fbpx

Viagens e beleza: o que fazer com a depilação

Quando eu escrevi aquele post “tabu” sobre menstruação em viagens (se ainda não leu, corre lá!), muitos comentários foram a respeito de como eu lidava com outra questão feminina nas minhas viagens e intercâmbios: depilação. Não me estranha vocês virem me perguntar isso tendo em vista que essa é uma conversa que já tive com amigas próximas. Inclusive, eu e a Naty, que recentemente também se mudou para fora do Brasil, costumamos abordar o problema.

Por isso, seguindo com as temáticas femininas de viagens aqui no blog, resolvi fazer um post sobre o assunto. Um misto das minhas experiências (afinal, já morei fora do Brasil três vezes, além de estar acostumada a fazer longas viagens) e também de experiências de outras pessoas que eu conheço. No final das contas, neste tema não existe certo ou errado, mas a situação que mais se adapte a quem você é e o que você quer fazer com seu corpo.

luiza na praia

Não depilar

Acho importante dizer que não depilar é uma opção super válida e que não deveria ser desconsiderada. Por favor, tirem da cabeça essa ideia de que pelos são anti-higiênicos! Então, se você vai viajar por pouco ou muito tempo e não quer se depilar, é uma decisão só sua e pronto.

Lamina

A cada ano surgem lâminas de raspar pelos que são menos agressivas para a pele e mais fáceis de usar. Sem dúvida, a lâmina é a melhor solução para quem está numa emergência e precisa resolver a questão dos pelos rapidamente. Mas também é uma solução a longo prazo, se você pensar que eu depilo minhas pernas com lâmina há anos, viajando ou não, e fico bem satisfeita com o resultado, mesmo sabendo que terei que fazer isso a cada dois dias, no banho. Sempre vai ter uma na minha necessaire de viagem.

Mas em outras áreas do corpo, porém, principalmente a virilha, a lâmina não é uma boa solução para mim. Durante a volta ao mundo, era a única coisa que eu tinha a mão, então era o que eu podia fazer, mas haja pelo encravado e alergia!

Recentemente eu também comprei uma maquininha, dessas a pilha, que ajuda a raspar o pelo em lugares mais difíceis de alcançar ou onde a lâmina é meio perigosa. É muito bom para levar em viagens, porque serve tanto para aparar quanto para eliminar pelos temporariamente.

Creme Depilatório

Para solucionar o meu problema com alergia, no meu intercâmbio de 4 meses pelos Estados Unidos, minha opção foi o creme depilatório. Faz um pouco de bagunça, toma um pouco mais de tempo, mas é fácil de fazer. E os pelos demoram um pouco mais para crescer do que raspando. Porém, é bom tomar cuidado, porque é um produto químico. E também não é a solução mais ecológica do mundo. Desde então, deixei de usar.

Depilador Elétrico

depilador elétrico

Uma máquina muito útil, principalmente porque é uma solução bem mais duradoura que as outras acima, já que arranca os fios pela raiz. Eu sinto muita dor com o satinelle ou afins e acabo não tendo coragem de usar. Mas essa era a solução da Aline, que viajou com a gente durante a volta ao mundo, e também da Valéria, que mora comigo aqui em Portugal. Lembrando que você terá que investir uma graninha para comprar o aparelho e reservar um espaço na bagagem para ele.

Depilação a cera: faça você mesma

A seção do supermercado é uma maravilha de produtos de cera, fria ou quente, para quem quer fugir do salão. Eu uso cera fria há anos para depilar o buço. Acho que dói menos, o resultado é bom, o pacotinho da cera é pequeno e posso levar em qualquer bagagem sem ocupar espaço. Já tentei uma vez usar cera quente para me depilar e o resultado foi desastroso, porque demanda muito contorcionismo e habilidade, sem contar que eu demorei tanto que a cera ficou fria no meio do processo e tive que parar tudo para aquecer novamente.

Se você está no meio de uma viagem, mesmo com toda a habilidade do mundo, acho que essa não é uma opção. Ou pelo menos eu achava isso, até encontrar o pessoal do blog Slow Spirit. A menina não só se depila com cera quente na estrada, como produz sua própria cera natural!

