Onde ficar em Aracaju: dicas de hotéis e pousadas

Onde ficar em Aracaju? Qual a melhor região da cidade para você se hospedar? É isto que responderemos neste texto. Antes de mais nada, vamos entender um pouquinho do mapa da capital de Sergipe. Aracaju está cercada pela água. Se o Atlântico é o limite numa direção, dois rios, o Sergipe e o Vaza-Barris, limitam a cidade ao norte e ao sul.

A melhor região para ficar em Aracaju está justo no encontro do Rio Sergipe com o Atlântico. É a Orla do Atalaia, onde ficam muitos dos hotéis, pousadas e restaurantes da cidade (é o número 36 do mapa abaixo)

A Orla do Atalaia é toda urbanizada e cheia de áreas esportivas, embora não seja o tipo de praia muito convidativa para um banho. Mesmo assim, não tenha dúvidas: fique perto da vida noturna de Aracaju, num dos hotéis da Orla do Atalaia, e vá de ônibus, táxi ou uber para as praias do número 38, onde você achará quiosques à beira mar, mas quase não existem pousadas.

onde ficar em Aracaju

Neste texto, indicarei 6 hotéis, hostels e pousadas para se hospedar em Aracaju. Falarei deles com detalhes ao longo do artigo:

Hotéis e pousadas na Orla do Atalaia, em Aracaju

Eu fiquei na Orla do Atalaia e não me arrependi. Me hospedei em dois hostels nessa região, nos dois casos em quartos privativos, embora também tenham os tradicionais dormitórios.

  • Primeiro fiquei por duas noites no Aju Hostel, que está a 200 metros da Praia do Atalaia e pertinho de alguns dos restaurantes mais badalados da cidade, como o Cariri. A decoração é ótima e os quartos são simples, mas limpinhos e baratos.
  • Fomos para o Xingó e voltamos dois dias depois, dessa vez para o Anauê Hostel, que fica na rua paralela. Também recomendo, principalmente para quem precisa economizar ou gosta do ambiente de hostels.

Se esse não for o seu caso, pode valer a pena investir um pouco mais e ficar num dos muitos hotéis que ficam na orla mesmo, de frente para o mar e a passos dos restaurantes da Passarela do Caranguejo, calçadão que virou o nome da vida noturna de Aracaju.

  • Esse parece ser o caso do Hotel Algas Marinhas, onde eu não me hospedei, mas que fica na orla – eu passava na frente dele todos os dias e garanto que a localização é ótima. O custo/benefício também parece ser bom, levando em consideração as avaliações que encontrei no Booking.

Mas, voltando em Aracaju com um pouco mais de dinheiro, vou preferir me hospedar um pouco mais adiante na Orla do Atalaia, perto dos famosos Arcos de Aracaju, cartão-postal da cidade. Não é por acaso que por ali ficam as grandes empresas de hotelaria, como o Mercure Aracaju Del Mar e o Radisson Hotel Aracaju.

Veja aqui mais opções de hospedagem na Orla do Atalaia

onde ficar em Aracaju

Orla do Atalaia

Onde ficar em Aracaju: hospedagem na Coroa do Meio

É só seguir em frente que você chegará na Coroa do Meio, o número 34 no mapa e o próximo bairro sentido centro, onde também ficam muitos hotéis. Dependendo do preço pode valer a pena se hospedar por ali.

Você estará a três quilômetros da Passarela do Caranguejo e a menos de um do Oceanário da cidade, onde funciona o Projeto Tamar. Outra vantagem é facilitar o deslocamento para o centro histórico, afinal você estará no meio do caminho para lá. Nessa área, uma alternativa é o Hotel da Costa.

Onde ficar em Aracaju: vale a pena se hospedar no centro?

O Mercado Municipal é incrível e vale a visita, a vista é bonita e o Museu da Gente Sergipana é surpreendente. Mas, numa boa, acho que é melhor você se hospedar na Orla e ir para o centro – o número 1 daquele mapinha – só para visitar essas atrações.

mercado de Aracaju

Mercado Municipal

Ao reservar seu hotel pelos links listados neste texto o blog ganha uma pequena comissão. É uma forma de ajudar o 360meridianos a se manter como um veículo independente, mas sem gastar nada a mais por isso.

Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.