Tags:
Atlas: Ayutthaya, Tailândia

Wat Panan Choeng: o templo do buda gigante de Ayutthaya

Famosa por seu Buda inclinado gigante, Ayutthaya, antiga capital da Tailândia, atrai multidões de turistas interessados em descobrir um pouco mais sobre a história do país. A visita à cidade costuma ser um bate-volta de Bangkok, já que a curta distância e quantidade de atrações dispensam a pernoite. O que nem todo mundo sabe, no entanto, é que não muito longe das ruínas da cidade – destruída pelos exércitos da Birmânia – e ainda dentro do Parque Histórico de Ayutthaya fica outro Buda gigante, muito diferente dos que se vê por ali.

O templo de Wat Panan Choeng, de tradição chinesa, é a casa de um Buda sentado de 19 metros, revestido em ouro, considerado um dos mais bonitos do país e um dos mais sagrados para a comunidade chinesa do local. Por causa da localização do templo, às margens do rio Chao Phraya, o Buda gigante é considerado protetor dos marinheiros.

Leia mais: 
Guia de viagem para Ayutthaya

Templo do Buda Dourado em Ayutthaya

Cerimônia Budista em templo de Ayutthaya

A história do templo do buda gigante de Ayutthaya

O templo está ali desde 1324, 26 anos antes da fundação de Ayutthaya. Ninguém sabe ao certo quem o construiu, mas o lugar era povoado por um grupo de cerca de 200 chineses que fugiram da dinastia Song, que comandava a China naquela época. O complexo é formado por dois edifícios e estátuas coloridas de dragões e guerreiros chineses que protegem a entrada. A sala principal, chamada wihan, guarda o imenso Buda dourado.

Cerimônia Budista em templo de Ayutthaya

Diz a lenda que quando os birmaneses chegaram tocando o terror na cidade, em 1767, o Buda de alguma forma resistiu ao ataque e lágrimas brotaram de seus olhos ao observar a destruição de Ayutthaya. Outra lenda referente ao templo diz que a princesa Soi Dok Mak, filha de um imperador chinês, foi oferecida em casamento a um rei tailandês. Ela recusou o matrimônio e, para fugir do acordo, acabou se matando. O imperador então construiu o templo para marcar o lugar onde ela foi cremada. Se a história é verdadeira ou não, eu não sei, mas no segundo andar do complexo há uma estátua da princesa.

Cerimônia Budista em templo de Ayutthaya

Como visitar o Wat Panan Choeng

Visitar o templo para ver o Buda já é uma experiência interessante. Conseguir fazer isso na hora em que os fiéis se reúnem para um ritual – e fazer parte dele – é incrível. Dezenas de pessoas se ajoelham na sala da estátua e entoam mantras enquanto jogam pedaços de tecido amarelo para os monges em cima da estátua. Os tecidos viram uma roupa para o Buda que, no final, cobrirá a cabeça dos devotos. Esse tipo de cerimônia em geral só ocorre em outros templos em grandes feriados religiosos. No Wat Panan Choeng, o ritual ocorre todos os dias. O templo abre das 8h às 17h e tem uma entrada de 20 baht (R$2).

Você também pode contratar um tour guiado para o local e para outras partes de Ayutthaya. Veja as opções abaixo ou confira essa lista completa de passeios, serviços e excursões.

 

O 360meridianos viajou a convite da Embaixada da Tailândia no Brasil.


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.