O que fazer em Aveiro, Portugal: roteiro de 1 dia

Aveiro é um belo bate-volta para quem parte do Porto ou de Coimbra de trem regional. Muitos a consideram uma das cidades mais charmosas do país, por conta dos canais que a cortam e dos barcos conhecidos como moliceiros, que já até renderam a ela o apelido carinhoso de “Veneza de Portugal”. Mas além de passear pelos canais, há muito mais o que fazer em Aveiro: a cidade cabe bem em passeio de um dia, mas não vai te deixar entediado nem por um minuto.

Já para quem quer explorar mais a região da Bairrada, seus vinhos, gastronomia, museus e muito mais, Aveiro é uma excelente base. Incluímos também neste post o que você pode fazer e o passo a passo.

Leia mais: 7 bate-voltas para fazer a partir do Porto
Como viajar de trem em Portugal

Como chegar em Aveiro

A forma ideal para se chegar em Aveiro é de trem. Não é necessário comprar com antecedência. Saindo do Porto, da estação de Campanhã, é possível pegar um trem Urbano (€3,55 + €0,50 do valor do cartão), que parte a cada 40 minutos – a viagem dura uma hora. Aveiro também é conectada à linha Regional de Coimbra, que possui trens de hora em hora por €5,35. Basta pegar o trem em Coimbra ou Coimbra B e descer em Aveiro. A viagem dura cerca de uma hora.

A estação de trem de Aveiro fica a cerca de um quilômetro do centro histórico. Você pode fazer esse caminho a pé, pela avenida Av. Dr. Lourenço Peixinho, ou pegar um ônibus comum da cidade, que fica logo em frente à estação.

Para quem vai de carro, leia nosso post sobre aluguel de veículos em Portugal. No centro da cidade, os carros não são permitidos, mas há diversas opções de estacionamentos, o chamado “Parque” em Portugal.

O que fazer em Aveiro: roteiro de um dia

  • Passeio de barco pela Ria
  • Circular de bicicleta ou a pé pelo centro histórico e praia
  • Comer doces típicos da cidade: os Ovos Moles e Tripas Doces de Aveiro
  • Observar a diferença entre as construções históricas, azulejos e casas coloridas
  • Visitar o Museu de Aveiro e a Igreja de Santa Joana
  • Conhecer as praias de Aveiro: Costa Nova e Praia da Barra
  • Provar espumantes e o leitão da região da Bairrada
  • Conhecer o Aliança Underground Museum

Canal Aveiro Portugal

Os canais, conhecidos como a Ria de Aveiro, cortam as pequenas ruas do centro histórico. A sua história tem a ver com a proximidade da cidade com o litoral. É que o comércio do mar e a produção de sal tornaram Aveiro um importante porto português desde a Idade Média. Os descobrimentos só fizeram florescer o comércio e enriquecer a cidade. Porém, em 1570, uma grande tempestade bloqueou a saída do Rio Vouga para o mar, o que impediu que esse tipo de atividade continuasse a ser desempenhada ali.

Isso gerou uma crise enorme para a população local, até que, em 1808, foi criado o Canal da Barra, ou Ria de Aveiro, permitindo novamente a passagem para o mar. A cidade prosperou, o que pode ser percebido pelas construções com arquitetura art nouveau que ficam em frente aos canais.

Pela Ria circulam barcos coloridos, os tais moliceiros. O passeio de moliceiro é bem mais barato do que em Veneza – custa cerca de seis euros. Outra opção para quem quer ver mais de perto essa área é visitar a Marinha Passagem, que oferece visitas guiadas pela produção de ostras, degustação e até um bar no meio da Ria.

Moliceiro Aveiro Portugal

Além do passeio de barco, também é possível conhecer a cidade de bicicleta ou a pé. As distâncias são curtas e as paisagens lindinhas. Entre os pontos de interesse no centro de Aveiro estão a Ponte da Amizade, toda decorada com fitinhas coloridas que representam laços entre pessoas; o Mercado do Peixe, que diariamente recebe os produtos pescados frescos; a Rua da Direita e a Rua de Coimbra e suas lojinhas.

bicicleta aveiro portugalRua Aveiro Portugal

Outro passeio interessante é o Museu de Aveiro, que foi construído no mesmo lugar onde ficava o Convento de Jesus. Ali é possível ver resquícios bem conservados da antiga capela e claustros do convento.

Além disso, o lugar tem grande importância porque D. Joana, a princesa, entrou nessa ordem em 1472, morreu ali e foi beatificada em 1693. O rico túmulo da Princesa Santa Joana fica no museu, assim como várias obras de arte sacra.

