Tags:

Vale a pena ficar num resort all inclusive?

Antes de mais nada, gostaria de dizer que este post não é para criticar a existência de resorts e muito menos falar mal de quem gosta desse tipo de hospedagem. Este post é uma reflexão que surgiu depois que eu me hospedei num all inclusive e tive uma experiência muito boa. Ao mesmo tempo, no entanto, fiquei com a sensação de que alguma coisa estava errada. Para mim, pelo menos.

O mundo dos resorts tem mesmo um quê de fantástico. Logo que cheguei, já no check-in, me oferecem café ou champagne. Alguém cuidou da minha singela malinha e, depois, fui para o quarto num daqueles carrinhos de golfe enquanto batia um papo com o motorista/carregador das malas. Ele me disse que a ala em que eu estava tinha uma das melhores vistas, só perdendo para a área VIP (que tinha outro nome, mas não me lembro).

“Se isso não é a área VIP, imagina como é o outro quarto!”, pensei assim que vi minhas acomodações. Decoração impecável, muito espaço, frigobar cheio e liberado para meu uso e uma garrafa de vinho de boas vindas. E a vista para o mar, que de fato era sensacional. Eu me senti no paraíso.

Vale a fica ficar em Resort

Essa foto é meramente ilustrativa. Mas que resort não tem piscina infinita hoje em dia?

O resort tinha cinco restaurantes, dois bares (um na piscina, outro na praia), uma boate e serviço de quarto 24 horas por dia. Comida e bebida a qualquer hora do dia, sem se preocupar deixa qualquer pessoa meio maravilhada. Depois que me acomodei bem e explorei o quarto, botei o biquini para conhecer as piscinas e a praia privativa, onde os outros hóspedes se deitavam ao sol e aproveitavam o dia.

Mas viajar sozinha é uma benção e uma maldição ao mesmo tempo. Talvez, se eu tivesse com um grupo de amigos, com um namorado ou com minha família, demoraria mais tempo para certos pensamentos passassem pela minha cabeça. Estando sozinha, só posso conversar com minha própria consciência. E a minha consciência começou a sentir que tinha alguma coisa errada.

Vale a pena ficar em resort

Resort em algum lugar do mundo

Já tinham se passado umas cinco das minhas 24 horas de estadia (sim, foi uma visita curta) e eu comecei a perceber que não tinha visto nada de novo. Um quarto bem decorado e um bom restaurante você encontra em qualquer lugar do mundo, desde que possa pagar o preço. De repente, analisando bem a situação, o meu paraíso particular começou a parecer meio besta. Comecei a pensar em como seria se eu passasse não um, mas cinco dias por ali, como é a regra geral (nesse resort, esse é o tempo de estadia mínimo).

O que eu teria conhecido do país ou da região? Quantas experiências diferentes e únicas eu teria tido? Quantas histórias minha viagem renderia? Eu sei que mesmo ficando em um resort você pode sair para explorar outras partes da cidade. E que muita gente de fato faz isso. Mas eu, particularmente, não gostei da experiência no paraíso artificial. Não quer dizer que eu não me diverti ou não aproveitei. Quer dizer que não combina comigo ou com meu estilo de viagem essa ideia de ter tudo ao alcance das mãos: praia, piscinas e restaurantes, tudo perfeito e feito para mim.

vale a pena ficar em resort all inclusive

Um paraíso particular… e artificial

Entendo que os resorts são uma excelente alternativa para quem quer descansar, para famílias ou casais em lua de mel. Cada um tem as férias que quiser. Mas eu prefiro, quando viajo, explorar algo novo. Não estou falando que as pessoas precisam ficar em hostels para realmente conhecer um lugar, nada disso. Tem muito hotel de luxo ou boutique por aí que te propiciam conhecer e experimentar uma região tanto quanto o camping do lado.

O que eu não gosto é de saber que essa experiência de encantamento gerada por um resort foi milimetricamente planejada, de acordo com padrões internacionais, que muitas vezes não têm nada a ver com a cultura de receber visitantes em uma região. Uma hospedagem que é pensada para que você não queira ou precise colocar os pés para fora daquele universo perfeito dificilmente vai proporcionar uma experiência autêntica de como é a vida, quem são as pessoas e o que faz aquela região ser única no mundo.

vale a pena ficar em resort all inclusive

Entendo o apelo dessa experiência!

Se você decidir ficar num resort all inclusive, afinal, não se esqueça de verificar o que esse resort faz de bom para a região em que está instalado. Dê preferência para aqueles empreendimentos que se preocupam com a conservação do meio ambiente e com projetos sociais. É só dar uma pesquisada no Google antes de bater o martelo. Alguns certificados mais conhecidos são o Green Key, Green Leaders, Green Globe e Travel Life.

Fotos do post: Domínio Público/ Pixabay


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

16 comentários sobre o texto “Vale a pena ficar num resort all inclusive?

