Tags:
Atlas: Barcelona, Espanha

O Caganer e a bizarra tradição natalina da Catalunha

Nas prateleiras das lojas repletas de enfeites natalinos, um boneco do Neymar com a camisa do Barcelona e as calças arriadas para bater um barro ocupa lugar de destaque. A figura poderia até parecer ofensiva para um turista brasileiro desavisado na Catalunha, daquele tipo que, por aqui, é usada para tirar sarro do torcedor do time rival. Mas logo ao lado, outro ídolo local, o Messi, é retratado na mesma posição. E o Obama, a Lady Gaga e a Rainha Elizabeth.

Conhecido como Caganer – em português, Cagão -, essas figuras escatológicas são uma tradição de natal muito popular na Catalunha e costumam compor o cenário dos presépios dali, sempre, é claro, dispostos em um lugar oculto, como detrás de um arbusto, atrás dos muros ou debaixo de uma ponte, fora da visão dos outros personagens presentes no nascimento do menino Jesus. Tradicionalmente, era retratado como camponeses ou crianças, mas hoje é possível encontrar uma infinidade de modelos que vão de celebridades a políticos e figuras da cultura pop.

Leia também: Castellers, os castelos humanos da Catalunha

Caganer - Messi - Catalunha Caganer - Barcelona

Fotos: Shutterstock, por Natursports

A tradição é tão arraigada na cultura local que, em 2005, o conselho local de Barcelona resolveu retirar o Caganer do presépio da cidade sob o argumento de que a imagem encorajaria comportamento semelhante nas pessoas, mas a reação popular foi fortíssima. Está para nascer um povo mais fiel e orgulhoso de sua cultura quanto o catalão, e abrir mão de sua figura folclórica mais popular estava fora de cogitação. No ano seguinte, o Caganer voltou compor a cena, fazendo suas necessidades escondido dos Reis Magos, burrinhos e ovelhas.

Caganer - Catalunha

Foto: Shutterstock, por Marta navarroP

De acordo com a Associação Amics del Caganer, que reúne colecionadores e amantes da figura em diversos países, não se sabe ao certo qual a origem da tradição, mas há desenhos do Cagão da Catalunha estampados em azulejos desde o século 14. Sua associação com as festas de fim de ano, no entanto, só ocorreu mais tarde, no século 18, e ninguém sabe tampouco explicar o motivo. Há quem diga que a figura traga sorte, que representa a fertilidade da terra e que ele é a mostra de que há algo de bom e ruim em todos nós. Tem até quem tente encontrar explicações filosóficas que atribuem a ela uma simbologia forçada. Dizem que a vulnerabilidade física da figura é uma forma de nos reconectarmos com a natureza e o universo. Ou que ele é o elo entre a transcendência e a o acaso. No fim, fico com a do colecionador Mossen Josep Ballarí, que resume a presença de uma figura tão humana em uma cena relacionada ao divino: “O cagão é todos nós”, é uma forma de nos lembrar que todos somos iguais.

Caga Tío, o caganer das crianças

Caga Tío - Catalunha

Foto: Shutterstock, Por Iakov Filimonov

Caga tió, tió de Nadal; posarem el porc en sal, la gallina a la pastera, i el pollí a dalt del pi. Toca, toca Valentí.

Só Freud explicaria a obsessão dos catalães com a fase anal, mas há uma outra tradição natalina envolvendo o ato de defecar. No dia 8 de dezembro, as crianças costumam receber um boneco feito de um tronco de madeira, todo decorado com carinha feliz e gorrinho de papai noel. Ao longo do mês, as crianças precisam cuidar bem do Tío, cobrindo-o com um cobertor para que ele fique quentinho e alimentando-o com doces, frutas secas e outras guloseimas na intensão de engordá-lo para a ceia. Na véspera do natal, em geral depois da ceia, as crianças cantam uma música típica e começam a bater no Tío com um pedaço de madeira até quebrar o pobre coitado para que ele cague os doces e outros presentes que comeu durante o mês.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comentários sobre o texto “O Caganer e a bizarra tradição natalina da Catalunha

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.