Uluwatu e Padang-Padang, as praias brasileiras de Bali

Qual foi a melhor refeição que você já fez durante uma viagem? Para mim foi um PF, o típico prato-feito brasileiro. E com direito a arroz, feijão e mandioca. A placa que anunciava a refeição estava na beira de uma estrada que liga duas praias e causou comoção geral em nosso pequeno grupo. “Não acredito!”, disse um. “Não pode ser!”, falou outro. Mas era.

Por que ficamos tão comovidos com um simples PF? Eu explico: O cardápio que anunciava o prato, escrito em bom português, estava em Bali, uma das 13 mil ilhas da Indonésia. E quando nos deparamos com ele, estávamos há oito meses longe do Brasil e de tudo que nossa rica culinária oferece.

PF Indonésia

Mas o que um típico prato-feito brasileiro fazia em Bali? A refeição seguiu a trilha dos incontáveis brasileiros que praticamente dominam a região. Se os australianos formam a maioria estrangeira em Kuta, uma das praias mais badaladas da ilha, em Uluwatu e Padang-Padang, praias onde passamos cerca de uma semana, o português é quase idioma oficial. Tanto é que aquela placa não foi a única situação que nos ajudou a matar as saudades de casa. “Compra canga, gatinha?”, disse uma mulher balinesa, que em seguida soltou um “depois?”, assim mesmo, tudo em nosso idioma. Ok, já ficou claro que essa região de Bali é quase uma colônia brasileira no exterior, mas por que tanto brazuca cruza o mundo para chegar até lá?

Onde ficar em Bali - Uluwatu

Durante a maré baixa

Uluwatu e Padang-Padang ficam na península Bukit, uma região que atrai turistas interessados em um esporte um pouco mais radical do que o ato de se deitar na areia da praia e ver o tempo passar: o surf. Dizem os surfistas que as ondas dali são ótimas, por isso eles chegaram aos montes, desbravaram o lugar e colocaram as praias da península na rota turística. Acontece que boa parte desses surfistas vêm do Brasil. Nós fomos junto com eles – mas sem a audácia para surfar.

Uluwatu

Ficamos hospedados perto de Uluwatu, uma prainha que some completamente quando a maré está alta. Nessas ocasiões a praia não é para simples banhistas como nós. A única opção é apreciar o visual de um dos vários restaurantes que ficam acima da praia. Para chegar até Uluwatu é necessário descer uma escadaria. A praia está escondida numa espécie de caverna, que completa o charme do lugar.

Uluwatu Bali_por do sol

Vista de uma dos bares que ficam acima da praia de Uluwatu

Quando a maré está baixa, Uluwatu se torna ainda mais interessante: o mar continua agitado e cheio de surfistas, mas uma piscina natural se forma e a faixa de areia, quase inexistente durante a maré alta, surge, para a alegria dos banhistas.

Ficar perto desta praia tem outra vantagem: é ali que fica o Templo Uluwatu, localizado no topo de uma falésia. O Templo tem uma vista tão espetacular que muito viajante o considera o mais impressionate de Bali. As duas atividades favoritas de quem visita o templo são assistir ao pôr-do-sol e tentar fugir do assédio dos macacos que moram no local. Entrar ali com um lanche, mesmo que escondido na mochila, ou um óculos é quase certeza de assalto a mão de macaco e muita correria para recuperar os objetos. Nós não passamos esse aperto, mas a Anna, do blog Nós no Mundo, tem uma história ótima para contar.

Templo Uluwatu, Bali

Vista do Templo de Uluwatu

Padang-Padang

Maior do que Uluwatu, Padang-Padang é a preferida dos banhistas, afinal a maré, por mais que possa ser favorável ao surf, não impede a típica experiência de praia. Quer tomar uma cervejinha na areia? Ficar deitado o dia inteiro sem fazer nada? Em Padang-Padang tem jeito, e foi exatamente isso que nós fizemos durante a maior parte de nossa estadia em Bali (mais a primeira do que a segunda atividade, claro).

Onde ficar em Bali - Padang Padang

Padang-Padang

Já ouvi muita gente dizendo que as praias da Indonésia são uma decepção: que são feias, sujas e não têm nada demais. Francamente, essa foi minha impressão das praias de Phuket, maior destino turístico do litoral da Tailândia. Já as praias de Bali me deram exatamente o que eu esperava delas: um lugar bonito e tranquilo para relaxar.

Onde ficar em Uluwatu e Padang-Padang, em Bali

Anote este nome: Satria Bungalow. Do ponto de vista da relação custo-benefício foi o melhor hotel de toda nossa viagem de volta ao mundo. Pagamos míseros R$ 14 na diária do quarto. R$ 14 no quarto duplo! E num hotel muito simpático, com piscina, internet wi-fi grátis e muito bem localizado. Clique aqui para fazer sua reserva pelo Booking.com.

