Tags:
Atlas: Kos, Nisyros, Grécia

Como é a vida num vulcão? Conheça a ilha de Nisyros, na Grécia

Na garupa da moto, eu tentava ouvir o que a Matina dizia junto com o vento que zunia em meus ouvidos. De um lado da estrada, a vista para o mar Egeu. Do outro, a paisagem misturava montanhas e construções humanas. “Está vendo esses degraus na montanha?” perguntou Matina, em seu português quase perfeito. “Antigamente eram utilizados para agricultura. Mas foram abandonados, acho que no tempo da minha avó. Hoje em dia, nada é produzido em Nisyros”.

A ilha de Nisyros (ou Nísiros) é bem pequena, fica perto da costa da Turquia, no conjunto de ilhas gregas chamado de Dodecaneso, onde também estão Rhodes e Cós. Seus quase mil habitantes vivem de turismo e comércio. Os jovens, como Matina, vão estudar e trabalhar fora, e às vezes voltam no verão para trabalhar.

Leia também: Guia de viagem para a Ilha de Cós 
O que fazer em Bodrum, na Turquia

Eu a conheci no primeiro semestre do meu mestrado em Coimbra. Dividimos a mesma casa e nos tornamos daquelas amigas que se vêem quando uma viagem permite. A primeira vez que visitei ela foi em 2015, no seu apartamento para estudantes em Atenas. No verão de 2018, estive finalmente na ilha onde ela nasceu e cresceu.

Ilha de Nisyros Grecia Vila de Nikia Ilha de Nisyros Grecia vila de mandraki com flores

Quando eu desembarquei em Nysiros, Matina estava recebendo alguns turistas no AirBnB que ela e a família gerenciam durante o verão. Então, eu e meu namorado aproveitamos para nos livrarmos do grande grupo de turistas que seguiriam de ônibus e fomos explorar a vila de Mandraki, a maior cidade da ilha.

Ilha de Nisyros Grecia casas brancas e castelo

Encantada com o charme e o clima agradável, desejei ter mais tempo para ficar ali do que as poucas horas que o passeio permitiria. Cruzamos ruelas e becos, subimos e descemos morros e fomos parar num pequeno café fora do centro, ao pé de um enorme morro, onde, no topo, está o Mosteiro Santo de Panagia Spiliani. Mandei uma mensagem para Matina avisando que íamos esperá-la ali. Ela respondeu imediatamente, confirmando minha suspeita de que todas as pessoas naquela ilha se conheciam: “Sei onde é! É o café do meu padrinho”.

Ilha de Nisyros Grecia cafe na beira do mar

Depois do reencontro, abraços e troca de histórias sobre como ia a vida, Matina e sua irmã, Panagiota, discutiram por alguns momentos como fariam para nos mostrar a Nisyros em tão pouco tempo. Lembraram-se do primo que tinha comprado uma moto nova. O tal primo era um menino de 13 anos. Motos em ilhas como essa são o principal meio de transporte, não importa a idade das pessoas. Seguimos assim, na garupa das motos, montanha acima e depois montanha abaixo, em direção à grande atração da ilha: a cratera do vulcão.

O vulcão de Nisyros

Geograficamente, basta dar uma olhada no mapa do Google para perceber que Nisyros inteira é um vulcão. Esse é um dos vulcões mais “jovens” da Europa, com não mais do que 150 mil anos. Pequenas erupções fizeram com que seu cone emergisse 800 metros acima do nível do mar, formando a circunferência que a ilha tem hoje. Duas grandes erupções, há 55 e 45 mil anos, destruíram a parte central do vulcão e criaram a grande cratera, hoje conhecida como Cratera de Nisyros, com 4 km de diâmetro.

Ilha de Nisyros Grecia cores do vulcao Ilha de Nisyros Grecia vulcao cratera acido

Apesar da última grande erupção ter acontecido há milhares de anos, o vulcão segue em atividade. Pequenas erupções causadas por terremotos e atividades hidrotermais criaram novas caldeiras. A maior delas, Stefanos, é a mais visitada. Enquanto descíamos, Matina nos apontou detalhes como o cheiro característico de enxofre ou as cores curiosas dos minerais. Chegando na caldeira de fato, nos alertou para não caminharmos muito por ali, tendo em vista que o solo era bastante instável: “uma amiga minha afundou o pé numa poça de água fervendo uma vez” foi susto o suficiente para nós não nos aventurarmos muito.

Ilha de Nisyros Grecia vulcao luiza e matina Ilha de Nisyros Grecia aviso perigo descida cratera

Eu já havia visitado áreas de atividade vulcânica antes, nos Açores, em Portugal e em Tongariro, na Nova Zelândia. Mas em Nisyros foi a primeira vez que, além de ver poças de água borbulhantes, me encontrei dentro de uma caldeira.

Ilha de Nisyros Grecia cratera do vulcao

Depois de ter visitado o vulcão, seguimos nosso passeio na garupa até outra vila de Nisyros, Emporios. Ali também tinha bastante história. Fora abandonada por muitos anos, por estar no topo da montanha, meio isolada. Porém, um movimento relativamente recente de artistas mudou os rumos da vila. Hoje, muitas casas antigas foram recuperadas e reformadas por arquitetos renomados.

Ilha de Nisyros Grecia emporios Ilha de Nisyros Grecia matheus matina e panagiota

Do alto, a vista do mar e do vulcão é panorâmica e de tirar o fôlego. Ali, contou Matina, acontecem festivais de cinema e arte. E é onde o festival tradicional da ilha ocorre, na noite do dia 21 de agosto.

Ilha de Nisyros Grecia vista de emporios

Terminamos o passeio na única praia de Nisyros, a Paralia Chochlaki, cercada de pedras, formada com areia preta e com um mar mais bravo do que costuma-se ver nas praias gregas.

Nossa ferry partiu às 16h de volta para Cós e eu deixei Nisyros para trás com a sensação de que merecia ter passado mais tempo descansando naquela ilha-vulcão, cuja energia e tranquilidade são inspiradoras.

Ilha de Nisyros Grecia mar e bandeira

O que fazer em Nisyros

  • Visitar a cratera do vulcão. A entrada custa 3 euros;
  • Passear pela vila de Mandraki, conhecer o Monastério e ir ao Museu Arqueológico;
  • Tomar sol na praia de Paralia Chochlaki;
  • Conhecer a vila de Emporios e comer em um dos dois restaurantes;
  • Passear pela vila de Nikia, tirar uma foto na praça principal em meio às casinhas brancas.

Ilha de Nisyros Grecia rua e motos

Como chegar em Nisyros e como se locomover por lá

Para quem visita Nisyros num bate-volta como o meu, mas não tem a Matina como amiga, normalmente as agências incluem um ônibus para levar até a caldeira do vulcão e permitem um tempo para visitar as vilas de Mandraki e Nikia. O passeio, a partir de Cós, custa entre 10 e 16 euros, ida e volta.

Para quem vai ficar mais tempo, basta comprar a ferry só de ida, partindo de Cós ou Rhodes.

Ilha de Nisyros Grecia ferry barco aproximando

Para se locomover em Nisyros será necessário alugar um carro ou moto – o principal meio de transporte dos moradores locais. Veja aqui dicas de como alugar carro na Europa.

Onde ficar em Nisyros

Se você, como eu, sentiu vontade de ficar em Nisyros mais tempo, é possível ver todas as opções hospedagem aqui. Outra alternativa é a casa de temporada que a Matina e a família alugam: Fournario. 


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.