Carnaval de Belo Horizonte 2019: o guia completo para aproveitar a folia

“Carnaval não é feriado, é compromisso”, e em BH é compromisso sério. A cidade, que há uns cinco, seis anos, costumava morrer na data, hoje proporciona uma das maiores (e melhores) folias do país. De acordo com a Empresa de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), em 2019 a capital mineira vai colocar 590 blocos na rua e 700 desfiles, número 22% maior do que os 480 blocos de 2018. E nessa conta só entram os que fazem parte da programação oficial da prefeitura. Quem vive por aqui já sabe: o carnaval começa logo depois do ano novo e o que não faltam são bloquinhos secretos que saem de ruas discretas para evitar as multidões.

E que multidões! Esse ano, a expectativa é atrair 4,5 foliões entre os dias 16 de fevereiro e 10 de março, duração oficial da festança. O que começou despretensiosamente, como uma provocação política contra a prefeitura, acabou se tornando um importante evento no calendário da cidade, que movimenta a economia e atrai gente do país inteiro.

Carnaval de Belo Horizonte, 2013

Carnaval de BH em 2013 (Foto: Ismael dos Anjos)

Carnaval de Luta

O carnaval de Belo Horizonte renasceu como um movimento que contestava políticas da prefeitura, como a proibição do uso de espaços públicos sem autorização prévia. Os primeiro blocos surgiram da mobilização de grupos que uniam a música e a festa à defesa de determinadas pautas políticas. Por mais que o carnaval tenha crescido e se expandido para além dessas pautas, grande parte dos blocos e organizadores da folia fazem questão de manter a essência militante, como os famosos Então, Brilha!, Alô, Abacaxi, Angola Janga e Volta, Belchior, que arrastam multidões e defendem um carnaval democrático e cheio de diversidade e respeito. É uma lembrança de que o carnaval de BH não é só feito de catuçaí e glitter biodegradável, mas também de força e luta por direitos.

É por isso que você vai ver, em muitas das esquinas da cidade, gritos de guerra e discursos em meio às marchinhas. Marchinhas,  que, aliás, também não fogem à luta. Não é raro ver os foliões esbravejando letras que contestam, lembram ou fazem piada com escândalos, temas e personagens políticos. É o caso, por exemplo, da marchinha do Pula Catraca, bloco que defende a tarifa zero no transporte público.

“O pó rela no pé, o pé rela no pó (…) “Esse pó é de quem tô pensando?? Ah é sim”.

– Marchinha em referência ao escândalo do Helicoca, popularizada no Carnaval de 2014

Carnaval em Belo Horizonte

Onde ficar no Carnaval de BH

Se você vem de fora para curtir o carnaval, convém encontrar hospedagem dentro do circuito dos blocos, que se concentram no centro e zonas sul e leste. É claro que há folia em quase todos os bairros e regiões da cidade, mas ficando por ali você vai reduzir o tempo e dinheiro gastos nos ônibus e ubers, vai por mim. Bairros como Santa Tereza, Floresta, Santa Efigênia, Lourdes e Barro Preto são alguns que vão te colocar no meio do burburinho. Quem preferir tranquilidade, fuja para as colinas, ou melhor, pra Lagoa da Pampulha.

Encontre hotéis para o Carnaval de BH

Os principais blocos do Carnaval de Belo Horizonte 2019

Carnaval em Belo Horizonte

Praia da Estação meets Então, Brilha! (Foto: Ismael dos Anjos)

Quem é velho de guerra no carnaval de BH já tem seus blocos de estimação e um lugar todo especial reservado para eles na agenda da festa, cercado de muito glitter e serpentina. Eu sei que já tenho os meus, mas a medida em que o Carnaval cresce, novos blocos aparecem e é sempre bom a gente dar uma renovada na programação, tanto para evitar aqueles que ficaram grandes demais quanto para conhecer novas propostas. Veja agora a agenda que preparamos com os principais blocos de Belo Horizonte. *Alguns locais e horários ainda podem sofrer alteração e só serão divulgados pela produção dos blocos na véspera.

