Passeio de bicicleta em Paris

“Descobrir Paris sob um ponto de vista diferente”. Essa era a frase que constava na programação do meu primeiro dia na cidade, nem uma palavra a mais. O pessoal do Hosteling International, que organizou minha viagem pelo Big Blog Exchange, sabia que eu já conhecia a capital francesa de outras viagens e que subir na Torre Eiffel, ir ao Louvre e ver o Arco do Triunfo não seriam novidade para mim. Mas quantas viagens são necessárias para esgotar Paris? Inúmeras, eu diria.

Foi só no trem, entre o aeroporto e o hostel, que me contaram qual ponto de vista seria esse: um passeio de bicicleta elétrica que me permitiria descobrir alguns dos pequenos segredos da cidade.

Então, depois de largar minhas malas no hostel, segui direto para o local de encontro do tour carregando uma noite mal dormida no avião e cinco horas de jet leg nas costas. Logo, é óbvio que eu paguei mico tentando fazer a bicicleta andar. Era uma bike elétrica, o que significa que eu não teria que fazer muito esforço, mas também significa que ela é maior e muito mais pesada do que as comuns.

Só que quando você monta nela, é bem mais leve, o que causa uma quebra de expectativa e você demora um pouco a pegar o jeito (ou demora um tanto se você estiver lesada e com sua percepção espacial alterada). Só quando eu desci o primeiro morro e levei um vento na cara que eu acordei pra valer e peguei o jeito.

Veja também: Onde ficar em Paris 

Tour de bicicleta em Paris

Existem centenas de opções de passeios de bicicleta em Paris. Você nem precisa pagar muito caro por eles, basta sair andando pelas ruas, parar no primeiro posto de aluguel de bicicleta que você ver e fazer o pagamento com cartão de crédito em um dos totens automatizados.

Essas bicicletas fazem parte do programa Velib, que é a maneira mais barata de sair pedalando pela cidade luz. Dá para alugar a bike por 1 ou 7 dias e até mesmo para o ano inteiro. A primeira hora é gratuita em qualquer um dos planos. Um truque muito utilizado por lá, segundo me contou a parisiense que me acompanhava, é trocar de bicicleta a cada meia hora. Dessa forma, você passeia o dia inteiro desembolsando apenas 1 euro.

Mas não foi esse tour que eu fiz. Meu tour tinha grupo, guia e um objetivo específico: conhecer segredos escondidos em Paris.

Tour de Bicicleta em Paris
 

O tour Paris Charms and Secrets passa por lugares famosos e desconhecidos sempre com uma história ou curiosidade diferente. Entre as paradas estão a Ópera Nacional e o Palácio Nacional. Numa visita comum, você nunca iria imaginar que, nesse Palácio, viveram um rei e uma rainha que queriam muito ter uma filha e, por isso, educaram seu segundo filho, Filip D’Orleans, como menina.

Quando cresceu, a família real se mudou para Versailles, mas o então Rei, irmão de Filip, não queria que ele fosse para lá, por isso deu o Palácio de presente para ele. Filip aceitou a proposta na condição de que o Palácio tivesse total autonomia e que nem o Rei, nem o exército, apitassem nada ali dentro. O Rei concordou e foi assim que surgiu um mini-Estado que poderia muito bem ser comparado a uma Las Vegas europeia.

Jardim Palácio Nacional Paris

Jardins do Palácio Nacional

Ruas de Paris

Não muito longe dali está o Le Procope, o primeiro café parisiense. A casa está aberta até hoje e foi ali que os cidadãos do século 17 discutiram a mais importante revolução da história ocidental. As bikes seguem por pequenos becos, passam por portões e varandas charmosas, param para entrar em um monastério escondido e em construções tão antigas quanto o domínio do Império Galo-Romano na região.

Le Procope - café em Paris

Os tours são em francês, espanhol ou inglês, mas o guia, Pepe, mora com três baianas e aprendeu a falar um ótimo português com sotaque do nordeste. Segundo ele, tours na nossa língua podem ser organizados sob demanda. Basta solicitar no escritório. O passeio custa 49 euros e dura 4 horas.

Como comprar

Você pode reservar seu tour de bicicleta pela internet. Você paga, imprime a reserva e leva no dia marcado. É possível comprar no site oficial.

*A viagem à França e o passeio de bicicleta foram patrocinados pela Hosteling International como prêmio pelo concurso Big Blog Exchange. 


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Passeio de bicicleta em Paris

    1. Ei Sara, acredito que não, mas você pode entrar em contato com eles pelo site que eu citei no post. E tentar fazer um particular.

      Abraços!

    1. Ei Juliana, essas informações estão todas no post: “O tour Paris Charms and Secrets (http://www.parischarmssecrets.com/) passa por lugares famosos e desconhecidos sempre com uma história ou curiosidade diferente.” e “Os tours são em francês, espanhol ou inglês, mas o guia, Pepe, mora com três baianas e aprendeu a falar um ótimo português com sotaque do nordeste. Segundo ele, tours na nossa língua podem ser organizados sob demanda.”

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.