Como é a vida em Barcelona: saiba como é morar na cidade

Barcelona é uma cidade para ser vivida ao ar livre. Seja tomando um café nas varandas dos restaurantes, passando o dia em um dos muitos parques da cidade, pedalando pelas ciclovias ou caminhando pela praia. É o tipo de lugar que dá pena pasar o dia dentro de casa com tanta coisa para se ver do lado de fora. No final do meu quarto mês na cidade, começo a me sentir mais como uma moradora local e estou cada vez mais convencida de que encontrei o meu lugar no mundo. A pedidos, escrevo um pouco sobre como é a vida nessa cidade encantadora.

Vida noturna e cultural

Não passa absolutamente um fim de semana sem que haja alguma coisa legal para fazer em Barcelona. E eu acho que é isso que torna a cidade tão apaixonante. Barcelona é um grande polo cultural que não para nunca. O lado ruim disso é o financeiro: é justo essa parte do lazer que torna a vida em Barcelona mais cara que em outras cidades da Espanha e até da Europa. Além desse tipo de atividade não ser tão barato, você se sente tão tentado a aproveitar a oportunidade de fazer tudo que pode acabar quebrando o cofre rapidinho.

Noite de Barcelona

Com a melhora do clima e a proximidade do verão, a oferta de atividades se amplia. Começam as festas dos povoados ao redor e dos bairros de Barcelona, que mostram um pouco da cara mais tradicional da Catalunha. Não é raro estar caminhando pela rua e, de repente, se deparar com uma festa com música, comida e bebida ou com uma feirinha que você desconhecia.

Fora as centenas de opções de eventos que ocorrem todos os fins de semana, para todos os gostos: dos culturais aos esportivos e aos mais baladeiros. São tantos convites no Facebook que eu mal consigo manter o controle do que está acontecendo a cada semana e perco muita coisa legal porque é preciso escolher ou fazer outras coisas menos interessantes, como estudar e trabalhar. Quer saber onde encontrar tudo isso? Veja o post sobre a agenda cultural  ou o post sobre onde curtir a noite de Barcelona.

Ser estrangeiro em Barcelona

A capital catalã é multicultural por essência. Não é apenas pela presença constante de turistas, mas também de gente de todo o mundo que escolheu fazer da cidade sua casa. Por isso, me parece que todos estão muito acostumados à diversidade de sotaques e nacionalidades por aqui.

Nos bares e restaurantes, não é incomum que já falem comigo em inglês quando percebem que eu sou de fora. Ainda não passei por nenhuma situação constrangedora ou de preconceito por ser estrangeira e tenho a impressão que se isso acontecer, há mais chances que seja fora de Barcelona.

Segurança

Barcelona tem fama de perigosa, e é preciso dizer que essa não é a cidade mais tranquila da Europa. Embora eu nunca tenha visto alguém de fato ser abordado, já escutei relatos de assaltos com algum tipo de violência, mas são minoria. Tanto que eu volto para casa sozinha, de madrugada, em transporte público ou a  pé sem sentir o menor medo, coisa que eu jamais faria no Brasil.

metrô de Barcelona

O mais comum mesmo são os furtos. Eu já fui furtada aqui, duas vezes na mesma semana. Acredito que para um brasileiro vacinado, a cidade não chega a ser algo de outro mundo. Mas é preciso lembrar que essa é uma cidade grande, cheia de turistas e de gente treinada em passar a perna. Fica o alerta para vocês não acharem que só porque estão na Europa podem relaxar a vigilância. Não despreguem os olhos das suas coisas nem por um minuto, em especial no metrô e em aglomerações.

A vida em Barcelona e o turismo

A cidade na qual circulamos não é necessariamente a mesma cidade na qual circulam os turistas. Quem mora em Barcelona faz questão de fugir das aglomerações. Na alta temporada, pode ser bem difícil fazer todas as suas coisas do dia a dia com um milhão de pessoas tirando fotos no meio da rua. Faz parte, a gente também incomoda os outros quando viajamos, então temos que lidar com isso. Só que os turistas não estão por todas as partes e dá para levar uma vida bem normal e tranquila em Barcelona se você quiser, basta saber como fugir do tumulto.

Quando for procurar um lugar para morar, fuja das proximidades do Gótico e El Born. Além de serem cheios, os preços ali também vão ser mais caros que em outras partes da cidade. Vá para bairros com menos interesse turístico, como Sants, Poble Nou, Clot, Poble Sec. Sagrada Família e Grácia, apesar de terem apelo entre os viajantes, também são opções que podem ser consideradas.

Para pegar uma praia, a Barceloneta não é a melhor opção. Com 20 minutos de trem desde Sants ou no final da linha roxa, você chega a Badalona e pode tomar sol com muito mais tranquilidade. Também dá pra fazer o trajeto em bicicleta, indo pela orla até chegar em um ponto mais vazio e limpo.
Agenda cultural de Barcelona

Custo de Vida

Saiba mais: Como transferir dinheiro para o exterior com menos taxas

Aluguel: Atualmente eu pago 300 euros de aluguel, com as contas incluídas. Já paguei 320 e 350. Os preços de um apartamento compartilhado em Barcelona giram em torno dessa média. Dá para encontrar quartos por 250 a 450 euros. Para morar sozinho é mais caro, cerca de 600 euros por um estúdio. Saiba como encontrar moradia em Barcelona e ter um desconto no primeiro aluguel. 

