Dia dos Mortos no México: onde celebrar essa festa do outro mundo

No filme Viva – A Vida é Uma Festa, lançado pela Pixar em 2017, o pequeno músico Miguel Rivera vive uma aventura entre dois mundos em busca de parentes já falecidos. O enredo, que arranca lágrimas até dos corações mais duros, se passa durante a celebração do Dia dos Mortos no México e é uma boa forma de entrar em contato com as crenças e tradições dessa festa tão importante para a cultura mexicana.

Mas, ainda melhor que ver a festança na telona é acompanhá-la em carne, osso e espírito. Visitar o México em qualquer época do ano é uma viagem e tanto, mas quem tem a oportunidade de estar no país entre a última semana de outubro e a primeira de novembro pode ver de perto uma das mais importantes manifestações culturais do país. Veja agora todas as dicas para planejar o seu Dia dos Mortos no México.

Dia dos Mortos no México

Leia também: “Não morremos até que nos esqueçam”: relato de dia dos mortos
Caveiras Mexicanas: a história, arte e a crítica social

Qual é a origem da celebração do Dia dos Mortos no México?

O culto aos mortos e a forma como o povo mexicano encara a morte – mais como uma consequência inevitável da vida e menos como um momento de pesar e luto -, já era uma parte da cosmovisão dos povos que habitavam o México antes da colonização. A morte sempre ocupou um lugar importante no sistema de crenças dos povos mesoamericanos. Morrer era transcender, subir um degrau na escala da existência, juntar-se aos Deuses. Não é à toa que ser oferecido em sacrifício humano era considerado uma grande honra reservada às pessoas de mais alto status social.

Dia dos Mortos no México

Já naquela época, alguns desses povos, em especial os que habitavam a região centro-sul do México e a América Central, chegavam a dedicar meses inteiros para honrar os entes queridos que já não pertenciam a esse mundo. A festa de Dia dos Mortos no México atual, no entanto, surge do sincretismo religioso entre essa visão pré-hispânica e o cristianismo que chegou mais tarde e levou para o país as celebrações do Dia de Todos os Santos e de Finados.

Onde celebrar o Dia dos Mortos no México?

As celebrações de Dia dos Mortos no México ocorrem em todo o país, porém são mais intensas nos estados do centro e sul, que herdaram dos seus antepassados essa relação com a morte. Entre eles, as celebrações mais famosas e tradicionais ocorrem nos estados de Oaxaca e de Michoacán.

A cidade de Oaxaca de Juarez tem uma das celebrações de Dia dos Mortos mais aclamadas do país e atrai milhares de turistas todos os anos. Por ali, a festa ocorre no Zócalo e nas ruas adjacentes, tudo com muita alegria e doses de tequila. Clique aqui para ver a programação de dia dos mortos por lá. Mas quem estiver na Cidade do México na data também não vai ficar de fora: a capital se enfeita toda e oferece shows com artistas nacionais e internacionais no Zócalo, além de tours temáticos e concursos de Catrinas, como são chamadas as famosas caveiras mexicanas.

Planeja passar o Dia dos Mortos em Oaxaca? Veja nossas dicas de viagem pra lá. 

Como se comemora o Dia dos Mortos no México?

Nada de tristeza. O Dia dos Mortos no México é comemorado com muita festa, música e comida. De acordo com as crenças locais, entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro o portão que separa esse e o outro mundo se abre e os espíritos dos nossos familiares podem cruzar as fronteiras para nos visitar.

Dias antes da data, as cidades mexicanas já começam a se enfeitar com bandeirinhas coloridas, caveiras mexicanas e altares dedicados aos mortos. A partir do dia 31, as ruas, casas e cemitérios também se enchem de velas, nas tradicionais veladas.

Dia dos Mortos no México

Entre os dias 1 e 2 de novembro, as famílias costumam se reunir nos cemitérios para visitar os entes queridos. Algumas vezes, fazem um jantar por ali mesmo e incluem os pratos e músicas preferidos dos homenageados na festa. Eles acreditam que estão jantando mais uma vez com as pessoas que partiram.

Os altares estão por todas as partes e os elementos colocados nele variam de acordo com a região, mas sempre incluem velas, a foto das pessoas homenageadas e oferenda de comidas e mezcal. Os tamales, um prato típico que lembra nossa pamonha, costumam ter protagonismo na montagem dos altares, assim como balas e doces. Há até mesmo um pão típico que é preparado especialmente nessa época, o pan de muerto. Feito com anis e coberto com açúcar, faz parte tanto dos altares quanto das mesas de café e lanche da tarde durante o período. Algumas vezes, são vendidos em forma de caveiras e outros personagens do além.

Altar de dia dos mortos no México

Na semana do evento, há desfiles de pessoas vestidas como caveiras mexicanas pelas ruas da cidade, além de festas tanto públicas, promovidas pela prefeitura – com apresentações teatrais e de música e danças típicas do país – quanto privadas, em bares, restaurantes e boates.

Vai viajar? Não deixe de comprar um seguro de viagem para o México e evite problemas longe de casa. Veja aqui como conseguir o melhor custo-benefício e ainda garantir um desconto!


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.