Tags:
Atlas: Kos, Grécia

Ilha de Cós, na Grécia: um guia de viagem no Dodecaneso

Existe uma Grécia desconhecida dos viajantes brasileiros. Venho batendo nessa tecla desde 2015, quando desembarquei no país pela primeira vez e resolvi conhecer a parte continental e deixar as ilhas para outra ocasião. No meu retorno, em 2018, quis o destino – e as passagens baratas – que eu mais uma vez fosse explorar uma parte das ilhas gregas onde brasileiros são coisa rara: a ilha de Cós (também conhecida como Kos)

Leia também:
Como organizar seu roteiro pela Grécia
Como organizar uma lua de mel na Grécia
Quanto custa viajar para Grécia 

Parte do conjunto de ilhas do Dodecaneso, Cós fica perto da costa da Turquia e é a segunda maior ilha desse arquipélago. Enquanto a maior é mais famosa é Rhodes, Cós e as ilhas adjacentes são destinos de férias populares entre alemães e ingleses.

Ilha de Cos Grecia Praia Agios Stephanos

Praia de Agios Stephanos, em Kéfalos

Cós, além de praias lindas banhadas pelo mar Egeu, também tem história. Foi ali que nasceu o pai da medicina, Hipócrates, há quase 3 mil anos. E tem referências e culturas que se misturam: grega, romana, otomana, bizantina e italiana. Neste post, faço um guia de viagem completo da Ilha de Cós, na Grécia: conto como chegar, quantos dias ficar, quanto custa, quais as melhores praias, o que fazer, onde ficar e como se locomover.

Como chegar na Ilha de Cós

O Aeroporto Internacional Hippocrates recebe voos de outros cantos Grécia e de diversas cidades da Europa. Como muitos desses voos são de cias aéreas low costs, como Ryanair, Germanwings e Tui, a Ilha de Cós é um destino de verão muito acessível aos europeus do Norte.

Outro jeito de chegar em Cós é de barco. Principalmente nos meses do verão, há ferrys diárias vindas de outras ilhas gregas, como Rhodes, Nysiros e Kalinmos. Além disso, também é de barco que se faz o trajeto entre Cós e Bodrum, na Turquia.

Saiba mais: Guia de Viagem para Bodrum, o paraíso turco no mar Egeu

Quantos dias e quanto custa a viagem

Eu acredito que três ou quatro noites em Cós sejam suficientes para conhecer o principal da ilha e fazer um passeio de barco pelas baías nos arredores. Para conseguir aproveitar todas as atividades, porém, é preciso um carro.

Se você vai viajar para europa, não se esqueça que o seguro de viagem é obrigatório. Garanta os melhores preços e descontos para leitores do 360meridianos

Ilha de Cos Grecia Kos Town

Centro de Kos Town

Eu gastei, em pleno Agosto – mês da alta temporada – cerca de 50 euros por dia, incluindo acomodação numa pousada simples, refeições em restaurantes e passeios. Não consegui alugar veículo (explico melhor na parte de como se locomover), mas acabei gastando bastante com ônibus. Uma média de 50 a 60 euros para viajantes econômicos com conforto é bem justa.

Leia também: Os principais pratos da comida grega

Onde ficar na Ilha de Cós, Grécia

Como é uma ilha relativamente grande, rola a dúvida de onde ficar em relação às vilas espalhadas. Se você quiser facilidade de transporte, não for alugar carro e/ou preferir ficar no local com mais estrutura, escolha um hotel em Kos Town. Todos os ônibus saem ou chegam de lá. Algumas sugestões interessantes são o Hotel Sonia, que é uma espécie de pousada familiar, com localização excelente, nota 8,5 e diárias a partir de 50 euros. Ou o 4 estrelas Blue Lagoon City Hotel, com nota 9,2 e a 6 minutos da praia. Diárias a partir de 130 euros.

Kardamena é outra vila com boa estrutura e muitas opções de hospedagem. Foi lá que eu fiquei, numa pousada muito simples, chamada Fania Apartments. Para quem busca um pouco mais de conforto, encontrei boas opções como: Philippos Studios & Apartments e o Rio Hotel.

Ilha de Cos Grecia praia kardamena

Praia em Kardamena

As praias do norte da ilha, Tigaki, Marmari e Mastichari, são boas para quem busca ficar em resort. Por exemplo, por ali ficam opções 5 estrelas como o Neptune Hotel-Resort, Convention Centre & Spa e o Astir Odysseus Kos Resort and Spa, com diárias a partir de 150 euros.

E por fim, Kefalos, que fica no lado extremo da ilha, é uma antiga vila de pescadores e conta com as praias mais bonitas de Kós. Logo, escolha ficar ali se você gosta de natureza, mas saiba que alugar um veículo para explorar o resto da ilha será imperativo. Eu passei uma noite lá, antes de ir embora, no excelente – mas sem luxos – Hotel Antonis. Veja todas as opções de acomodação em Kefalos.

Praias da Ilha de Cós

  • Paradise Beach: uma das praias mais bonitas da ilha, fica em Kefalos, com água azul clara transparente e uma longa faixa de areia.

