Tags:

6 séries na Netflix para quem gosta de viajar

Sou viciado em séries e o caso é grave: assisto uma atrás da outra, várias ao mesmo tempo e dos mais variados assuntos. Assisti Friends mais vezes do que consigo contar e não passa uma semana sem que um episódio de How I Met Your Mother seja exibido na minha televisão. Se o vício já era grave há tempos, piorou com a chegada dos canais de TV por streaming, como a Netflix. Assisti as novas temporadas de House of Cards e Better Call Saul numa sentada. E também não perco um episódio de Game of Thrones, da HBO.

Mas gosto também de séries menos, vamos dizer, populares. E com pegada histórica. Dramas baseados em fatos reais – por mais que tenham licença poética para alterar aquilo que foi registrado nos livros – são uma baita oportunidade de descobrir fatos que desconhecíamos e, claro, viajar.

Essa é a linha geral desta lista: indicar dramas históricos que me ensinaram um pouco sobre outros países e me deixaram com vontade de cair na estrada. Esta lista não é, portanto, uma seleção das melhores séries na Netflix – se fosse eu teria que incluir Breaking Bad, né? Também não é uma lista só com séries sobre viagens, embora algumas delas contem a história de aventureiros. Por outro lado, todas instigam o aventureiro que há em cada um de nós.

Veja também: 14 filmes sobre viagem na Netflix para te inspirar 

14 livros de viagem escritos por mulheres 

Marco Polo

Produção própria da Netflix lançada no final de 2014, Marco Polo conta a história de um dos mais famosos viajantes do Ocidente. O mercador de Veneza percorreu a Rota da Seda e passou alguns anos na corte de Kublai Khan, o quinto grande Khan do Império Mongol e neto de Gengis Khan, o imperador que mais conquistou territórios em toda a história.

A fotografia da série é linda, eu curti o enredo e fiquei com muita vontade de conhecer a Mongólia e a China, os dois Impérios retratados na primeira temporada. Marco Polo foi gravada no Cazaquistão, na Malásia e na Itália e se tornou a produção mais cara da Netflix.

O seriado também aguçou minha curiosidade pelo Marco Polo, o primeiro ocidental a escrever sobre o Oriente. A segunda temporada da série será lançada em julho. Não deixe de assistir também “Marco Polo – One Hundred Eyes”, episódio especial que conta a história de um dos principais personagens da série.

séries para quem gosta de viajar

Downton Abbey

Sucesso de crítica e público, Downton Abbey é uma série britânica lançada em 2010 para o canal ITV. Conta a história da família Crawley, aristocratas britânicos que vivem no começo do século 20. Embora a história dos personagens não seja baseada em fatos reais, o pano de fundo é, com a série começando a partir do naufrágio do Titanic e passando pelos horrores da Primeira Guerra Mundial.

No meio de um mundo em mudança, a família Crawley luta para se adaptar e para manter Downton Abbey, a casa de campo do Conde Robert Crawley e sua família. A série também mostra – e essa talvez seja a parte mais interessante da trama – a vida e o complexo sistema hierárquico dos criados da família. O castelo usado nas filmagens existe e pode ser visitado: é o Highclere Castle, em Berkshire. A Mariana Amaral, do Viaje na Viagem, conta como é a visita nesse texto aqui.

Cinco das seis temporadas de Downton Abbey estão disponíveis na Netflix.

Downton Abbey

Vikings

Comecei a assistir Vikings, do History Channel, no ano passado, logo depois que a temporada de GoT chegou ao fim e eu fiquei órfão de um das minhas séries favoritas. Vikings é frequentemente comparada com a série da HBO, embora existam diferenças fundamentais. A série baseada nos livros de George R. R. Martin é de fantasia. E embora Vikings tenha componentes fantásticos ao falar da fé e religião, seja nórdica ou cristã, a série é baseada numa história real, a de Ragnar Lothbrok, um guerreiro e rei viking que habitou as regiões que hoje são a Suécia e a Dinamarca.

Ragnar, que viveu entre os séculos 8 e 9, conquistou territórios na Inglaterra e teria até mesmo tentado conquistar Paris, ao navegar pelo Rio Sena, embora boa parte de sua história esteja cercada de mistérios e seja complicado separar o que de fato ocorreu do que é apenas lenda.

Vikings foi filmada na Irlanda, tem cenários lindos e dá uma enorme curiosidade de conhecer mais sobre a cultura e a religião nórdica. A quarta temporada foi lançada em 2016 e as três anteriores já estão disponíveis na Netflix. A quinta temporada está confirmada para o ano que vem.

Série Vikings

Os Bórgias

Já começo com a má notícia: planejada para ser exibida em quatro temporadas, a série Os Bórgias foi cancelada na terceira. Segundo os produtores do Showtime, canal pago dos Estados Unidos, o cancelamento foi por conta dos custos da produção. E não adiantou que os fãs implorassem pela finalização da trama. A série ficou sem fim mesmo.

Apesar disso, eu acho que vale assistir. Os Bórgias eram de uma família espanhola que dominou o Vaticano – e consequentemente boa parte do mundo – durante o Renascimento. Rodrigo Bórgia, principal personagem da série, se tornou Papa em 1492 e foi líder do mundo católico até sua morte, em 1503. Ele adotou o nome Alexandre VI.

