fbpx

Maresias, a praia dos surfistas de São Paulo

A areia é branca, as ondas são fortes e a praia é linda. Maresias, no litoral norte de São Paulo, tem a fama de ser uma das melhores parte do litoral paulista. E não é sem motivo, como fica claro assim que você desembarca lá.

A pequena vila de pescadores entrou na rota turística na década de 80, quando surfistas descobriram o local. Chegar lá era tarefa complicada, fato que só melhorou com a construção da Rodovia Rio-Santos, na mesma época. Com a locomoção ficou mais fácil a vila passou a enfrentar problemas de infraestrutura turística, afinal o fluxo de pessoas, lógico, aumentou.

Maresias, São Paulo

Aumentou muito. Maresias virou a queridinha da juventude paulistana. Hoje, a praia tem a fama de atrair gente bonita, além de ter algumas das mais concorridas baladas do litoral de São Paulo, com destaque para a Sirena, para muita gente uma das melhores boates do Brasil.

Praia de Maresias

Se a descrição galera animada + noites agitadas não te animou muito, não se preocupe. A beleza e o clima do local agradam também a quem não tem nenhum interesse em baladas. Durante os cinco dias que passei lá, tudo que fiz foi ir à praia e, no máximo, encarar um cervejinha de vez em quando. Nada de boates. Como eu (infelizmente) não surfo, entenda que o meu ir à praia significa relaxar na areia e tomar banho de mar, de preferência em algum lugar com ondas mais fracas.

Maresias, em São Paulo

Quer surfar? Então veja esse site aqui, que tem boletins e fotos de como está o mar, em tempo real, além de previsões para os próximos dias. Vale dizer também que, pelo menos segundo os surfistas que nós consultamos, Maresias não é o melhor lugar de São Paulo para quem quer aprender a surfar.

Além da beleza da praia, chama atenção a limpeza do local. Todos os dias, a ONG Sociedade Amigos da Praia de Maresias recolhe qualquer lixo que seja largado na areia. Com isso, Maresias fica muito mais limpa que a média do nosso litoral. Quando eu estive lá, a praia também não estava muito cheia, mas pode ser que isso seja diferente na alta temporada.

Nós ficamos na Pousada São Sebastião – Hostel Maresias, que fica a cinco minutos da praia. Para chegar lá, basta atravessar a rodovia e pegar a rua ao lado do cemitério. Para quem não precisa de uma hospedagem econômica, pode ser uma boa ideia procurar um hotel de frente para a praia. Só não espere achar grandes pechinchas: se Maresias tem problemas, eles só podem ser os preços.

cemitério em Maresias

Por ser frequentada por uma galera com grana e por muitos gringos, os preços em Maresias subiram. Ou melhor, surtaram completamente. Espere pagar mais por uma cerveja, na beira da praia, do que em alguns dos bares da Vila Madalena, na capital paulista.

Viajantes econômicos podem diminuir esse problema de duas formas: levando um isopor cheio de cerveja e umas comidinhas, na boa e velha farofada, ou procurando barraquinhas de praia, e não quiosques, que são bem mais caros. Nos optamos pela segunda opção só pela falta de planejamento mesmo. Se você for para Maresias de carro, a melhor ideia mesmo é ir preparado: leve pelo menos uma caixa térmica e algumas bebidas. Seu bolso vai me agradecer.

Hospedagem barata em Maresias

Maresias: Vou de carro ou de ônibus?

Maresias faz parte da cidade de São Sebastião, que tem  70 mil habitantes, 36 praias e cerca de 100 quilômetros de litoral. De carro, partindo de São Paulo, pegue a BR-101, sentido Rio de Janeiro. A viagem é um pouco demorada, afinal são 180 quilômetros e podem ocorrer engarrafamentos.

Quem vai de carro tem a vantagem de poder se locomover melhor pela região. Você não vai precisar do carro dentro de Maresias, mas ele será muito útil caso queira dar um pulinho nas praias ao redor. As praias Brava, Galhetas e Toque Toque Pequeno até que ficam perto, principalmente para quem está de carro. Já o deslocamento de ônibus é até possível, mas trabalhoso.

Nós fomos de ônibus – chegar lá foi relativamente fácil. Em São Paulo, pegamos um ônibus da empresa Litorânea, que parte do Terminal Tietê. A viagem dura quase 5 horas e a passagem custa em torno de R$ 50.

Receba mais dicas de viagem

Então curta nossa página no Facebook

Siga o @360meridianos no Twitter

Veja nossas fotos no Instagram

Receba novos posts por e-mail

Avalie este post

Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comentários sobre o texto “Maresias, a praia dos surfistas de São Paulo

  1. Olá,
    Vocês conseguiram se locomover de ônibus entre as praias?
    Queria ficar em Maresias e ir para Barra do Una, Boiçucanga e Juquehy.

    Abraços,

    1. Oi, Bruna. Nós fomos de ônibus pra lá e pegamos um ônibus para seguir viagem para Ubatuba. Mas não fomos nas praias ao redor, só Maresias mesmo.

      Sei que tem muita gente que faz isso de ônibus, mas não sei dar mais informações.

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.