Tags:
Atlas: Madrid, Espanha

O que fazer em Madrid: 18 pontos turísticos (no mapa!)

A melhor atração de Madrid é simplesmente caminhar pelas ruas da cidade. Escolher um bar ou restaurante legal e ver a vida passar por ali, na vibrante capital espanhol, é a melhor forma de se apaixonar pela cidade. Mas é claro que isso não significa que Madrid não tenha pontos turísticos. Veja aqui o que fazer em Madrid e outras dicas para aproveitar sua estadia por lá.

Veja também: Roteiro em Madrid para 2, 3 ou 5 dias

Vai viajar? O seguro de viagem é obrigatório para entrar na Europa. Veja como conseguir o seu com desconto e o melhor custo-benefício

O que fazer em Madrid: os 18 principais pontos turísticos

  • Puerta del Sol

O que fazer em Madrid

Sabe aquela história de que todas as estradas levam a Roma? Bem, no caso da Espanha, todas as estradas levam até a Puerta del Sol, que é onde está o quilômetro zero das rodovias espanholas. A famosa estátua do Urso e do Medronheiro, símbolo de Madrid, também fica nessa área.

Por ali há uma grande oferta de bares e restaurantes, que se enchem no fim da tarde de madrilenhos que saem para tomar uma cervejinha com tapas depois do trabalho.

  • Plaza Mayor

Uma das praças mais bonitas da Espanha, a Plaza Mayor fica pertinho da Puerta del Sol. A Plaza Mayor já viu de tudo desde o século 15, quando foi erguida: incêndios, procissões, tribunal da inquisição, touradas e manifestações. Durante séculos os condenados à morte viveram seus últimos momentos nesse lugar. E, acredite se quiser, a Plaza Mayor já recebeu até partidas de futebol. Vai dizer que esse monte de varandas (237!) não deixa o lugar com jeitão de arena?

Roteiro em Madrid: Plaza Mayor

  • Mercado de San Miguel

Aproveite que você está na Plaza Mayor e corra para o Mercado de San Miguel. O simpático prédio do mercado está ali desde o século 19, mas a área é usada para compra e venda dos mais diversos produtos (principalmente pescados) desde a Idade Média. Antes a céu aberto, hoje funciona em uma bonita construção que por si só já vale a pena. Acrescente a isso o fato de que esse ainda é um lugar charmoso para comprar e até para um almoço.

  • Gran Via

Toda cidade de respeito tem uma Avenida para chamar de principal. No caso de Madrid, quem briga pelo posto é a Gran Via. Nela você vai encontrar comércio em geral, mas também teatros, centro culturais e cinemas. É rota de passagem obrigatória para quem resolve conhecer Madrid da melhor forma possível – a pé. Perca seu tempo olhando para o alto, dos dois lados da avenida! A arquitetura por ali é de tirar o fôlego.

Roteiro em Madrid: Vista do Mirante CentroCentro

  • Plaza Santa Ana

Se você procura por boas opções de bares e restaurantes para curtir a Madrid, então é quase certo que você dê uma passada na Plaza de Santa Ana. Ali fica também o Teatro Espanhol, que oferece visitas guiadas. Além, claro, de espetáculos concorridos.

  • Plaza de la Villa

A Praça de La Villa é uma das praças que ainda remonta a Madrid medieval, com prédios históricos bem conservados e ruas que mantem o traçado original da cidade. Ao redor da praça estão a Casa de Los Lujanes (século 15), Casa de Cisneros (século 16) e a Casa de La Villa (século 17), que é uma das sedes da Câmara de Madrid. A estátua no centro da praça é de Don Álvaro de Bazán, um importante militar que liderou as frotas espanholas em batalhas nos anos de 1580.

  • Templo Debod

No coração de Madrid tem um templo egípcio. Veja bem: um templo egípcio original de fábrica, feito 400 anos antes de Cristo pisar no mundo. A construção é dedicada à Deusa Isis e chegou em Madrid em 1961. Foi um presente do governo do Egito para a Espanha, em agradecimento pela ajuda na restauração dos templos de Abu Simbel. A entrada é gratuita e o templo fecha às segundas-feiras.