16 de fevereiro, sábado

Projeto Cold Hot – Brasilidades

17 de fevereiro, domingo

Confraria dos Poetas e Poetisas

  • Local: Rua Dores do Indaiá, 409 – Santa Tereza
  • Horário: 10h

Pega no Piston

  • Local: Praça Zamenhof, Floresta
  • Horário: 13h

Carnaval das Mina

  • Local: Centro de Referência da Juventude – CRJ-BH
  • Horário: 13h

Sopra que Sara

  • Local: Bairro Floresta
  • Horário: 13h
 

23 de fevereiro, sábado

Us Beethoven

  • Local: Rua Professor Morais, esquina com Avenida Getúlio Vargas, Funcionários
  • Horário: 9h

Bicharada (bloco infantil)

  • Local: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 3333, Pampulha
  • Horário: 9h30

Garota, eu vou pra Califórnia

  • Local: Avenida dos Clarins, s/n – None
  • Horário: 13h

Mamá na Vaca

  • Local: Praça Cairo, Bairro Santo Antonio
  • Horário: 10h

24 de fevereiro, domingo

Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro

  • Local: Rua Tenente Brito Melo, 1090
  • Horário: 10h

Asa de Banana

  • Local: Avenida Getúlio Vargas, esquina com Rua Professor Morais, Funcionários
  • Horário: 11h

Bloquinho do Queixão (Bloco Infantil)

25 de fevereiro, segunda

Lua de Crixtal

  • Local: Praça México, Concórdia
  • Horário: 19h

26 de fevereiro, terça

Como te Lhama

  • Local: A definir
  • Horário: 16h30

27 de fevereiro, quarta

Chama o Síndico

  • Local: Afonso Pena, em frente ao Parque Muicipal
  • Horário: 20h

28 de fevereiro, quinta

Roda de Timbau

  • Local: Rua Itajubá, esquina com Avenida do Contorno, Floresta
  • Horário: 19h

Bloco da Bicicletinha

  • Local: Rua Sergipe, 623, Savassi
  • Horário: 20h
 

1º de março, sexta

Tchanzinho Zona Norte

  • Local: Avenida Sebastião de Brito, esquina com Rua Irmã Eufêmia, Dona Clara
  • Horário: 18h

Sexta Ninguém Sabe?

  • Local: Rua Alvarenga Peixoto, 1000, Santo Agostinho
  • Horário: 18h

Lindo Bloco do Amor

  • Local: Avenida Assis Chateaubriand, Floresta
  • Horário: 18h

Bloco das Fanfarronas

  • Local: Praça da Assembleia, Santo Agostinho
  • Horário: 18h

Bloco Fúnebre 

  • Local: Praça da Bandeira
  • Horário: 21h
 

2 de março, sábado

Então, Brilha!

  • Local: Rua Guaicurus, em frente ao Hotel Brilhante, Centro
  • Horário: 6h30

Praia da Estação

  • Local: Praça da Estação
  • Horário: 14h

Quando come se lambuza

  • Local: Avenida Afonso Pena, Centro
  • Horário: 10h

Ladeira Abaixo

  • Local: Bairro Floresta
  • Horário: 10h

Volta Belchior

  • Local: Rua Mármore, Santa Tereza
  • Horário: 12h

Bloco da Língua

  • Local: Rua Tigre, entre as ruas Real Madri e Palestina, São Salvador
  • Horário: 12h

Faraó

  • Local: Avenida Afonso Pena, esquina com Rua da Bahia, Centro
  • Horário: 13h30

Bloco du Seu Pai e as Filhas de Gaby

  • Local: Avenida Afonso Pena, esquina com Rua Ceará, Funcionários
  • Horário: 14h
 

3 de março, domingo

Beiço do Wando

  • Local: Praça da Assembleia
  • Horário: 8h (concentração)

Bloco da Esquina

  • Local: Rua Jussara, 345
  • Horário: 8h

Todo Mundo Cabe no Mundo

  • Local: Rua Piauí, esquina com Rua Padre Rolim, Santa Efigênia
  • Horário: 9h

Alô, Abacaxi

  • Local: Avenida Augusto de Lima, esquina com Avenida Barbacena, Barro Preto
  • Horário provável: 10h

Luz de Tieta

  • Local: Rua Mármore, Santa Tereza
  • Horário: 12h

Baianeiros

  • Local: Rua Romualdo Lopes Cançado, Castelo
  • Horário: 13h

Fala Tambor

  • Local: Praça Doutor Lucas Machado, Santa Efigênia
  • Horário: 14h

Angola Janga

  • Local: Avenida Amazonas, esquina com Rua São Paulo, Centro
  • Horário: 14h

Batuque Coletivo

  • Local: Rua Bernardo Monteiro, esquina com Avenida Afonso Pena, Funcionários
  • Horário: 14h

