fbpx
Tags:
Atlas: Maresias, Brasil, São Paulo

Hospedagem barata em Maresias, São Paulo

Até outro dia eu nunca tinha pisado no litoral de São Paulo. E olha que morei um ano na capital paulista, período em que viajei várias vezes, mas, contrariando minhas raízes mineiras, não fui à praia. Esse problema foi resolvido em fevereiro, quando passei uma semana em Maresias, praia do município de São Sebastião, um lugar de areia branca e conhecido em todo o mundo por causa do surf.

Além das ondas, outra coisa grandiosa fez a fama recente de Maresias: os preços. Como a praia se converteu num dos lugares mais badalados do litoral paulista e passou a ser frequentada por vários grupos de gringos, os preços subiram. E muito. A ponto de muita gente ter começado a optar pela boa e velha farofa, como mostrou uma matéria recente da Folha de São Paulo.

Hospedagem barata em Maresias

Se para fugir dos preços das barracas de praia basta uma caixa térmica cheia de cerveja, quando o assunto é hospedagem barata uma opção é o Maresias Hostel – Pousada San Sebastian, membro da Hostelling International. Nós ficamos lá. Um ponto positivo é a localização: o albergue fica no primeiro quarteirão depois da praia. Assim que você chegar a Maresias, procure pelo cemitério da cidade. Achou? Siga a ruazinha ao lado dele e depois vire à direita. O hostel está a 100 metros.

Hospedagem barata em Maresias

Nós ficamos num quarto coletivo com três camas. Além de banheiro privativo, cada cama conta com luz individual, pontos de eletricidade (fundamentais para quem precisa carregar as baterias de milhões de gadgets), uma luminária e um ventilador pessoal, que joga vento bem na cara de quem estiver dormindo.  Com o calor que fazia enquanto estivemos lá, os mini ventiladores foram muito úteis.

Foto: TripAdvisor

Não gosta de quarto coletivo? Então fique num quarto privativo, praticamente igual ao que você ficaria em muitos hotéis. Todos os quartos têm banheiros e ventilador de teto. Também há quartos com quatro e cinco camas, que podem ser fechados para grupos de amigos ou divididos entre desconhecidos mesmo, como em qualquer hostel.

O Maresias Hostel também tem piscina, mesa de sinuca, área de churrasqueira e uma sala equipada com TV e DVD. A cozinha é aberta para uso dos hóspedes e o café da manhã é incluído na diária. Além disso, o bar do hostel funciona até tarde. Também tem internet wi-fi sem custo adicional que funciona bem nas áreas coletivas, como o bar e a sala de TV, mas pode não funcionar tão bem nos quartos, dependendo da localização.

Hostel Maresias, São Paulo

Nos quartos com três, quatro ou cinco camas a tarifa é R$ 33 por pessoa, entre domingo e quinta. Já nas sextas e nos sábados o valor sobe um pouco, mas nada que assuste: R$ 38. O quarto de casal sai por R$ 79, no meio de semana, e aos finais de semana custa R$ 99. Quem tem carteirinha da Hostelling International ganha desconto. Mais informações no site oficial.

Hospedagem barata em Maresias

Como chegar:

Vai de carro? Partindo de São Paulo, pegue a BR-101, sentido Rio de Janeiro, e siga por cerca de 180 quilômetros, até Maresias. Entre na rua à esquerda, antes do cemitério. Para ir de ônibus (como eu fiz) também é fácil. Basta pegar o ônibus da Litorânea, que parte do Terminal Tietê. São cinco saídas diárias. A viagem durante quase 5 horas.

O 360meridianos se hospedou a convite do Maresias Hostel, por meio de uma parceria entre a Hostelling International e a Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem. Veja mais detalhes aqui.

Avalie este post

Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comentários sobre o texto “Hospedagem barata em Maresias, São Paulo

  1. Fiquei neste hostel em 2013 e não tenho boas recordações.
    Os pontos fortes foram o preço e a mesa do café.
    Quando cheguei com minha esposa e meu filho, nosso quarto havia sido pintado e estava com um forte cheiro de tinta. Perguntamos se seria possível trocar de quarto e o Dono disse que não, mas que poderíamos procurar outro lugar para ficar em Maresias. Detalhe já era 9 da noite. Uma funcionária, com pena, nos arrumou um quarto, escondido do Dono e ficamos por lá mesmo, já meio doidos da vida, mas melhor que sair camelar por Maresias procurando um quarto, a noite.
    Fora isso, os quartos estavam bem empoeirados e a cozinha comunitária com muita louça suja com restos de comida, permanecendo assim por toda a estadia.
    Foi minha primeira experiência em um hostel, então não sei se são sempre assim, mas não gostei da experiência que tive neste.

    1. Obrigado pelo relato, Isaias.

      Esse negócio de louça suja costuma ser um problema em hostels. A culpa é dos hóspedes, afinal cada um deveria lavar o que suja. Enfim, falta de educação básica mesmo.

      Agora, o lance dos quartos é realmente ruim. Ninguém merece cheiro de tinta, seja num hotel ou num hostel.

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.