Roteiro em Madrid: Templo Debod

  • Palácio Real de Madrid

A Espanha ainda tem reis, mas eles costumam usar o Palácio Real de Madrid só em ocasiões especiais. E isso é ótimo, afinal assim o monumento fica aberto ao público. O passeio é interessante – além de conhecer o prédio, o visitante vê coleções de armas e roupas usadas pela realeza durante a Idade Média e até alguns séculos depois desse período.

A visita custa 12 euros e recomenda-se comprar com antecedência para evitar filas. Além disso, para cidadãos e residentes da União Européia ou de países Iberoamericanos (Brasil incluído), existe a opção de entrada gratuita no Palácio Real de segunda a quinta-feira, das 16h às 18h (outubro a março) e de 18h às 20h (abril a setembro).

Mais informações no site do palácio.

Roteiro em Madrid: Palácio Real

  • Catedral de Almudena

Fica em frente ao Palácio e com certeza merece uma visita, nem que seja só pela vista fantástica que você terá do alto da cúpula. Fora que a Catedral tem séculos de não-história. Como assim? É que construí-la esteve nos planos da Espanha por séculos. Mas, sabe como é, os espanhóis estavam gastando uma nota fazendo cidades inteiras (com dezenas de Igrejas) no Novo Mundo, então faltava grana para erguer a Catedral de Madrid. A construção só foi terminada em 1993, o timing perfeito para que fosse consagrada por João Paulo II.

A visita à catedral é gratuita, mas para quem quer ver o museu e a cúpula do alto, o ingresso custa 6 euros. Saiba mais

Vista da Catedral de Madrid

  • Praça das Cibeles

Uma das Praças mais bonitas de Madrid, com uma fonte esculpida em 1782 e cercada por prédios também seculares (e bonitões) e passeos, avenidas arborizadas. O grande destaque é o Palácio das Cibeles, uma construção do século 20, onde hoje funciona o CentroCentro, um centro cultural e galeria de arte, com entrada gratuita. Também dá para visitar o mirante que fica no terraço, e tem uma vista privilegiada da cidade: a entrada é de 2 euros.

  • Puerta del Alcalá

Se Paris, Barcelona e Milão têm Arcos para chamar de seus, Madrid tem a Puerta del Alcalá. E o objetivo dessa construção era exatamente o que indica o nome: ser uma porta de entrada para a cidade. A Puerta del Alcalá foi construída em 1778.

  • Monumento Miguel de Cervantes

Dom Quixote e Sancho Pança estão  num dos principais monumentos de Madrid. Basta procurar pela Plaza de España, onde fica a estátua. O monumento foi inaugurado em 1929, uma homenagem aos 300 anos da morte de Miguel de Cervantes.

  • Parque de El Retiro

O que fazer em Madrid: Parque do Retiro

Cansou de caminhar? Vá descansar no Parque de El Retiro, área de lazer da população de Madrid desde 1630! Tudo bem que nos primeiros duzentos anos só quem tinha sangue real podia andar por ali, mas hoje o Parque é aberto ao público. Lá você vai encontrar lagos, um Palácio de Cristal, monumentos, diversas estátuas. Tudo gratuito!

  • Madrid Rio

O que fazer em Madrid - Parque Madrid Rio

Quem disse que Madrid não tem rio? O Manzanares corta a cidade e, o melhor, tem um parque ao seu redor, o Madrid Río. E isso graças a uma daquelas ideias fantásticas, já que até 2003 não havia parque por ali, mas uma avenida com trânsito intenso. Hoje os carros e o asfalto deram lugar a árvores, bicicletas e pedestres, que aproveitam a nova área de lazer da cidade.

  • Museus em Madrid

Se você gosta de museus, então Madrid vai te conquistar com facilidade. Para começo de conversa, a cidade tem o Museu do Prado, um dos mais importantes do mundo, com uma coleção impressionante de pinturas clássicas europeias, incluíndo artistas como Velásquez, Goya, Caravaggio, El Greco, Rubens, Bosch, Tintoretto, entre outros. Uma visita “rápida” pelo Prado leva no mínimo duas horas, então se você apreciar arte, reserve tempo suficiente para não ter que correr. A entrada no Museu do Prado custa 15 euros e recomenda-se comprar com antecedência pelo site oficial para evitar filas. Também é possível visitar gratuitamente de segunda a sábado, das 18h às 20h.

