Tags:
Atlas: Viña del Mar, Chile

O que fazer em Viña del Mar, o balneário do Chile

Um balneário de quase 300 mil habitantes coladinho em Valparaíso e a apenas duas horas de Santiago, Viña del Mar foi fundada no final do século 19 e ganhou importância depois que um terremoto destruiu Valparaíso e matou cerca de 4 mil pessoas, em 1906. O desastre levou muitas famílias a se mudarem para a nova cidade, a cerca de 10 quilômetros dali. Hoje, essa é uma das capitais turísticas do país, por causa das praias geladas do Pacífico e do belo calçadão que as acompanha. Mas nem só de ondas vive a cidade. Há muito mais o que fazer em Viña del Mar. Confira!

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável em qualquer viagem. Não fique desprotegido no Chile. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício com nosso código de desconto.

O que fazer em Viña del Mar

  • Praia e Surf na Reñaca
  • Passear no calçadão
  • Castelo Wulff
  • Relógio das flores
  • Quinta Vergara
  • Museu Fonk

Com vário quilômetros de extensão, Reñaca é a principal praia de Viña, localizada na foz de um rio que leva o mesmo nome. O lugar é perfeito para quem quer tomar um sol e se arriscar nas geladas águas do Pacífico, mas também para a prática de esportes aquáticos, como o surf. No calçadão que acompanha a praia, há diversos quiosques. É também nessa avenida que ficam os melhores restaurantes da cidade, além dos bares que garantem uma animada vida noturna, em especial nos meses de verão.

O que fazer em Viña del Mar

E, sim. Como um leitor atento notou, além das praias, Viña também oferece ao visitante um castelo, com torre e tudo, embora não seja do tipo medieval. O Castelo Wulff foi construído por um alemão, no mesmo ano do tal terremoto, e fica bem de frente para o mar, na Reñaca. Ele viveu na construção até morrer. Mais tarde, a construção foi vendida para o governo de Viña, que transformou o local numa galeria de arte. Vale visitar, nem que seja só para tirar fotos da vista. Afinal, o Oceano Pacífico e o castelo de um alemão na mesma foto não é uma coisa que você vai conseguir em qualquer lugar. Ali perto fica o Relógio das Flores, outro famoso cartão postal da cidade.

Perto do Castelo de Wulff fica ainda o famoso relógio de flores da cidade e o prédio de um hotel cassino que, além de ter uma fachada charmosa, oferece a oportunidade de cair na jogatina.

A Quinta Vergara (Rua Errázuriz 563-596)é um belo parque público localizado na cidade, que conta com um anfiteatro que serve de palco para shows de artistas chilenos e internacionais, incluindo o importante Festival de la Canción de Viña del Mar; e com jardins tranquilos e muito bem arborizados. Ali dentro também fica o Palácio Vergara, uma construção de 1910 que atualmente está fechada para visitação. Abre de terça a domingo e a entrada é gratuita.

Viña del Mar - Chile

O que fazer em Viña del Mar: passear pela praia e sua orla

Viña também é rica em museus. O que parece ser o mais interessante deles é o Museu Fonck (784, 4 Norte, Viña del Mar,), que tem uma coleção de arte pré-colombiana e, a melhor parte, uma das poucas estátuas Moai que estão fora da Ilha de Páscoa (essa é a única no Chile continental). A entrada no museu custa $ 2500 pesos chilenos para adultos e $500 para crianças. O local abre de segunda a sábado (das 10h às 18h) e aos domingos (das 10h às 14h).

Museu Fuonk, Viña del Mar

Onde ficar em Vinha del Mar

Dá para se hospedar em Valparaíso e visitar Viña del Mar num esquema de bate-volta saíndo da cidade portuária, e essa é a opção da maioria dos turistas no Chile. Se você pretende pegar uma praia, no entanto, Viña possui boas opções de hotéis ao longo de sua orla, que costuma ter acomodações confortáveis. Veja mais no nosso guia de onde ficar em Valparaíso e Viña del Mar.

Encontre hotéis em Viña del Mar

Quanto tempo ficar em Viña del Mar?

O mínimo é um dia, ou seja, evite fazer Valparaíso e Viña Del Mar no mesmo dia se quiser aproveitar as duas cidades. Durante o verão pode valer a pena ficar mais de um dia em Viña, mas tenha em mente que água do mar é gelada mesmo nessa época.

Como chegar a Viña del Mar?

Saindo de Valparaíso, basta pegar qualquer ônibus com destino a Peñablanca, Villa Alemana, Troncos Viejos, Belloto sur, Reñaca, Miraflores, El Salto, Gómez Carreño e Con Con. Peça ajuda ao motorista para saber onde descer. Muita gente usa o metrô de superfície que liga as duas cidades. Também é possível ir de ônibus ou fazer o trajeto de táxi.

Para quem saí de Santiago, os ônibus em direção a Viña deixam os terminais Alameda e Pajaritos a cada 15 minutos. O trajeto dura cerca de 2h20. As empresas que fazem o trajeto são a Turbus, Condor e Pullman Bus e a passagem custa cerca de 3 mil pesos chilenos.

Imagem destacada: Shutterstock, por Por Galbiati


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

8 comentários sobre o texto “O que fazer em Viña del Mar, o balneário do Chile

  1. Olá Rafael, estou indo em maio com meu marido (somos um casal de meia idade) para Santiago, Vina, Valpa e Mendoza, e vejo que tem algumas divergências de locais para pernoitar. Não somos de balada e sim de um bom restaurante com boa comida e um bom vinho se tiver uma musica ao vivo melhor ainda, qual a melhor cidade para passar um sábado a noite, Vina ou Valparaiso? Maio tem movimento nestas cidades? Tem alguma sugestão de hotelzinho bom e barato…com quarto e banheiro privativo?

    1. É inverno, Carlos. Fica um pouco frio e não deve dar para entrar no mar. Fora isso, acho que ainda é um passeio interessante. 🙂

      Abraço.

  2. Estou indo para o Chile em começo de maio com meu marido e filhas de 12 e 7 anos. Vai estar frio? Tem coisas interessantes pra crianças?

  3. Ei Rafael,

    Não inclui Viña del Mar (nem Valparaíso) no meu roteiro pelo Chile por falta de tempo, mas parece ser bem interessante. Vou incluir numa próxima oportunidade em Santiago.

    Abraços,
    Lillian.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.