Bali - Onde ficar

Na época o hotel estava começando a funcionar. Eu acho que isso explica o motivo do preço tão baixo (até para Bali). Hoje, é possível achar quartos no mesmo hotel por valores mais altos, mas também muito bons: em torno de R$ 60 no quarto de casal. Agora a diária também inclui café da manhã, opção que não existia quando fomos lá.

Vai viajar? O seguro de viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável nas férias. Não fique desprotegido na Indonésia. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício para o país – e com cupom de desconto.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

25 comentários sobre o texto “Uluwatu e Padang-Padang, as praias brasileiras de Bali

  1. Cara, foi tão bom ler seu blog, acabamos de chegar em uluwatu e passamos uns dias na Tailândia, eu já estava decepcionada com a viagem quando conheci isso aqui. Bom saber que mais alguém preferiu aqui do q a Tailândia, isso é o paraíso!!a Tailândia é bonita também, claro, mas acho que de tanto que falam a gente já chega esperando muito, aqui a vibe é outra!!

  2. Oi, estou querendo ir a Bai final de junho e estou na duvida se devo ficar em Kuta ou Padang Padang, vou ficar somente 1 semana com minha filha de 14 anos. Qual a distancia entre essas praias, daria pra ficar em Kuta e visitar padang por 1 dia? Li algo sobre isso que fizeram, mas pelo que vi no mapa sao cerca de 2.000 km uma da outra? E quanto a epoca, final de junho ou inocio de julho é uma epoca ruim? me fale de Kuta, as praias sao sujas mesmo?

    1. Oi, Denia. Eu não estive em Kuta, mas todo mundo que eu conheço e que foi lá fala a mesma coisa: não vale a pena.

      Lá tem muitas boates, mas não acho que seja o caso da sua viagem, então recomendaria Padang Padang sim.

      A distância entre Kuta e Padang Padang é de 30 km. Mas o trânsito de Bali não é dos melhores, vale dizer.

  3. Sem querer abusar demais mas ja abusando, seria possível me ajudarem com um roteiro? hehe
    Vou passar 50 dias nas filipinas / Vietna / Indonesia.
    Ja fiz o roteiro de filipinas e indonesia mas nao consegui informaçoes o suficiente da indonesia pois quase tudo que vi foi a respeito de Bali.
    Meu roteiro pras filipinas ficaram em aproximadamente 15 dias e o mesmo para o vietna, sobrando algo entre 15 e 20 pra indonesia.
    Alguma dica?

    Agradeço desde já.

    1. Oi, Jurubehba.

      O problema é que só estivemos em Bali. A ilha rende uns 10 dias de viagem, tranquilamente. Além disso, um lugar da Indonésia que eu queria muito ter visitado, mas não deu, é yogyakarta.

      Abraço.

  4. Olá,

    Você lembra o nome do PF, preciso comer comida brasileira, estou morando na Tailândia e passando fome com estas comidas daqui…Fiquei sabendo deste PF, só quero comer nele durante 10 dias.
    Obrigado…

    1. Oi, Patrícia.

      Desculpa pela demora terrível na resposta. De qualquer forma, não sei muito como te ajudar: era um restaurante que ficava entre Padang Pagandg e Uluwatu, mas não sei o nome.

      Abraço.

  5. Fala Rafael!
    No meu caso, tive dois momentos: o 1. º foi após estar morando cerca de um mês na Espanha, ao final de 2009, fui passar o reveillon em Lisboa com minha família e, pra nossa surpresa, pertinho do Monastério dos Jerônimos, é que comemos um delicioso arroz com feijão, filé de frango grelhado e salada. O lugar era minúsculo, com balcões na parede, onde cabiam no máximo 10 pessoas, mas a comida estava excelente. O 2º foi quando estava para voltar ao Brasil, depois de 10 meses em solo europeu, em uma churrascaria brasileira no Shopping Xanadú-Madrid. O gozado da história é que a minha filha mais nova, então com quase 6 anos, nunca tinha ido a um rodízio, e ficou espantada de ver o tanto de carne que comi, ao ponto de dizer à minha esposa, que achava que estava louco. Ela disse: mamãe, o moço trazia carne, e o papai comia, trazia mais, e o papai comia…..kkk.

    1. Oi, Sérgio.

      Parece que, assim como eu, você também gosta de uma comida bem brasileira. hehehehe

      Abraço e obrigado pelo comentário!