Outro favorito dos madrileños (e dos turistas) é o Museu Reina Sofia, dedicado a arte moderna e contemporânea. Por ali, você terá a chance de ver o impressionante Guernica, de Picasso, além de um acervo de pinturas, esculturas, cartazes, fotografias e vídeos dos séculos 20 e 21, incluíndo outros artistas de peso, como Salvador Dalí e Miró. A entrada custa 10 euros. Horários de visita gratuita vão de 19h às 21h (segundas; quarta a sábado) e 13h30 a 19h (domingo). Fechado na terça-feira.

Tem tempo de sobra? Então vale a pena conhecer também o Thyssen-Bornemisza, que tem obras de gente como Rembrandt, Caravaggio, Renoir e Van Gogh, entre outros. Além disso, as exposições temporárias desse museu (cuja entrada é paga a parte) costumam ser incríveis! Confira a programação, tarifas e horário de abertura no site oficial.

Para concluir, um tour basicão pela arte madrileña pode incluir também a CaixaForum, museu e centro cultural que fica num prédio bem legal no Paseo del Prado, perto de outros museus importantes.

  • Santiago Bernabéu

Santiago Bernabéu é o nome do estádio do Real Madrid. Se você é apaixonado por futebol, com certeza vale incluir a visita no seu roteiro. Como conseguir um ingresso para um jogo é tarefa bastante difícil, vale optar pelo tour pelo estádio, que custa 25 euros para adultos e 18 para crianças. Convém checar no site oficial se há alguma alteração de horário ou percurso da visita por conta de jogos ou outros eventos.

  • El Rastro

El Rastro é o nome da maior feira ao ar livre da Espanha, que ocorre nas imediações da Plaza de Cascorro, no tradicional bairro de La Latina, que também é um lugar excelente para explorar em Madrid, principalmente se você curte bares e tapas! (se você for de metrô, a estação é a La Latina).

A feira acontece todos os domingos e feriados, das 9h até as 15h, lá você vai encontrar de tudo, além de ser o tipo de programa que é sempre interessante, mesmo que você não seja do tipo que adora umas comprinhas.

  • Teleférico de Madrid

Sim, Madrid tem um teleférico! E eles cruza a região central da cidade, permitindo a vista de vários pontos turísticos. O teleférico vai das estações Paseo del Pintor Rosales até a Casa de Campo, cobrindo uma distância de quase 2.5km e chegando a altura máxima de 40 metros.

A tarifa custa €4,50 (só ida) ou €6 (ida e volta). Saiba mais no site do teleférico de Madrid.

Onde ficar em Madrid

Já experimentamos hospedagens em Madrid para todos os perfis de viajantes.

  • O Riu Plaza de Espanha é uma opção luxuosa, na Gran Via, com uma bela vista para a cidade (além do acesso ao Skybar no 27º andar) e um café da manhã maravilhoso.
  • O Petit Palace Puerta del Sol é uma opção de quatro estrelas bastante confortável, com a localização mais central possível.
  • O Hostel Oliver é uma típica pousada madrilenha, com quartos simples e agradáveis, boa localização e preços super camaradas.

Se você quer saber mais sobre os bairros da cidade, deixe de ler nosso guia de Onde ficar em Madrid.

Encontre hotéis em Madrid


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

21 comentários sobre o texto “O que fazer em Madrid: 18 pontos turísticos (no mapa!)

  1. Elizangela, bom dia.

    Estarei em setembro em Madri, o hotel que ficarei é o Carlos V, a localização é espetacular. Fica no centro, a 200 metros da Puerta del Sol(tem estação de metrô), em uma rua peatonal(só para pedestre). A estação de Atocha fica a 10 minutos a pé e a Gran Via e várias atrações a 5 minutos.
    Além do mais, meu filho estudou em Madri e também já ficou alojado no Carlos V.

    1. Tadeu, bom dia.

      Obrigada pela dica. Vou procurar esse hotel. Essa localização está ótima para conhecer tudo, fazer um bate e volta em Toledo e partir para Barcelona. 😀

      Muito obrigada.

