Tags:
Atlas: Genebra, Yvoire, Suíça

Passeios de barco pelo lago Genebra

Não se engane, o Lago Genebra é enorme e vai muito além da região dessa cidade suíça. Tanto é que esse lago, o segundo maior da Europa Ocidental, tem também outro nome: Léman. Quem visita Genebra não costuma demorar para perceber que um passeio de barco pelo lago é um dos programas turísticos mais bacanas da cidade. E mais caros também, claro. Mesmo assim, tiramos os escorpiões (e os francos suíços) de nossos bolsos e fizemos dois dos cruzeiros que rolam no lago.

Leia também:

O que fazer em Genebra em dois dias

Onde ficar em Genebra

O Lago Genebra

O lago ocupa uma área de 600 quilômetros quadrados. “Beleza, mas o quão muito é isso?”, você pode perguntar. Como números muitas vezes não dão a ideia de tamanho dos lugares – principalmente para quem é ruim de matemática, tipo eu – veja o mapa abaixo.

A área ao redor do ponto A é a cidade de Genebra, enquanto o ponto B é Yvoire, vila francesa. Se você observar atentamente, verá a linha cinza que marca a fronteira entre a França e a Suíça. Toda a área que está para fora dessas duas linhas – inclusive a parte verde do lado esquerdo e a parte branca abaixo do lago, na direita – é território francês. O restante é suíço. Ou seja, durante o passeio você pode visitar cidades nos dois países, que dividem o Lago Genebra. Sim, você vai sair e entrar da Suíça várias vezes no mesmo dia.

Como já contamos em outro post, o Lago Genebra é popular entre gente rica e famosa. Lenin, Freddie Mercury e Charlie Chaplin tiveram casas por lá. O cineasta deu uma passadinha por lá até mesmo depois da morte (e em carne e osso), mas a culpa foi dos bandidos que invadiram o cemitério e roubaram o corpo do ator, mais tarde encontrado perto do lago.

Ok, pode ser que essa informação não te convença que fazer um passeio de barco pelo Lago Genebra é uma ideia legal, mas pelo menos diz um pouco das histórias curiosas de um lugar que foi escolhido para ser casa da ONU e da Cruz Vermelha, além de várias outras organizações internacionais e de gente famosa (viva ou morta). Para te mostrar como o lago é bonito, nada melhor do que fotos. Então veja algumas.

passeio de barco pelo lago Genebra

lago Genebra
Cruzeiro num barco a vapor, Genebra

Notou o jeitão hipster antiquado dos barcos? É que grande parte da frota que cruza todos os dias o Lago Genebra é da chamada Belle Époque, que vai das últimas décadas do século 19 até o começo da Primeira Guerra Mundial, em 1914. São oito barcos a vapor, que operam há mais de 100 anos e levaram gente durante todo esse período. Os barcos, muito bem conservados, dão um charme interessante para a viagem.

Lago Genebra

Passeios de barco

O primeiro passeio que fizemos foi o Geneva Bay Tour. O cruzeiro dura uma hora e vai somente nas áreas ao redor de Genebra – ou seja, uma parte mínima do lago. Pagamos cerca de 20 francos suíços pelo passeio, que inclui narração de um guia, em inglês e francês, que conta um pouco da história da região e fala sobre cada um dos prédios e mansões e praias (sim, elas existem!) que os turistas podem ver a partir do barco.

mansões do Lago Genebra

Casarões do Lago Genebra

É um passeio bonito que revela a cidade de outro ponto de vista. Gostamos a ponto de repetir, mas com um passeio maior, com direito a visitar outra cidade do lago, Yvoire, uma vila medieval francesa. Esse passeio dura todo o dia – percorrer toda essa quantidade d’água num barco a vapor do século 19 não é tarefa rápida. Saímos às 10h e chegamos em Yvoire perto da hora do almoço. Não sem antes pararmos em várias “estações”, em cada uma das cidades que são banhadas pelo lago.

Só a chegada em Yvoire já vale o tour, com direito a um cenário que envolve um castelo, água e jardins. Além do nosso barco a vapor (e os apitos dele), claro.

Yvoire, França

Quem faz esse passeio tem várias opções de horários de volta e pode ficar em Yvoire o tempo que quiser, conhecendo a cidade. Por isso, recomendamos muito mais essa opção do que a primeira, por mais que o dobro do preço. Compensa o investimento! O passeio de uma hora só é uma boa pra quem não tem tempo ou não pode mesmo gastar o preço do tour maior. Sem contar que qualquer um dos passeios mais longos acaba passando pelos mesmos locais do tour de uma hora, embora sem a narração do guia.

Passeio de barco por Genebra

Além desses dois tours, você pode fazer um passeio de barco para várias cidades ao redor do lago. Destaques para Montreux, Lausanne e Nyon, que certamente receberão uma visita do 360meridianos na próxima vez que passarmos pelo país. Também é possível fazer tours temáticos, com almoço e bebidas incluídas ou para avistar o Mont Blanc, maior montanha da Europa, com quase 5 mil metros de altura. Quando chegar a Genebra, basta descer até o lago. Ali, do lado da Pont du Mont-Blanc, fica o lugar onde os barcos param para pegar passageiros.

Se você preferir ou não for muito fã de barcos, uma alternativa é alugar um carro e conhecer todo o Lago Genebra por terra. O Daniel, do blog Ducs Amsterdam, fez isso e conta aqui. Vale conferir o relato dele.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

7 comentários sobre o texto “Passeios de barco pelo lago Genebra

  1. Agradeço as úteis informações.Vou a Genebra para o casamento de meu neto,apesar de já ter estado na Suiça por duas vezes nunca fiz o passeio no lago.

    Roberto

  2. Olá, post SENSACIONAL!!! Gostaria de saber por qual agência você fez o passeio de barco passando por Yvoire, aquele que dura o dia inteiro? De onde parte, que horas retorna, quanto custa. dias de funcionamento, preço, o que está incluso no preço, etc, etc, etc? Caso conheça algum site que venha tirar mais dúvidas, agradeço a divulgação.

    Parabéns pelo trabalho.

    1. Oi, Anderson. Então, não é preciso fazer com nenhuma agência. Chegando em Genebra, você vai ao pier. São dois pontos de venda, um de cada lado do lago e bem perto da ponte.

      O preço varia de acordo com o tour. No caso de Yvoire, só está incluso o transporte. Paguei pouco mais de R$ 100 por pessoa. Não é baratinho, mas nada em Genebra é.

      Você acha mais detalhes aqui: https://www.360meridianos.com/2013/11/yvoire-vila-medieval-francesa.html

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.