Tags:
Atlas: Palamós, Espanha

Mergulho na Costa Brava, Espanha

Mergulhar sempre foi um daqueles desejos antigos que, por um motivo ou outro, acabava adiado. Às vezes era por falta de dinheiro, outras por falta de oportunidade. Quando, no meio de uma aula, uma amiga me passa um papel perguntando se eu queria me juntar a ela e a outros colegas do mestrado para um dia de sol, praia e mergulho na Costa Brava, uma popular zona litorânea da Catalunha, parecia que a chance tinha acabado de cair no meu colo.

A região tem diversos pontos de mergulho de águas mornas e cristalinas e repletas de vida marinha. O destino escolhido para a nossa viagem foi Palamós, um pequeno e simpático povoado a 120 km de Barcelona.

Palamós - Costa Brava

Saímos de Barcelona às 8h da manhã. De carro, até Palamós, gastamos cerca de uma hora e meia. Até tem como chegar de ônibus, mas a viagem pode demorar muito mais e os horários são meio restritos. Então o melhor mesmo é alugar um carro ou recorrer a algum site de caronas, muito utilizados por aqui. Algumas pessoas do meu grupo preferiram chegar um dia antes e acampar em um dos campings da cidade. A região é cheia desses espaços que cobram apenas 10 euros por pessoa e por noite para montar sua barraca aí.

O ponto de encontro era no porto da cidade, em frente à empresa de mergulho, a H2O Diving Center. Como éramos um grupo grande, conseguimos um bom desconto: pagamos 45 euros por 40 minutos de mergulho. Para a maior parte do nosso grupo, era o primeiro mergulho, o famoso batismo.

Mergulho na Costa Brava

Depois de preencher um formulário relatando qualquer problema de saúde que a gente posa ter e de escolher o tamanho das roupas, os instrutores dão uma pequena palestra sobre como funciona cada etapa do mergulho e como resolver qualquer problema que possa surgir debaixo d’água.

Por exemplo, quando seu ouvido começar a doer por causa da pressão ou se sua máscara ficar embaçada. Já vestidos e dentro da água, os instrutores seguem te orientando a todo o momento. São eles que regulam a profundidade e te colocam no fundo do mar. Basta seguir as instruções que não tem erro.

Naty - Mergulho na Costa Brava

Em todo o trajeto, eu vi alguns cardumes e muita flora aquática. Meus amigos que estavam no primeiro grupo tiveram mais sorte: um polvo curioso foi passear perto deles. Chegamos a descer 13 metros, o equivalente a um prédio de três andares.

Mergulho na Costa Brava

Mergulho na Costa Brava - Espanha

No princípio, você pode se sentir um pouco desconfortável com a máscara e o cilindro. Mesmo que a gente passe alguns minutos com a água até a metade das pernas e a cabeça metida dentro do mar para aprender a respirar, demora um pouco para pegar o ritmo. Não desista ou se desespere. Fique tranquilo e controle a respiração que logo você se acostuma e começa a curtir de verdade o passeio.

Mergulho na Costa Brava

Para mim, a hora mais tensa foi quando meu ouvido doía para caramba e assoprar pelo nariz como tinham ensinado os instrutores não resolvia o problema. Logo eu percebi que não estava assoprando forte o bastante e a pressão foi embora. Foi então que eu passei a desfrutar mais do mergulho. Quando voltei à superfície, estava segura de que tirar um certificado de mergulho ia continuar a ser um item na minha listinha de coisas que eu ainda quero fazer na vida.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.