Depilação no salão: encontrando uma depiladora no exterior

A única vez que eu fui numa depiladora no exterior foi na Índia. E para nunca mais. Eu sou muito chata com serviço mal feito e mais chata ainda em gastar meu dinheiro além da conta. Porque vocês têm noção da fortuna que é depilar fora do Brasil, né? Aqui em Portugal, por exemplo, custa uns 20 euros só uma parte do serviço. Se eu fosse fazer tudo isso duas vezes por mês, como em Belo Horizonte, gastaria o valor do meu aluguel em eliminar pelos.

Mas, se for uma ocasião especial durante uma viagem, as outras técnicas não estiverem dando conta do recado ou você encontrou um lugar limpo e não caro, pode ser que valha a pena. Tem um texto muito divertido (em inglês) das desventuras em série de uma menina a procura de uma depiladora em suas viagens. Recomendo a leitura.

Depilação a laser

Depois de anos colocando a depilação a laser no final da minha lista de prioridades, aproveitei uma promoção da clínica que é perto da minha casa para finalmente dar um fim mais ou menos definitivo em parte dos pelos que me incomodavam. No final das contas eu comecei a me perguntar por que diabos não fiz isso antes. Eu fiz laser na virilha e axilas e na terceira sessão já não tenho mais quase nenhum pelo me incomodando. Estou pensando em fazer meia perna também.

Se eu somar toda a grana que gastei com depiladora, lâminas de melhor qualidade e cera ao longo da vida, sinceramente, já teria pago o laser antes (aqui em Portugal paguei 75 euros a sessão a cada 80 dias). Sem dúvida, para mim foi a melhor solução duradoura e que vai facilitar minha vida em qualquer viagem.

E vocês, como fazem?


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

9 comentários sobre o texto “Viagens e beleza: o que fazer com a depilação

  1. Eu tenho um intercâmbio programado pro Canadá e me depilo com cera quente caseira (minha mãe faz), quero levar 3 potes de toddy cheios na mala despachada. Você acha que tem chance de barrarem?

    1. Oi Amanda,

      Olha, a alfândega pode sim barrar por ser um produto caseiro, sem certificados de segurança e (provavelmente) de origem animal.

  2. Oi!! Vou fazer uma viagem de 10 dias e eu fico descolorindo a minha perna por causa de minhas alergias a lâmina e cera quente, porém não quero gastar o meu tempo la descolorindo, quero sua ajuda, o que eu faço??

    1. Oi Marina,

      Se você não quer gastar tempo descolorindo e tem alergia, liga o foda-se, deixa os pêlos como estão e vá ser feliz.

      Outra solução é fazer depilação a laser, que é uma forma mais definitiva de acabar com os pelos.

  3. Amei este post, supeeer útil! Mesmo sem muita neura com depilação, nas minhas poucas tentativas com a cera, por exemplo, tive péssimas experiências, pelos encravados e manchas por conta dos mesmo, argh! E faço a linha da antiga sabe, que tem que medo de laser fazer mal kk mas aos poucos estou me rendendo a ideia de tanto ouvir falar bem. Beijo Lu 🙂

    1. Oi Larissa,

      Dizem que com linha dói para caramba! É verdade?

      Eu gostei muito dos resultados do laser, para mim deu muito certo. Mas cada pessoa é diferente né

  4. Também fiz laser na virilha, meia perna e axila. Melhor decisão da vida! Nao estou 100% livre de depilação(95% livre eu diria) porque quanto mais escura a área a ser depilada, mais dificil é de se livrar dos pêlos pra sempre. Mas para tirar os insistentes depilo sei lá, umas 3 x ao ano no máximo porque o pêlo demora a crescer e quando cresce é fraco!Antes eu vivia na eterna busca pela depiladora perfeita. Porque quando eu achava uma, não dava 1 ano e ela mudava de Londres! Aqui é um saco isso, entao hoje so me apego a esses profissionais da beleza que estao estabelecidos ha anos e não vão embora ou que sao daqui.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.