9 sites e ongs confiáveis para o seu intercâmbio voluntário

A ideia parece incrível: além de viajar, conhecer outras culturas e ter experiências únicas, você ainda pode contribuir, nem que for um pouquinho, com a comunidade que visita. Parece uma troca justa, não? Mas na hora de colocar o plano em ação, surgem as dúvidas. Como encontrar uma oportunidade de intercâmbio voluntário? Em quais lugares devo pesquisar? Que tipo de trabalho vou fazer? Para onde ir? Quanto vou gastar? Será que essa organização e esse projeto são mesmo sérios? O quanto minha contribuição vai impactar na comunidade?

Desde que eu publiquei os posts sobre a minha experiência de trabalho voluntário na África do Sul, recebi dezenas de comentários, emails e mensagens no Facebook de gente que queria uma experiência parecida, mas não sabia muito bem por onde começar. Para te ajudar a responder todas essas dúvidas, selecionei alguns links que podem servir como pontapé inicial na sua busca por um trabalho voluntário para as suas férias ou ano sabático.

Comece aqui: Dicas para fazer trabalho voluntário no exterior

Sites e organizações confiáveis para encontrar seu intercâmbio voluntário

Worldpackers

O Worldpackers oferece uma série de oportunidades em diversos lugares do mundo para quem quer experiências únicas e interessantes durante uma viagem. Além dos clássicos trabalhos em hostels, o site tem investido cada vez mais em trabalhos que agreguem e que ajudem os viajantes a aprenderem novas habilidades. Há opções de trabalho comunitário, em fazendas orgânicas, que proporcionam aprendizado de línguas, em escolas, ONGS

As vantagens do site são muitas: a empresa é brasileira e conta com suporte 24h em português, o valor sai bem mais em conta que em outros programas de voluntariado, você não paga por hospedagem (e algumas vezes, nem por comida). Além disso, os programas do Worldpackers costumam ser mais flexíveis, se adaptando a viagens de diferentes durações e programações.

Você trabalha quatro horas por dia, mais as folgas. A membresia no site é paga (49 dólares para uma pessoa ou 59 dólares para um casal ou dois amigos), mas o valor é anual e você pode participar de quantas oportunidades quiser nesse período (e fica bem mais barato que pagar a hospedagem). Além disso, leitores do blog têm desconto de 10 dólares na membresia, basta aplicar o cupom de desconto 360MERIDIANOS. Clique aqui para conhecer os programas da Worldpackers!

Idealist.org

www.idealist.org

Um dos maiores portais sobre voluntariado do mundo. Possui um banco com mais de 100 mil organizações que aceitam voluntários internacionais, em 180 países do mundo, todas analisadas e certificadas pela equipe do site. O sistema de buscas permite pesquisar por área de interesse ou locação.

Intercâmbio Voluntário: Crianças tibetanas em Mcleod Ganj - Índia

Volunteer Vacations

http://volunteervacations.com.br

Empresa brasileira especializada em volunturismo que possui o diferencial de levar pessoas para países pouco usuais em outras empresas, como o Haiti, Gana e Afeganistão, além de outros destinos mais populares. Oferecem também pacotes de trabalho voluntário para atuar dentro do Brasil a partir de R$300. Uma das vantagens que eu vi nessa empresa é que os programas oferecidos no site me parecem mais encorpados, diferente de outras empresas do tipo na qual o voluntário nunca tem certeza se está ajudando de verdade.

Voluntary Services Overseas

www.vso.org.uk

Organização inglesa que leva voluntários para 30 países na Ásia e África. Os projetos ofertados são sérios e vão além dos genéricos “abrace um órfão”. Por isso, exige profissionais qualificados, entre 25 e 75 anos e com no mínimo dois anos de experiência. Os voluntários são selecionados para postos de trabalho voluntário que condizem com sua área de atuação, como medicina, engenharia e educação. Também possui um programa para jovens entre 18 e 25 anos.

WorkingAbroad

www.workingabroad.com

Possui um banco de oportunidades de trabalho voluntário no mundo inteiro, nas áreas de conservação marinha, preservação da vida selvagem, educação, desenvolvimento de comunidades, educação ambiental, saúde e muitas outras. Possui também um banco de estágios, muitas vezes não remunerados ou com apenas uma ajuda de custo, na área ambiental.

Global Volunteer Network

www.globalvolunteernetwork.org

ONG com sede na Nova Zelândia que leva voluntários do mundo inteiro para projetos em diversos países. Possui status de consultor especial do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas. Os projetos são vendidos em forma de pacotes, que podem ser cobrados por dia ou semana. 

Lha Social Work

www.lhasocialwork.org

Intercâmbio Voluntário em McLeod Ganj

ONG que dá suporte à comunidade tibetana refugiada em McLeod Ganj, uma pequena vila incrustada no himalaia indiano. Possuem oportunidades para ensino de línguas e informática, comunicação, fotografia, direitos humanos, ioga, fundraising, saúde, alimentação e saneamento básico. Voluntários que vão contribuir por menos que um mês não precisam se candidatar com antecedência. Basta procurar a sede da ONG em McLeod e ver em que tipo de serviço suas habilidades seriam melhor aproveitadas.

AIESEC

www.aiesec.org.br

Organização apartidária, independente, educacional, sem fins lucrativos e totalmente formada e gerenciada por estudantes universitários. Possui oportunidades de trabalho voluntário e estágios remunerados em mais de 110 países. Para se candidatar a uma vaga é preciso ter menos de 30 anos, estar matriculado em algum curso de graduação ou pós-graduação ou ter se formado há até dois anos.

No entanto, escolher uma vaga de trabalho voluntário lá pode ser um tiro no escuro: muitos proporcionam experiências incríveis, como já relatamos várias vezes aqui no blog, mas há projetos que nem mesmo existem. As oportunidades remuneradas costumam ser melhores. Vale dizer também que a AIESEC é uma das formas mais baratas de viajar pelo mundo e ter experiências de intercâmbio, o que é um ponto a favor.  A equipe do 360 já viajou duas vezes com a AIESEC: para a Índia e Argentina. 

Leia também: Vale a pena fazer intercâmbio pela AIESEC?

You2Africa

you2africa.com

Cape-Town-Africa-Sul

ONG que me levou para a África do Sul, possui projetos em educação, meio ambiente e desenvolvimento de comunidades em diversas cidades do país. É possível combinar o trabalho voluntário com cursos de inglês em Cape Town.

Rotary Club

www.rotary.org

Recruta profissionais para atuar em projetos condizentes com sua área de atuação em diversos países. Possui também oportunidades de voluntariado local, nas quais o interessado vai trabalhar em projetos em sua própria comunidade ou região. Para se inscrever, é preciso retirar o formulário na sede do Rotary mais próxima de você.


Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

63 comentários sobre o texto “9 sites e ongs confiáveis para o seu intercâmbio voluntário

  1. Olá, sou médico obstetra e encontrei um intercâmbio voluntário na área de obstetrícia na Tanzânia pela Volunteer World, você tem alguma informação sobre a empresa?

    1. Olá Humberto, não conheço essa empresa especificamente. Você precisa verificar se é uma instituição reconhecida e com muitos anos no mercado…

  2. Olá notei em um que a idade máxima é 30 anos isso aplica para todos? que tenho vontade de fazer voluntariado mais a maioria é até 30 anos e tenho 35 anos.

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.