fbpx

7 países baratos para viajar na Europa com a alta do Euro

Não está fácil para ninguém viajar neste momento, com o euro na casa dos 4 reais. Mas isso não é motivo para cancelar viagens, mas trocar de destinos. A gente sempre diz que viajar é bem mais barato do que as pessoas pensam. Mas, ainda assim, tem um monte de gente por aí pensando que vai ter que gastar fortunas para passear na Europa.

Tirando a passagem, que sai em média de R$2.100 se você pesquisar direitinho, listei aqui alguns países baratos para viajar na Europa, onde você consegue gastar por volta de 40 a 50 euros por dia. Isso mesmo: menos de 50 euros, incluíndo hospedagem, alimentação, transporte e passeios! E, veja bem, coloquei na lista só os países que eu conheço. Muitos outros do Leste Europeu e Bálcãs poderiam entrar nesta lista. Ah, não deixe de ler também o nosso post sobre como calcular quanto custa um mochilão pela Europa.

Países baratos para viajar na Europa

Portugal

por do sol no porto portugal

Eu moro há mais de um ano em Portugal e posso afirmar que esse é o país mais barato da Europa Ocidental. É possível fazer refeições com bebida por 10 euros ou menos em Lisboa e Porto. Dá para ficar num hotel barato ou hostel com quarto privativo por uns 20 euros por pessoa (quarto coletivo é ainda mais barato: são uns 10 ou 12 euros). É fácil gastar pouco e aproveitar muito em Portugal. E o país tem tantas atrações que é até difícil escolher aonde ir.

Leia também: 7 roteiros para fazer em Portugal

Sugestão de roteiro de 10 dias em Portugal: Lisboa (3), Sintra (1 – Bate-volta a partir de Lisboa), Coimbra (1), Serra da Estrela – Belmonte, Manteigas, Linhares -(1 Bate-volta a partir de Coimbra), Porto (3), Aveiro (1 – Bate-volta a partir de Porto).

Espanha

O que fazer em Madrid, Espanha

Se Portugal é o país mais barato, a Espanha é seu concorrente direto. Com exceção de Barcelona, é possível gastar até 40 euros por dia nas cidades espanholas. Ou €50, se você quiser mais conforto. Os hostals, espécie de pousadinhas, são muito baratos e confortáveis. E é sempre possível achar restaurantes baratos. Sem contar que os bares servem pequenos tapas junto com a bebida pedida.

Leia também: O que fazer em Madrid com pouco dinheiro

Sugestões de roteiro 10 dias pela Espanha: Madrid (4), Córdoba (2), Sevilla (3), Granada (2), Toledo (1).

Bulgária

sofia bulgária museu etnografico

Na Bulgária, eu gastei cerca de 35 euros por dia, num roteiro de oito dias pelo país em que me dividi entre quartos privativos e coletivos. Comi em restaurantes todos os dias e ainda bebia uma cervejinha no final do dia. O melhor, esse é um dos países mais antigos do mundo e tem cidades charmosas e que ainda não foram tomadas por hordas de turistas. Ah, a moeda lá é o Lev e vale a metade de um euro.

Leia também: Como organizar uma viagem para Bulgária

Sugestão de roteiro de 10 dias na Bulgária: Sofia (3 dias), Monastério de Rila (1), Plovdiv (3), Bachkovo (1 dia – Bate volta de Plovdiv), Veliko Turnovo (2).

Romênia

Sighisoara turismo romênia

Na Romênia, também é bem tranquilo ficar dentro do orçamento. Além da capital, Bucareste, que é super animada e bonita, a Transilvânia é incrível, com seus castelos, paisagens de montanhas e casinhas coloridas. Por lá, circula o Leu: são precisos 4 para juntar um euro.

Leia também: Como viajar pela Romênia

Sugestão de roteiro de 10 dias na Romênia: Bucareste (3 dias), Snagov (1 – No caminho entre Bucareste e Brasov), Brasov (5 dias), Sinaia (1 dia- Bate volta de Brasov), Bran e Rasnov (1 – Bate volta de Brasov), Sighişoara (1 – Bate volta de Brasov), Sibiu ou Cluj-Napoca (2 dias).

Hungria

parlamento de budapeste

A moeda da Hungria é tão confusa como o idioma do país. Mas o que você precisa saber é que é uma moeda desvalorizada e que as coisas por lá são baratinhas, baratinhas. Além disso: Budapeste. Sinceramente, essa para mim é a cidade mais linda do leste e também bem animada. Só dar uma circuladinha pelo distrito judeu e seus pubs em ruínas. A moeda lá é o florim: 315 florins chegam a 1 euro.