  1. AMO que você é tão consciente em relação ao meio ambiente! Posso ver isso em varios posts do blog e isso é uma das coisas q eu mais gosto aqui! 🙂 Bjs e continuem assim <3

  2. Em todas as minhas viagens eu jamais sequer cogitava ir para um resort, até que tive que viajar num feriado com meu irmão recém separado com seus dois pestinhas, digo, filhos, e aí, um resort se revelou a melhor opção para, pelo menos, tem alguma tranquilidade na viagem.

    1. hahaha, com criança nem sempre é fácil viajar e ter descanso. Foi por isso que fiz questão de dizer que cada um sabe o que é melhor para suas férias

  3. Nunca me hospedei em um resort. Penso que esse tipo de acomodação não combina muito com viajantes singles… Talvez achasse a ideia atraente para uma lua de mel. Não sei se tem a ver, mas faço a comparação de resort com cruzeiro… Ainda não experimentei nenhum dos dois! hahahahaah
    Na verdade, a ideia de ter tudo a mão ou aparência de artificial, não é o que mais me incomoda. Acho que o fato dos resorts serem, em sua grande maioria, localizados em praias é que me afugenta. Já tem uns aninhos que destinos praianos não andam me seduzindo…

    1. Oi Cândida!

      Olha, até que não vi problemas em estar lá sozinha. Apesar de que eu era a única, todo mundo estava em família, grupo ou casal.
      Mas todas as outras coisas me incomodaram muito mais.

      Agora, se você não curte destino de praia, definitivamente o resort não é o programa para você!

  4. Nunca tive a experiência, porque acho que não combina com o que penso sobre viajar. É uma questão de perfil, descansar pra mim é explorar lugares, esse é meu descanso da vida normal, então nunca encararia meus preciosos dias de férias dentro de um resort. Além disso, apesar de não ser mais dura, tenho ranço de mochileira,rs, e esse é difícil de largar! Fico pensando em todo dinheiro/recursos que podem estar sendo desperdiçados, além é claro, da questão do impacto negativo em alguns lugares onde se instalam. Nunca conseguiria passar férias em um resort no Haiti sabendo como é difícil a vida ali ao lado.
    Enfim, férias pra mim é diversidade de cheiros, cores, sabores, pessoas, o desconhecido.
    Bjs

  5. Minha única experiência num resort foi na minha lua de mel. Fiquei apenas na praia do hotel, não conheci nada, mas nossa intenção era justamente essa. Foi ótimo, mas voltei de lá com alguns questionamentos, principalmente em relação ao desperdício que ocorre no sistema all-inclusive. Depois li o livro A Small Place, da Jamaica Kincaid (o livro de Antígua e Barbuda para o #198livros), e foi um verdadeiro tapa na cara!

    No post sobre o livro falei um pouco sobre isso coloquei um link para outro post da Claudia Carmello sobre esse assunto. Acho que você vai gostar! http://www.viaggiando.com.br/2014/03/198-livros-antigua-e-barbuda.html

    1. Oi Camila,

      Adorei o livro, vou ler com certeza, obrigada pela indicação. Essa questão da escassez da água e a pobreza fora do resort me incomodam muito. Você já leu o livro “Pequena Abelha”, fala um pouco sobre isso tb, apesar de não ser o tema central do livro.

  6. Por essas e outras razões nunca ficamos em um. Tivemos uma única experiência, há 20 anos atrás, sem a Júlia ainda, no Rio Quente Resorts, para nunca mais querer repetir…a sensação de ter perdido nosso tempo lá, por não termos saído e conhecido a região foi imensa. Há de se questionar ainda, como vc disse, a legalidade da construção e o quanto isso não danificou o ecossistema local para a implantação da empresa. Belo texto!

  7. Fiz um trabalho na faculdade de Turismo sobre isso (focado mais no Costa do Sauípe que tinha sido inaugurado fazia pouco tempo – entregando a idade rs). Eu acho que não tem o menor sentido ficar em resort all inclusive e sair para passear – você gasta mais, pq paga 2x pelas refeições!!! Então resort nunca é minha opção nas férias! Eu quero mais é conhecer o lugar, as cidades etc. Comer nos restaurantes recomendados por aí (restaurante de hotel por mais estrelado que seja, é sempre a mesma coisa). Acho que só faz sentido pra quem quer/precisa descansar mesmo e não vai sair da piscina pq já conhece a região. Eu não quero me deslocar pra lugar nenhum do Brasil e do mundo e voltar com aquele sentimento que não conheci nada novo!

    1. Depende do intuito das suas férias. Minhas férias sempre foram mudanças de casas e cidades. Mas quando eu me propus a tirar férias para realmente descansar, não pensar em nada, super valeu a pena ficar em um resort all inclusive. Hoje estou na Hungria, amanhã não sei, mas com certeza, quando for para descansar irei para um resort.

      1. Oi Caroline,

        Acho que é isso que eu tentei dizer no post e a Fernanda comentou. Se a proposta das suas férias forem descansar, não ter que preocupar com nada e nem sair do resort, vale a pena. Mas esse estilo de viagem não é o ideal para todo mundo

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.