fbpx
Tags:
Atlas: Aracaju, Brasil, Sergipe

Onde comer em Aracaju: dicas de restaurantes

Confesso que eu não esperava comer tão bem. Ser o menor estado do país e vizinho de um gigante, a Bahia, tem dessas: faz com que o resto dos brasileiros não perceba tudo que o Sergipe tem a oferecer. Tanto que escolher onde comer em Aracaju é tarefa complicada. Foram seis dias no estado, dois deles dedicados ao Cânion do Xingó, a 220 km da capital. O tempo que restou foi contado em refeições – e em quantos restaurantes e bares conseguiríamos encaixar no roteiro.

Digo isso para deixar claro o óbvio: não estou apontando os melhores restaurantes de Aracaju simplesmente porque não consegui conhecer todos que gostaria. Mas neste texto você vai encontrar indicações de lugares onde eu fui (depois de pesquisar bastante), gostei e achei que valiam a indicação. Começando do melhor deles.

Veja também: Onde ficar em Aracaju: dicas de hotéis, pousadas e praias

Museu da Gente Sergipana: passeio de graça em Aracaju

Pitu com Pirão da Eliane

Se você só tiver tempo para uma refeição em Aracaju, corra para o Pitu com Pirão da Eliane. Especializado em frutos do mar e com destaque para as moquecas, esse restaurante fica na Orla do Atalaia e pertinho de muitos dos hotéis da cidade. As moquecas servem de três a quatro pessoas, mas é possível pedir meia porção.

Para explicar o nome e de quebra te ajudar a escolher: pitu é um tipo de camarão. Por isso, um dos pratos mais pedidos do cardápio é a moqueca de peixe com camarão, que vem acompanhada com arroz branco e, claro, o pirão, a receita que torna a casa famosa e quase um patrimônio sergipano. Espere gastar entre R$ 50 e R$ 70 por pessoa.

O restaurante fica na Avenida Santos Dumont, 957, na Orla do Atalaia, e funciona para almoço e jantar.

Restaurantes de Aracaju

Foto: Cortesia/TripAdvisor (desculpa, me esqueci de tirar foto lá 🙂 )

Cariri

A comida é boa, mas o que torna o Cariri famoso é a decoração, inspirada no sertão nordestino, e o fato dessa ser uma das mais importantes casas de shows de Aracaju. O restaurante também fica na Atalaia, no comecinho do trecho conhecido como Passarela do Caranguejo, um calçadão repleto de bares, casas noturnas e restaurantes.

onde comer em Aracaju

No Cariri você vai encontrar música ao vivo – há cobrança de couvert, mas o preço não assusta e, na boa, vale cada centavo. Além da banda, que fica na área do restaurante, na parte de trás há um espaço para quem quiser dançar, a Casa do Forró. Convém chegar cedo nos finais de semana para garantir seu lugar. Confira a programação no site oficial.

Sobre o cardápio, lá você vai encontrar de tudo, desde petiscos como carne de sol com macaxeira frita até lombo de porco e bode ao cariri. A conta deu R$ 50 por pessoa, incluindo bebidas. Fica na Av. Santos Dumont, sem número.

Restaurante Caçarola

O único representante deste texto que não está na Orla do Atalaia, mas que também tem localização privilegiada. O Restaurante Caçarola fica no terraço do Mercado Municipal de Aracaju, no centro da cidade. O que torna o almoço lá um programa três em um, já que você come bem, passeia pelo mercado e tem uma vista linda do rio Sergipe, tudo ao mesmo tempo.

O Caçarola funciona no esquema comida a quilo, embora também tenha opções diversas no menu. O que importa é que tudo é típico e, o melhor, barato: uma refeição para duas pessoas, com suco e direito a repetir, custou R$ 38 no quilo. Preciso falar mais?

O restaurante fica dentro do Mercado Antônio Franco, no segundo andar – basta subir à esquerda de quem está entrando pela portaria principal.

vista do mercado de aracaju

Terraço do Mercado de Aracaju

Ponto da Picanha

Também da Orla do Atalaia, o Ponto da Picanha foi uma descoberta causal. Tentamos ir num restaurante vizinho, mas o horário de funcionamento estava errado no site e demos de cara com a porta. Optamos por mudar o local do jantar, decisão que valeu pelo custo/benefício.

Ao contrário do que o nome indica, o cardápio lá é amplo: tem de picanha a frutos do mar. Os pratos com camarão são surpreendentemente econômicos para a região – um prato de camarão ao molho de queijos com arroz, que servia duas pessoas, saiu por R$ 39. A refeição completa, incluindo algumas cervejas, saiu por R$ 42.

O Ponto da Picanha fica na Avenida Santos Dumont, 1930, e funciona para almoço e jantar.

Tem dicas de bons restaurantes em Aracaju? Deixe sua sugestão nos comentários.

Avalie este post

Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comentários sobre o texto “Onde comer em Aracaju: dicas de restaurantes

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.