fbpx

Onde ficar na Praia do Forte: pousadas na charmosa vila da Bahia

Escolher onde ficar na Praia do Forte é tarefa fácil. Por ser uma vila pequena e charmosa, na qual é possível fazer tudo a pé, a questão da localização não é tanto um problema. Basta optar por um hotel ali no centrinho da Praia do Forte e você estará perto dos bares, restaurantes e claro, com um pé na praia.

A principal rua da cidade, a Alameda do Sol, é o melhor lugar para ficar na Praia do Forte, mas optar por hotéis e pousadas nos entornos também é uma excelente escolha.

Uma pesquisa rápida nos hotéis na Praia do Forte já nos dá uma boa noção de que há opções ali para os mais diversos bolsos e estilos de viajantes. Para te ajudar a encontrar um local que combine com você, preparamos esse guia completo de onde ficar na Praia do Forte, com dicas de hotéis, pousadas, resorts, casas para temporada e algumas dicas úteis para te ajudar a escolher a hospedagem.

Veja também:
As melhores praias de Salvador
Todas as nossas melhores dicas de viagem para a Bahia

Onde ficar na Praia do Forte

Onde fica a Praia do Forte e o que tem por lá

Apenas 80 quilômetros separam Salvador de um dos recantos mais interessantes da Bahia: a Praia do Forte, que fica no município de Mata de São João. Ou seja, visitar a Praia do Forte é fácil. Dá para fazer no esquema bate-volta, mas vale a pena passar pelo menos uma noite por lá – e você não vai se arrepender se passar uma semana inteira.

No mapa abaixo, você vê a localização da Praia do Forte com relação a Salvador, os principais pontos de interesse da vila e a localização da Alameda do Sol.

Além da praia, destaque para o Projeto Tamar, que tem sede por ali, para os passeios para ver baleias e para o charme das casinhas da vila, que está repleta de restaurantes e bares legais.

A Reserva de Sapiranga é outra atração, assim como o Castelo de Garcia d’Ávila, um ponto turístico bonitão. Há quem defenda que esse Castelo, erguido em 1551, é a única construção em estilo medieval das Américas.

Praia do Forte Salvador Bahia

Hotéis na Alameda do Sol e onde ficar no centrinho da Praia do Forte

O nome oficial é Avenida Antônio Carlos Magalhães, mas todo mundo por ali a conhece pelo apelido – bem mais poético, diga-se de passagem – de Alameda do Sol. Esse é o centrinho da cidade, é ali que fica a maior parte da estrutura turística da cidade: bancos, restaurantes, bares e lojinhas. É também no final dessa rua, já quase na praia, que fica o famoso Projeto Tamar.

As ruas adjacentes também são boas escolhas para se hospedar na Praia do Forte. Tanto as vias que cruzam a Alameda do Sol quanto as paralelas têm boas opções pousadas, com a vantagem de que podem ser um pouco mais baratas.

A porção da praia próxima ao projeto Tamar e à Igreja São Francisco de Assis é a mais próxima ao centrinho e é boa para banho. Caminhando mais para o sul, há um parte repleta de corais na qual não é recomendável entrar.

Os resorts e alguns hotéis de padrão mais alto estão mais afastados dali, também mais ao sul, em um ponto menos urbanizado da praia. Por consequência, o local tende a ser mais bonito e tranquilo.

Hotéis e pousadas na Alameda do Sol, Praia do Forte

Hotéis e pousadas próximas ao centro da Praia do Forte

Onde ficar na Praia do Forte: Pousadas em outros locais da vila

A Praia do Forte está lotada de pousadas, sejam as cheias de estilo ou as mais simples.

Ache mais opções de pousadas na Praia do Forte

Praia do Forte, Bahia

Onde ficar na Praia do Forte: Casas de Temporada

O Booking lista diversas casas que podem ser alugadas por temporada na Praia do Forte. No entanto, nenhuma delas tem muitas avaliações dos hóspedes, o que dificulta a indicação das melhores opções. Mas você pode ver a lista completa de casas para temporada na Praia do Forte, com fotos da casa e informações gerais.

Outro lugar para encontrar casas para temporada na Praia do Forte é o Airbnb. Clique aqui para ver as hospedagens disponíveis.

Onde ficar na Praia do Forte: Hostels

O viajante econômico e o mochileiro também têm lugar por lá. A melhor opção parece ser o Praia do Forte Hostel, que tem boa avaliação, fica a cinco minutos da praia e também pertinho do Projeto Tamar. A cama no dormitório para seis pessoas custa em torno de R$ 60.

Praia do Forte, na Bahia

Onde ficar na Praia do Forte: Resorts

Antes de ficar num resort, pense se compensa: só vale a pena se você pretende ficar muito tempo por lá, saindo pouco do resort. Ainda mais se for no esquema all inclusive. Por outro lado, quem quer descansar e esquecer de tudo costuma achar essa uma boa opção.

Existem alguns resorts na Praia do Forte. O Tivoli Ecoresort é o mais bem avaliado. Fica dentro de uma reserva natural, tem oito piscinas e um spa, entre muitas comodidades. O Iberostar Praia do Forte é um resort cinco estrelas que funciona no esquema all inclusive. O pagamento pode ser feito em até 3 vezes sem juros. Por fim, há ainda o Pool Villas Tivoli Ecoresort, outra opção cheia de estilo. 

Casas e apartamentos para temporada na Praia do Forte

Dependendo do seu estilo de viagem, pode valer a pena trocar o conforto de um hotel pela privacidade e praticidade de um lugar só seu. Apartamentos são excelentes para dar aquele gostinho de ser um morador local: você poderá ir ao mercado, cozinhar, ter um endereço próprio, ainda que provisoriamente.

Em geral quem viaja em família ou grupo de amigos acaba encontrando mais vantagens nos apartamentos porque o preço por pessoa costuma compensar. Quem vai ficar períodos mais longos também costuma conseguir bons aluguéis por mês.

Na Praia do Forte há diversas ofertas de apartamento para alugar, que vão desde pequenos studios para uma ou duas pessoas, apart-hotéis e casas luxuosas com piscina e sauna. Encontre as melhore ofertas aqui.

 

Ao fazer sua reserva por um dos links listados neste texto, o blog ganha uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de ajudar o 360 a se manter. E sem gastar nada.


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.