Também é possível visitar gratuitamente a Igreja de Santa Joana, que mistura a construção antiga com um órgão bastante moderno.

Museu de Aveiro Portugal

Ovos Moles de Aveiro e outros doces

Enquanto estiver circulando pela cidade, procure por um dos doces mais típicos de Aveiro: os ovos moles. Trata-se de uma casquinha tipo Ostia (pode vir banhada no chocolate) e o recheio bem amarelo por conta da mistura da gema com açúcar. Um bom lugar para experimentar os doces é a Confeitaria Peixinho, que é bastante tradicional e fica num prédio lindo.

Descubra a história de 500 anos dos Ovos Moles

ovos moles de aveiro doces de portugal ovos moles de aveiro confetaria peixinho

Outro produto típico, esse comum na beira da praia da Costa Nova, é a Tripa Doce. Apesar do nome estranho, a tripa lembra a casquinha de sorvete, só que mais molinha. Pode ter vários tipos de recheio, como um crepe. É bem gostoso.

Leia também: O Pudim Abade de Priscos e a história da Doçaria Conventual em Portugal

As Praias de Aveiro

Do centro histórico para a praia são cerca de 10 quilômetros, um trajeto possível de ser feito de ônibus ou bicicleta. Os veículos partem a cada 30 minutos do centro, na Rua Clube dos Galitos, em frente ao número 20.

Há duas praias perto do centro de Aveiro: a Praia da Barra e a Costa Nova. A primeira é onde fica o farol mais alto de Portugal, o Farol da Barra. A estrutura da praia é boa, com alguns restaurantes no final da faixa de areia, além de banheiro e chuveiro gratuitos. A Costa Nova fica na outra ponta e tem tradicionais casinhas de madeira pintadas de branco e cafés charmosos.

o que fazer em aveiro costa nova

Para quem quer praticar esportes radicais, Aveiro também é uma opção interessante, já que ali há ondas boas para aprendizes (claro, contrate aulas numa escola de surf) e veteranos.

Passeios nos arredores de Aveiro: a região da Bairrada

A Bairrada é a região bem no centro de Portugal e tem diversas atrações que nem mesmo portugueses conhecem. Em primeiro lugar, saiba que ali é onde é a produção mais famosa de Espumantes em Portugal. São diversos produtores certificados pela União Europeia, tudo por causa do tipo de solo da área, mais argiloso.

A comida que harmoniza com os espumantes é o leitão pururuca, conhecido como Leitão da Bairrada. A delícia é encontrada em diversos restaurantes, servida com molho picante e batatas ou no pão.

leitao da bairrada adega luis pato degustacao bailada

Já para quem tem interesse em vinhos, a adega mais famosa e premiada dessa região é a Luis Pato. Com criações inventivas e vinhos deliciosos, é possível fazer uma visita guiada e degustação à adega (necessário agendar), que fica a cerca de 30 km de Aveiro – só é possível ir de carro.

Outro passeio possível é conhecer o Aliança Underground Museum. O museu fica no subsolo de uma antiga adega e tem uma coleção impressionante de peças de arte africanas, minerais, fósseis, azulejaria e muito mais. A visita guiada custa três euros. A coleção faz parte do grupo Berardo, que tem outros museus espalhados por Portugal.

O Aliança também é um grande produtor de vinhos e espumantes, logo, é possível não só fazer a visita ao Museu como também uma degustação. Qualquer que seja sua escolha, saiba que é preciso reservar antes de ir. É possível ir de carro (28 km de Aveiro) ou de trem regional (desça em Sangalhos).

alianca underground museum em sangalhos museu grupo alianca arredores de aveiro

Os dois passeios indicados acima eu fiz com a agência Bago D’Uva360. O passeio com guia e transfer inclui a degustação e visita guiada no Museu Aliança, almoço com leitão da bairrada (regado de espumante) e degustação de 10 vinhos na Adega Luis Pato, isso sem contar um tour por Aveiro e degustação dos ovos moles. O melhor de fazer o tour guiado é conseguir provar todos esses vinhos e não precisar dirigir. Saiba mais sobre o tour. 

Outro passeio, esse eu fiz com uma amiga, é conhecer a vila e o Museu Vista Alegre. Esse é um programa interessante para quem gosta de azulejaria e porcelana. Vista Alegre é uma marca bastante antiga e famosa de porcelanas e em 1824 criou um bairro – que mais parece uma vila colonial – para os funcionários da fábrica. O museu ganhou prêmios recentemente e a vila é bem fofa.