Basta você jogar esse nome no Google para perceber que o Papa Bórgia é um frequentador assíduo de um tipo de lista nada lisonjeiro: a de piores papas da Igreja Católica. Ele tinha oito filhos, várias amantes, dava festas de arromba no Vaticano e foi acusado de comprar os votos que garantiram o Trono de Pedro. Enfim, nada que não tenha sido feito por muitos Papas da mesma época.

Além de Rodrigo, a série foca em César Bórgia, que teria inspirado Maquiável a escrever o livro O Príncipe, e Lucrécia Bórgia. A história das cidades-Estado italianas, os segredos do Vaticano e a recriação de lugares históricos, como a antiga Basílica de São Pedro, são outros pontos altos da série. Que me deixou morrendo de vontade voltar para a Itália.

Caso você goste de Os Bórgias, duas séries na mesma linha disponíveis na Netflix são Reign, produção com cara um pouco mais adolescente e que conta a história de Mary Stuart, Rainha da Escócia, outra figura histórica incrível; e Os Tudors, uma das mais poderosas famílias de monarcas britânicos.

séries Netflix viagem

Black Sails

Eu não tinha lido nada sobre a série Black Sails e nem conhecia o enredo da história quando resolvi assistir ao primeiro capítulo. Fui até o final das duas temporadas disponíveis na Netflix (três já foram exibidas e a quarta está confirmada para o ano que vem).

Produzida pelo canal de TV a cabo Starz, dos Estados Unidos, a série relata a história do Capitão Flint, personagem de Robert Louis Stevenson no livro “A Ilha do Tesouro”. A história mostrada na série é uma espécie de prequência da obra do escritor escocês.

Embora o personagem central seja fictício, a série fala da Era de Ouro da Pirataria, que marcou o Caribe e Oceano Atlântico durante os séculos 17 e 18. E piratas reais (e famosos) aparecem na trama, como Anne Bonny, Charles Vane e Edward Thatch, o Barba Negra. A série está ambientada em Nassau, nas Bahamas, que chegou a ser uma autoproclamada República Pirata.

Black Sails foi gravada em Cape Town, na África do Sul, mas me deixou morrendo de vontade de conhecer a história e as praias das Bahamas, pais com quase três mil ilhas que fica perto de Cuba, do Haiti e da Flórida, nos Estados Unidos.

Séries do Netflix

Spartacus

Quase deixei Spartacus de fora desta lista por motivos de “eu gosto, mas não conheço mais ninguém que diga o mesmo”. Resolvi superar o medo da indicação ser considerada ruim por muitos. Spartacus, um dos maiores sucessos do Canal Starz, tem efeitos especiais duvidosos e violência,  nudez e sexo escapando por todos os lados (não que as séries anteriores não tenham nada disso). Se esse tipo de coisa te afasta, pule a série.

Eu já gostava da história do Spartacus, um soldado trácio que foi aprisionado pelos romanos e transformado em escravo, por conta do famoso filme de 1960, dirigido por Stanley Kubrick e estrelado por Kirk Douglas.

Vendido para uma escola de gladiadores de Cápua, Spartacus se tornou um campeão nas arenas da cidade e mais tarde liderou uma revolta de escravos contra os romanos. Roma, na época uma República, teve dificuldade para derrotar Spartacus e seus generais – ele chegou a liderar um exército de 40 mil ex-escravos.

Spartacus-on-Netflix

Ao terminar de ver a série e passar algumas horas lendo todas as referências sobre a história real por trás dos personagens mostrados na televisão, me perguntei o que seria do mundo se Roma tivesse perdido o confronto. O Império teria existido?

Além disso, séries que mostram etapas da história romana são sempre um convite para conhecer Roma e outras partes do antigo Império. Eu resolvi colocar Cápua, que fica a 25 quilômetros de Nápoles, no roteiro de uma próxima viagem pela Itália.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários sobre o texto “6 séries na Netflix para quem gosta de viajar

  1. Gostaria que vocês indicassem séries de empreendedorismo e negócios, assunto do atual momento da economia. Para quem está desempregado, é um prato cheio assistir a esses séries para aprender mais. Estou pensando em comprar uma franquia e já vi dezenas de filmes, mas séries ainda estão muito em falta!

  2. Não entendo pq ninguém dá muita bola pra Marco Polo! A série é ótima e a fotografia e direção de arte são impecáveis. Estou a muito tempo esperando esse segunda temporada! Que bom que vai sair mesmo!

  3. Tambem sou viciada em series… e concordo com a Lore, Sense8 e uma serie bem interessante e mostra a vida de 8 pessoas vivendo em lugares bem diferentes. Assisti a primeira temporada em um dia e no aguardo da segunda!!
    Outra serie que me deu aquela vontade de viajar foi Outlander, a primeira temporada passa na Escocia com muitas paisagens lindas!!! Matei um pouco a vontade e fui pra Edinburgo mes passado mas ainda quero voltar la para conhecer o interior e seus inumeros castelos. Ainda nao assisti a segunda, que se passa na Franca…

  4. Downtown Abbey já acabamos, foi a melhor série que assistimos até hoje. Agora estamos viciados em Vikings que, como você bem disse, é uma ótima oportunidade de aprender um pouco mais sobre os países nórdicos! 😀

  5. Assiste algumas dessas sérias e são muito boas mesmos. Também tem uma séria na NETFLIX chamada SENSE 8, só a primeira temporada, que mostra 8 pessoas vivendo em 8 lugares no mundo na atualidade, e deixa a gente com vontade de conhecer vários deles, principalmente a Islândia. Estou esperando a 2.temporada,

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.