Unidos do Samba Queixinho

  • Local: Avenida Bandeirantes, próximo à Praça da Bandeira, Mangabeiras
  • Horário: 14h30
 

4 de março, segunda

Daquele Jeito

  • Local: Rua Sergipe, 676, Funcionários
  • Horário: 8h
 

Seu Vizinho

  • Local: Aglomerado da Serra
  • Horário: 10h

Funk You

  • Local: Avenida Brasil, 800, Funcionários
  • Horário: 10h

Unidos do Barro Preto

  • Local: Rua Juíz de Fora, 114, Barro Preto
  • Horário: 10h

Havayanas Usadas

  • Local: Av. dos Andradas, 3760, Pompéia 
  • Horário: 11h

Românticos são Loucos

  • Local: Rua Mármore, bairro Santa Tereza
  • Horário: 12h

Corte Devassa

  • Local: Rua Sapucaí
  • Horário: 13h

Garotas Solteiras

  • Local: ainda a definir
  • Horário: 14h

Putz Grila

  • Local: Rua Professor Morais, esquina com Avenida Getúlio Vargas, Funcionários
  • Horário: 14h30
 

5 de março, terça

Juventude Bronzeada

  • Local: bairro Floresta
  • Horário: 9h

Chega o Rei

  • Local: Rua Padre Manoel Bernardes, 298, bairro Alto dos Pinheiros
  • Horário: 9h

Belorinho

  • Local: Rua Professor Morais, esquina com Avenida Getúlio Vargas, Funcionários
  • Horário: 10h

Magnolia

  • Local: Rua Catumbi, Caiçara
  • Horário: 12h

Peixoto

  • Local: Colégio Arnaldo, Bairro Santa Efigênia
  • Horário: 14h

Pescoção

  • Local: Avenida Álvares Cabral, em frente ao Sindicato dos Jornalistas, Centro
  • Horário: 12h

Baianeiros

  • Local: Avenida Getúlio Vargas, Savassi
  • Horário: 13h

Bartucada

  • Local: Avenida Brasil, esquina com Avenida Afonso Pena
  • Horário: 14h

Monobloco

  • Local: entorno do Mineirão
  • Horário: a definir

Pisa na Fulô

  • Local: Rua Nossa Senhora de Fátima, 1650, Carlos Prates
  • Horário: 17h

6 de março, quarta

Acorda Amor

  • Local: Praça Guaraci, São Geraldo
  • Horário: 9h

Manjericão

  • Local: Esplanada
  • Horário: 4h20 (da madrugada mesmo)

I Wanna Love You

  • Local: Praça da Grota, Sagrada Família
  • Horário: 13h

9 de março, sábado

Ziriggydum Stardust

  • Local: Praça Zamenhof, Floresta
  • Horário: 9h

Vira o Santo

  • Local: Praça da Estação
  • Horário:10h

Transborda

  • Local: Rua Monte Verde, 40, São Salvador
  • Horário: 14h

Cansou da folia? Fuja dela

Quando o carnaval te cansar, aproveite para conhecer outras atrações da cidade e dos arredores. Você pode gastar um dos quatro dias de folia em Inhotim, um dos mais importantes centros de arte contemporânea do mundo. Outro programa interessante é alugar um carro ou ir de ônibus até Ouro Preto, numa viagem de bate-volta. Além de conhecer uma cidade histórica linda, lá vai ter mais folia te esperando. E por perto ainda tem as cachoeiras da Serra do Cipó, algumas das famosas grutas de Minas Gerais e outras cidades históricas, tipo Congonhas e Sabará. Por fim, há as atrações da própria capital: a Praça da Liberdade, a Lagoa da Pampulha, o Mercado Central, os museus e muito mais. O bom é que você já vai passar por muitos desses lugares enquanto segue os blocos.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

13 comentários sobre o texto “Carnaval de Belo Horizonte 2019: o guia completo para aproveitar a folia

  1. Rapaz, eu sou testemunha desse movimento. Os blocos realmente despertaram nas pessoas aquele carnavalesco adormecido. Na minha opinião, um dos momentos épicos do CarnavalizaBH 2013 foi o bloco das Baianas Ozadas. Ele arrastou aproximadamente 15 mil pelas ruas do centro da cidade.

  2. Para quem se cansar da folia,tirar um dia para visitar o Inhotim ou almoçar em Macacos são boas opções. Foi o que fiz no ano passado sempre que a namorada queria desacelerar.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.