Sugestão de roteiro de 10 dias pela Hungria: Budapeste (5 dias), Lago Balaton (2), Esztergom (2), Szentendre (1).

República Tcheca e Eslováquia

onde ficar em cesky krumlov república tcheca

Esses dois países já foram um só por um período. Compartilham culturas, têm idiomas semelhantes e são interessantes e baratinhos. Os coloquei juntos porque a Eslováquia não tem tantas atrações assim para 10 dias. Mas, não tenha dúvidas, tome muita cerveja nos dois países. A moeda na República Tcheca é a Coroa Tcheca, cuja conversão para o euro é 24 coroas. A Eslováquia adotou o euro recentemente.

Sugestão de roteiro de 10 dias pela República Tcheca e Eslováquia: Bratislava (2 dias), Devín e Trencin (1 dia), Praga (4 dias), Cesky Krumlov (2 dias), C. Budějovice (1 dia).

Grécia

O que fazer em Atenas grécia

A Grécia pode ser muito cara ou não. Desta lista, é o país mais caro. Porém, dependendo do seu roteiro e do período que você visitar o país, dá para fazer com até 55 euros. É preciso evitar os meses de julho e agosto e abrir mão de ilhas caras, como Mykonos. E, ainda, reservar tudo com muita antecedência. Mas tudo isso vale a pena. A Grécia é incrível, seu povo simpático, comida deliciosa e preços que cabem sim no bolso dos econômicos.

Leia também: Quanto custa viajar pela Grécia

Sugestão de roteiro de 10 dias pela Grécia: Atenas (3), Meteora e Delfos (2), Santorini (3), Rhodes (2)

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

87 comentários sobre o texto “7 países baratos para viajar na Europa com a alta do Euro

    1. Oi Mari,

      Nunca fui a Jerusalém. Mas no Egito é possível gastar uma média de 30 dólares por dia para mochileiro ou 50 dólares para viajantes custo/benefício (buscam conforto, mas sem gastar muito).

  1. Boa noite, Luiza! Tudo bom? Estou planejando um mochilão em julho/2020 para Portugal, Espanha, França, Bélgica e Holanda, e gostaria de saber se você tem sugestões de hostels mais baratos aí em Lisboa? Gostaria de dividir quarto mesmo, então queria algo mais em conta.

  2. olá Luiza tenho tenho 4 a 5 dias no maximo de ferias brevemente e gostaria de ir com a minha companheira a qualquer sitio na Europa. Estive a ver malta mas fiquei com algumas duvidas. dentro do pouco tempo que disponho o que recomendaria ? obrigado.

    1. Oi Jorge,

      Nunca estive em Malta, mas creio que 4 a 5 dias é uma boa lá.

      Uma dica que eu faço quando tempo assim pouco tempo disponível. Entro num site de busca de passagens, normalmente o Kiwi, que me permite busca por raio, digito a saída de Porto e Lisboa, as datas que tenho e peço para ele me mostrar as opções de passagens. Assim, consigo descobrir ideias de novos lugares com as passagens de avião mais em conta para esse período.

      Outra dica: a região da Alsácia, na França: https://www.360meridianos.com/2017/04/roteiro-4-dias-alsacia-sem-carro-franca.html

  3. Ola Luiza

    gostaria de uma ajuda planejei um roteiro de 30 dias nos países (Roma-Florença-Veneza- Munique-Frankfurt- Berlim – Amsterdã -Paris- Londres) gostaria de uma luz se e um bom roteiro e outra duvida quantos dias em cada cidade/pais da Europa > muito Obrigada 😉

  4. Olá Luiza!

    Tudo ótimo?

    Gostaria de fazer um muchilão pela Europa. Mas para tocar nas ruas e praças, sou músico e gostaria de levar a música brasileira comigo. Então, quais desses países permite que faça apresentações públicas abertas, em praças e ruas? Eu já sei que na Suíça não é permitido, para tal é necessário pegar autorização. E em outros países como funciona essa prática?
    Você saberia qual o melhor roteiro para eu tocar sem problemas ?

    Um grande abraço e muito obrigado.

  5. oi luiza,
    completando o meu comentário queria se possível informação em média de quanto gastarei numa viajem pra espanha em família durante 10 dias, já tendo hospedagem.

  6. olá Luíza,
    Estou planejando viajar em março ou julho de 2018 para Espanha(el hido) e ficar na casa de uns amigos, mas, ainda estou no começo das pesquisas sobre tudo. Será nossa primeira viagem ao exterior,irei com meu esposo e meus 2 filhos. Voçê poderia me dar dicas de companhias aéreas e melhor roteiro que fosse mais barato.?

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.