Ilha de Cos Grecia paradise beach

  • Agios Stephanos: nessa praia em Kefalos ficam as ruínas de duas antigas igrejas do início do cristianismo – século 5 e 6. E a vista também dá para a ilhota de Kastri, que conta com uma igrejinha.

Ilha de Cos Grecia ruinas agios stephanos

  • Cavo Paradiso: bem isolada, no extremo da península de Kefalos, é bastante tranquila e cercada de natureza. Só é possível chegar de carro.

cavo paradiso Ilha de Cos Grecia

Foto: Tom Jastram/Shutterstock.com

  • Kardamena: Essa é segunda vila mais desenvolvida da Ilha de Cós. Tem pelo menos três praias espalhadas, que ficam cheias no verão, mas tem boas opções de restaurantes e beach clubs.
  • Therma: Nessa praia só é possível chegar a pé ou nos lombos de um burro. Fica em meio a pedras vulcânicas e tem uma piscina natural de águas termais que podem chegar até 50º. Cabem até 60 pessoas na piscina.

Ilha de Cos Grecia therma beach

Foto: RAndrei/Shutterstock.com

  • Agios Fokas: praia de areia preta, envolta por bastante natureza. Dali dá para ver a costa turca, de longe, do outro lado do mar.
  • Psadili: Fica a 10 minutos de bicicleta de Kos Town e parte da longa faixa de areia que se estende por 16 km, está numa reserva natural. Tem bastante vento e é popular para windsurf e jetski.
  • Lambi: outra praia da cidade de Kos Town, essa bem próxima do centro. Não é das mais bonitas, mas as águas são azuis e limpas.

Ilha de Cos Grecia praia kos town

  • Tigaki: praia onde ficam a maioria dos resorts, tem areia branca e vista para outras ilhas nos arredores. Em algumas partes tem águas bem rasas, mas também tem áreas de mar aberto e grandes ondas.
  • Marmari: vizinha de Tigaki, tem as mesmas características. Ó:

marmari Ilha de Cos Grecia

Marmari. Foto: George Papapostolou/Shutterstock.com

  • Mastichari: uma vila relativamente grande, popular entre famílias e casais por conta dos resorts all inclusive.

O que fazer na Ilha de Cós

Kos Town

A cidade de Kos Town, capital da ilha de Cós, é onde concentram-se boa parte das atrações não-praianas da ilha. Por ali, você pode começar o passeio na Praça Eleftherias, ou Praça da Liberdade. Um giro pela praça e você verá um trecho do antigo muro da cidade, datado de 366 a.C., uma mesquita do século 18 – cujo minarete caiu no terremoto de 2017 e outros edifícios do período da ocupação italiana durante a Segunda Guerra.

Ilha de Cos Grecia praca Kos Town

Ali também está o Archaeological Museum of Kos, que recentemente foi reaberto ao público e tem uma extensa coleção de esculturas.

Por perto, a poucos metros de caminhada, você encontra algumas atrações importantes, como a Antiga Agora, com as ruínas da praça grega que existiu em 366 a.C. Seguindo por esse mesmo caminho você chega na Árvore de Hipócrates, o grego conhecido como pai da medicina e que supostamente ensinava seus alunos nesse local.

Ilha de Cos Grecia arvore hipocrates

E logo em frente à arvore fica a ponte para o Castelo de Nerantzia. Infelizmente, a construção está fechada desde o terremoto em 2017. O castelo foi construído no final do século 14, por cavaleiros cruzados que também fizeram o castelo de Bodrum, na Turquia.

castelo de cos town _shutterstock_Por straga

Foto: straga/Shutterstock.com

Ainda em Kos Town e a uma curta distância estão outras áreas arqueológicas, incluindo antigas termas, estádio e construções adjacentes. Ainda, um antigo teatro romano, o Odeon, do primeiro século, que foi restaurado recentemente. É importante ter em mente que boa parte dessas atrações fecha na segunda-feira.

Cos grecia shutterstock_Por gkordus

Foto: gkordus/ Shutterstock.com

Asclepeion

Como disse antes, Hipócrates é considerado pai da medicina por conta dos tratamentos baseados em ciência que ele praticava na Grécia Clássica, nos séculos 5 e 4 antes de Cristo.

Asklepion Cos Grecia shutterstock_Por Esin Deniz

Foto: Esin Deniz/ Shutterstock

O Asclepeion era o santuário em Cós dedicado ao deus da cura, Asclépio ou Esculápio, e foi nesse lugar que Hipócrates tornou-se um médico e professor talentoso. E também foi ali que ele escreveu o Juramento de Hipócrates, um código de ética da medicina que até hoje os estudantes fazem ao se formar. É possível visitar as ruínas desse templo e “hospital” histórico.

Antimachia

moinho de vento kos grecia

Antimachia é uma vila no interior da ilha de Cós que ainda conserva casas tradicionais. Ali fica o Moinho de Vento de Antimachia, o único desses ainda em operação na ilha, desde o século 18.

Também é nessa região que fica a Fortaleza de Antimachia, outro castelo construído pelos cavaleiros cruzados e cujas ruínas ainda podem ser visitadas. A fortaleza fica isolada no meio da ilha, o que garante belas vistas panorâmicas dali.