Comida: Meu mercado semanal dá entre 15 e 30 euros, depende do quanto eu estou disposta a economizar. Para comer em restaurantes é mais caro, entre 10 e 20 euros. Um lanche na rua (sanduíche e coca-cola) me sai por 5 euros, em geral.

Telefonia celular: Com 10 euros por mês eu compro um pacote de 2 gb de internet na Lycamobile e isso me basta. Não sei falar sobre preço das ligações porque ligar para os outros é contra os meus princípios (leia-se: tenho pavor de falar ao telefone).

Lazer e baladas: Aqui é onde vem a facada. Uma noitada em Barcelona me sai a 20 ou 30 euros. Dá pra sair mais caro que isso se você deixar. As atrações turísticas também são carinhas, mas se você for morar aqui não vai ficar visitando museu todos os dias. O bom é que tem muita coisa que dá para fazer de graça, é só pesquisar.

Transporte: Um bilhete integrado de transporte para um mês sai a 50 euros. Para duas zonas (caso você trabalhe ou estude fora de Barcelona) sai a 70 euros. Veja mais sobre como se locomover em Barcelona.

Total: entre 900 e 1100 euros por mês

Fotos: Shutterstock


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários sobre o texto “Como é a vida em Barcelona: saiba como é morar na cidade

  1. Oi, Natália! Gostaria de saber se você pode falar um pouco sobre as oportunidades para os brasileiros em relação ao mercado trabalho, quais as áreas que tem uma maior oferta, etc…

  2. Olá Natalia, vou me mudar para Barcelona em Setembro para fazer um MBA.
    Como estou indo com o meu namorado, pretendemos alugar um apartamento de 1 quarto ou um loft mesmo.
    Você conhece algum site de aluguel que eu possa dar uma olhada?
    E você indica eu somente fechar o apartamento depois que ve-lo pessoalmente?
    Já preciso começar a me programar!

    Obrigada

    1. Raissa, o pessoal aqui busca muito no idealista.com. E não é que eu indique vc ver pessoalmente… bom, também, porque as fotos podem enganar, mas você dificilmente conseguirá fechar alguma coisa por internet…

      Abraços!

  3. Olá Natália!
    Os valores me assutam um pouco.. e me assustam pra menos.. Você acha que um salário de uns 2000 euros (livre) da pra viver com tranquilidade em Barcelona? Isso em 3 pessoas, sendo um bebê de 5 meses. Recebi uma proposta de trabalho e simplesmente não sei o que fazer… :/

    1. Luis, 2000 é uma fortuna aqui. 1000 euros já é considerado um bom salário para uma pessoa sozinha. Com família os custos mudam e como eu nunca estive nessa situação não sei dizer exatamente quanto gastaria, mas 2000 euros é considerado um bom salário. Ainda mais se sua esposa for trabalhar também…

      Abraços

  4. Morei um ano e meio em Barcelona, em 2002… Que cidade linda. Quanta coisa pra ver e fazer. Muito bom teu relato, acho que é por aí mesmo. Acrescento que o sistema de transporte público é ótimo. Pegava busão de madrugada tranquilamente e o metrô/trem liga tudo. Achava uma pena eram as partidas. Muita gente vai para intercâmbio e fica três meses. A gente conhecia, quando fazia amizade o povo já estava indo embora. Mas conheci muitos estrangeiros. Na época senti sim um pouco de preconceito. Depois de um tempo me sentia quase um catalão, tinha ciúmes da cidade e falava mal dos turistas, hahaha. Entretanto tb acho os catalães muito fechados e mal humorados. Mas que cidade!!!

    1. hahah te entendo, Alexandre! Também estou me sentindo assim, um pouco catalã. Pode ser que tive sorte, mas todos os que eu conheci são bem abertos, gente boa. Bom, não todos, mas a maioria absoluta sim. Estou encantada. É uma cidade mágica.

      Abraços!

  5. Saudades da minha cidade querida!!! Vivi aí por 7 anos mas agora estou passando uma temporada na Austrália!
    Oxalá estivesse ali pra te conhecer pessoalmente Natalia!
    Continue aproveitando Barça .
    Um abraço

    1. ahahaha apesar de achar um pouco atrevimento você ironizar o quanto eu gasto com minha alimentação, vou te responder: como eu disse, não gasto 30 euros toda semana, gasto quando tenho que fazer compras maiores. Gasto ENTRE 15 e 30 euros. Uma vez tava sem dinheiro e gastei 7 euros, mas comprando coisas baratas, só o básico. Gosto de comer bem, como frutas, vegetais, coisas que eu gosto e isso é caro aqui na Europa. Não me parece muito caro pois é mais ou menos o que eu gastava no Brasil também…

  6. Olá Natália!!!

    Estarei indo para Barcelona em agosto. Você teria um roteiro aqui no site para 5 dias na cidade? Eu acho pouco tempo 5 dias inteiros, mas foi o que eu consegui. Quero aproveitar o máximo que eu puder!!!

    Obrigada
    Fernanda 🙂

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.