Onde ficar em Aveiro

aveiro moliceiro pontes e ria

Aveiro é uma cidade que cabe muito bem num bate-volta, mas se você quiser aproveitar mais tempo ou usá-la de base para conhecer a região da Bairrada, vale a pena se hospedar por lá. Em primeiro lugar, em relação a localização: se você for no verão, fique mais próximo da praia, na Costa Nova. Por ali, há opções interessantes como o Costa Nova Hotel, que fica numa casinha típica, ou o Varandas da Ria, também bem avaliado. Veja aqui todas as opções de hospedagem na Costa Nova, em Aveiro.

Agora, se você for nos meses mais frios, prefira o centro histórico. Nesse caso, as opções de hospedagem também são mais econômicas. Há dois hotéis locais com excelente custo/benefício, considerados fabulosos, como a Casa Amarela e o Ponto de Abrigo. Entre os hostels da cidade, o Aveiro Rossio é uma boa escolha, com nota 9.2. Por fim, para quem quer uma hospedagem mais luxuosa, tem o 4 estrelas Hotel Moliceiro.

Mas luxo de verdade vai encontrar quem visitar a região da Vista Alegre. Ali, com vista da Ria e próximo à praia de Ilhavo fica o hotel 5 estrelas Montebelo Vista Alegre. E o melhor? O espaço luxuoso e com nota 9,2 tem diárias por volta de 100 euros.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

51 comentários sobre o texto “O que fazer em Aveiro, Portugal: roteiro de 1 dia

  1. OI ANA LÚCIA!
    FIZ O SEGUINTE ROTEIRO E GOSTARIA DE SUA OPINIÃO, VOU ALUGAR CARRO DEPOIS QUE SAIR DE LISBOA.
    5 DIAS EM LISBOA COM O DIA DA CHEGADA QUE SERÁ A TARDE
    2 DIAS EM SINTRA (PENSEI EM ME HOSPEDAR POR AQUI E FAZER CASCAIS E ESTORIL)
    1 DIA EM CASCAIS E ESTORIL
    2 DIAS EM PENICHE
    1 DIA ÓBIDOS
    1 DIA ALCOBAÇA E NAZARÉ
    1 DIA BATALHA E FÁTIMA
    1 DIA TOMAR E COIMBRA
    3 DIAS NA SERRA DA ESTRELA
    3 DIAS EM PORTO
    1 DIA GUIMARÃES
    1 DIA BRAGA
    3 DIAS TRÁS-OS-MONTES
    5 DIAS NA ILHA DA MADEIRA.
    QUERIA DAR UM PULO EM AVEIRO E EM BARCELOS, COMO PODERIA ENCAIXAR ISSO NO MEU ROTEIRO?
    VOU ME HOSPEDAR NO PORTO PARA FAZER GUIMARÃES E BRAGA.
    ONDE DEVO ME HOSPEDAR PARA FAZER PENICHE, ÓBIDOS, ALCOBAÇA, NAZARÉ, BATALHA, FÁTIMA, TOMAR E COIMBRA? COMO ESTAREI DE CARRO ACHO QUE DÁ PARA ME LOCOMOVER DE UM ÚNICO LUGAR, O QUE VOCÊ ACHA?

    1. Oi Elisabete,

      Seu roteiro está bom, mas merece algumas pequenas mudanças:

      Coimbra é uma cidade que merece um dia inteiro ou até dois. Não faça no mesmo dia que Tomar. Eu colocaria Tomar junto com Óbidos ou Batalha ou Alcobaça. Ou tire uma tarde de Peniche para incluir Tomar.

      Só é possível incluir Aveiro se você retirar um dia de outro lugar, como Trás-os-Montes, Serra da Estrela ou Madeira.

      Para fazer “PENICHE, ÓBIDOS, ALCOBAÇA, NAZARÉ, BATALHA, FÁTIMA E TOMAR” você pode escolher qualquer uma dessas cidades. Realmente não faz diferença entre qual ficar, são todas bem próximas uma da outra. De lá, iria para Coimbra, passaria o dia e uma noite e seguiria cedo de lá para a Serra da Estrela.

      Não acho que Barcelos valha a pena a ponto de trocar alguma coisa no seu roteiro.

  2. Adorei suas dicas. Estou montando roteiro de Porto a Lisboa e quero ficar uns dois a três dias no meio do percurso para visitar Aveiro Águeda Coímbra Fátima e depois chegar em Lisboa e lá ficar por uns quatro dias. Vc pode me ajudar em qual cidade montar base. Grata

    1. Oi Ana Lucia,

      Como Coimbra é maior e tem mais coisas para fazer, acredito que é uma base melhor.
      Mas você também pode dividir e ficar uma noite em Aveiro e de lá visitar Agueda e depois ficar duas noites em Coimbra, para visitar a cidade e depois seguir para Fátima

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.