocam indie rock) – e o Produkty (Naberezhnaya Reki Fontanki, 17), um pequeno bar cujos DJ’s tocam vinil e que também serve sopas e sanduíches. Ainda perto do rio há o Terminal (Rubinshteyna 13), pequeno bar com piano cujo principal produto é a cerveja.

são petersburgo russia

Museu Hermitage (Государственный Эрмитаж) iluminado a noite

Vale ainda dizer que os bares, de modo geral, não cobram entrada e quando cobram é convertido em consumo, ficam abertos até tarde (algo entre 2 e 6 da manhã) e é bem normal encontrar um grande número de pessoas dançando (mesmo se for simplesmente um bar). As pessoas podem fumar dentro de bares e restaurantes, mas isso está com os dias contados. A partir de 1 de junho deste ano, a prática será proibida.

Se você for a cidade, não deixe de experimentar o drink nacional Boyarsky (Боярский), que é basicamente um shot de vodka, licor de romã e pimenta de tabasco; de andar por sua parte mais central à noite (pois ruas como a Nevsky Prospekt, palácios e igrejas são belamente iluminados) e de tentar aprender o alfabeto deles (de preferência antes de chegar ao país).

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Gabriela Dilly

Analista internacional mais interessada em experienciar outras culturas que em analisá-las. Escreve também no blog Dupla Trip.

  • 360 nas redes
  • Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.