fbpx

Onde ficar em Belo Horizonte: bairros e 10 ótimos hotéis

Dúvida na hora de escolher onde ficar em Belo Horizonte? Bom, a resposta depende! Se você vem a turismo, então eu poderia sugerir cinco ou seis bairros para responder a pergunta que abre este texto.

Mas muita gente quer saber onde ficar em Belo Horizonte não apenas durante um fim de semana, mas porque precisa realizar uma mudança para a capital mineira. Aí a resposta é outra. Pra começar, vamos entender um pouquinho mais da geografia da cidade e a divisão dos bairros de BH.

Veja também:
O que fazer em Belo Horizonte: principais atrações
Onde comer comida mineira em BH

O mapa e os bairros de Belo Horizonte

Nascida no século 19, Belo Horizonte foi uma das primeiras cidades planejadas do Brasil. Beagá nasceu para ser capital, substituindo a histórica Ouro Preto. Isso explica as ruas retas e a organização do mapa original da cidade. Ó:

Planta original de Belo Horizonte

Com o passar dos anos, a área projetada, em destaque no mapa, logo virou uma parte mínima da cidade. O restante cresceu sem planejamento mesmo. Portanto, se você quiser ficar na Belo Horizonte planejada e original de fábrica, precisa estar dentro da Avenida do Contorno, que circunda essa região. É nessa área que ficam os bairros mais famosos e também os mais procurados pelos turistas, como a Savassi, o Lourdes e o Centro.

Só que outras áreas importantes da cidade ficam fora da Avenida do Contorno. Exemplos: a Lagoa da Pampulha, onde está o Mineirão, e o Belvedere, bairro que fica na saída de Belo Horizonte para outros destinos turísticos, como Macacos, Serra da Moeda, Lagoa dos Ingleses, Ouro Preto e Mariana, as duas últimas a cerca de 1h30 de BH.

Quando for escolher sua hospedagem, tenha em mente que o metrô de Belo Horizonte é muito limitado. Tem só uma linha e não atende os lugares turísticos. Você vai se deslocar de ônibus, táxi ou aplicativos de transporte e, claro, a pé.

Onde ficar em Belo Horizonte: os melhores bairros

Falaremos abaixo das principais regiões para se hospedar em Belo Horizonte:

  • Savassi
  • Lourdes
  • Centro
  • Pampulha
  • Belvedere
  • Floresta
  • Santa Tereza

Savassi

Originalmente a Savassi não era um bairro, mas o nome de uma padaria que ficava numa das áreas mais nobres de Belo Horizonte. Hoje, na Savassi você vai encontrar muitos bares e restaurantes famosos, assim como algumas boates.

Além de curtir a noite belo-horizontina, se hospedar na Savassi oferece a grande comodidade de estar a uma curta caminhada da Praça da Liberdade, uma das regiões mais bonitas de BH e parada indispensável para qualquer visitante. O centro também não está longe – uns 10 minutinhos de ônibus e um pouco mais do que isso caminhando, caso você tenha fôlego – lembre-se de que BH é famosa pelas ladeiras, mas mineiro que é mineiro não tem medo de andar.

Nessa área recomendamos o Hotel Holiday Inn, de onde saem vans diárias para o Inhotim. A localização é maravilhosa – no coração da Savassi – e não é à toa que esse é o hotel mais bem avaliado da cidade, segundo os usuários do Booking.com.

Por ali também estão o Vivenzo Savassi e o Ibis BH Savassi, enquanto o Hostel Savassi é a opção econômica/mochileira mais próxima.

Encontre mais opções de hospedagem na Savassi

onde ficar em Belo Horizonte

Lourdes

Bairro residencial, o Lourdes é uma das casas favoritas da tradicional família mineira. Ou seja, é um bairro de classe média alta.  Essa também é uma das melhores localizações onde ficar em Belo Horizonte. Fica dentro da Avenida do Contorno e fez parte do projeto inicial da capital. Está pertinho da Savassi e inclui a Praça da Liberdade. O centro também não está longe dali.

onde ficar em Belo Horizonte

O Lourdes tem alguns dos restaurantes e bares mais premiados de Belo Horizonte, além de vários hotéis. Minha opinião? Ficar por ali, de preferência perto da Praça da Liberdade, é uma das melhores escolhas que você pode fazer.