  2. Boa noite!!!
    Estou adorando a dicas de vocês. Está me ajudando muito.
    Embarco na minha primeira viagem para Europa dia 10 de dezembro. Dia 14 estou em Madri. Vou fazer Madri, Toledo, Barcelona. Vai ser uma viagem super corrida, mas quero aproveitar cada minuto lá.

    Ainda estou procurando hospedagem no centro de Madri. Queria um próxima a estação de trem e próxima as atrações. Será que consigo??

    Obrigada pela ajuda.

  3. Pessoal,
    Em Setembro,ficarei 05 dias em Madrid e 05 em Barcelona. Em Madrid, ficarei hospedado próximo a Puerta de Sol e em Barcelona,em barceloneta, pretendo conhecer Andorra. Quais são as suas sugestões?
    Obrigado,
    Tadeu

  4. Estou doida pra conhecer Madri! Acabei de voltar da minha primeira viagem internacional (Paris, Londres e Roma – básico de turista de primeira viagem) e já comecei a planejar a próxima, daqui um ano, mais ou menos. O objetivo será Madri, Toledo e Barcelona e talvez algum outro lugarzinho por perto de uma das duas cidades… já tô salvando o link 🙂 vocês me ajudaram muito na primeira viagem e vão me ajudar nessa segunda, com certeza! XD
    Um beijo à equipe!

    1. Que legal, Lívia. Dessas que você falou, só não conheço Toledo. Mas parece bem interessante.

      Vai planejando que logo a próxima viagem chega. 🙂

  5. Queridos,
    Procurando dicas de roteiros encontrei esse site lindo.
    Queria deixar minha singela contribuiçao dessa cidade que há dois anos me acolhe de braços abertos, o Museu el Prado y Rainha Sofia de segunda a sexta tem duas horas do dia de acesso free, geralmente é entre 18h e 20h!
    Abraços !!!

  6. Parabéns pelo site, dicas sempre muito boas e bem explicadas. No ano passado peguei ótimas dicas da Alemanha com vcs e agora estou pesquisando as da Espanha. Abs e muitas viagens.

  7. Oi oi, já perdi a conta das vezes que fui a Madrid, mais que não seja porque vou para um outro lugar do mundo e no meio da espera da conexão rumo até ao centro da cidade, outras vezes fico mesmo pela cidade dois três dias, concordo com a opinião geral, os monumentos não são ofuscantes de tanta beleza, mas a cidade têm um “calor” especial. Na minha ultima visita a Madrid fui com amigos e resolvemos também usufruir do parque da Warner o que comparando com a Disney não tem o mesmo encanto, mas tem montanhas russas brutais! Para quem gosta de diversão também é uma boa opção! Estou a menos de um mês de voltar a Madrir com o meu namorado e dessa vez queria uns restaurantes confortáveis e uns bares com boa musica, que conselho me dão? Obrigada
    Nice Venda

    1. Oi, Nice.

      Conhece o restaurante mais antigo do mundo? Fica lá e é bem concorrido. Nunca comi lá, mas na próxima vez está na minha lista.

      Falamos sobre ele aqui:

      https://www.360meridianos.com/2011/10/hemingway-tour-madrid.html

      E veja também esses dois textos, de outros blogs:

      http://wazariblog.com/2013/04/30/madri-onde-comer-e-um-prazer/

      http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2013/07/top-10-madrid-9-restaurantes.html

      Abraço.

  8. Eu adorei Madrid. Achei a cidade linda e com ótima infraestrutura turística. Mas acho que vale a pena comentar também sobre as Calle de Preciados e Calle Carmem, dois pólos de compras na cidade, também no centro, que valem um passeio. Afinal, quem é que não gosta de trazer uma lembrancinha, ne?
    Abrs!

  9. Tenho um dilema com Madrid.
    A primeira vez que fui não gostei muito da cidade. Acho que o estado de espírito que eu estava não ajudou.
    Já na segunda vez, que foram 30 dias depois do primeiro, a cidade já ganhou outros ares e passei a gostar dela.
    Acho que preciso de uma terceira para amar.

    1. Eu amo Madrid. Thiago.

      E nem é uma questão de museus ou atrações turísticas. Gosto do clima, das ruas cheias de gente, dos bares.

      Quem sabe na próxima você não se entrega de vez. 🙂

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.