Snowland Gramado: parque de neve no sul do país

Todo dia neva em Gramado. Pelo menos dentro do Snowland, primeiro parque de neve indoor da América Latina, que foi inaugurado em 2013. Com capacidade para receber até 3500 pessoas ao mesmo tempo, o parque tem vilarejo alpino, pista de patinação, lojas temáticas, restaurantes e outras atrações. Eu estive no Snowland Gramado no final de julho, depois de quase um ano sem ver neve de perto. Deu para matar as saudades.

Se você, como muitos dos nascidos neste país tropical que está quase sempre pronto para o verão, nunca viu neve, o parque gaúcho é uma baita oportunidade. Famílias com crianças também tendem a se divertir. Os preços, por outro lado, não são exatamente baratinhos, mas podem até ser chamados de econômicos se você comparar com a experiência de esquiar numa montanha de verdade, algo que é sempre caro.

Gramado fica a 125 quilômetros de Porto Alegre. Por falar nisso, se você resolver alugar um carro em Poa – eu fiz isso – nesse texto aqui explicamos como garantir a diária de veículo com melhor custo/benefício.

E não faltam atrações por lá. O Natal Luz, por exemplo, é um dos maiores eventos turísticos do país e torna Gramado o destino mais desejado das férias de verão brasileiras. E olha que lá até neva.

Parque de neve em Gramado

Como é o Snowland Gramado

São três áreas diferentes, cada uma delas com uma atração principal. Assim que você vencer a fila – que pode ser grande, principalmente aos finais de semana e feriados, você entrará na recepção.

Ali você comprará seu ingresso, assinará um termo de responsabilidade (esquiar não é a mesma coisa que jogar vídeo game) e receberá uma pulseira que é usada para entrar no parque e usar serviços não inclusos no passaporte. O valor é creditado na sua pulseira e pode ser pago na hora que você sair do Snowland.

Passei por todo esse procedimento rapidamente, afinal fui num dia de semana. Em seguida entrei na primeira área do Snowland, o Vilarejo Alpino.

snowland, gramado

Como o nome indica, a ideia dessa área é simular uma vila nos Alpes. O centro de tudo é uma pista de patinação no gelo, a maior do Brasil.  Ao redor, diversas lojas, todas no estilo, digamos, inverno suíço.

Notei que a fila da pista de patinação era grande mesmo num dia semana, portanto é bom estar preparado e ter um pouco de paciência. A brincadeira está disponível para adultos e crianças a partir de seis anos. Nessa área não faz tanto frio – apenas um agasalho resolve o problema. A temperatura na Vila Alpina fica entre 15° e 22°C

Veja também: Onde ficar em Gramado

Gramado, Rio Grande do Sul

Minha atração favorita por ali foi o Simulador de Esqui 7D. A fila era pequena e a atração, que simula a descida numa montanha com toda a segurança de brinquedos nesse estilo, comuns em parques temáticos, é divertida. Você recebe óculos e uma orientação básica – se segure com as duas mãos no suporte, porque a estrutura onde você está vai se mexer. Muito. Por fim, o Snowkids é uma área do Vilarejo Alpino para as crianças, com fliperamas e jogos de todos os tipos.

Do Vilarejo Alpino eu subi para a área de alimentação do parque. A comida é a padrão desse tipo de estabelecimento – não compromete, mas também não é marcante.

restaurante snowland

O marcante por ali é a vista para a montanha. Sim, para a montanha de neve. Ao lado do restaurante fica o Avalanche Bar, que também tem vista para a montanha. A melhor vista, inclusive.  Ó:

Snowland Gramado

Bati os olhos na Montanha de Neve e quis ir até lá. Fui logo depois do almoço. Para isso, é preciso entrar em outra área do parque e pegar roupas especiais, afinal o frio na montanha é intenso, entre -3°C e -5°C. O uso dessas roupas, especiais para neve, está incluído no preço do ingresso.

A neve, produzida com uma tecnologia própria para isso, é real. Como o parque funciona em todos os dias do ano, o pessoal do marketing do Snowland não perdeu a oportunidade. Eles decretaram que aquela era a primeira e única montanha de neve eterna do Brasil.

Montanha de Neve, Snowland

Lá você pode só brincar na neve ou encarar algo menos sedentário, como esquiar. A Montanha de Neve tem 15 metros de altura, o equivalente a um prédio de cinco andares. Parece muito, mas é o ideal para quem nunca esquiou e quer aprender. Se esse for o seu caso, um conselho de quem se esborrachou na neve várias vezes, quando tentou esquiar pela primeira vez, na Nova Zelândia: vale a pena contratar um instrutor, serviço que está disponível no parque.

Snowboard e Tubing, uma espécie de esquibunda, são outras opções, assim como andar de  Bumper Car, um tipo carro de bate-bate, comum na infância de todos nós, mas na neve. Crianças com até 5 anos e 11 meses não podem esquiar ou fazer snowboard.

Esqui em Gramado

Ao fundo da Montanha fica um Castelo de Gelo, que completa o cenário invernal e funciona como cartão-postal para quase todos os viajantes que passam pelo parque. Ao redor de toda a Montanha circulam as motoneves, um veículo que só pode ser pilotado por maiores de idade, mas que admite a carona de crianças.  Por fim, na área da Montanha ficam ainda um quiosque que vende chocolate quente e a Caverna do Yeti, outro lugar para fotografias.

Snowland Gramado

Mesmo que você resolva não esquiar, tome cuidado quando passar por perto do pé da Montanha, afinal tem um monte de gente que não manda muito bem com os esquis nos pés descendo morro abaixo. Não chega a ser perigoso – basta estar atento ao trânsito de esquiadores.

Snowland: preço, endereço e informações úteis

Veja os preços no quadro abaixo, do próprio Snowland. Esses valores incluem a entrada na montanha, o aluguel da roupa de neve, a patinação no gelo, o simulador 7D, o Bumper Car, o Tubbing e as atrações mais simples, como a Caverna do Yeti e as outras partes do Vilarejo Alpino. Comidas, aluguel de equipamento de esqui (R$ 25) e aulas (R$ 65) não estão incluídas no ingresso. Para evitar filas, a melhor ideia é comprar pela internet.

O Snowland Gramado funciona de segunda a sexta, das 10h às 17h, e aos sábados e domingos, das 9h às 18h. A Montanha de Neve, o Motoneve e a Pista de Patinação fecham 30 minutos antes do horário do parque, enquanto os restaurantes encerram as atividades com uma hora de antecedência. O endereço é rodovia RS 235, Nº 9009. Essa é a estrada que liga Gramado e Nova Petrópolis.

*O blogueiro viajou para Gramado a convite da Ford, para o evento de lançamento do Focus Fastback.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Snowland Gramado: parque de neve no sul do país

  1. Muito, muito bom seus comentários! Perdi o medo de ir sozinha, pois vc explicou tudo muito bem. Minhas próximas férias! Amei! Obrigada! No mais…. Só queria que me indicasse opções de hospedagem para uma senhora sozinha, que não seja afastada da cidade. Obrigada!

  2. Muito bom! Vou pra Gramado para o Reveillon e o Snowland está no roteiro.

    Imagino que vou precisar de uma dose extra de paciência, já que deve estar lotado nesta época.
    =D

    Valeu pelas dicas, Rafael!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.