Tags:
Atlas: Budapeste, Hungria

Termas de Budapeste: a experiência em Széchenyi

Budapeste tem nas águas uma de suas principais atrações. E não, não são as águas do Danúbio, rio que corta a cidade, mas águas termais, saídas do fundo da terra, quentinhas, e que são usadas para a construção de termas e spas na cidade há muitos e muitos anos.

Eu estava na dúvida de qual dos banhos termais de Budapeste incluiria no meu roteiro. Mas como estava hospedada na casa de uma húngara, ela me sugeriu o seu lugar favorito: o Szechenyi Baths Budapest. O local é um dos maiores complexos de spas na Europa e um dos primeiros a serem construídos em Pest. Fica dentro da área do parque municipal. O prédio é de 1913 e as águas termais, ricas em cálcio, magnésio e sulfatos, vêm de uma mina que fica a 1246 metros de profundidade.

Széchenyi banhos termais budapeste

Széchenyi banhos publicos termais budapeste

São 13 piscinas internas menores, com temperaturas que vão de 18º a 40º. Além de cinco piscinas grandes externas, com temperaturas de 18 a 38 graus. Há também saunas e tratamentos específicos de spa, como massagens, que são pagos separadamente. Há um restaurante e bar lá dentro também.

Abertos no inverno e no verão, todos os dias, das 6h às 22h, a área dos banhos Szechenyi atrai turistas e locais que vem relaxar e se divertir nas águas quentinhas. Dependendo da hora, é capaz que você pegue fila na entrada, ou seja, pode valer a pena comprar com antecedência. Eu fui com a minha amiga no final do dia, por volta das 18h, e paguei o ingresso de meio período, que incluía o uso do locker por 4400 forints (cerca de 14€).

Eles também oferecem a entrada com o aluguel de uma cabine, o que dá um pouco de mais privacidade – a área dos lockers é dividida entre feminina e masculina, mas você precisa se trocar ali na frente de todo mundo. O ingresso para um dia inteiro, com o locker, sai por 4700 ft durante a semana.

banhos termas budapeste Széchenyi

É bom lembrar de trazer com você roupa de banho, chinelo, toalha e sabonete. Claro, todas essas coisas estão disponíveis para aluguel, mas é bem mais confortável (e barato) usar suas próprias coisas. Ahh, se você só quiser conhecer o prédio por dentro, eles fazem um tour guiado de cerca de 15 min, que custa 1700 ft (cerca de 5€).

E uma forma alternativa de conhecer o local é numa das festas noturnas. Isso mesmo, eles promovem o ano inteiro uma espécie de pool party, quase todos os sábados, que vai das 22h30 às 3h. Custa 35 euros. Aqui você consegue confirmar a datas das próximas e comprar com antecedência.

Outros banhos termais em Budapeste

Além de Szechenyi, há outros banhos termais famosos em Budapeste. Os dois que também me foram recomendados foram o Gellert Spa e o Rudas Bath. O primeiro fica num hotel luxuoso, ao lado do Castelo de Buda. O Gellert tem 13 banhos e piscinas disponíveis e a entrada é levemente mais cara do que as de Szechenyi, mas dizem que o espaço é mais bonito.

banhos gellert e ponte budapeste

banhos gellert e ponte budapeste

Já o Rudas Bath é um banho turco. Foi construído na época da dominação do Império Otomano, no século 16. É menor que os outros dois: são só 6 piscinas e banhos. Mas o grande destaque é uma piscina em formato octogonal, que fica abaixo de um domo de 10 metros de diâmetro e cercado por colunas. Um detalhe importante é que eles só aceitam o público misto nos finais de semana.

Há uma lista com todos os banhos públicos termais de Budapeste, bem como suas programações especiais, aqui.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

10 comentários sobre o texto “Termas de Budapeste: a experiência em Széchenyi

    1. No site diz que é recomendado que tenham pelo menos 14 anos. Mas se ainda assim os pais quiserem levar as crianças às piscinas, é necessário que as crianças sejam pelo menos “toilet-trained”, ou seja, que tenham controle sobre quando fazer suas necessidades fisiológicas. Os serviços não são oferecidos a menores de 14 anos.

  1. Oi Luiza, muito boa as suas dicas. Irei viajar em junho 2017 para Budapeste. Estou indecisa quanto à entrar nesse complexo, nas piscinas/vestiários, pois estou lendo muita coisa negativa em blogs, dizendo ser um lugar muito bonito mesmo, porem com muita gente e muitos relatam que o lugar é muito sujo e por vezes as aguas ficam amarelas (será xixi?), cabelos por toda à parte e varios relatos de invasão dos armarios privativos.
    Portanto diante disso, estou inclinada a fazer esse tour de 15 min apenas,como vc mencionou.
    Gostaria de saber onde podemos comprar esse ingresso, pois aparentemente em site do complexo não menciona essa visitação.
    Muito obrigada pela atenção, e parabens pela iniciativa do blog
    Lucilia Helena

  2. Eu e minha esposa fomos no fim de dezembro no termas do Gellert. O local é incrivelmente lindo por dentro e na área externa tem uma imensa piscina que simula ondas. Por ser inverno, ela estava fechada quando fomos. Aliás, a temperatura em Budapeste estava perto de zero, mas mesmo assim encaramos uma outra piscina externa que estava em funcionamento. A água chegava a 40 graus. Foi uma experiência bem curiosa e queremos relatar em breve no nosso blog. Achei o termas do Gellert bem organizado. As cabines são individuais e é possível alugar toalha, chinelo e outras coisas. Vale muito a pena visitar.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.