Pôr do Sol em Zia

O pôr do Sol em Zia, outra vila antiga bem no meio da ilha de Cós, é a parte mais famosa das atrações na ilha. Como fica num ponto alto, Zia garante ver o sol se pôr no mar entre duas ilhas próximas.

Zia Cos Grecia shutterstock_Por Esin Deniz

Foto: Esin Deniz – Shutterstock

Também é a partir de Zia uma das trilhas mais famosas da ilha. Você segue dali até o alto do Monte Dikaios. O trecho leva cerca de 1h30 para ser completado, passa por ruínas e igrejas, além da vista incrível do mar Egeu.

Passeio nas vinícolas

A produção de vinho é outra característica comum da ilha de Cós. É possível visitar duas das vinícolas familiares e premiadas da ilha, que oferecem tours e degustação. São elas: Triantafyllopoulos e Hatziemmanouil, e ambas ficam no norte da ilha, próximo à Tigaki – é possível ir de ônibus ou de carro.

Trilhas de Bicicleta

Apesar de não ser possível circular toda a ilha de bicicleta, existem algumas ciclovias em Cós. Por exemplo, há um trecho de 13 km entre as praias de Psalidi e Faros, passando pela cidade de Kos Town.

Pra quem tem um domínio mais profissional, há trilhas de mountain bike pelas montanhas da ilha.

Compras de lembrancinhas e produtos típicos

Ilha de Cos Grecia Kardamena suvenirs

Comércio em Kardamena

Em Cós existem produções tradicionais de vários produtos: mel, azeite, tomate e vinho. Além disso, várias lembranças de viagem também são produzidas a partir desses produtos, como peças de artesanato e uso doméstico com madeira de oliveira, sabonetes e produtos de beleza feitos de azeite ou mel. Os melhores lugares para comprar isso são no centro histórico de Kos Town e no centrinho de Kardamena. Nas duas cidades existem lojinhas de produtores locais recheadas com esse tipo de produtos.

Passeios na ilhas e arredores de Kos

Eu não cheguei a fazer – e me arrependi – um passeio de barco pelas baías e ilhotas nos arredores de Cós. É que, descobri mais tarde, esse é o melhor jeito de ter acesso às praias mais bonitas e águas de cores mais eletrizantes. Eu não fiz o passeio, mas um amigo que fizemos na ilha recomendou muitíssimo o passeio que ele fez, com comida e bebidas incluídas, não muito grande ou cheio de gente. O nome da empresa é Eva Boat Kos.

Outra opção de passeio é um bate-volta até Nisyros, a ilha que é um vulcão. Eu tenho uma amiga grega que é dessa ilha. Os barcos partem de Kos Town ou Kardamena de manhã e voltam à tarde. Eu recomendaria passar pelo menos uma noite em Nisyros, se você tiver tempo. Dá para comprar o passeio numa agência ou negociar diretamente com os barcos atracados no porto.

castelo de bodrum por do sol

Ainda, é comum um bate-volta até Bodrum, na Turquia (foto acima). Já escrevi um guia de viagem completo sobre o lugar. Eu não fiz bate-volta, fiquei quatro noites em Bodrum.

Outra ilha que combina com Kos é Rodhes, a maior do Dodecaneso. De Kos Town partem ferrys diárias para lá. Tilos, Simi, Kalymnos, Leros, Patmos, Samos e Pserimos são outras ilhas nos arredores possíveis de visitar.

Como se locomover em Cós, Grécia

Ônibus

No aeroporto, o ônibus que circula pela ilha costuma sincronizar seus horários com as chegadas e partidas dos voos. Isso porém só dá certinho se você vai se hospedar em Kós Town. Eu fiquei em Kardamena, cheguei na ilha às 12h e teria que esperar até 13h30 para o ônibus sair, logo, acabei apelando para os táxis.

Esses mesmos ônibus circulam pela ilha com horários e trajetos variados, tendo o aeroporto e Kos Town geralmente como pontos de partida ou o final. Para conferir todos os trajetos e horários, veja o site da Ktel.

Ilha de Cos Grecia kos town 2

Kos Town

Táxi

O valor da viagem de táxi é tabelado e varia com as distâncias a serem percorridas. Por exemplo, do aeroporto para Kardamena custa 15 euros. Já do aeroporto para Kos Town são 30 euros. E do aeroporto para Kefalos espere pagar 45 euros.

Aluguel de veículos

Existem diversas agências locais de aluguel de carro, moto, quadriciclo e buggy em Cós. As diárias variam de acordo com a quantidade de dias do aluguel, mas chegamos a ver opções a partir de 10 euros o dia, com seguro incluído.

Existe um problema, porém: eu e meu namorado não conseguimos alugar nada sem a Carteira de Motorista Internacional. Foi a primeira vez que esse tipo de problema aconteceu comigo na Europa e não adiantou eu argumentar com eles sobre leis e a convenção de Viena, mesmo meu namorado tendo cidadania italiana. Saiba mais sobre aluguel de carro na Europa.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.