Tags:
Atlas: Mumbai, Índia

As cores de Mumbai: a diversidade da Índia presente na metrópole

Um dia dote de princesa, Mumbai passou para as mãos e domínio ingleses para consolidar o casamento real entre Catarina de Bragança e o rei Carlos II. A Infanta não chegou a ter filhos e Portugal não viu um herdeiro seu subir ao trono britânico, mas a união foi importante para acrescentar mais um elemento histórico e cultural à atmosfera da maior e mais importante cidade da Índia.

Mumbai é, em todos os sentidos, uma cidade grande. Com quase 21 milhões de habitantes em sua área metropolitana, é casa de artistas e gangsters, pescadores e milionários, slumdogs e intelectuais, da maior indústria cinematográfica e da maior floresta tropical localizada em área urbana do mundo.

Casa em Mumbai India

Uma metrópole cosmopolita em um país plural, Mumbai abriga hindus, muçulmanos, cristãos, budistas, sikhs, judeus e ateus. Nas ruas cheias de Colaba, a vida acontece em inglês, hindi, marata, tâmil, guzerati, télugo, concani e urdu, seja gritada pelos vendedores dos mercados de rua ou em conversas nos cafés, velhas livrarias, bares e restaurantes.

Muro em Mumbai

Já conhecida como Bom Baia, Boa Vida, Manbai, Munbadevi, Bambai  e Bombaim, o lugar é cenário para a correria de milhares que procuram contornar o trânsito, o precário sistema de transporte, a pobreza e a poluição que, em níveis alarmantes, é talvez um dos maiores problemas na metrópole do país com a pior qualidade do ar no mundo. Viver em Mumbai é ser obrigado a fumar dois maços e meio de cigarro por dia.

Apesar de sustentar esse estilo de vida frenético e pouco saudável de uma grande cidade, Mumbai pede calma para aqueles que buscam conhecê-la. Ela é feita para ser vista nos detalhes, da arquitetura ao pôr-do-sol à beira mar, dos mercados a moda urbana.

Praia em Mumbai

A cidade, de ares portugueses e nomes britânicos, mistura turistas e sáris esvoaçantes. Permite o grito silencioso de uma juventude que busca se livrar de tradições que não lhe dizem mais respeito e coloca shorts para suportar o calor de mais de 30ºC em pleno inverno. Mumbai permite casais de mãos dadas tanto quanto permite a aproximação física e demonstrações de afeto entre dois amigos homens, algo que não encontra espaço nas nossas metrópoles ocidentais.

Em um emaranhado de culturas, cores e temperos, Mumbai abriga o mundo e quem quiser viver nele. A Índia me mostrou muitos lugares incríveis e vidas que eu não podia imaginar que existiam, mas foi só em Mumbai que eu me senti em casa.

Livreiro em Mumbai

Turismo em Mumbai – nossas dicas

Nós moramos seis meses na Índia, em Chandigarh, cidade planejada do norte do país. Nesse tempo, passamos duas vezes por Mumbai. Já escrevemos sobre o que você pode fazer se tiver apenas 48 horas na cidade. Para ler esse relato, clique aqui. Não deixe de ler também nosso post com dicas de hospedagem em Mumbai.

Vai viajar? O seguro de viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável nas férias. Não fique desprotegido na Índia. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício para o país – e com cupom de desconto.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários sobre o texto “As cores de Mumbai: a diversidade da Índia presente na metrópole

  1. E tantos anos depois procurando algo sobre Mumbai achei seu post! Obrigada! Estava doida para saber um pouquinho mais sobre a cidade pois pretendo ir ano que vem ajudar em um projeto como voluntaria , parece ser uma cidade diferente das tradicionais , agora estou mais ansiosa para conhece-la.

  2. Olá, boa tarde.

    Vc sabe me dizer se na primeira semana de junho já começa as monções? Pq pretendo ficar na India do dia 20/05 a 02/06

    Nos dias 03/06 a 05/02 pretendo ir para Katmandu, só que a passagem é cara, vc acha que vale a pena gastar está grana para ficar dois dias por lá?

    E onde vale mais a pena ir Mumbai ou Amritsar?

    Obrigada pela ajuda.

  3. Oi…quero muito ir para Índia no próximo ano. O planejamento é para Chittorgarh Fort, onde ficarei na casa de um amigo, mas vendo o site de vcs me assombrei com as viagens de trem. Moro em São Paulo.

    1. Olá Laura, não precisa ficar com medo das viagens de trem. O trem urbano (tipo metrô) de Mumbai é um inferno, mas os trens intermunicipais são melhores. Compre tickets a partir da 3AC.

      Abraços! =)

  4. Bah… Entrei pra achar algo sobre Mumbai e olha só: Agora eu que vou me programar pra ir… Galera, a forma de narrar de voces dá uma vontade de invadir as fotos pela tela e viver a viagem… Tenho modelos indo pra la em contratos trimestrais e me ofereceram para ir por uns dias junto. To lendo cada pedacinho de todas as postagens sobre a cidade e tudo mais. Parabéns… Será que na minha revista aqui do sul eu poderia usar vcs como referencia para uma matéria??? Mega abraço e mega parabéns!

    1. Ei Gutto, espero que você goste de Mumbai tanto quanto a gente gostou. Vai sentir um choque no início, ainda mais se for a primeira cidade da Índia que você conhece. E claro, pode usar a gente como referência sim!

      Abraços =)

  5. Oi, gente! Sempre leio o blog de vocês e ele tem sido muito útil pra planejar minha viagem à Índia no final desse ano. Mas estou com uma dúvida: eu gostaria de visitar Ellora e Ajanta. Estarei em Pune e queria saber se dá pra chegar lá de trem e em que lugar posso ficar hospedada (não sei se os sítios ficam perto da cidade). Obrigada! (:

  6. caara, eu adoro o blog de voces! bom, primeiro, gostaria de dizer que eu sou doida pela Índia desde os meus 8 anos, quando comecei a estudar sobre.. acho tão linda, tão envolvente.. meu sonho é visitá-la, mas ainda falta muito pra poder realizar. Enfim, eu nem sei descrever o que eu penso/sinto pela Índia, é algo diferente.. não vejo a hora de poder ir :c mas a questão é: eu sinto que vou me decepcionar bastante quando chegar, pelo que voces disseram.. é um pouco diferente do que eu penso da India, sabe, a que está aqui dentro do meu coração.. eu meio que definiria a minha Índia como aquela dos filmes antigos, ou ate mesmo a da novela.. tenho medo de acabar me decepcionando :/ mas de qualquer forma, não deixa de ser o país mais encantador, na minha opinião.
    Obrigada por me ajudar bastante, com o blog. Amo muito :3

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.