O que fazer em Canela, RS: passeios e roteiro

É impossível pensar em Gramado e se esquecer de Canela. As duas cidades são vizinhas de muro, ou melhor, de avenida: apenas oito quilômetros separam os municípios gaúchos. E não falta o que fazer em Canela, afinal muitas das atrações dessa parte da Serra Gaúcha estão ao longo da Estrada do Caracol, a rodovia que une as duas cidades.

Devo alugar um carro?

A proximidade é tanta que muita gente prefere se hospedar em Canela, por conta dos preços mais baixos nos hotéis, bares e restaurantes da cidade. Se optar por fazer isso, pode ser uma boa estar de carro – a economia na hospedagem, em Canela, facilita bastante a vida do viajante motorizado. Se você resolver alugar um carro em Porto Alegre, nesse texto explicamos como garantir a diária do veículo com melhor custo/benefício.

Veja também: Roteiro a pé pela atrações de Gramado

O que fazer em canela

O que fazer em Canela, RS: as atrações

Assim como Gramado, Canela está repleta de museus temáticos. São atrações pequenas, que muitas vezes tomam cerca de uma hora do dia do viajante. O problema é que cada uma delas pega alguns reais dos bolsos dos turistas – mais reais do que horas. Por isso, escolha as atrações que te interessam e vá direto para elas. Não há obrigação (e nem condição) de ver tudo. Neste texto, falaremos dos seguintes passeios em Canela:

  • Catedral de Pedra e o Centro de Canela
  • Parque do Caracol e Bondinhos Aéreos
  • Parque da Ferradura
  • Mundo a Vapor
  • Museu da Moda
  • Ecoparque Sperry
  • Parque Terra Mágica Florybal
  • Vinícola Jolimont
  • Alpen Park
  • Castelinho Caracol
  • Parque Mundo Gelado

A Catedral de Pedra e o centro da cidade

Gramado que me desculpe, mas a Catedral de Pedra, em Canela, consegue ser ainda mais bonita que a Igreja Matriz São Pedro, na cidade vizinha. É por isso que o templo aparece sempre como uma das primeiras opções de listas e seleções que mostram o que fazer em Canela. Tem como negar a beleza dela?

Catedral de Pedra, Canela

Construída em estilo gótico e batizada de Catedral Nossa Senhora de Lourdes, a igreja tem uma torre de 65 metros e está cercada por jardins e restaurantes. Seguindo a rua Felisberto Soares (e ainda perto da Catedral) eu dei de cara com outro cartão-postal da cidade, essa rotatória coberta por guarda-chuvas. Por falar em rotatórias, as de Canela seguem a lógica de Gramado e cada uma delas é mais decorada que a outra. A decoração varia de acordo com a época do ano.

Canela, rio grande do sul

Aproveite para caminhar pela cidade e passar por algumas áreas públicas, como a Praça João Correia, que tem uma feira de artesanato e tinha uma caneleira, tipo de árvore que deu nome à cidade. E se você seguir pela rua Inácio Saturnino de Moraes, a partir da Catedral, em cinco quadras encontrará o Parque do Lago, que tem pista de caminhada, de skate e quadras esportivas.

feira de Artesanato em canela

Feira de Artesanato no centro de Canela

Parque do Caracol e os Bondinhos Aéreos

Há 200 anos a região do Parque do Caracol era habitada por índios. Depois vieram os imigrantes europeus e a estrada de ferro. Pouco a pouco surgiram por ali pousadinhas e uma estrutura turística – pronto, assim o Parque Estadual do Caracol virou um dos lugares mais visitados da região sul do Brasil. A principal atração do parque é a Cascata do Caracol, com 131 metros e cercada por árvores.

O Parque conta com mirantes para a Cascata, um observatório ecológico com vista para toda a região e uma escadaria que leva até a base da cascata, atualmente fechada para reparos. A entrada no parque custa R$ 18. Crianças, estudantes e idosos pagam meia.

O que fazer em Canela

Eu ainda não fui, mas também é possível ver a Cascata a partir dos Bondinhos Aéreos, que ficam numa área chamada Parques da Serra, a 500 metros do Parque do Caracol. É preciso pagar outro ingresso, este de R$ 39. Também há meia entrada. São três estações – a inicial, perto do estacionamento, uma que dá vista para todo o parque e outra com vista para a Cascata.

Parque da Ferradura

E não acabou a lista de parques de Canela. O Parque da Ferradura está a 7 km do Parque do Caracol e a 13km do centro da cidade. Basta seguir pela mesma estrada, que depois da entrada do Parque do Caracol ganha a companhia de imagens de santos, no Caminho das Graças.