Encontre opções de hospedagem no Lourdes

Centro

O centro de Belo Horizonte foi revitalizado no início dos anos 2000 e hoje é uma região muito mais agradável do que foi nos anos 1990. Apesar disso, a má impressão prevalece no imaginário popular e muita gente não te aconselharia a se hospedar por lá.

Eu penso o contrário, inclusive porque já fiquei em dois hotéis na região. Os hotéis do centro são mais antigos e mais baratos do que os da Savassi e do Lourdes. Se ficar nessa região, evite a parte abaixo da Praça Sete, ao redor da Rodoviária. O ideal são os hotéis que ficam da Afonso Pena para cima, em direção à Praça da Liberdade.

Noite de Belo Horizonte

Os hotéis que ficam perto do Parque Municipal e na altura das Ruas Espírito Santo e da Bahia estão bem localizados. Nessa região, você estará perto do Palácio das Artes, da Feira de Artesanato, que ocorre ali aos domingos, e não tão distante assim da Praça da Liberdade e da Savassi: bastam 15 minutos de caminhada.

Você também vai encontrar bares e restaurantes por perto. Outro ponto positivo é o transporte – dali você consegue ônibus para qualquer parte de Belo Horizonte.

Encontre opções de hospedagem no Centro

Pampulha

Bem antes de criarem Brasília, a dupla Juscelino Kubitschek e Oscar Niemeyer trabalhou pesado na Lagoa da Pampulha, represa artificial criada nas décadas de 1930 e 1940. Com 18 quilômetros de orla, a primeira coisa que você tem que entender é que ficar “hospedado na Pampulha” significa algo muito amplo: são 57 bairros e cerca de 150 mil moradores nessa parte da cidade.

Então, em que bairro devo ficar por lá?

onde ficar em bh pampulha

Eu optaria por ficar em hotéis nos Bairros Ouro Preto ou São Luís. O primeiro está perto da Avenida Fleming, que tem vários bares e restaurantes, e a uns 15 minutos de caminhada do Mineirão e da Lagoa da Pampulha. Nessa área, conheço o Bristol Pampulha Liel, que vira e mexe recebe times de futebol. As diárias custam em torno de R$ 200.

Já o São Luís está ao lado do Mineirão e do Campus mais importante da UFMG.

Outra alternativa é ficar num dos hotéis e hostels na Orla da Lagoa, que surgiram por causa da Copa do Mundo. Se optar por eles, tenha em mente que o transporte pode virar um problema, já que poucas linhas de ônibus ligam a orla ao centro.

Encontre opções de hospedagem na Pampulha 

Belvedere

Um monte de prédios. Esse é o Belvedere, um dos bairros mais novos da capital mineira – a urbanização explodiu mesmo ao longo da década de 1990. Hoje, a região  tem um dos metros quadrados mais caros de Belo Horizonte. O BH Shopping é um dos destaques do bairro, que é quase todo residencial. A Savassi não está tão longe – quando o trânsito está bom, 10 minutos bastam para chegar lá de carro. De ônibus, o trajeto leva entre 20 e 30 minutos.

Não existem muitas atrações no Belvedere. Quem fica ali opta por estar na saída para algumas das cidades históricas mais importantes do estado, como Ouro Preto, Mariana, Tiradentes e São João del-Rei. Quem vai para Macacos, Lavras Novas e a Serra da Moeda também tem o deslocamento facilitado ao ficar por ali. E uma das formas de chegar em Inhotim de carro é passa por essa região, embora não seja a rota mais comum.

Se seu objetivo é só passar um dia na capital mineira, seguindo de carro para cidades históricas no dia seguinte, o Belvedere é uma boa opção. Caso contrário, não fique no Belvedere, que está numa região distante das principais atrações da cidade. De ônibus, o deslocamento entre Belvedere e Pampulha, por exemplo, leva 1h30.

Encontre opções de hospedagem no Belvedere

Floresta e Santa Tereza

Eu morei por dois anos no Floresta, que é um bairro vizinho do Santa Tereza, um dos melhores bairros para ficar em Belo Horizonte na hora que o assunto é comer e beber. Cheio de casas de classe média, esse bairro da Região Leste de BH está a poucos minutos (e a uma curta corrida de táxi/uber/cabify) do centro e da Savassi. Lá você achará bares e restaurantes tradicionalíssimos, como o Bolão e a Parada do Cardoso, minha pizzaria favorita da cidade (se for, peça uma pizza à indiana por mim. Vale a pena).