  6. Oi Rafael !
    Li teus post a respeito da Bali…é um destino que gostaria de fazer, mas agora estou casado e tenho 3 filhos ( 6 anos, 4 anos e 2 anos) como são muito pequenos não sei se seria uma viagem agradavel…gostaria de saber se estes hoteis ( Satria e The Gong ) aceitam crianças e também a tua opinião sincera se seria um bom destino “familiar”.
    Grato,
    Carlos

    1. Oi Carlos,

      Não sei se aceitam crianças. Não vi nenhuma quando estive por lá, mas isso não significa que não aceitem né?

      Sobre se o destino é bom para crianças, vale dizer que é basicamente praia. Padang-Padang é uma praia calma, perfeita para os pequenos. Acho que eles iriam se divertir sim, afinal crianças costumam gostar disso.

      Abraço!

  7. Oi Rafael, otimo post! Tambem pretendo conhecer Bali, ficar no minimo 1 mes por la. Voces foram em que epoca do ano? Sera q na epoca de chuvas chove tanto assim, como na India, por ex? Pois ja li q o periodo de alta temporada la é entre dez e janeiro. Enfim, fiquei na duvida sobre isso, pois planejava ir em fevereiro.

    1. Lorena, fui no começo de fevereiro e fiquei 7 noites, mas so choveu 1 dia. Acredito que a ilha ta mais vazia nesse periodo tambem e para surfistas menos experientes, como eu, rola um swell legal por ser baixa temporada pro surf. Abraços!

  8. Adorei as dicas, ja estamos viajando a uns 8 meses e vamos para Bali na proxima semana e estamos com muita duvida do que fazer. Com certeza com as dicas fica mais facil. Qual a melhor forma de se locomover ja que nao sabemos andar de moto???
    Obrigada!!

    1. Oi Giulia, de uma forma geral é melhor ir de taxi. Só negocie bastante o valor, já que num primeiro momento eles jogam os preços lá no alto. E, ao sair do aeroporto, não aceite negócio com os taxistas que vão te cercar. Existe um serviço organizado que é muito mais barato. Mas acho que você já deve saber disso tudo, afinal 8 meses de estrada é muita coisa!

      Evite fazer muitos deslocamentos se você tiver pouco tempo por lá. O trânsito é muito ruim.

      Abraço!

    1. Que bom, Georgia! Bali é bem legal sim, é só achar a praia certa. Eu gostei mais de algumas praias de Bali do que outras, muito mais famosas e concorridas, na Tailândia.

  9. Tudo bom charah?
    Seu post me ajudou muito. sabia que existiam muitos brasileiros em Bali mas nao sabia onde estavam. Estou indo para la 31/jan ficar 1 semana. Moro na Australia e minha intensao eh fazer contatos (com conterraneos) para poder mudr para Bali quanndo meu visto por aqui expirar, final de abril. Pretendo ficar toda a estacao seca la mas preciso trabalhar para viver. Voce tem contato de alguem que esta por la em padang ou uluwatu? Peguei 3 diarias num hotel um Kuta e as outras 3 noites pretendo achar um local mais proximo dos brazukas a fim de estabelecer contatos para voltar em abril. sou como voce e estou viajando o maximo que posso. qualquer ajuda sera bem vinda… valeu!!
    abraco

    1. Oi Rafael!

      Cara, infelizmente não temos nenhum contato de brasileiro por lá não. Mas te garanto que somos maioria nessas praias citadas aqui no post. Nós ficamos alguns dias no hotel The Gong, em Uluwatu, e o local estava cheio de brasileiros. Quem sabe entrando em contato direto com o hotel você não consegue achar alguém… Segue o link do hotel:

      http://thegonguluwatu.wordpress.com/

      De qualquer forma, a dica é: vá para Uluwatu. Lá você vai achar os brasileiros.

      Abraço!

    1. Haha!Esse PF matava a saudade de um monte de brasileiro que estava há muito tempo fora de casa, não é? Gostamos muito desses dois lugares. Paraíso é mesmo a palavra certa! Abraço!

  10. Que alívio ler que as praias não são uma decepção. Já li isso em alguns lugares, mas não perdi completamente a vontade de conhecer Bali porque as fotos são lindas e muita gente volta encantada também. Meu marido tem muita vontade de ir lá, então é um destino que conheceremos um dia com certeza! Acho que ir numa praia na época das monsões pode atrapalhar muito a beleza do local. Prefiro crer que essa galera insatisfeita vai nessa época.

    1. Oi Liliana,
      Acho que a época do ano faz toda diferença mesmo, é preciso escolher bem para evitar uma experiência ruim. Nós gostamos muito de Bali, afinal a ilha tem uma população simpática, muitas belezas naturais e outras atrações além das praias. Abraço!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.