A beleza do parque fica por conta do Rio Santa Cruz, que forma uma ferradura no meio da mata, dando nome ao local. Mirantes e trilhas – que duram entre 10 minutos e 2 horas – completam a lista de atrações. Uma das trilhas leva até a Cascata do Arroio Caçador, que fica num cânion de cerca de 400 metros. Saiba como são as trilhas aqui.

Mundo a Vapor

O Mundo a Vapor é uma das primeiras atrações que você verá assim que deixar Gramado e entrar em Canela. Para achá-lo, basta procurar pelo prédio com uma locomotiva na porta. Ou melhor, com uma locomotiva saindo pela porta, cena que lembra um acidente ocorrido em Paris, em 1895.

Apesar desta atração estar listada no TripAdvisor como uma das mais procuradas de Canela, confesso que fiquei só com a porta mesmo, já que não pareceu ser o tipo de coisa que me atrai. É um museu temático com réplicas em miniatura de máquinas a vapor – a ideia é que você possa aprender um pouco sobre o processo industrial. A entrada custa R$ 36. Site oficial.

Museu da Moda

Contar quatro mil anos de história do vestuário feminino. Este é o objetivo do Museu da Moda, outro espaço temático que fica entre Gramado e Canela. A entrada custa a partir de R$ 55. Detalhes aqui.

Ecoparque Sperry

Outro parque ecológico cheio de cachoeiras e trilhas. Fica no Vale do Quilombo, a 10 km do centro de Canela. Curte esportes de aventura? Lá você pode encarar tirolesa, slackline ou arvorismo. O ingresso custa R$ 15 mas obviamente não inclui as atividades citadas acima, apenas as trilhas. Detalhes aqui.

Parque Terra Mágica Florybal

Mini Fábricas, castelos e territórios de dinossauros. Esse parque é uma das muitas opções para pais que viajam por Gramado e Canela com filhos pequenos. Detalhes aqui.

Vinícola Jolimont

Que tal visitar uma vinícola? A Jolimont fica a 5 km do centro de Canela e oferece um daqueles típicos tours sobre produção de vinhos.

Alpen Park

Montanha-russa, cinema 4D, rapel, escalada e trenó alpino são algumas das atrações desse parque temático, outra possibilidade para quem viaja com crianças. Saiba os preços, horários de funcionamento e detalhes no site oficial.

Castelinho do Caracol

Esse museu e café conserva os jardins e estrutura de uma casa construída no começo do século 20, com madeira de araucária, como era típico na região. Também fica na estrada do Caracol, antes da entrada do Parque. A fama do local é feita pelo Apfelstrudel, uma tradicional torta de maça austríaca.

Parque Mundo Gelado

Fica ao lado do Castelinho do Caracol e garante ser o primeiro parque temático de gelo da América Latina, com direito a temperaturas de -10°C durante todo o ano. Esculturas em gelo completam a lista de atrações que, claro, só podem ser vistas com roupas especiais. O ingresso custa R$ 25.

Dicas de restaurantes

A melhor atração de Canela é caminhar. Caminhe pelas ruas e praças da cidade. Quando o pé precisar de descanso, procure um bom restaurante e encare a segunda melhor atração da região – comer bem. A 100 metros da Catedral fica o Containner Bistrot, ótima escolha de parada para refeições. Além disso, há vários restaurantes por ali, dos mais variados preços. Outra boa opção é a Chalé Pizzaria.

Veja também: Onde comer em Gramado e Canela – 6 dicas de restaurantes

Dicas de hotéis

Eu fiquei e recomendo a pousada Pier 704, que tem um café da manhã muito bom e quartos amplos e bem decorados. É uma ótima para quem está de carro, mas um pouco afastada do centro para quem está a pé. Para esses turistas, são boas escolhas o Hotel Pousada Blumenberg e a Pousada do Viajante.

Veja também: Onde ficar em Canela, dicas de hotéis e pousadas

Quantos dias ficar e quando ir

A alta temporada na Serra Gaúcha é o inverno, justamente por conta da cara, digamos, europeia da região. E também o verão, mas aí por causa da cara de inverno no hemisfério norte: o Natal Luz, principal festa de Gramado, tornou o Rio Grande do Sul um dos destinos favoritos de brasileiros em férias, principalmente famílias com crianças. Nas outras épocas do ano Canela continua sendo um destino e tanto, mas com o bônus de estar mais barata.

Com um final de semana dá para fazer muita coisa, mas em geral o ideal é ir para ficar entre 4 e 5 dias. E isso não apenas para Canela, veja bem, mas para Gramado também. As duas cidades são na prática um destino só.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.