Além de tudo isso, muitos dos bares do Santa Tereza ficam ao redor da principal praça do bairro, que é super charmosa. Foi no Santa Tereza que surgiu o Clube da Esquina, assim como o Skank e até o Sepultura. Tudo isso só prova a vocação do bairro. Mas falemos de hospedagem: há alguns hotéis e pousadas por ali, mas o que chama atenção mesmo são os hostels.

Destaque para o Lá em Casa Hostel Pousada, que tem dormitórios e quartos privativos para casais. O metrô de BH não é dos melhores e tem apenas uma linha, mas em todo caso esse hostel fica ao lado da estação Santa Tereza, o que facilita o deslocamento para o centro. Outra alternativa, já em outra ponta do bairro, é o Hostel 300, bastante elogiado por quem se hospedou lá.

O Floresta também tem alguns bares e restaurantes, mas não tem a fama do vizinho. A vantagem dele é que está no meio do caminho e dá para caminhar até o centro. Além disso, é no floresta que fica a Rua Sapucai, uma das mais agitadas da capital mineira.

Você é um viajante econômico? Então clique aqui e veja a lista de hostels de Belo Horizonte.

Vale a pena alugar um carro em BH?

Se você pretende conhecer apenas as atrações da capital mineira, o combo transporte público + uber/táxis vão dar conta do recado. Alugar um carro em BH é, no entanto, essencial se seus planos envolvem os arredores: Inhotim, Serra da Moeda, Macacos, Ouro Preto… sua vida vai ser bem mais fácil com um volante a disposição para esses passeios.

Se você optar por isso, sugerimos que você pesquise e reserve antes numa comparadora de locadoras, a fim de garantir o melhor custo/benefício. Para isso, indicamos a Rentcars, parceira do blog que oferece descontos e vantagens no aluguel. Fazendo sua pesquisa com antecedência através do site, você garante boas cotações em diversas locadoras de BH.

*Ao fazer sua reserva a partir dos links listados aqui, o blog ganha uma pequena comissão. Então é uma forma de ajudar o 360meridianos, mas você não paga nada a mais por isso. Para mais detalhes, veja as políticas do blog.

** Imagem destacada: Ismael dos Anjos


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

229 comentários sobre o texto “Onde ficar em Belo Horizonte: bairros e 10 ótimos hotéis

  1. Oi Rafael, bom dia, por gentileza, voce poderia me dizer qual o melhor local para ficar se a intenção é depois ir conhecer as cidades da Serra da Mantiqueira? SUPER, SUPER OBRIGADA!

    1. Oi, Ana. Em BH eu não acho que isso afete. Manteria a recomendação de buscar por um hotel nas imediações na Praça da Liberdade/Savassi.

      Abraço.

  2. Ola Rafael, estou indo a BH fazer uma prova mês q vem e estou em dúvida onde ficar, apesar de ainda não saber o local da prova. Procurei vários hostels e fiquei na dúvida em dois: o BH Boutique hostelque fica na Rua Timbiras (centro) e o Adrena Sport Hostel situado na Avenida Getúlio Vargas (Savassi). Qual dos dois vc acha que é “mais seguro” e onde tenho mais opções de restaurantes e pontos turisticos?

    Abraço

  3. Oi, Rafael.
    Sou da Argentina e vou morar em BH para fazer um doutorado na UFMG (porta Av. Pres. Antônio Carlos). Não conheço BH e gostaria de lhe pedir recomendação sobre onde morar: eu procuro, primeramente, um lugar seguro (onde possa caminhar pela noite). Por outra parte, gostaria de um lugar com bares, restaurantes, etc. Pelas fotos que vi, gostei do Savassi, mas fica muito longe da UFMG (Pampulha). Qual é o bairro mais parecido dos que fican perto da UFMG?
    Muito obrigada!

    1. Oi, Marcela. Desculpa a demora, estava viajando.

      Olha, igual a Savassi não há ao redor da UFMG, já que são bairros mais residenciais. O Ouro Preto, onde ficam as moradias da UFMG, tem uma avenida de bares, a Fleming. O São José fica perto de outra entrada e tem algum movimento também. O ideal é você vir com tempo para conhecer esses lugares e deixar pra decidir onde morar após algumas semanas.

      Abraço!

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.